História da Grécia Antiga Exercícios com Gabarito

01. Grécia Antiga: (FAAP) Célebre poeta do século IX a.C., autor dos poemas Ilíada e Odisseia. A tradição apresenta o velho e cego.

a) Homero.
b) Heródoto.
c) Safo.
d) Anacreonte.
e) Píndaro.


02. (UEL) “[…] na Grécia arcaica, o aedo (isto é, o poeta cantor) representa o máximo poder da comunicação. Toda visão de mundo e consciência de sua própria história é, para os gregos, conservada e transmitida pelo canto do poeta.”

Dois importantes nomes que correspondem à descrição de poeta a que o texto se refere são:
a) Tucídides e Heródoto.
b) Platão e Heráclito.
c) Pitágoras e Ulisses.
d) Homero e Hesíodo.
e) Aquiles e Teseu.


03. Grécia Antiga: (FATEC) “A cidade-Estado era um objeto mais digno de devoção do que os deuses do Olimpo, feitos à imagem de bárbaros humanos. A personalidade humana, quando emancipada, sofre se não encontra um objeto mais ou menos digno de sua devoção, fora de si mesma.” (TOYNBEE, Arnold J. Helenismo, História de uma Civilização.)

Na Antiguidade Clássica, as cidades-Estado representavam:
a) uma forma de garantir territorialmente a participa- ção ampla da população na vida política grega.
b) um recurso de expansão das colônias gregas.
c) uma forma de assegurar a independência política das cidades gregas entre si.
d) uma característica da civilização helenística no sistema político grego.
e) uma instituição política helenística no sistema político grego.


04. (FGV) “Representando pequeno número em relação às outras classes, eles estavam constantemente preparados para enfrentar quaisquer revoltas, daí a total dedicação à arte militar. A agricultura, o comércio e o artesanato eram considerados indignos para o […], que desde cedo se dedicava às armas. Aos sete anos deixava a família, sendo educado pelo Estado que procurava fazer dele um bom guerreiro, ensinando-lhe a lutar, a manejar armas e a suportar as fadigas e a dor. Sua educação intelectual era bastante simples […]. Aos vinte anos o […] entrava para o serviço militar, que só deixaria aos sessenta, passando a viver no  acampamento, treinando constantemente para as coisas da guerra […]. Apesar de ser obrigatório o casamento após os trinta anos, sua função era simplesmente a de fornecer mais soldados para o Estado.”

A transcrição anterior refere-se aos cidadãos que habitavam:
a) Atenas.
b) Creta.
c) Esparta.
d) Chipre.
e) Roma.


05. Grécia Antiga: (UFSC) Assinale a única proposição correta. Entre os povos indo-europeus, que foram os principais fundadores das cidades-Estado da Grécia clássica, encontram-se os:

01. sumérios, aqueus, eólios e godos.
02. aqueus, jônios, eólios e francos.
04. jônios, persas, aqueus e dórios.
08. eólios, vândalos, jônios e aqueus.
16. aqueus, dórios, jônios e eólios.
Soma ( )


06. Grécia Antiga: (UDESC) São fontes indispensáveis para o conhecimento dos primeiros tempos daquilo que viria a se constituir na civilização grega os poemas Ilíada e Odisseia, atribuídos a Homero. Seus versos tratam, sobretudo, de episódios e consequências relacionadas com a seguinte alternativa:

a) o domínio do fogo ofertado aos homens por Prometeu.
b) a longa guerra contra a cidade de Troia.
c) a implantação da democracia em Atenas.
d) os combates e batalhas da Guerra do Peloponeso.
e) a conquista da Grécia pelas tropas romanas.


07. Grécia Antiga: (Fuvest) Qual o papel social dos hilotas em Esparta?

a) Cidadãos, com todas as funções políticas, dedicados principalmente às tarefas militares.
b) Estrangeiros, geralmente comerciantes e artesãos, sem participação política.
c) Servos, em geral trabalhadores braçais, sem direitos políticos reconhecidos.
d) Governantes de Esparta nos períodos de guerra e líderes nas Assembleias Gerais dos cidadãos.
e) Responsáveis pelas tarefas religiosas e membros da Assembleia de Anciãos.


08. (Unesp) “A consequência mais aparente das invasões foi a destruição quase integral da civilização micênica. No espaço de um século, as criações orgulhosas dos arquitetos aqueus, palácios e cidadelas, não são mais do que ruínas. Ao mesmo tempo vemos desaparecer a realeza burocrática, a escrita, que não passava de uma técnica de administração, e todas as criações artísticas[…]” (LÉVÊQUE, Pierre. A Aventura Grega.)

O texto refere-se às invasões:
a) persas.
b) germânicas.
c) macedônicas.
d) dórias.
e) cretenses.


09. Grécia Antiga: (Fuvest) Comente a especifcidade da estrutura social espartana, no contexto da cidade-Estado grega clássica.


10. Grécia Antiga: (Unesp) “Depois da colonização grega do século VIII a. C., a riqueza fundiária não mais representou a única riqueza possível. Ninguém mais podia subestimar a riqueza mobiliária. Ora, com maior frequência, esta não chegou às mãos dos nobres, afastados pelos velhos preconceitos das atividades comerciais e industriais. A classe dirigente teve de contar com as reivindicações dos novos-ricos encorajados pelos seus êxitos materiais e que também desejavam participar dos negócios da cidade.” (AYMARD, André; AUBOYER, Jeannine. O Oriente e Grécia Antiga. Adaptado.)

O texto faz referência a um dos fatores da:
a) guerra contra os persas.
b) decadência ateniense no período arcaico.
c) crise do regime aristocrático nas cidades gregas.
d) queda da monarquia e implantação da república.
e) criação do tribunato da plebe.


🔵 >>> Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.


Gabarito com as respostas dos melhores exercícios sobre a Grécia Antiga para passar no Enem e vestibular:

01. A;
02. D;
03. C;
04. C;
05. Soma: 16;
06. B;
07. C;
08. D;


09. A sociedade espartana caracterizava-se como estamental e rigidamente hierarquizada, cabendo aos esparciatas (aristocracia rural) o controle das terras e das instituições do Estado, bem como a exploração do trabalho dos periecos (homens livres sem cidadania) e dos hilotas (escravos do Estado).  Os esparciatas dedicavam-se a uma rígida formação militar para manter o equilíbrio entre a população aristocrática e os hilotas e também manter o status quo    social de Esparta.


10. C

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário