Início / Geografia / Simulado com Exercícios sobre a Geografia da Rússia

Simulado com Exercícios sobre a Geografia da Rússia

1) Geografia da Rússia: (Fuvest/2009)

PAÍSES DA ANTIGA UNIÃO SOVIÉTICA

O conflito envolvendo Geórgia e Rússia, aprofundado em 2008, foi marcado por ampla repercussão internacional. Outros conflitos, envolvendo países da ex-União Soviética, também ocorreram.

a) Explique a relação entre o fm da União Soviética e a proliferação de movimentos separatistas na região.

b) Explique como a Rússia reagiu ao movimento pela independência da Ossétia do Sul e aponte as razões que motivaram essa reação.

c) Cite outro exemplo de movimento separatista recente nessa região.

 

 

2) Geografia da Rússia: (PUCRJ/2009)

NA CONFUSÃO DO CÁUCASO

Tropas russa invadiram a Geórgia para proteger dois enclaves separatistas

Revista Veja. 11/08/08

Os confrontos armados na região do Cáucaso são resultado de anos de disputas e desentendimentos, que ultrapassam a própria Eurásia. Assinale a única alternativa que apresenta uma explicação INCORRETA sobre os conflitos na região.

a) O ditador Josef Stálin decidiu transformar, em 1922, o território da Ossétia do Sul em Região Autônoma da República Socialista Soviética da Geórgia. A medida colocou parte dos ossetas, grupo etnicamente ligado à Rússia, dentro do domínio territorial georgiano.

b) Apesar de o território georgiano não possuir grandes reservas de petróleo e gás natural, ele abriga importantes dutos que abastecem as economias da Europa Ocidental com hidrocarbonetos, fato que amplia a ação russa contra as forças de emancipação.

c) A participação dos países da região do Cáucaso na União Europeia contraria os interesses do governo russo, que não mede esforços em convencer esses países a fazerem parte da Organização Xangai de Cooperação (SCO).

d) A intenção do governo georgiano em juntar-se à OTAN, aliança militar do Ocidente, pode ser considerada um desagravo ao governo russo, o que leva os EUA a agirem mais diretamente na resolução dos atuais conflitos na região.

e) A posição estratégica do território georgiano – está na rota dos dutos projetados para conduzir gás e óleo do Turcomenistão e do Azerbaijão (países pró-Moscou) até o litoral mediterrâneo – torna a ação militar russa mais intensa e imediata na área.

 

 

3) Geografia da Rússia: (PUCRJ) A taxa de crescimento populacional atual da Rússia é negativa: a população do país diminuiu em 286 mil pessoas no primeiro quadrimestre deste ano. O número de mortes no país é, em média, 70% superior ao número de nascimentos. A diminuição vem ocorrendo desde o desmantelamento da União Soviética, em 1991.

Essa situação é decorrência:

a) dos fluxos migratórios em direção à Europa Ocidental;

b) da rigorosa política de governo de controle da natalidade;

c) do aumento da mortalidade na base e no corpo da pirâmide etária;

d) do elevado número de idosos e da baixa taxa de fecundidade;

e) das mudanças ocorridas na economia do país a partir da desestruturação da União Soviética.

 

 

4) Geografia da Rússia: (Unifesp/2011) As últimas duas décadas foram marcadas pela ocorrência de vários conflitos de caráter étnico, religioso e separatista. O atentado ao metrô de Moscou, em março de 2010, fez ressurgir o movimento separatista da Chechênia. Sobre essa temática, responda.

a) Qual a localização geográfica da Chechênia?

b) Cite as principais causas desse conflito.

 

 

5) Geografia da Rússia: (PUC/RIO) A passagem da economia centralmente planificada para a economia de mercado, na Rússia, criou uma situação de fragilidade que se manifesta:

I – na fragmentação do espaço russo resultante da vitória dos movimentos separatistas.

II – na incapacidade de controle, por parte do governo, das ações dos diferentes agentes econômicos.

III – no retrocesso da capacidade de produção demonstrada pela redução do PIB russo.

Está(ão) correta(s):

a) apenas a afirmativa I.

b) apenas a afirmativa II.

c) apenas a afirmativa III.

