Genética de Populações Questões com Gabarito

01. Genética de Populações: (Modelo Enem) 0 princípio de Hardy-Weinberg tem sido uti­lizado pelos evolucionistas como uma impor­tante ferramenta para compreender as frequên­cias gênicas nas populações dos seres vivos.

Sobre esse assunto, considere as afirmativas a seguir.
( ) A quantidade de indivíduos e/ou o iso­lamento reprodutivo de uma parte da população não interferem no equilíbrio gênico.
( ) Em uma população sob influência de processos evolutivos, tais como migra­ção e deriva gênica, as frequências de alelos nos descendentes permanecem inalteradas.
( ) Como são fenômenos raros, as muta­ções não provocam alteração nas fre­quências de alelos de uma população com inúmeros tipos de cruzamentos possíveis.
( ) Na hipótese de prevalecerem na po­pulação cruzamentos entre indivíduos com características fenotípicas vantajo­sas, esta tende a permanecer em equi­líbrio gênico.
( ) Supondo que as frequências dos alelos A e a, não ligados ao sexo, numa po­pulação em equilíbrio gênico, sejam, respectivamente, 0,7 e 0,3, a probabili­dade de se formar na população indiví­duos AA é de 49 %.


02. UFPB. Genética de Populações: Estudos sobre genética de populações mos­tram que o risco de extinção de espécies au­menta com a diminuição de heterozigotos na população. Essa informação é importante quando se deseja avaliar os resultados dos programas de reintrodução, na natureza, de indivíduos nascidos em cativeiro, como forma de diminuir a perda de diversidade biológica em consequência do desmatamento em gran­des áreas. O quadro a seguir mostra os resul­tados hipotéticos das frequências alélicas em uma população acompanhada antes e após um programa de reintrodução de indivíduos nascidos em cativeiro.

tabela da frequência alélica ao longo dos anos

Considerando as informações apresentadas, identifique as afirmativas corretas:
( ) A população não aumentou seu risco de extinção entre 1970 e 1990.
( ) A reintrodução de indivíduos diminuiu o risco de extinção dessa população.
( )  A reintrodução de indivíduos restituiu as condições de heterozigose existen­tes em 1970.
( ) A frequência de heterozigotos na po­pulação diminuiu de 48% em 1970 para 25,5% em 1990.
( ) A frequência de heterozigotos na popu­lação, após a reintrodução de indivídu­os, passou a ser de 45,5%.


03. EEWB-MG. Fenilcetonúria (PKU) é uma erro inato do metabolismo (EIM), de herança autossômica recessiva, que leva ao acúmulo de um ami­noácido essencial, a fenilalanina, no orga­nismo de indivíduos afetados. Esta doença é caracterizada pelo defeito ou ausência da enzima fenilalanina hidroxilase (PAH), que catalisa o processo de conversão da fenila­lanina em tirosina. O tratamento consiste basicamente de uma dieta com baixo teor de fenilalanina, porém com níveis suficien­tes deste aminoácido para promover crescimento e desenvolvimento adequados. Uma fábrica de refrigerantes colocou por engano um alto teor de fenilalanina em garrafas com rótulos que afirmavam que o produto era li­vre do aminoácido e as enviou a uma cidade. Supondo que essa cidade, com 10 mil habi­tantes tenha uma frequência alélica de 0,1 para o gene da PKU e todos os seus morado­res consumam o refrigerante, quantos serão afetados?

a. 10
b. 100
c. 900
d. 1000


04. UFBP. Genética de Populações: Pena et al. (2000), no trabalho Retrato mole­cular do Brasil, descreveram o perfil genô­mico da população brasileira, e os resultados obtidos por análise do cromossomo Y indicaram alta frequência de grupos gêni­cos europeus na população masculina. Por outro lado, análises do DNA mitocondrial indicaram a existência de alta frequência de grupos gênicos indígenas e africanos. Esses dados ajudam a entender a forma­ção da população brasileira a partir da miscigenação ocorrida durante a coloniza­ção, uma vez que os primeiros imigrantes portugueses não trouxeram suas mulheres e iniciaram o processo de miscigenação com mulheres indígenas e mais tarde, no século XVI, esse processo se estendeu às mulheres africanas.

Com base nessas informações, um estudo sobre a frequência gênica da população bra­sileira mostrou:
· No ano de 1500, os alelos para o lócus A e para o lócus B apresentavam as se­guintes frequências: A 90% e a 10%; B 20% e b 80%.
· No ano de 1580, a frequência de hete­rozigotos para o lócus A era de 42% e para o lócus B era de 32%.
· No ano de 1750, a frequência de hete­rozigotos para o lócus A era de 42% e para o lócus B era de 50%.

Considerando as frequências gênicas apresen­tadas para o ano de 1500 e sabendo-se que, nesse ano, a população brasileira estava em equilíbrio, que os alelos A e B não estão liga dos ao sexo e que cada gameta apresenta um alelo de cada gene, identifique as afirmativas corretas.
( ) A probabilidade de formarem-se homozigotos AA seria de 81%.
( ) A probabilidade de formarem-se hete­rozigotos Aa seria de 9%.
( ) A probabilidade de formarem-se hete­rozigotos Ab seria de 10%.
( ) A probabilidade de formarem-se ho­mozigotos bb seria de 64%.
( ) A probabilidade de formarem-se hete­rozigotos Bb seria de 32%.


