Exercícios de História sobre os Estados Unidos e o Década de 80

01. Estados Unidos e o Década de 80: (UFU-MG–2009) A idéia de hemisfério ocidental, de um “relacionamento especial” entre as Américas, perdeu muito de seu significado depois da Segunda Guerra Mundial. Com a aceitação de papéis internacionais mais amplos e da perseguição de relações íntimas com a Europa, os Estados Unidos abandonaram a idéia de duas esferas mundiais separadas e distintas.

ATKINS, G. Pope. Apud PECEQUILO, Cristina Soreanu. A Política Externa dos Estados Unidos: continuidade ou mudança? Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2003. p. 215.

Considerando a citação anterior e a política externa dos Estados Unidos no imediato Pós-Guerra (na década de 1940), assinale a alternativa CORRETA.

A) Predominou a détente, sustentada por um elemento central da política externa: a questão dos direitos humanos.

B) Vigorou a política de intervenção militar para os países do hemisfério ocidental com a formação de um sistema interamericano.

C) Houve a diminuição da importância estratégica da América Latina, cuja retomada consolidou-se com a Aliança para o Progresso (ALPRO).

D) Ocorreu o apoio aos regimes democráticos na América Latina, fundamentado na Doutrina Monroe.

 

 

02. (Mackenzie-SP) Pode ser verdade que é impossível decretar a integração por lei, mas pode-se decretar a não segregação […] Pode ser verdade que a lei não é capaz de fazer com que uma pessoa me ame, mas pode impedi-la de me linchar.

Martin Luther King, Prêmio Nobel da Paz, 1964.

O pastor Martin Luther King foi assassinado em Memphis, Tennessee, em 03 de abril de 1968. Assinale a alternativa que corresponde à sua atuação.

A) A Conferência de Bandung, reunindo os países do Terceiro Mundo, que incorporou o ideal da neutralidade no conflito leste-oeste e a coexistência pacífica.

B) A luta pela paz mundial e o esforço diplomático para fazer com que árabes e israelenses chegassem a um acordo sobre a ocupação da Palestina.

C) A organização do movimento dos direitos civis dos negros, que pregava a não violência e a desobediência civil como meios de conquistas sociais.

D) A sua aliança política nos anos 1960 com grupos pacifstas, adeptos da contracultura, como os Panteras Negras e os seguidores de Malcolm X.

E) A defesa dos Direitos Humanos, através das manifestações do sindicato independente Solidariedade.

 

 

03. Estados Unidos e o Década de 80: (UFU-MG / Adaptado) Mas, quando os legionários abusam dos seus legítimos privilégios e, sob a capa do patriotismo, utilizam a influência que têm para oprimir outras pessoas, então desrespeitam os próprios fundamentos do governo americano. Tais superpatriotas poderiam constituir as células capazes de transformar os Estados Unidos numa nação fascista.

Charles Chaplin

O texto anterior faz referência a um dos momentos mais opressivos da história americana do século XX, marcado pelas investigações e perseguições do movimento macartista.

A esse respeito, assinale a alternativa CORRETA:

A) O macartismo deve ser visto como parte da política externa dos Estados Unidos. Seu objetivo era conter o avanço do comunismo e a expansão da União Soviética, financiando a propaganda antissoviética na Europa e na América Latina.

B) O macartismo, desenvolvido no contexto da Guerra Fria, era um conjunto de leis aprovadas pelo Congresso, que visava reforçar a segurança nacional dos Estados Unidos, proibindo as atividades comunistas em território americano.

C) O macartismo durou até o final dos anos 60, quando a Revolução Cubana, ao fazer a opção pelo socialismo, intensifcou a histeria anticomunista nos Estados Unidos, gerando perseguição, preferencialmente, aos líderes sindicais.

D) A resolução da questão racial nos Estados Unidos, no final dos anos 40, com a conquista dos direitos civis pelos negros, levou os grupos conservadores a se voltarem para a luta contra as tendências políticas esquerdistas.

E) O episódio da condenação e da execução de Saco e Vanzetti em 1927 e do casal de físicos Ethel e Julius Rosenberg nos anos 50, assim como as acusações indiscriminadas do macartismo são exemplos da perseguição às ideias esquerdistas pela tradição conservadora dos Estados Unidos.

