Exercícios sobre Focos de Tensão na Europa

01. Focos de Tensão na Europa: (PUC Rio–2008)

A charge apresentada anteriormente:
I. caracteriza os problemas de ordem étnico-territorial na Europa dos Bálcãs, que refletem as seculares disputas numa região dominada pelos sérvios no último século.
II. representa o conflito entre as identidades nacionais na Europa, reforçado pelo desmonte dos Estados socialistas no Leste Europeu na última década do século XX. III. exemplifica a causa típica dos conflitos que assolaram os Bálcãs, principalmente após a Guerra Fria, quando os sérvios espalhados por outros territórios da antiga Iugoslávia lutavam pela manutenção da sua hegemonia na região.
Das afirmações anteriores, está(ão)
CORRETA(S):
A) apenas a I. D) apenas a I e a II.
B) apenas a II. E) todas.
C) apenas a III.

 


02. (UnB-DF) A mensagem a seguir foi escrita por Marija Marjanovic, estudante universitária sérvia, a respeito da guerra na Iugoslávia.
Coisas horríveis têm acontecido comigo e com o meu povo, os sérvios. Os americanos estão arruinando nossas vidas. Vocês acreditam que eles estão preocupados com Direitos Humanos? O que eles querem é criar áreas de conflito na Europa para reter a força da Comunidade Europeia. Meu povo está em situação ruim: de um lado, temos um governo que não se preocupa conosco e que não foi escolhido por Belgrado. Do outro, estamos sendo bombardeados por quem deveria proteger os civis. Queremos nossa família, nosso trabalho, nosso lazer… Queremos viver com dignidade. Estamos muito cansados do que tem acontecido conosco nos últimos dez anos. Por favor, ajudem-nos.
Fonte: Internet (Adaptação)

A partir do texto, julgue os itens que se seguem:
( ) Segundo a denúncia da estudante, os albaneses, que são maioria em Belgrado, escolheram o atual governo, que, depois de eleito, passou a ameaçar a paz sérvia na Iugoslávia.
( ) A Iugoslávia é uma área de fácil acesso, na Europa, por ser banhada, ao leste, pelo Mar Adriático e, ao oeste, pelo Mar Negro. Belgrado, a capital, fica próxima ao Mar Adriático e a Sarajevo, na Bósnia, por isso a referência de Marija a “dez anos” de conflitos.
( ) Quando se reporta a “quem deveria proteger os civis”, Marija faz referência à ONU, à OTAN e ao Iraque, aliados, desde o início dos conflitos, no combate às forças armadas do governo de Slobodan Milosevic.
( ) A mensagem de Marija permite concluir que nem sempre os povos apoiam as empreitadas bélicas de seus líderes.

 


03. Focos de Tensão na Europa: (UFV-MG) A prisão do ex-presidente iugoslavo Slobodan Milosevic, em junho de 2001, foi mais um capítulo dos intensos conflitos separatistas e étnicos que eclodiram na Europa durante a década de 90 do século XX. Um dos elementos que contribuíram para a emergência desses conflitos foi:
A) a intensificação do processo de repressão aos cultos religiosos por parte do governo central de Moscou.
B) a entrada da Iugoslávia na OTAN, contrariando os interesses militares do bloco socialista na Europa.
C) a formalização da União Europeia, contrariando interesses da Iugoslávia e da Sérvia.
D) o fim da URSS, ampliando a autonomia das antigas repúblicas soviéticas.
E) as disputas por terra entre colonos judeus e separatistas sérvios em território iugoslavo.

 


04. (ESPM-SP–2009) A região a seguir esteve envolvida em forte tensão no segundo semestre de 2008. Sobre as duas regiões destacadas, podemos afirmar que:

A) são regiões ricas em petróleo e cobiçadas pela União Europeia.
B) a Geórgia quer expulsá-las da federação por compactuar com interesses russos na região.
C) os Estados Unidos fomentam levantes nessas duas regiões para que se desliguem da Geórgia e se integrem à OTAN.

