Deriva Continental Questões de Geografia

1) Deriva Continental: (Vunesp) Observe a figura.

Analisando a figura, que representa as grandes unidades estruturais do Brasil, segundo Petri & Fúlfaro (1983), pode-se afirmar corretamente que

a) B, conhecida também como coberturas fanerozoicas, são áreas que recebem ou receberam depósitos de materiais.

b) C são terrenos recentes e de grande potencial erosivo, formados no chamado ciclo brasiliano.

c) I e II, formadas no Terciário, resultam do encontro das placas sul-americana e africana.

d) os limites das áreas cratônicas coincidem com chapadas e dobramentos modernos.

e) A, por conta das manifestações tectônicas neogênicas, são áreas de grande instabilidade e movimentação de terra.

 

 

2) (Enem) As plataformas ou crátons correspondem aos terrenos mais antigos e arrasados por muitas fases de erosão. Apresentam uma grande complexidade litológica, prevalecendo as rochas metamórfcas muito antigas (Pré-Cambriano Médio e Inferior). Também ocorrem rochas intrusivas antigas e resíduos de rochas sedimentares. São três as áreas de plataforma de crátons no Brasil: a das Guianas, a Sul-Amazônica e a do São Francisco.

Ross. J. L. S. geografa do Brasil. São Paulo: Edusp, 1998.

 

As regiões cratônicas das Guianas e a Sul-Amazônica têm como arcabouço geológico vastas extensões de escudos cristalinos, ricos em minérios, que atraíram a ação de empresas nacionais e estrangeiras do setor de  mineração e destacam-se pela sua história geológica por:

a) apresentarem áreas de intrusões graníticas, ricas em jazidas minerais (ferro, manganês).

b) corresponderem ao principal evento geológico do Cenozoico no território brasileiro.

c) apresentarem áreas arrasadas pela erosão, que originaram a maior planície do país.

d) possuírem em sua extensão terrenos cristalinos ricos em reservas de petróleo e gás natural.

e) serem esculpidas pela ação do intemperismo físico, decorrente da variação de temperatura.

 

 

3) Deriva Continental: (Vunesp)

O roteiro do filme retratado no cartaz explora a possibilidade de uma nova atividade sísmica na Falha de San Andreas. A instabilidade geológica ao longo da falha é estabelecida sob o limite

a) divergente entre as placas tectônicas do Caribe e Juan de Fuca.

b) convergente entre as placas tectônicas do Caribe e de Nazca.

c) transformante entre as placas tectônicas do Pacífco e de Nazca.

d) transformante entre as placas tectônicas do Pacífco e Norte-Americana.

e) divergente entre as placas tectônicas de Cocos e norte-Americana.

 

 

4) Deriva Continental: (Fuvest-SP) Observe a figura, com destaque apara a Dorsal Atlântica.

Avalie as seguintes informações:

I – Segundo a teoria da tectônica de placas, os continentes africano e americano continuam se afastando um do outro.

II -A presença de rochas mais jovens próximas à Dorsal Atlântica comparada à de rochas mais antigas, em locais mais distantes, é um indicativo da existência de limites entre placas tectônicas divergentes no assoalho oceânico.

III – Semelhanças entre rochas e fósseis encontrados nos continentes que, hoje, estão separados pelo Oceano Atlântico são consideradas evidências de que um dia esses continentes estiveram unidos.

IV – A formação da cadeia montanhosa Dorsal Atlântica resultou de um choque entre as placas tectônicas norte americana e africana.

Está correto o que se afirma em

a) I, II e III, apenas.

b) I, II e IV, apenas.

c) II, III e IV, apenas.

d) I, III e IV, apenas.

e) I, II, III e IV.

 

 

5) Deriva Continental: (Unifacef-SP) Em abril de 1815, a explosão vulcânica mais poderosa já registrada na história abalou o planeta em uma catástrofe tão vasta que, 200 anos depois, os investigadores ainda estão lutando para entender suas repercussões. Até agora, eles já perceberam que a erupção teve um papel no esfriamento do clima, no colapso da agricultura e nas pandemias globais. (www.noticias.uol.com.br.adaptado)

O resfriamento do clima após a erupção vulcânica retratada é explicado pela

a) mudança na circulação atmosférica, introduzindo o ar da termosfera.

b) presença de partículas expelidas na atmosfera, capazes de refletir a luz solar.

c) alteração no fluxo de radiação emitida pelo sol, dispersando o calor pelo planeta.

d) reorganização de partículas na atmosfera, permitindo a formação de auroras.

e) ocorrência de efeito de Coriolis, capaz de alterar a trajetória dos ventos no planeta.

 

Domínios Ambientais do Mundo Atividades Respondidas.