 

 

04. (FGV-SP) Em 1992, milhões de brasileiros saíram às ruas exigindo o impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello. Apesar das dificuldades do termo em inglês, os manifestantes logo aprenderam que se tratava de um mecanismo legal para o afastamento do presidente e a perda do mandato presidencial. Na verdade, o mundo todo acompanhara, alguns anos antes, a renúncia de um presidente ameaçado por um pedido de impeachment registrado no Congresso de seu país.

Essa situação refere-se a:

A) Salvador Allende, que renunciou à Presidência do Chile em 11 de setembro de 1973, diante das acusações de corrupção que eram apuradas pelos deputados chilenos.

B) John Kennedy, que renunciou à Presidência dos Estados Unidos em 22 de novembro de 1963, devido às acusações de que seu governo mantinha estreitas ligações com a máfa norte-americana.

C) Ronald Reagan, que renunciou à Presidência dos Estados Unidos em 14 de abril de 1986, após as repercussões negativas provocadas pelos bombardeios da força aérea norte-americana na Líbia, o que levou a oposição a formular o pedido de impeachment do presidente.

D) Richard Nixon, que renunciou à Presidência dos Estados Unidos em 8 de agosto de 1974, acusado de envolvimento no escândalo Watergate, no qual se configurava a montagem de espionagem eletrônica ao oposicionista Partido Democrata norte-americano.

E) Jânio Quadros, que renunciou à Presidência do Brasil em 25 de agosto de 1961, para escapar da aprovação do seu impeachment devido às suas declarações de apoio ao regime cubano de Fidel Castro.

 

 

05. Estados Unidos e o Década de 80: (Mackenzie-SP) […] eu tenho um sonho: que um dia, nas colinas vermelhas da Geórgia, os flhos de ex-escravos e os flhos de ex-senhores de escravos possam se sentar juntos à mesa da fraternidade […] Poderemos apressar a chegada do dia em que todos os flhos de Deus, negros e brancos, judeus e gentios, protestantes e católicos, poderão se dar as mãos e cantar juntos as palavras do velho Spiritual negro: livres finalmente! Graças a Deus Todo-Poderoso, estamos livres finalmente.

Martin Luther King – Pronunciamento em Washington – Os Grandes Líderes.

O presente trecho do pronunciamento de Martin Luther King refere-se:

A) à Guerra de Secessão, durante o Governo Lincoln, e à abolição da escravatura nos EUA.

B) a distúrbios raciais durante o Governo Clinton, na cidade de Los Angeles.

C) ao movimento pelos direitos civis, durante o Governo Kennedy, contra a segregação racial.

D) à proibição de atividades da Ku Klux Klan durante o Governo Carter, impedindo o racismo.

E) à libertação do líder negro Nelson Mandela durante o governo Bush, liquidando o Apartheid.

 

Exercícios sobre Nazifascismo com Gabarito.

 

06. Estados Unidos e o Década de 80: (FGV-SP) Em dezembro de 1987, após décadas de impasses nas relações entre soviéticos e norteamericanos, foi assinado em Washington, entre Ronald Reagan e Mikhail Gorbachev, um acordo que estipulava:

A) o desenvolvimento mútuo de um complexo sistema tecnológico avançado em defesa de mísseis nucleares.

B) a retirada dos conselheiros soviéticos da Nicarágua.

C) a ajuda econômica norte-americana no campo tecnológico e da biotecnologia à URSS.

D) a desaceleração da corrida armamentista, por prever a destruição dos mísseis atômicos.

E) a retirada do contingente militar norte-americano do Afeganistão.

 

 

07. (PUC RS) Durante as administrações Reagan, nos anos 1980, um dos efeitos internacionais da política econômica americana, a qual visava retomar a espiral de crescimento, foi:

A) a transferência dos custos da crise para o Terceiro Mundo, tendo como resultado o progressivo endividamento deste.

B) a substituição do padrão dólar pelo padrão ouro, que permitiu aos Estados Unidos concentrar a poupança internacional e multiplicar a emissão de papel-moeda.