 

A Ex-URSS e a Comunidade dos Estados Independentes Simulado.

 

6) Geografia da Rússia: (UERJ) Leia o quadro e o texto.

1991 russos (em mil) % da população
Azerbaijão 289 4,1
Armênia 37 1,1
Bielarus 1.377 13,5
Geórgia 318 5,9
Casaquistão 6.244 37,3
Quirguízia 905 20,6
Moldova 560 12,8
Tajiquistão 349 6,5
Turcomenístão 328 8,8
Usbequistão 1.589 7,7
Ucrânia 11.481 22,2

(VICENTINO, C. “Rússia antes e depois da URSS”. São Paulo: Scipione, 1995.)

“Um elemento que contribui para a difusão do nacionalismo entre as minorias é o colapso das instituições do Estado. O fracasso em preencher necessidades básicas das pessoas e a inexistência de estruturas alternativas satisfatórias são fatores-chave para a compreensão da inesperada proliferação de movimentos nacionalistas na antiga União Soviética, onde novas estruturas de Estado estão em processo de estabelecimento, mas ainda não podem prover a segurança e o bem-estar de seus componentes.

(Adaptado de GUIBERNAU, M. “Nacionalismos: o estado nacional e o nacionalismo no século XX”, Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 1997.)

 

Muitos dos problemas políticos vividos hoje nas ex-repúblicas soviéticas decorrem da política de expansão das populações, a consequência política que pode ser identificada é:

a) oposição ao regime socialista russo

b) separatismo frente ao regime de Moscou

c) ressentimento contra as minorias russas

d) conflito entre as etnias majoritárias soviéticas.

 

 

7) Geografia da Rússia: (UNB) As novas ideias divulgadas pela Glasnost e pela Perestroika transformaram signifcativamente as relações entre países componentes do então bloco soviético e as relações internacionais no mundo atual. Acerca desses acontecimentos, julgue os itens a seguir.

(1) O grande desenvolvimento tecnológico da ex-União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) foi um dos principais motivos das reformas que ocorreram no plano econômico com a Perestroika.

(2) A dinâmica das reformas políticas e econômicas do período Gorbatchev na URSS favoreceu a reestruturação externa em busca de desarmamento.

(3) A economia de mercado que se instalou após a queda do bloco socialista provocou rápido desenvolvimento industrial, aumento do mercado de trabalho e melhoria nas condições de vida, principalmente da população russa.

(4) Uma conquista importante para as ex-repúblicas soviéticas que se tornaram independentes foi a eleição de seus presidentes pelo voto popular.

 

 

8) Geografia da Rússia: (UERJ)

“É evidente que a Rússia se aproxima de seu segundo colapso, desta vez sob os auspícios da economia de mercado. Sob as atuais circunstâncias, a fuga de capital monetário internacional é irreversível. Assim, os ‘mercados emergentes’ se transformam definitivamente em ‘mercados de emergência’, pois a declaração da insolvência russa se irradia sobre as demais regiões em crise. Agora não se trata mais de casos regionais, porém de um processo de escalada global.”

(Adaptado de KURZ, Robert. “FOLHA DE SÃO PAULO”, 06/09/98).

 

a) Explique, tendo em vista o processo de globalização, a razão pela qual uma crise em determinado país pode afetar áreas relativamente distantes.

b) Caracterize dois aspectos da crise russa neste momento de transição rumo ao capitalismo.

 

 

9) Geografia da Rússia: (PUCMG) Considerando a Rússia na nova ordem mundial, assinale a opção INCORRETA:

a) Tem uma economia mais significativa que a dos países emergentes, igualando-se aos países centrais no setor industrial e tecnológico.

b) Acumulou-se um extraordinário arsenal nuclear ao longo dos anos, capaz de destruir várias vezes a Terra.

c) A crise russa gerou impacto nos mercados emergentes e redirecionou os interesses das finanças internacionais.

d) Os reflexos da instabilidade econômica refletem-se nas bolsas de valores e geram turbulências em países centrais e periféricos.

e) Passa por graves transformações políticas e seus programas governamentais têm dificuldade de atender às necessidades da nação.