05. UniSEB-SP. Genética de Populações: Em uma população em equilíbrio de Hardy-Weinberg, a frequência do alelo recessivo para um dado gene autossômico é 0,4. Sendo assim, a frequência de indivíduos com o fenótipo dominante será de:

a. 0,60
b. 0,84
c. 0,36
d. 0,16
e. 0,48


06. PUCCamp-SP. Em uma população em equilíbrio de Hardy-Weinberg, a frequência do alelo autossômi­co b é de 30%. Se essa população for for­mada por 1.000 indivíduos, espera-se que sejam heterozigotos:

a. 700
b. 420
c. 90
d. 49
e. 21


07. Genética de Populações: A característica de ter covinha nas bochechas é determinada por um par de alelos, segundo a primeira lei mendeliana. Imagine que, numa população de 500 indivíduos, 84% das pes­soas possuam covinhas (CC e Cc). Admitindo que essa população esteja em equilíbrio de Hardy-Weinberg, determine, respectivamente, a frequência do alelo c e o número esperado de heterozigotos nessa população.

a. 0,4 – 420 indivíduos
b. 0,16 – 180 indivíduos
c. 0,6 – 240 indivíduos
d. 0,4 – 240 indivíduos
e. 0,6 – 180 indivíduos


08. UFRJ. Genética de Populações: O gráfico a seguir mostra as frequências dos genótipos de um lócus que pode ser ocupado por dois alelos A e a. No gráfico, p representa a frequência do alelo A.

gráfico das frequências dos genótipos de um lócus

Calcule a frequência dos genótipos AA, Aa, aa nos pontos determinados pela linha pontilhada.
Justifique sua resposta.


09. UERJ. Segundo o teorema de Hardy-Weinberg, uma população ideal deve atingir o equilí­brio ou estado estático, sem grandes alte­rações de seu reservatório genético.
Em uma das ilhas do arquipélago de Galápa­gos, uma das condições estabelecidas por Hardy e Weinberg para populações ideais foi seriamente afetada por uma erupção vulcânica ocorrida há cerca de cem mil anos. Esta erupção teria diminuído drasticamente a população de jabutis gigantes da ilha.

a. Cite duas das condições propostas por Hardy e Weinberg para que o equilíbrio possa ser atingido.

b. Defina o conceito de evolução em função da frequência dos genes de uma população e indique de que forma a diminuição da população afetou a evolução dos jabutis gigantes.


10. PUC-RS. Genética de Populações: Para responder à questão, considere a infor­mação a seguir:

Um levantamento nos prontuá­rios médicos de um importante hos­pital brasileiro identificou o grupo sanguíneo MN de 10.000 indivíduos, revelando os dados apresentados no quadro abaixo. A análise da população estudada conclui que ela se encontra em equilíbrio de Hardy-Weinberg.

genótipo grupo Sanguíneo MN e número de indivíduos

Nesta população, as frequências dos alelos M e N são, respectivamente:
a. 0,16 e 0,84
b. 0,24 e 0,48
c. 0,36 e 0,16
d. 0,48 e 0,24
e. 0,60 e 0,40

🔵 >>> Confira a lista completa com todos os exercícios sobre Genética.

Confira também outras listas de exercícios sobre Genética de Populações: 

 

Gabarito com as respostas das melhores questões sobre Genética de Populações:

Gabarito do exercício 01. F, F, F, F, V;

Gabarito do exercício 02. F, V, V, V, F;

Gabarito do exercício 03. B;

Gabarito do exercício 04. V, F, F, V, V;

Gabarito do exercício 05. B;

Gabarito do exercício 06. B;

Gabarito do exercício 07. D;

 

Gabarito do exercício 08. 0 gráfico mostra que a frequência do gene A é p = 0,60. Como p + q = 1, temos que a frequência do gene a é q = 0,40. Portanto, de acordo com o teorema de Hardy-Wein­berg, a frequência de AA é p2 = 0,36, a frequência de Aa é 2 pq = 0,48 e a frequência de aa é q2 = 0,16.

 

Gabarito do exercício 09. a. Duas dentre as condições:

· não ocorrência de migrações;

· não ocorrência de mutações que intro­duzam novos genes;

· probabilidades iguais na escolha dos parceiros no processo de reprodução sexuada;

· número de indivíduos grande o sufi-ciente para que eventos aleatórios não afetem as proporções estatísticas;

· não sujeição dos genes alelos à sele­ção natural, tendo todos os indivíduos a mes­ma possibilidade de sobrevivência.

b. Alteração progressiva das frequências gênicas em uma população. A população de jabutis ficou mais sujeita a variações gênicas aleatórias (deriva genética).

 

Gabarito do exercício 10. E

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

1 comentário em “Genética de Populações Questões com Gabarito”

Deixe um comentário