Início / Português / Questões sobre Pronomes Possessivos, Indefinidos, Demonstrativos, Relativos e Interrogativos

Questões sobre Pronomes Possessivos, Indefinidos, Demonstrativos, Relativos e Interrogativos

01. Questões sobre Pronomes: (UFTM-MG–2007) Atenha-se à seguinte passagem:

“[…] dia a dia a sua influência se foi sentindo.”

Assinale a alternativa em que o pronome destacado tem sentido de possessivo, como o pronome – sua – empregado nessa passagem.

A) Volvia-se preguiçoso, resignando-se, vencido, às imposições do Sol.

B) E ali, naquela estreita salinha, sossegada e humilde.

C) A vida americana e a natureza do Brasil patenteavam-lhe agora aspectos imprevisíveis.

D) Uma transformação operava-se nele, dia a dia.

E) Operava-se nele, dia a dia, reviscerando-lhe o corpo.

 

 

02. (FGV-SP–2007 / Adaptado)

Ver é muito complicado. Isso é estranho porque os olhos, de todos os órgãos dos sentidos, são os de mais fácil compreensão científica. A sua física é idêntica à física óptica de uma máquina fotográfica: o objeto do lado de fora aparece refletido do lado de dentro. Mas existe algo na visão que não pertence à física.

William Blake* sabia disso e afirmou: “A árvore que o sábio vê não é a mesma árvore que o tolo vê”. Sei disso por experiência própria. Quando vejo os ipês fl oridos, sinto-me como Moisés diante da sarça ardente: ali está uma epifania do sagrado. Mas uma mulher que vivia perto da minha casa decretou a morte de um ipê que florescia à frente de sua casa porque ele sujava o chão, dava muito trabalho para a sua vassoura. Seus olhos não viam a beleza. Só viam o lixo.

Adélia Prado disse: “Deus de vez em quando me tira a poesia. Olho para uma pedra e vejo uma pedra”. Drummond viu uma pedra e não viu uma pedra. A pedra que ele viu virou poema.

ALVES, Rubem. “A complicada arte de ver”. Folha de S. Paulo, 26 out. 2004.

* William Blake (1757-1827) foi poeta romântico, pintor e gravador inglês. Autor dos livros de poemas Song of Innocence e Gates of Paradise.

A respeito do pronome disso, na segunda linha do segundo parágrafo, pode-se dizer que é um:

A) possessivo de segunda pessoa e se refere ao conteúdo do parágrafo anterior.

B) demonstrativo combinado com prefixo e se refere aos ipês floridos citados a seguir.

C) demonstrativo masculino de segunda pessoa e se refere ao poeta William Blake.

D) demonstrativo neutro que tem como referência a última frase do parágrafo anterior.

E) possessivo neutro e se refere a Moisés diante da sarça ardente.

 

 

03. Questões sobre Pronomes: (FGV-SP–2007)

Metafísica? Que metafísica têm aquelas árvores?

A de serem verdes e copadas e de terem ramos

e a de dar fruto na sua hora, o que não nos faz pensar,

A nós, que não sabemos dar por elas.

Mas que melhor metafísica que a delas,

Que é a de não saber por que vivem

Nem que o não sabem?

Alberto Caeiro

 

Nos quatro últimos versos, há várias ocorrências da palavra que. Sobre essa palavra, pode-se dizer que:

A) no quinto verso, tem-se um pronome definido e uma conjunção comparativa.

B) no sétimo verso, tem-se um pronome relativo.

C) no quarto verso, tem-se um pronome relativo.

D) no sexto verso, tem-se uma conjunção comparativa e um pronome interrogativo.

E) no sexto verso, tem-se uma conjunção integrante e um advérbio.

 

 

04. (Milton Campos-MG) Em todos os trechos, o vocábulo “que” retoma as expressões destacadas, com as quais está se relacionando, EXCETO em:

A) “São os bancos que instalam seus caixas eletrônicos.”

B) “[…] Modifca completamente a noção que temos de liberdade individual.”

C) “[…] Estão errados aqueles que tentam lançar o opróbio sobre a ciência […]”

D) “São redes de computadores, como a internet, que possibilitam o acesso […]”

 

 

Instrução: O texto a seguir refere-se às questões 05 e 06.

Ele é a resposta a uma pergunta dirigida à escritora estadunidense Lenore Skenazy, quando entrevistada.

As coisas mudaram muito em termos do que achamos necessário fazer para manter nossos filhos seguros. Um exemplo: só 10% das crianças americanas vão para a escola sozinhas hoje em dia. Mesmo quando vão de ônibus, são levadas pelos pais até a porta do veículo. Chegou a ponto de colocarem à venda vagas que dão o direito de o pai parar o carro bem em frente à porta na  hora de levar e buscar os filhos. Os pais se acham ótimos porque gastam algumas centenas de dólares na segurança das crianças. Mas o que você realmente fez pelo seu filho? Se o seu filho está numa cadeira de rodas, você vai querer estacionar em frente à porta. essa é a vaga normalmente reservada aos portadores de deficiência. Então, você assegurou ao seu filho saudável a chance de ser tratado como um inválido. isso é considerado um exemplo de paternidade hoje em dia.

