O Espaço Urbano Brasileiro Exercícios

1. (UFSM). Espaço Urbano Brasileiro: Observe o gráfico.

Lista completa de exercícios sobre O Espaço Urbano Brasileiro, para quem irá prestar o ENEM, Vestibular e Concurso Público.

A análise sobre deslocamento populacional no Brasil permite concluir que:
a) ocorreu, de 1970 a 1996, uma diminuição relativa da população rural que passou de 44% para cerca de 21% do total.
b) já havia, em 1970, uma diferença percentual superior a 20% entre as duas populações.
c) o declínio da população rural, a partir de 1980, decorre da alta taxa de mortalidade no campo, devido ao uso de agrotóxicos.
d) o expressivo aumento da população urbana, em 1996, deve-se à disponibilidade de emprego na cidade.
e) o processo de distribuição da população rural e urbana tende a produzir uma sociedade de ocupação predominantemente rural.

 


2. (FATEC) No Brasil, o intenso processo de urbanização que vem ocorrendo nas últimas décadas está propiciando o surgimento da primeira megalópole do país.

Trata-se de uma expressiva aglomeração urbana, que está se formando
a) com a conurbação ocorrida entre o município de São Paulo e o “ABCD” (Sto. André, S. Bernado do Campo, S. Caetano do Sul e Diadema).
b) ao longo do Vale do Paraíba, entre as duas metrópoles nacionais, São Paulo e Rio de Janeiro, com tendência à expansão em direção a Campinas.
c) devido à acentuada expansão horizontal dos municípios que compõem a Região Metropolitana de São Paulo.
d) no eixo de expansão da indústria para o interior do Estado de São Paulo, ao longo das rodovias Castelo Branco e Anhanguera.
e) entre as Regiões Metropolitanas de São Paulo e Belo Horizonte, no percurso da rodovia Fernão Dias.

 


3. (Fatec)Espaço Urbano Brasileiro: Considere a ilustração apresentada a seguir. Desenvolvimento urbano e reforma urbana.

A figura põe em evidência um problema recorrente no processo de crescimento urbano da maioria das cidades brasileiras, a saber:
a) a falta de terrenos planos para a construção, que tornariam a moradia mais acessível para a população mais carente.
b) a construção de um grande número de edifícios que conseguem abrigar a maior parte da população, deixando áreas ociosas.
c) o excesso de áreas destinadas ao lazer e a falta de moradias para grande parte da população.
d) a formação de “vazios urbanos” entre as áreas centrais e a periferia, no aguardo de valorização futura.
e) a opção de grande parcela da população por habitar edifícios nas áreas periféricas, por serem mais baratos.

 


4. (FGV) As aglomerações com mais de 100 mil habitantes eram apenas 12 em 1940, alcançando (…) 175 em 1996. As localidades com mais de 100 mil e menos de
200 mil habitantes passam de seis em 1940 para 90 em 1996. Aquelas com população entre 200 mil e 500 mil habitantes pulam de quatro em 1940 para 61 em 1996. As cidades com mais de meio milhão de habitantes eram somente duas em 1940 e somavam 24 em 1996. Em 1940, apenas seis Estados dispunham de cidades com população entre 100 mil e 200 mil moradores; em 1996,  elas existem em 20 Estados. As localidades entre 200 mil e 500 mil habitantes, presentes em apenas três Estados em 1940, encontram-se em 17 Estados em 1996.

(SANTOS, Milton; SILVEIRA, Maria L. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI, 2000. p. 205-206.)
O processo de crescimento dos municípios de porte médio no Brasil indicado no texto, entre outros fatores


a) ocorreu apenas no interior das Regiões Metropolitanas, resultado da transferência de atividades industriais do centro principal para as áreas periféricas dos núcleos metropolitanos.
b) configurou a decadência e a perda do papel de comando de metrópoles nacionais como São Paulo e Rio de Janeiro, hoje redutos da pobreza e da violência urbana.
c) resultou da macrourbanização, que atraiu populações do campo, e de uma certa dispersão da produção e de segmentos das classes médias pelo país.
d) ocorreu, assim como o processo de metropolização, somente no Centro-Sul do país e em manchas de urbanização mais antigas ao longo da faixa litorânea.
e) é resultado exclusivo das recentes políticas de vários Estados e municípios, de concessão de incentivos fscais para sediar indústrias, atraindo mão-de-obra para essas localidades.