C) a disputa entre NAFTA e a União Europeia pela hegemonia comercial mundial, através do GATT.

D) a falência das economias latino-americanas, que foram forçadas a adotar o dólar como moeda nacional.

E) a emergência do Japão como potência militar aliada dos americanos, passando esse país a dominar o comércio no Oceano Pacífico.

 

 

08. Estados Unidos e o Década de 80: (UERJ–2010)

O mundo de acordo com Ronald Reagan

atividades enem sobre Estados Unidos e o Década de 80

Disponível em: <www.strangemaps.com> (Adaptação).

A política externa praticada pelos EUA no Governo de Ronald Reagan, entre 1980 e 1988, reaqueceu os antagonismos que caracterizaram o período da Guerra Fria. A ilustração anterior faz uma representação irônica dos continentes, condizente com as ideias propagadas pelo líder estadunidense. Durante o Governo Reagan, duas características importantes da geopolítica dos EUA são:

A) Ênfase no combate às ditaduras – antagonismo com os países do Sul

B) Incentivo à fragmentação territorial – envolvimento em conflitos religiosos

C) Estímulo ao expansionismo colonial – estabelecimento de alianças militares

D) Acentuação da rivalidade ideológica – práticas de imperialismo econômico

 

 

09. (UFSM-RS) As imagens ilustram dois momentos da política externa dos EUA: em 1903, no governo de Theodore Roosevelt, os EUA apoiaram o Panamá no rompimento com a Colômbia; em 2003, George W. Bush decidiu invadir e ocupar o Iraque.

Estados Unidos e o Década de 1980 simulado

Considerando a política externa norte-americana, analise as seguintes afirmações:

I. No governo de Theodore Roosevelt (1901-1909), os EUA assumem o papel de potência policial ocupando vários Estados-Nação do Caribe e da América Central.

II. O isolacionismo e o respeito pela autodeterminação dos povos marcam a política externa dos EUA desde o início do século XX.

III. A política do Big Stick, proposta por Theodore Roosevelt, baseava-se na ideia de que os EUA estavam autorizados a impor seu estilo de vida aos países latino-americanos.

IV. A nova fase da política externa dos EUA, inaugurada por George W. Bush, baseia-se no complexo industrial militar e no fundamentalismo cristão.

Está(ão) CORRETA(S):

A) apenas I e II. D) apenas II, III e IV.

B) apenas II e III. E) apenas IV.

C) apenas I, III e IV.

 

 

10. Estados Unidos e o Década de 80: (Enem–2004) O movimento hip-hop é tão urbano quanto as grandes construções de concreto e as estações de metrô, e cada dia se torna mais presente nas grandes metrópoles mundiais. Nasceu na periferia dos bairros pobres de Nova Iorque. É formado por três elementos: a música (o rap), as artes plásticas (o grafte) e a dança (o break). No hip-hop os jovens usam as expressões artísticas como uma forma de resistência política. Enraizado nas camadas populares urbanas, o hip-hop afirmou-se no Brasil e no mundo com um discurso político a favor dos excluídos, sobretudo dos negros. Apesar de ser um movimento originário das periferias norte-americanas, não encontrou barreiras no Brasil, onde se instalou com certa naturalidade – o que, no entanto, não signifca que o hip-hop brasileiro não tenha sofrido influências locais. O movimento no Brasil é híbrido: rap com um pouco de samba, break parecido com capoeira e grafte de cores muito vivas.

CIÊNCIA E CULTURA, 2004 (Adaptação).

De acordo com o texto, o hip-hop é uma manifestação artística tipicamente urbana, que tem como principais características:

A) a ênfase nas artes visuais e a defesa do caráter nacionalista.

B) a alienação política e a preocupação com o conflito de gerações.

C) a afrmação dos socialmente excluídos e a combinação de linguagens.

D) a integração de diferentes classes sociais e a exaltação do progresso.

E) a valorização da natureza e o compromisso com os ideais norte-americanos.

 

🔵 >>> Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.

 

Gabarito com as respostas das questões de História sobre Estados Unidos e o Década de 80:

01. C; 02. C; 03. E; 04. D; 05. C; 06. D; 07. A; 08. D; 09. C; 10. C

Spread the love