D) lutam pela independência e contam com apoio norte-americano e europeu.
E) são duas regiões separatistas e que contam com apoio russo em detrimento da Geórgia.

 


05. Focos de Tensão na Europa: (PUCPR–2007) O começo do século XXI revelou uma nova forma de terrorismo: globalizado, sem fronteiras e sob os holofotes da mídia. O mundo ficou  estarrecido diante dos atentados de 11 de setembro de 2001 a importantes símbolos do poder político e econômico norte-americano. Nos três primeiros dias de setembro de 2004, no sul da Rússia, a pequena cidade de Beslan foi assolada pelo terrorismo. Uma escola local foi ocupada, em dia de festa, por terroristas que fizeram mais de 1 000 reféns. A principal motivação do grupo armado que ocupou a escola de Beslan centrava-se na causa separatista que reinvidicava:
A) a inclusão da Chechênia na Comunidade dos Estados Independentes, CEI.
B) a ajuda militar russa às tropas chechenas na defesa de suas fronteiras.
C) a ajuda humanitária do governo de Moscou às populações pobres das montanhas da Chechênia.
D) a anexação dos territórios vizinhos, como o Azerbaijão e a Geórgia, à Chechênia.
E) a saída das forças militares russas da Chechênia.

 

Urbanização Brasileira Exercícios.

 

06. Focos de Tensão na Europa: (UFTM-MG–2008) Observe a figura a seguir para responder ao exercício.

Disponível em: <www.cagle.com/politicalcartoons/PCcartoons/zudin.asp.> Acesso em: 14 out. 2007

Assinale a alternativa que interpreta CORRETAMENTE o sentido da charge:
A) A Rússia reivindica a soberania sobre parte importante do Ártico, com a fnalidade de garantir o controle de reservas minerais no leito oceânico, cuja exploração vai se tornando possível com o recuo do gelo.
B) O fm da União Soviética fez decair o poder militar da Rússia, que agora pouco pode fazer para controlar as passagens estratégicas no Oceano Ártico, cada vez mais sob o controle dos Estados Unidos e da OTAN.
C) O território russo no Ártico, que servia apenas como uma grande linha de defesa na época da Guerra Fria, agora tem se tornado interessante, pois também aproxima o país de economias desenvolvidas, como o Canadá e o Japão.
D) A Rússia tem sido um dos países mais afetados pelo aquecimento global, pois está perdendo parte de seu território, que se estendia até o Polo Norte, pelo recuo da calota de gelo sobre o Oceano Ártico.
E) O governo da Rússia quer que a ONU transforme o Ártico em reserva internacional da biosfera, como forma de conter a crescente exploração de recursos da região pelos Estados Unidos e Canadá.

 

 

07. Focos de Tensão na Europa: (Enem) “Com a guinada da Geórgia para o Ocidente, é de fundamental importância estratégica para a Rússia que ela mantenha regiões leais a Moscou no Cáucaso, que é uma região politicamente crítica e de importância estratégica para a federação […]”
Disponível em: <http://mundorama.net/2008/04/30/relacoes-georgia-russia-riscos-de-separatismo-nocaucaso-por-pet-irel-unb/>.

O Cáucaso é uma região, situada entre os mares Cáspio e Negro, considerada estratégica em função de estar situada em uma área onde a presença de petróleo é bastante significativa. Sobre a região e os conflitos existentes na área, é correto afirmar:
A) A Chechênia, região de maioria católica ortodoxa, é uma área estratégica para Moscou por estar na rota de importantes oleodutos e gasodutos em operação e constitui o principal foco de tensão na região do Cáucaso.
B) A região de Nagorno Karabak constitui um foco de conflito entre Armênia e a Rússia; a Abkazia e a Ossétia do Sul buscam a independência da Geórgia e são amplamente apoiadas pela Rússia.
C) A Ossétia do Norte pretende a independência da Rússia para passar a congregar juntamente com a Ossétia do Sul a Geórgia
D) O Daquestão constitui a menor república do Cáucaso, é de maioria ortodoxa, e, ao contrário das outras repúblicas que buscam a independência, não abriga grandes campos de petróleo e oleodutos.
E) A região do Cáucaso, que abriga várias repúblicas da Rússia europeia, além do Azerbaijão, da Armênia e da Geórgia, constituiu, ao longo da história, um elo entre o Oriente e o Ocidente.