 

6) Deriva Continental: (Unicamp) O mapa abaixo apresenta os abalos sísmicos superiores à magnitude 3,0 identificados no Brasil entre 1767 e 2007.

a) Embora distante da borda de placas tectônicas, o Brasil apresenta abalos sísmicos eventuais. Quais as características predominantes desses sismos no Brasil?

b) Por que o Estado do Acre apresenta grande quantidade de abalos sísmicos e por que eles são profundos?

 

 

7) (UFPE) Essas unidades geológicas são regiões muito antigas, estáveis, do ponto de vista tectônico, e compostas de rochas ígneas e metamorfizadas, que quando afloram à superfície dão origem aos complexos cristalinos. A maioria dessas rochas tem idade pré-cambriana. A descrição acima se refere aos (às):

a) Estratos concordantes de rochas sedimentares metamorfzadas.

b) Escudos ou crátons.

c) Arcos insulares antigos.

d) Estruturas tectônicas alpinas.

e) Plataformas sedimentares.

 

 

8) Deriva Continental: (UFJF-MG) As Figuras 1, 2, 3, 4 e 5, a seguir, mostram a história tectônica da Terra nos últimos 250 milhões de anos de tempo geológico. Cada era, período e época da história geológica da Terra teve uma  distribuição de terra e mar, com regiões climáticas, vegetação e faunas distintas, caracterizando uma geografia física diferente da que presenciamos hoje.

Com base nas figuras apresentadas, responda:

Qual das formas representa o Continente Pangeia?

a) Apenas a Figura 1. c) Apenas a Figura 3. e) Apenas a Figura 5.

b) Apenas a Figura 2. d) Apenas a Figura 4.

 

 

9) Deriva Continental: (Unifenas-MG) Analise a tirinha a seguir:

Com relação ao exposto na tirinha e mais seus conhecimentos sobre determinados processos morfológicos comuns no planeta Terra, é correto afirmar que

a) A Teoria da Tectônica de Placas, formulada pelo meteorologista alemão Alfred Wegener em 1915, explica que os diversos tipos de estrutura verificados na Litosfera são decorrentes das correntes de convecção do magma.

b) Nas zonas de limites entre as placas tectônicas é comum a ocorrência de atividades sísmicas, erupções vulcânicas, com formação de rochas e de estruturas de relevo.

c) Os movimentos epirogenéticos, comuns nas áreas de fronteiras entre as placas, resultam das pressões horizontais das correntes de convecção do magma, provocando extensas dobras no relevo mundial.

d) A epirogênese é um processo inexpressivo na formação e constituição do relevo brasileiro, já que a maior parte do nosso embasamento cristalino resulta de pressões orogenéticas, construtoras do relevo.

e) Nos limites das placas tectônicas, ocorrem zonas de expansão e zonas de subducção. Nas zonas de subducção ocorrem divergências de placas, resultantes de forças endógenas e exógenas atuantes na litosfera.

 

 

10) Deriva Continental: (Unifenas-MG) Um mito existente no Brasil faz referência à ideia de que no país não há terremotos. Não é bem assim, eles ocorrem em várias partes do território brasileiro, como pode ser verificado no mapa abaixo.

Sobre a realidade sismológica brasileira, assinale a alternativa correta:

a) Ocorrem tremores em quase todas as áreas do território brasileiro, porém são de baixa magnitude, diferentes das zonas de convergências de placas, que causam grandes danos materiais e perdas humanas.

b) De todas as regiões brasileiras, somente a Amazônia fica isenta da ocorrência de terremotos de fracas a grandes magnitudes.

c) No Brasil as magnitudes dos terremotos são equivalentes àquelas observadas nos limites das placas tectônicas, especialmente no território japonês e no arquipélago das Filipinas.

d) A faixa litorânea do Brasil fca sujeita a tremores com maior intensidade, tendo em vista a convergência das placas de Nazca e Sul-americana.

e) Os avanços nos estudos sismológicos brasileiros nas duas últimas décadas já permitem prever e evitar a ocorrência de terremotos de grandes intensidades no país.

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas das questões de Geografia sobre a Deriva Continental:

1) a; 2) a; 3) d; 4) a; 5) b;

6)

a) Fundamentalmente esses sismos são caracterizados pela baixa magnitude; são predominantemente rasos; alguns são reflexos de sismos em outras áreas mais ativas tectonicamente.

b) A proximidade do Estado com a borda das placas Sul-Americanas e Nazca explica a grande ocorrência de abalos sísmicos no Acre. Esses abalos são profundos em decorrência do mergulho da placa de Nazca sob a placa Sul-Americana. O contato entre estas placas, na área do Estado do Acre, ocorre a elevada profundidade, promovendo terremotos de elevadas magnitudes, entretanto com o hipocentro a grandes profundidades.

7) b. O fragmento de texto descreve os crátons ou escudos.

8) a; 9) b; 10) a

Spread the love

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.