ISTOÉ, 22 Jul. 2009.

 

05. Questões sobre Pronomes: O tema do texto é:

A) As atitudes de pais em relação ao transporte escolar dos filhos.

B) A preocupação dos pais em mostrar que têm dinheiro.

C) Os perigos aos quais as crianças estão sujeitas no caminho para a escola.

D) A preocupação dos pais atualmente com a segurança dos filhos.

E) As maneiras de as crianças se locomoverem de casa para a escola.

 

Exercícios da Língua Portuguesa sobre Arcadismo.

 

06. Questões sobre Pronomes: A palavra “isso”, destacada no último período do texto, retoma o fato de:

A) as crianças americanas hoje não irem sozinhas à escola.

B) pais americanos tratarem seus f lhos saudáveis como inválidos.

C) apenas 10% das crianças americanas irem sozinhas para a escola.

D) venderem vagas para os pais pararem o carro em frente à porta da escola.

E) os pais levarem e buscarem seus f lhos até a porta do ônibus que os leva à escola.

 

 

07. Questões sobre Pronomes: (FJP-MG–2010)

Alguns dos maiores cientistas de todos os tempos […] já insistiam em que a capacidade de um indivíduo de raciocinar, de saber refletir criticamente sobre as questões que afligem a sua vida e a humanidade, é o maior passo que pode ser dado em direção à sua liberdade pessoal.

Das palavras destacadas nessa frase NÃO se pode afirmar que:

A) algumas delas referem-se a um termo antecedente.

B) há uma conjunção entre elas.

C) pertencem a diferentes classes de palavras.

D) são, na sua maioria, pronomes indefinidos.

 

 

08. Questões sobre Pronomes: (CEFET-MG–2011) Na passagem “O e-book, o livro eletrônico, que tem suas vantagens como todo artefato moderno, tem desvantagens claras de saída”, o que possui a mesma função em:

A) “Naturalmente dirão que sou viciada no livro de papel […]”

B) “Outro assunto que me fascinou liga-se à bela palavra ‘palimpsesto’.”

C) “a não ser que ainda tenhamos em casa aquele aparelho já superado onde os enfiar.”

D) “[…] para quem a tela do computador é muito mais fascinante do que uma lombada de livro […]”

E) “Tudo é legítimo e vale a pena, desde que não corrompa nem emburreça nem empobreça demais.”

 


Instrução: Texto para as questões 09 e 10.

 

Seis espécies de salmão do Pacífico migram de volta a Kamchatka para desova e fertilização. Suas cores mudam na rota para a água doce. O salmão-vermelho, o mais vulnerável, domina o tráfego no Rio Ozernaya.

A remota península de Kamchatka, a noroeste do território russo, é uma vasta lâmina de terra espetada na direção sul cortando mares gelados. As terras altas da península se eriçam em picos vulcânicos, cobertos de neve mesmo no verão, e em cordilheiras de pedra cinzenta e nua. Suas encostas são recobertas de vegetação  boreal. É um lugar selvático, em que ursos-marrons e águias-pescadoras-de-steller sobrevivem à base de uma dieta de peixes robustos. Cerca de 350 mil pessoas vivem na Kamchatka Krai, como a região é chamada oficialmente. Também esse povo é dependente de peixe. Na verdade, não dá para ter noção do que é Kamchatka sem levar em conta um extraordinário animal do gênero Oncorhynchus, que abrange seis espécies de salmão do Pacífico. Assim como não dá para ter nenhuma noção das perspectivas do Oncorhynchus na Terra sem levar em conta esse refúgio aonde vão procriar ao menos 20% de todo o salmão selvagem do Pacífico.

 

09. O texto anterior pode ser considerado predominantemente:
A) argumentativo.
B) narrativo.
C) épico.
D) descritivo.
E) de propaganda.

 


10. Questões sobre Pronomes: A expressão de coesão “em que” (linha 4) pode ser corretamente substituída por:
A) no qual.
B) aonde.
C) ao qual.
D) de que.
E) onde.

 

🔵 >>> Confira nossa lista com todos os exercícios de Português.

 

Gabarito com as respostas das Questões sobre Pronomes:

01. E; 02. D; 03. C; 04. D;  05. D; 06. B; 07. D; 08. B; 09. D; 10. E

Veja também:

Simulado com gabarito sobre Coesão textual

Questões de Gramática sobre Coesão

Coesão: (UERJ–2010) instrução: Com base no texto a seguir, responda às questões de 01 a …

exercícios de gramática sobre Coerência com gabarito

Atividades de Língua Portuguesa sobre Coerência

Coerência: (UFJF-MG–2010) instrução: Leia, com atenção, os fragmentos da entrevista (Texto I) concedida ao jornal …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.