Classe Insecta – insetos Exercícios com Gabarito – 02

11. Mackenzie-SP (modificado). Classe Insecta – Crustáceos e insetos têm em comum:

a) antenas.

b) respiração traqueal.

c) corpo organizado em cabeça, tórax e abdome.

d) sistema circulatório fechado.

e) sistema digestivo incompleto.

 

 

12. UECE. Classe Insecta:

Relacione a coluna I (sistema respiratório) com a coluna II (classe de animais).

Coluna I Coluna II

1. Traquéias ( ) Chilopoda

2. Brânquias ( ) Insecta

( ) Crustacea

( ) Diplopoda

 

Indique a opção que contém a seqüência correta, de cima para baixo, na coluna II.

a) 1, 1, 2, 1          c) 2, 1, 1, 2

b) 1, 2, 2, 1         d) 2, 1, 2, 2

 

 

13. Unirio-RJ. Classe Insecta:

Durante o verão, podemos ouvir, com freqüência, o canto das cigarras, que é um som emitido pelos machos para atrair as fêmeas ao acasalamento.

Nesse mesmo período, observamos exoesqueletos de cigarras presos às árvores, que popularmente são mencionados como cigarras “estouradas” de tanto cantar. Sabe-se que, na verdade, é o resultado do crescimento que ocasiona as “mudas” nos insetos. O hormônio responsável pelas “mudas” nos insetos é o(a):

a) ferormônio. d) ecdisona.

b) ácido abcísico. e) adrenalina.

c) auxina.

 

 

14. UFRJ. Os insetos possuem sistema circulatório aberto e, em sua hemolinfa, não existem pigmentos como a hemoglobina ou a hemocianina – pigmentos responsáveis pelo transporte de oxigênio em outros animais. A maioria dos insetos é capaz de voar por períodos longos, o que implica necessariamente grande esforço muscular associado a um consumo elevado de oxigênio. Explique como é possível para os insetos, na ausência de pigmentos transportadores, obter o oxigênio necessário ao vôo.

 

Filo Arthropoda – Artrópodes Exercícios com Gabarito.

 

15. USS-RJ. Classe Insecta:

A partenogênese (do grego parthenos: virgem; genesis: origem) designa o fenômeno biológico em que o gameta feminino de certos animais se desenvolve formando um novo indivíduo, sem que tenha sido fecundado.

Quanto à partenogênese, é correto afirmar que:

a) é um caso muito comum entre as abelhas (Apis mellifera).

b) nas abelhas Apis mellifera, as abelhas-rainhas fêmeas férteis produzem óvulos diplóides.

c) a partenogênese só ocorre em abelhas.

d) os “óvulos fecundados”, ao se desenvolverem, normalmente originam fêmeas.

e) trata-se de um caso de reprodução sexuada, uma vez que para se processar necessita da formação de um gameta

 

 

16. UFC-CE (modificado). Classe Insecta:

O Ceará vive a segunda maior epidemia de dengue de sua história. De acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), atualmente existem 23.357 casos confirmados da doença em 126 municípios. Em Fortaleza, 10.562 ocorrências foram confirmadas, o que corresponde a mais de 45% dos registros em todo o Estado.

Jornal O Povo

O transmissor dessa doença é o mosquito Aedes aegypti, inseto da ordem Diptera. Observe a figura a seguir, que mostra o desenvolvimento do inseto, e responda o que se segue:

a) Esse inseto é classificado como Pterigoto e Holometábolo. O que significa cada termo?

b) Cite três medidas de prevenção e/ou combate ao inseto transmissor da dengue.

 

 

17. UFG-GO. Classe Insecta:

Os insetos constituem um grupo de animais que apresenta grande diversidade biológica e desempenha importante papel nos ecossistemas terrestres. Por outro lado, algumas espécies desse grupo podem causar sérios prejuízos à agricultura e à saúde humana e animal.

a) Descreva três adaptações estruturais que contribuíram para o sucesso evolutivo dos insetos, bem como para sua ampla dispersão em ambientes terrestres.

b) Explique o processo de transmissão de uma doença humana, na qual um inseto é o vetor de um protozoário, agente causador dessa doença.

 

Veja a primeira desta lista de exercícios sobre a classe dos insetos.

 

Veja a lista completa dos exercícios sobre Zoologia.

 

Gabarito com as respostas dos exercícios da Classe Insecta:

11. A

12. A

13. D

14. O sistema respiratório dos insetos é traqueal. Nesse sistema, o oxigênio é conduzido pelas ramificações das traquéias diretamente às células. O “sangue” transporta nutrien-tes, hormônios e excretas.

15. A

16. a) O Aedes aegypti pertence à ordem Diptera, que possui representantes com um par de asas.. O termo pterigoto (Pterygota) denomina insetos que possuem asas. Portanto, essa espécie, por ter asas, está incluída em Pterygota. Quando ao seu desenvolvimento o A. aegypti possui metamorfo-se completa, ou seja, o seu ciclo de vida compreende quatro fases: ovo, larva, pupa e adulto. Todos os insetos que apresentam esse tipo de metamorfose são denominados holome-tábolos.

 

b) Os ovos do A. aegypti são depositados pela fêmea in 4 pares de patas, dividualmente, nas paredes internas dos depósitos que 3 pares de servem como criadouros, próximos à superfície da água.

A larva se desenvolve em água parada e limpa e todo o processo (do ovo ao mosquito adulto) demora de sete a dez dias. Para evitar a proliferação do mosquito os reservatórios de água devem ser vedados;

garrafas e embalagens que possam acumular água devem ser esvaziadas e colocadas de cabeça para baixo;

pneus devem ser guardados em locais secos e protegidos da chuva e as plantas em recipientes com água devem ser passadas para a terra ou a água deve ser trocada a cada quatro dias e o recipiente lavado para eliminar ovos. Além disso, pode-se também utilizar inseticida para eliminar os adultos. A dengue é uma doença provocada por um vírus e não há tratamento específico. Por isso, a prevenção e o combate ao mosquito são fundamentais para o controle dessa doença.

 

 

17. a) Alguns exemplos de adaptações estruturais que contribuíram para o sucesso evolutivo dos insetos:

– presença do exoesqueleto quitinoso, conferindo maior proteção e menor perda d’água;

– presença de asas, pos-sibilitando o deslocamento rápido, a fuga de predadores, a obtenção de novas fontes de alimento e outras atividades que envolvem a capacidade de vôo;

– metamorfose (incompleta ou completa), possibilitando a sobrevivência em condições adversas e a exploração de novos nichos em diferentes estágios da vida do inseto. As formas jovens não competem com os adultos por alimento ou hábitat;

– corpo segmentado que pode ser modificado e especializado em formas diferentes de acordo com os nichos.

 

b) Alguns exemplos de doenças humanas transmitidas por insetos vetores de protozoários:

– Doença de Chagas Protozoário: Trypanosoma cruzi

Inseto(s): Triatoma infestans, Modo de transmissão: Por meio das fezes contaminadas com o protozoário tripanossoma.

 

– Malária

Protozoários: Plamodium vivax, Plasmodium falcipa-rum, Plasmodium malariae. Inseto: Anopheles sp

Modo de transmissão: pi-cada de mosquitos fêmeas que inoculam no homem a forma infectante (esporozoítas) do protozoário.

– Leishmaniose Protozoários:

Leishmania brasilensis, Inseto: Phlebotomus inter-medius (mosquito palha) Modo de Transmissão: picada do inseto que ino-cula no homem as formas infectantes do protozoário.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.