Exercícios sobre os Conflitos na Palestina e o Islamismo

Questão 01. Palestina e o Islamismo: (FGV-SP) Considere o mapa apresentado a seguir:

Cisjordânia – Campos de refugiados palestinos e colônias israelenses selecionadas

Cisjordânia – Campos de refugiados palestinos e colônias israelenses

Fonte: <http://www.monde-diplomatique.fr/cartes/cisjordaniedpl2000> (Adaptação).

A partir das informações apresentadas e de seus conhecimentos sobre os conflitos entre palestinos e israelenses, pode-se afirmar que:
A) a proposta de criação de um Estado palestino independente na Cisjordânia deverá implicar uma redistribuição territorial entre o espaço ocupado pelas colônias israelenses e os campos de refugiados palestinos.

B) não se justifica a criação de um Estado palestino na Cisjordânia, pois a sua integridade territorial seria constantemente questionada em função da existência de colônias israelenses que gozam de autonomia política.

C) a permanência dos campos de refugiados palestinos na Cisjordânia é um reflexo da pouca solidariedade dos países vizinhos que, embora reconhecendo a soberania israelense sobre a região, não ofereceram abrigo aos palestinos.

D) é viável a criação de um Estado palestino independente, formado por vários núcleos representados pelos atuais campos de refugiados, com autonomia política e administrativa, sem interferir na existência das colônias israelenses.

E) a reivindicação palestina pelo reconhecimento da cidade de Jerusalém como capital de um Estado independente, englobando a Cisjordânia e a Faixa de Gaza, sustenta-se na tradição de autonomia política e territorial dessa cidade.


Questão 02. (UEL-PR–2006) Analise a imagem a seguir:

ocupação israelense na Faixa de Gaza

FOLHA DE S. PAULO. São Paulo, 19 ago. 2005. Mundo, p. 15.

Depois de 38 anos, em agosto de 2005, chegou ao fim a ocupação israelense na Faixa de Gaza. Com base no mapa e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas a seguir:
I. A retirada da população judia dos assentamentos da Faixa de Gaza está relacionada ao Plano de Paz, elaborado com o objetivo de mitigar os ataques terroristas a Israel.

II. Apesar da forte oposição de grupos radicais religiosos à retirada da população israelense da Faixa de Gaza, a maioria da população daquele país foi a favor do ato.

III. Compõe um dos focos das estratégias do Plano de Paz a retirada da população judia da cidade de Jerusalém.

IV. Ao longo do tempo, a permanência da minoria judaica na Faixa de Gaza tornou-se problemática em decorrência da presença de mais de um milhão de palestinos na região.

Estão CORRETAS apenas as afirmativas:
A) I e II.
B) II e III.
C) III e IV.
D) I, II e IV.
E) I, III e IV.


Questão 03. Palestina e o Islamismo: (UFSM-RS–2006) Leia o texto a seguir:
Considerada um passo decisivo para a paz no Oriente Médio, a retirada israelense da Faixa de Gaza – e de quatro assentamentos da Cisjordânia – começou ontem com atos de violência. Após 38 anos de ocupação, militares de Israel enfrentam a resistência de moradores de colônias judaicas da Faixa de Gaza.
ZERO HORA. Porto Alegre, 16 ago. 2005. p. 23.

A retirada dos colonos judeus da Faixa de Gaza e da Cisjordânia deve-se:
I. aos acordos de paz entre Israel e a Autoridade Palestina que transferiram, para esta última, o controle dessas áreas.

II. às tentativas de criação de um Estado palestino territorialmente unitário.

III. ao acirramento de conflitos entre grupos judeus ortodoxos e o governo israelense.

Está(ão) CORRETA(S):
A) apenas I.
B) apenas II.
C) apenas III.
D) apenas I e II.


Questão 04. (Enem–2009) Com a perspectiva do desaparecimento das geleiras no Polo Norte, grandes reservas de petróleo e minérios, hoje inacessíveis, poderão ser exploradas. E já atiçam a cobiça das potências.
KOPP, D. Guerra Fria sobre o Ártico. Le monde diplomatique. Brasil. Setembro, n. 2, 2007 (Adaptação).

No cenário de que trata o texto, a exploração de jazidas de petróleo, bem como de minérios – diamante, ouro, prata, cobre, chumbo, zinco –, torna-se atraente não só em função de seu formidável potencial, mas também por:
A) situar-se em uma zona geopolítica mais estável que o Oriente Médio.

B) possibilitar o povoamento de uma região pouco habitada, além de promover seu desenvolvimento econômico.

C) garantir, aos países em desenvolvimento, acesso a matérias-primas e energia, necessárias ao crescimento econômico.

D) contribuir para a redução da poluição em áreas ambientalmente já degradadas devido ao grande volume da produção industrial, como ocorreu na Europa.

E) promover a participação dos combustíveis fósseis na matriz energética mundial, dominada, majoritariamente, pelas fontes renováveis, de maior custo.


Questão 05. Palestina e o Islamismo: (UEL-PR–2008) Os conflitos entre árabes, judeus e palestinos têm origem milenar, como milenar é a questão da soberania sobre os escassos recursos hídricos no Oriente Médio. Com base nos conhecimentos sobre o tema “tensões, conflitos, guerras”, é CORRETO afirmar que, na atualidade, há:

A) conflitos entre os judeus e curdos pelo controle das águas na escassa região do Sahel, dominada por vegetação de savana, que recebe uma precipitação entre 150 e 500 mm por ano.

B) conflitos entre as nações palestina e israelense, pelo controle do aquífero localizado no Rift Valley, com altitudes elevadas e depressões ou fossas tectônicas que deram origem a extensos lagos como o Tanganica, o Vitória e o Niassa.

C) conflitos entre israelenses e palestinos pelo domínio das águas da bacia do Rio Jordão e conflitos entre turcos, sírios e iraquianos pelo controle das bacias hidrográfcas dos rios Tigre e Eufrates.

D) conflitos entre israelenses, sírios e libaneses pelo domínio dos recursos hídricos das bacias hidrográficas dos rios Níger e Congo.

E) conflitos entre turcos, árabes e palestinos pelo controle das águas dos sistemas lacustres do Tanganica e do Baikal.


Questão 06. Palestina e o Islamismo: (UFES–2008) As nascentes do Rio Jordão se localizam no encontro de fronteiras entre Israel, Síria e Líbano. O Jordão flui em direção ao sul, passando pelo Lago Tiberíades e desaguando no Mar Morto.

As nascentes do Rio Jordão se localizam no encontro de fronteiras entre Israel, Síria e Líbano

Em relação aos recursos hídricos dessa região, é INCORRETO afirmar que:
A) o projeto hídrico de Israel e a oposição da Síria a esse projeto foi um dos motivos da Guerra dos Seis Dias.

B) as nascentes do Jordão situam-se nas Colinas de Golã, que foram ocupadas por Israel durante a Guerra dos Seis Dias, perdurando essa ocupação até hoje.

C) uma parcela maior dos recursos hídricos do Rio Jordão era reivindicada pelo Estado palestino e pela Jordânia.

D) o aquífero pouco volumoso da planície costeira ocidental do território israelense contrasta com o volumoso lençol subterrâneo do platô central, situado no território da Cisjordânia.

E) as águas do Rio Jordão, no trecho em que ele corta o norte da Península do Sinai, foram objeto de disputa entre Israel e Egito, a qual teve fim com o acordo de Camp David.


Questão 07. (UFJF–2011 / Adaptado) No Dia Internacional do Migrante (18 de dezembro), não temos nada a celebrar e, sim, muito que lamentar. Os governos deveriam refletir sobre os direitos humanos, liberdades fundamentais e formulação de medidas para proteger os direitos dos migrantes e construir pontes para favorecer a migração. Ao contrário, foram construídos 20 muros físicos vergonhosos e outros tantos invisíveis para detê-los.

charge muros contemporâneos

Disponível em: <http://notasaocafe.files.wordpress.com>. Acesso em: 17 out. 2010 (Adaptação).

identifique os muros contemporâneos representados na charge com o algarismo correspondente.
A) Muro construído com a finalidade de impedir a entrada de “terroristas” palestinos: ( )

B) É um muro ideológico, que impede a ultrapassagem dos “subdesenvolvidos” para o mundo desenvolvido (primeiro mundo): ( )

C) Muro virtual que cerca todo um bloco, formado por regras de deportação dos imigrantes ilegais: ( )

D) 200 quilômetros de muros e cercas separam dois países. É a fronteira mais vigiada e explosiva do mundo: ( )

E) Muro que se tornou o símbolo maior da Guerra Fria: ( )


Questão 08. Palestina e o Islamismo: (UFSM-RS–2006 – Modificada)
Em muitos países do mundo, o direito à livre expressão é tolhido por motivos de ordem política e / ou religiosa, como é o caso dos Estados islâmicos. Qual das características desses países MELHOR explica a perda da liberdade?

A) A desigualdade na distribuição da riqueza entre os donos do petróleo e a grande massa pobre desses países.

B) A existência de constantes conflitos armados nas fronteiras desses países, o que demanda uma maior presença militar do Estado.

C) A negação da separação entre o Estado e a religião traduz-se no estabelecimento de um rígido controle moral sobre o conjunto da população.

D) A proliferação de grupos paramilitares fortemente armados, como o Hamas palestino e o Hezbollah libanês, que contribuiu para aumentar o medo e diminuir a livre expressão popular.

E) A grande diversidade religiosa da população, obrigando o Estado a manter um rígido controle para evitar a eclosão de conflitos religiosos.


Questão 09. (UNESP–2011)

Oriente Médio mapa da água

No Oriente Médio, a água é um recurso precioso e uma fonte de conflito. A escassez de recursos hídricos está aumentando as tensões políticas entre países e dentro deles, e entre as comunidades e os interesses comerciais. A Guerra dos Seis Dias, em 1967, foi, em parte, a resposta de Israel à proposta da Jordânia de desviar o Rio Jordão para seu próprio uso. A terra tomada na guerra deu-lhe acesso não apenas às águas das cabeceiras do Jordão, como também o controle do aquífero que há por baixo da Cisjordânia, aumentando assim os recursos hídricos em quase 50%.
CLARKE, R.; KING, J. O Atlas da Água, 2005. (Adaptação).

A partir da leitura do mapa e do texto, pode-se afirmar que a água é uma questão importante nas negociações entre:
A) o Iraque e os turcos.
B) os palestinos e a Síria.
C) o Líbano e a Síria.
D) os iranianos e o Iraque.
E) Israel e os palestinos.


Questão 10. Palestina e o Islamismo: (UERN–2011) Sobre os conflitos no Oriente Médio, assinale a afirmativa CORRETA:

A) As Colinas de Golã, pertencentes ao Egito, apresentam elevado valor estratégico e garantem o domínio sobre as terras baixas do norte de Israel.

B) Apesar da repressão sofrida ao longo de décadas, os palestinos ocupam toda a área da Cisjordânia, destinada a eles na partilha realizada pela ONU, em 1947.

C) Com a construção dos “muros de segurança”, que isolam os palestinos em enclaves dentro do território da Cisjordânia, Israel continua a desrespeitar a partilha da Palestina proposta pela ONU, em 1947.

D) A existência de grupos armados no Oriente Médio, como o Hezbollah e o Setembro Negro, não tem relação com as ações militares de Israel naquela região.


🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.


Gabarito com as respostas das atividades de Geografia sobre Palestina e o Islamismo:

01. A;

02. D;

03. A;

04. A;

05. C;

06. E;

07. 4-2-1-5-3

08. C;

09. E;

10. C

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário