Exercícios sobre Parasitologia Humana

01. Parasitologia Humana: UnB-DF

A dona-de-casa deve encher os latões de ferro e a caixa d’água rapidamente para não desperdiçar água. Depois, a água é estocada e usada para beber, para fazer comida, lavar louça, tomar banho – e expor a família ao risco de pegar dengue. É isso mesmo: na casa de todas as famílias dos dois conjuntos, a água parada nos baldes – sem qualquer proteção para evitar que seja contaminada – transforma-se em piscina para o Aedes aegypti, que já infectou dezessete pessoas da comunidade desde janeiro.

Falta água e sobra dengue no Guará II. In: Correio Braziliense. 19/05/99 (com adaptações).

Acerca do assunto desenvolvido no texto, julgue os itens, usando C (certo) ou E (errado).

( ) A dengue caracteriza-se pelo aparecimento de febres altas e fortes dores no corpo, podendo causar a morte.

( ) O simples contato do Aedes aegypti com a água parada torna-a contaminada e, portanto, potencial transmissora da dengue.

( ) Para “evitar que seja contaminada” pelo Aedes aegypti a água estocada nos recipiente referidos no texto, é suficiente fervê-la antes da estocagem.

( ) O homem é hospedeiro intermediário do Aedes aegypti.

 

 

02. UFMG – A tuberculose é uma doença que pode ser controlada.

Observe este gráfico, em que está representada a incidência de tuberculose no Brasil:

Considerando-se as informações desse gráfico, todos os seguintes fatores explicam a curva que caracteriza as décadas de 80 e 90, exceto:

a) Alto custo do diagnóstico e uso de antibióticos ineficientes.

b) Aumento da desnutrição e da pobreza e queda na qualidade das moradias como consequência da política social.

c) A ocorrência de AIDS tornando os pacientes mais susceptíveis ao bacilo.

d) Movimentos migratórios da população humana e consequente dispersão do bacilo por várias regiões.

 

 

03. Univali-SC

“No Brasil, a diarréia é responsável pela morte de 5.000 crianças por ano (4.200 até um ano de idade). O grande vilão apontado pelos médicos é o rotavírus. Desde a sua descoberta, em 1973, os virologistas têm se dedicado à produção de uma vacina, para tentar irradicar a doença. A vacina vem sendo testada desde o início da década, porém com um índice de eficiência (75%) menor que o da vacina contra o sarampo (95%). No entanto, o produto final, aprovado, agora, nos E.U.A., é dez vezes mais potente. A nova versão da vacina deverá ser testada, aqui no Brasil, ainda este ano. Se apresentar bons resultados em termos de efeitos colaterais, deverá fazer parte do calendário de vacinação.”

VEJA, 23/09/1998.

A vacinação contra vírus exige a infecção por microorganismos vivos, previamente enfraquecidos, desenvolvidos em meios de cultura especiais. Esses vírus:

a) conservam os anticorpos indispensáveis à imunização;

b) conservam os antígenos indispensáveis à imunização;

c) são atacados por antígenos fabricados pelo organismo vacinado;

d) induzem a formação de antígenos;

e) induzem o desenvolvimento da doença.

 

 

04. UFCE A Doença de Chagas continua causando muitas mortes no Brasil e em países pobres do mundo. O texto a seguir sobre esta doença é hipotético. Leia-o com atenção.

“Um paciente residente na periferia de Fortaleza procurou o posto médico, queixando-se, entre outras coisas, de febre; anemia, cansaço e hipertrofia ganglionar. Após os exames clínico e laboratorial, diagnosticou-se, corretamente, que ele estava com a Doença de Chagas. Ao tomar conhecimento do caso, um professor resolveu discutir o caso com seus alunos, solicitando que eles opinassem sobre que medidas deveriam ser tomadas para controlar a propagação da doença. Os alunos apresentaram cinco sugestões.”