 

 

10) Geografia da Rússia: (FUVEST) Analisando as transformações ocorridas na ex–URSS, pode-se considerar que a Federação Russa

a) atrai maciços investimentos estrangeiros, devido ao seu elevado ritmo de crescimento econômico.

b) tem dificuldade em transferir a tecnologia desenvolvida no setor militar para a produção industrial do setor civil da economia.

c) ainda fgura entre as cinco maiores potências econômicas do globo, em razão de sua moderna agricultura destinada à exportação.

d) completou o processo de privatização no país, porque suas empresas estatais eram rentáveis e competitivas no mercado.

e) conseguiu construir sua identidade nacional, com a saída das demais repúblicas que constituíam a URSS.

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas das questões sobre a Geografia da Rússia:

1)

a) O colapso político e econômico soviético favoreceu a emergência de movimentos nacionais separatistas em repúblicas até então dominadas pela Rússia. Contribuiu também para esse fato a diversidade étnica,  religiosa e cultural já existentes associada à política stalinista de russifcação. O sucesso de muitos desses movimentos incitou outros povos a também lutarem por independência após a dissolução da URSS, o que tem sido acompanhado por forte repressão russa, pois estes ameaçam a soberania desses novos países.

b) A Rússia reconheceu a independência da Ossétia do Sul face ao governo georgiano. Deu apoio tático, bélico e a concessão de cidadania a separatistas da Ossétia do Sul, tendo os ataques da Geórgia como resposta a essas atitudes. A Rússia atacou posições georgianas, alegando defesa humanitária da Ossétia do Sul frente a agressão georgiana. A Rússia reagiu desse modo ao alinhamento da Geórgia aos interesses dos EUA e da União Europeia numa região considerada estratégica (Cáucaso). Outro fator importante foi a resposta russa ao apoio ocidental na independência de Kosovo, contrário aos interesses russos e de seus tradicionais aliados sérvios.

c) Os movimentos separatistas na Chechênia, no Daguestão e na Abkhásia são outros exemplos de movimentos autonomistas na região do Cáucaso.

 

2) c; 3) d;

4)

a) A Chechênia localiza-se na Federação Russa na região do Cáucaso.

b) Com o fim da URSS (re)surgiram inúmeros conflitos separatistas como tentativas de retomada de antigos nacionalismos coibidos, proibidos ou suprimidos pela então União Soviética, principalmente no regime stalinista (1922-1953). A Chechênia se autodenomina uma república separatista, não reconhecida pelo governo de Moscou.

 

5) e; 6) c; 7) F V F V;

 

8)

a) As economias nacionais tornam-se interdependentes, e as fronteiras são muito menos efetivas porque os fluxos já não são apenas de mercadorias físicas, mas cada vez mais de capitais que se deslocam pelas redes de comunicações. Assim, nenhum país deixa de ser afetado por crises em centros financeiros de grandes dimensões.

b) Dois dentre os seguintes aspectos:

– a ausência do antigo estado forte e centralizador, com a sobrevivência de rivalidades entre etnias e nacionalidades da ex-União Soviética, provocando conflitos que agravam os problemas sociais

– a instabilidade política que não favorece os investimentos de capital, atemorizando os investidores estrangeiros e levando à fuga de capitais

– o fm das antigas garantias sociais e o crescimento da inflação, levando ao desemprego e ao agravamento da pobreza

– o crescimento da contestação ao regime de Yeltsin, por parte de organizações de trabalhadores que reclamam a volta de direitos sociais do período socialista

– a ausência de controle estatal, que leva ao aumento da economia informal, a problemas de abastecimento e à proliferação do crime organizado, aumentando a insegurança da população

– o controle precário do arsenal nuclear, constituindo uma ameaça geopolítica.

 

9) a; 10) b.

Veja também:

exercícios Recursos Minerais do Brasil e do Mundo com gabarito

Recursos Minerais do Brasil e do Mundo Questões

01. Recursos Minerais do Brasil e do Mundo: (UFOP-MG) Os minérios são muito importantes na …

simulado com questões sobre Migrações e Indicadores Sociais

Exercícios sobre Migrações e Indicadores Sociais

01. Migrações e Indicadores Sociais: (FGV-SP–2009) Nos cadernos internacionais dos principais jornais, já se tornou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.