 


5. (Fuvest). Espaço Urbano Brasileiro: No Brasil, as regiões metropolitanas caracterizam-se por:
a) concentração de migrantes. A classificação como metrópole regional ou nacional depende da concentração de organismos públicos federais.
b) concentração populacional em torno de um município. A classificação como metrópole regional, ou nacional depende da proporção de imigrantes regionais ou nacionais no conjunto de sua população.
c) processo de desconcentração industrial. A importância regional ou nacional de sua indústria é que permite classificar uma região como metrópole regional ou nacional.
d) conturbação de várias cidades em torno de uma cidade central. A definição dessa cidade como metrópole regional ou nacional depende do alcance territorial de suas atividades econômicas.
e) processo de concentração populacional em torno de um município. A classificação como metrópole regional ou nacional depende de sua influência no desenvolvimento industrial regional ou nacional.

 

Mobilidade da População Questões Respondidas.


6. (Fuvest). Espaço Urbano Brasileiro: Podemos afirmar que a rede urbana no Brasil é:
a) pouco densa no Sul, devido ao desenvolvimento agrícola baseado no minifúndio familiar, voltado à produção de trigo para o consumo interno.

b) densa no Centro-Oeste, devido ao desenvolvimento agrícola baseado na produção de soja e trigo, constituindo uma hierarquia urbana completa.
c) rarefeita no Nordeste, devido à migração da população para outras regiões do país, que oferecem oportunidades de trabalho.
d) pouco densa no Norte, apresentando uma estrutura hierárquica incompleta, apesar dos investimentos estrangeiros em infraestrutura urbana, a partir de 1970.
e) densa no Sudeste, devido a bem desenvolvida infraestrutura de transporte e ao número de cidades, viabilizando um sistema de fluxos de mercadorias e de pessoas.

 


7. (PUC-Campinas)

Assinale a alternativa que analisa o conteúdo geográfico das duas fotos.
a) A origem e evolução da Av. Paulista, enquanto área urbanizada esteve fundamentalmente associada às políticas de planejamento.
b) O espaço urbanizado da Av. Paulista demonstra, em vários momentos históricos, a importância e a hegemonia do capital nacional.
c) O uso do solo da Av. Paulista, pelo setor financeiro, representou duro golpe na burguesia nacional, que privilegiou o caráter residencial da avenida.
d) A organização do espaço da Av. Paulista é uma representação que evidencia em metrópoles industrializadas, como São Paulo, que não há segregação espacial.
e) A formação e transformação, ao longo do século XX, do uso e ocupação do solo da Av. Paulista estão fortemente relacionados à presença do capital.

 


8. (PUC Minas). Espaço Urbano Brasileiro: A dinâmica residencial das pessoas que vivem nas grandes cidades brasileiras vem sofrendo algumas modificações significativas.

Qual das alternativas retrata, corretamente, essa dinâmica?
a) A classe rica tende a fixar-se no centro, onde existe uma maior oferta de bens e serviços dos quais necessita.
b) O centro das grandes cidades apresenta um aumento de densidade residencial, o que explica os problemas de trânsito nessa área.
c) O centro das cidades, com o passar do tempo, vai perdendo a sua função residencial, substituída pela função comercial e de prestação de serviços.
d) A maior valorização das áreas centrais aumenta a disputa pela terra, o que impossibilita o surgimento de favelas nessas áreas.
e) O operariado industrial passa a residir no centro das grandes metrópoles, pois é aí que existe a oferta de emprego no setor secundário.

 


9. (PUCPR) A integração de cidades contíguas e a expansão da economia terciária num inter-relacionamento complementar contribuem de maneira decisiva para a formação
a) das regiões metropolitanas brasileiras.
b) das chamadas zonas portuárias no Nordeste, especialmente.
c) de aglomerados populacionais de natureza étnica no Sul.
d) de grandes núcleos fabris no centro das grandes cidades do Centro-Sul.
e) dos cinturões de favelas no espaço rural amazônico.

 


10. (PUCRS). Espaço Urbano Brasileiro: Responder à questão com base no gráfico e nas afirmativas que relacionam o processo de urbanização ao contexto econômico do Brasil.

I. A partir dos anos 1950, a indústria passou a desempenhar um papel importante na economia brasileira, colaborando para o crescimento da população urbana.
II. Em 1990, mais de 70% da população brasileira concentrava-se nas áreas urbanas.

III. Apesar do crescimento das cidades, demonstrado pelo gráfico, nos últimos cinquenta anos não se evidencia um processo de urbanização.
IV. O acelerado crescimento urbano das últimas décadas provocou conturbação urbana, manchas urbanizadas onde fica difícil a distinção de limites territoriais.
A análise das afirmativas permite concluir que está correta a alternativa:
a) I e II.
b) I, II e III.
I, II e IV.c)
d) II e III.
e) III e IV

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas dos exercícios sobre o Espaço Urbano Brasileiro:

1. A
2. B
3. D
4. C
5. D
6. E
7. E
8. C
9. A
10. C

Spread the love

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.