 

08. Focos de Tensão na Europa: (PUC Minas) Leia atentamente o texto a seguir.
Antes da desintegração da União Soviética, havia uma república autônoma, a da Chechênia-Ingústia, que reunia dois povos que lhe davam nome. Quando a União Soviética não mais existia, a Chechênia se recusou a assinar o Tratado de adesão à Federação Russa e proclamou a independência, o que não foi reconhecido pelo governo de Moscou. Em dezembro de 1994, iniciou-se a intervenção militar russa na Chechênia.
OLIC, Nelson Bacic. Conflitos no Mundo: questões e visões geopolíticas. São Paulo, Moderna, 2000. (Adaptação).

Assinale a alternativa que MELHOR explica os interesses russos pela região da Chechênia.
A) Áreas de produção e transporte de petróleo e gás das importantes jazidas da região; posição geográfica estratégica entre o “mundo russo” e o Oriente Médio; implicações geopolíticas da religião islâmica.
B) Produção de haxixe e ópio para o mercado consumidor da Rússia; atuação da máfia chechena na capital, Moscou; proteção à maioria russa na região.
C) Posição estratégica privilegiada (entre o Mar Negro, Cáspio e o Oriente Médio); importantes usinas nucleares e bases militares na região.
D) Jazidas de petróleo e gás natural; atuação de grupos terroristas chechenos que, tendo na religião ortodoxa ponto de união, desafiam o poder de Moscou.

 


09. Focos de Tensão na Europa: (UNIFESP) Os conflitos registrados no Leste Europeu ao longo da década de 1990 diminuíram no início do século XXI devido:
A) ao ingresso dos ex-países socialistas na União Europeia.
B) à presença militar da OTAN nas antigas economias socialistas.
C) ao fm dos ódios religiosos entre muçulmanos e cristãos na Bósnia.
D) à campanha em prol da paz difundida por organizações da sociedade civil.
E) à retirada das tropas ocidentais de Kosovo, após a condenação de Milosevic.

 


10. Focos de Tensão na Europa: (UERJ) Leia o quadro e o texto.

1991 Russos (em mil) % da população
Azerbaijão 289 4,1
Armênia 37 1,1
Bielarus 1 377 13,5
Geórgia 318 5,9
Casaquistão 6 244 37,3
Quirguízia 905 20,6
Moldova 560 12,8
Tajidquistão 349 6,5
Turcomenistão 328 8,8
Usbequistão 1 589 7,7
Ucrânia 11 481 22,2

Fonte: The Economist, dez. 1994. VICENTINO, C. Rússia antes e depois da URSS. São Paulo: Scipione, 1995.

Um elemento que contribui para a difusão do nacionalismo entre as minorias é o colapso das instituições do Estado. O fracasso em preencher necessidades básicas das pessoas e a inexistência de estruturas alternativas satisfatórias são fatores-chave para a compreensão da inesperada proliferação de movimentos nacionalistas na antiga União Soviética, onde novas estruturas de Estado estão em processo de estabelecimento, mas ainda não podem prover a segurança e o bem-estar de seus componentes.
GUIBERNAU, M. Nacionalismos: o Estado Nacional e o nacionalismo no século XX Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 1997. (Adaptação).

Muitos dos problemas políticos vividos hoje nas ex-repúblicas soviéticas decorrem da política de expansão das populações; a consequência política que pode ser identificada é:
A) oposição ao regime socialista russo.
B) separatismo frente ao regime de Moscou.
C) ressentimento contra as minorias russas.
D) conflito entre as etnias majoritárias soviéticas.

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas das questões de Geografia sobre Focos de Tensão na Europa:

01. E;
02. F, F, F, V;
03. D; 04. E; 05. E
06. A; 07. E; 08. A; 09. A; 10. C;

Spread the love

Deixe um comentário