Dentre as sugestões apresentadas pelos alunos, a única inteiramente correta é:

a) isolamento do paciente, para evitar o contágio com outras pessoas, pois a doença se propaga também pela inalação do ar contaminado;

b) campanha, de vacinação em massa, em Fortaleza e por todo o estado do Ceará, para evitar uma epidemia na cidade;

c) aplicação de inseticidas em toda a cidade, para eliminação do Aedis aegypti inseto transmissor do Trypanosoma cruzi agente causador da doença;

d) vacinação de cães e eliminação de cães de rua, pois eles são reservatórios naturais de protozoários do grupo Trypanosoma;

e) proteção das portas e janelas com telas, a fim de evitar a entrada do barbeiro, inseto transmissor da doença, nas residências.

 

 

05. Parasitologia Humana: U.F. Pelotas-RS Algumas doenças como amebíases, doença de Chagas e malária, entre outras, promovem graves debilitações no organismo humano. Em casos mais graves, podem, muitas vezes, levar à morte. Com base nas informações acima relatadas, você enquadraria essas doenças no grupo das:

a) viroses

b) infecções bacterianas

c) protozooses

d) cisticercoses

e) nematoses

 

Exercícios sobre Parasitoses.

 

06. Exercícios sobre Parasitologia Humana: UFSC A febre amarela, antes restrita a regiões afastadas, é um mal que começa a ameaçar, cada vez mais, os centros urbanos.

Sobre a febre amarela, é correto afirmar que:

01. apresenta dentre outros sintomas, febre alta e vômito;

02. é causada por vermes;

04. o contágio dá-se pela ingestão de alimentos contaminados;

08. vacinas contra esse mal ainda não foram desenvolvidas;

16. uma das formas de prevenção é a eliminação do mosquito que transmite essa doença;

32. é uma doença que pode causar a morte.

Dê como resposta a soma das alternativas corretas.

 

 

07. VUNESP Observe a tabela.

exercícios parasitologia humana doenças e causadores

As doenças I, II, III e IV podem ser, respectivamente,

a) tuberculose, blenorragia, ascaridíase e malária.

b) rubéola, tuberculose, ancilostomose e amebíase.

c) rubéola, difteria, ascaridíase e giardíase.

d) sarampo, sífilis, cisticercose e chagas.

e) poliomielite, tuberculose, esquistossomose e úlcera de Bauru.

 

 

08. PUC-PR Os picos de febre que ocorrem na malária são devidos a:

a) liberação de substâncias tóxicas por ruptura de hemácias infectadas;

b) proliferação de formas sexuadas na circulação linfática;

c) aumento do baço, que passa a produzir mais glóbulos brancos;

d) invasão do fígado pelo plasmódio;

e) migração dos protozoários para zonas cerebrais que controlam a temperatura corpórea.

 

 

09. Unicap-PE Julgue as alternativas.

( ) Giardia lamblia é um protozoário que causa a giardiase, sendo transmitida através da picada do mosquito phlebotomus.

( ) Cólera, dengue e esquistossomose são doenças que poderiam ser evitadas com a eliminação de reservatórios de água parada, onde se reproduzem insetos vetores.

( ) A hipervitaminose A determina cegueira noturna, xeroftalmia, ceratomalácia e hipoceratose folicular.

( ) O soro antitetânico e a vacina contra o tétano conferem imunidade, respectivamente, prolongada e transitória.

( ) O combate à doença de Chagas inclui a realização de teste sorológico para a seleção de doadores de sangue.

 

 

10. U.F. Viçosa-MG A malária, cisticercose, sífilis e blenorragia são doenças comuns em algumas regiões brasileiras. Assinale a sequência que corresponde, respectivamente, aos principais meios de contágio destas doenças:

a) mosquito vetor, alimentos contaminados, contato sexual e mosquito vetor;

b) mosquito vetor, contato sexual, contato sexual e mosquito vetor;

c) alimentos contaminados, mosquito vetor, contato sexual e contato sexual;

d) contato sexual, mosquito vetor, alimentos contaminados e contato sexual;

e) mosquito vetor, alimentos contaminados, contato sexual e contato sexual.

 

🔵 >>> Veja a nossa lista completa de exercícios simulados sobre Microbiologia.

 

Gabarito com as respostas das questões de Microbiologia sobre Parasitologia Humana:

01. C – E – E – E;

02. a;

03. b;

04. e;

05. c;

06. 1 + 16 + 32 = 49;

07. b;

08. a;

09. F – F – F – F – V;

10. e

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário