As Indústrias no Brasil Exercícios com Gabarito

1. (Cesgranrio). As Indústrias no Brasil Exercícios: Os gráficos a seguir demonstram a distribuição espacial da indústria brasileira. Eles permitem fazer, juntamente com seus conhecimentos, as deduções a seguir, exceto uma. Assinale-a.

Exercícios de Geografia com gabarito sobre As Indústrias no Brasil, para estudantes e concurseiros.

a) A má distribuição regional da indústria é um dos mais graves fatores de desigualdades regionais.
b) A relação dos 3 elementos citados (Est./P.O./V.T.) indica serem as indústrias nordestinas, principalmente, de pequeno porte.
c) As disparidades da distribuição espacial revelam a inexistência ou escassez de matérias-primas fora do Sudeste.
d) A (pouca) industrialização do Norte resulta quase integralmente do que se produz na Zona Franca.
e) O Sul tem uma tradição industrial que está ligada ao mercado interno gerado pelas médias propriedades.

 

 

2. (Cesgranrio) A industrialização brasileira tem como marco a década de 1930, com o processo de implantação de setores de base. Isso não quer dizer que, antes daquela década, não houvesse indústrias no país. Elas existiram, só que compuseram um setor de pouca monta e, ainda
a) se caracterizaram pela forte dependência a uma política de investimentos governamentais.
b) se basearam em capitais provenientes da exportação da borracha amazônica.
c) tiveram, na redução de tarifas de importação de manufaturados, seu principal fator de competitividade.
d) estiveram ligadas à formação de um mercado consumidor representado pelo afluxo de imigrantes europeus assalariados.
e) apresentaram forte concentração de investimentos nos setores de energia e transportes.

 


3. (Cesgranrio). As Indústrias no Brasil Exercícios: Com a implantação da grande siderurgia no país, a partir dos anos 1930 e 1940, incrementou-se a demanda por carvão mineral. Esta demanda, no entanto, não foi satisfeita pela produção nacional, em virtude de:
I. baixa qualidade proveniente do baixo teor de cinzas e enxofre;
II. dificuldade de extração das jazidas nacionais que são contínuas e bem espessas;
III. elevados custos finais, onerados pela deficiente estrutura de transportes;
IV. volume de carvão coqueificável ser inferior ao que pede o mercado.
As afirmativas são:
a) Somente I e II.
b) Somente I e III.
c) Somente II e III.
d) Somente II e IV.
e) Somente III e IV.

 


4. (FATEC) Considere o mapa a seguir.

Os algarismos I e II representados no mapa do Estado de São Paulo correspondem, respectivamente, aos eixos da industrialização que se expandiu para as regiões:
a) do Vale do Paraíba e Sorocaba (vias Dutra e Castelo Branco), onde predominam indústrias bélicas, têxteis e agroindústrias.
b) de Sorocaba e Campinas-Ribeirão Preto (vias Castelo Branco e Anhanguera-Bandeirantes), com indústrias diversificadas e agroindústrias.
c) do ABCD-Baixada Santista e Campinas (vias Anchieta-Imigrantes e Bandeirantes), com centros poli industriais.
d) do Vale do Paraíba e ABCD-Baixada Santista (vias Dutra e Imigrantes), com predomínio das montadoras de automóveis, autopeças, indústrias metalúrgicas e químicas.
e) do ABCD-Baixada Santista e Sorocaba (vias Anchieta-Imigrantes e Castelo Branco), com destaque para as indústrias metalúrgicas, automobilísticas,
siderúrgicas, de móveis e têxteis.

 


5. (Fuvest). As Indústrias no Brasil Exercícios: Distribuição espacial do valor da produção industrial no estado de São Paulo, no período de 1940 a 1980 (em porcentagem).

Os dados da tabela anterior indicam que:
a) a RMSP, excluído o Município de São Paulo, teve um crescimento lento mas constante de sua participação, só saindo do terceiro lugar em 1980.
b) o interior assistiu a um lento decréscimo de sua participação até 1960-1970, assumindo uma posição idêntica ao Município de São Paulo em 1980.
c) a produção do parque industrial metropolitano denuncia uma forte concentração até 1970, declinando a partir daí pela menor participação do Município de São Paulo.

d) a soma da produção do interior e da RMSP, excluída a capital, sempre superou a do Município de São Paulo, sugerindo uma desconcentração que se acentuaria na fase fnal.
e) o Município de São Paulo concentrou até 1960 mais da metade da produção do Estado, só cedendo esta posição à produção industrial da soma dos outros municípios da RMSP e interior em 1980.

 

Construção do Espaço Geográfico Brasileiro Exercícios.

 

6. (Fuvest). As Indústrias no Brasil Exercícios: No período compreendido entre os anos JK e o final do governo Geisel, o Brasil apresentou, entre outras características econômicas,
a) o predomínio da substituição de importações de bens de consumo e a redução das disparidades regionais.
b) grande desenvolvimento industrial dependente de tecnologia e capitais estrangeiros e maior intervenção do Estado na economia.
c) grande expansão das empresas industriais de capitais nacionais, privados e estatais, e declínio da dívida externa.
d) o predomínio da substituição de importações de bens de consumo e menor intervenção do Estado na economia.
e) grande desenvolvimento industrial dependente de tecnologia e capitais estrangeiros e a redução de disparidades regionais.

 


7. (Fuvest) Identifique a alternativa que combina de forma adequada as regiões numeradas de 2 a 5 no mapa com as categorias a seguir:

As Indústrias no Brasil Exercícios questões e atividades com gabarito

I. área tradicional com atividade agrária a industrial em decadência;
II. periferia mais integrada ao centro industrial e financeiro;
III. domínio da economia primária;
IV. zona pioneira agrícola e mineral.
a) I – 3, II – 2, III – 4, IV – 5.
b) I – 4, II – 2, III – 5, IV – 3.

c) I – 2, II – 3, III – 4, IV – 5.
d) I – 2, II – 3, III – 5, IV – 4.
e) I – 3, II – 2, III – 5, IV – 4.

 


8. (Fuvest). As Indústrias no Brasil Exercícios: A modernização do Brasil, resultante do crescimento da economia urbano-industrial, produz uma divisão territorial do trabalho que
a) torna a indústria dependente da agricultura.
b) determina maior autonomia regional à Amazônia e ao Nordeste.
c) diminui as desigualdades econômicas regionais.
d) reduz o êxodo rural.
e) subordina progressivamente o campo à cidade.

 


9. (UEL) Em sua fase inicial, associada à substituição das importações, a industrialização brasileira ressentiu-se principalmente
a) da falta de iniciativa estatal, uma vez que o Estado tinha interesse em manter a agroexportação do café.
b) das dificuldades provocadas pela Grande Guerra que impossibilitavam a produção de bens, antes importados.
c) da conjuntura internacional desfavorável, pois as grandes potências econômicas procuravam manter o monopólio industrial.
d) da ausência de uma integração em nível de América Latina.
e) da falta de integração do território, reflexo de uma organização espacial ligada à exportação de bens primários.

 


10. (UEL). As Indústrias no Brasil Exercícios: Considere os textos a seguir.
I. “Uma das características do modelo industrial da Região 1 é o predomínio das indústrias tradicionais, voltadas para a fabricação de bens de consumo não duráveis, dependentes de matérias-primas vegetais e agropecuárias.”
II. “A indústria moderna na Região 2 é o produto do planejamento governamental. As empresas mais importantes têm origem externa, em capitais do Sudeste ou investimentos estatais ou transnacionais.”
Os textos I e II referem-se, respectivamente, às regiões:
a) Nordeste e Sul.
b) Nordeste e Centro-Oeste.
c) Sul e Nordeste.
d) Sul e Centro-Oeste.
e) Centro-Oeste e Norte.

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas dos exercícios sobre As Indústrias no Brasil Exercícios:

1. C;
2. D;
3. E;
4. E;
5. C;
6. B;
7. E;
8. E;
9. E;
10. C

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário