Lista de exercícios sobre o Transporte no Brasil

01. Transporte no Brasil: (Unimontes-MG–2009) O sistema de transporte eficiente é ponto importante para gerar crescimento da economia nacional, pois a maior parte da receita de um país vem da sua relação econômica internacional. Para escoar a produção de uma determinada área, é imprescindível o corredor de exportação.

Assinale a alternativa que apresenta uma opção para aperfeiçoar o sistema de transporte brasileiro com custo-benefício favorável.

A) Implantar ferrovias modernas que permitirão a circulação de trens de alta velocidade.

B) Adotar um sistema de transporte intermodal, devido à complexidade natural do Brasil.

C) Criar canais artificiais nas áreas que apresentam obstáculos naturais para deslocamento de navios.

D) Investir no transporte marítimo, pois é no litoral do Brasil que se concentram as áreas mais ricas.

 

 

02. (UFU-MG) Etapa avançada da integração entre os transportes e a economia no Brasil, os chamados “corredores de exportação” são:

A) regiões agrícolas que se formam no entorno das grandes cidades, dotadas de terminais intermodais de transporte.

B) áreas dotadas de terminais intermodais e estações aduaneiras que utilizam a infraestrutura ferroviária para escoar a produção agrícola com destino às principais cidades brasileiras.

C) áreas dotadas de infraestrutura que envolve o transporte, a armazenagem e a comercialização de produtos, desde as áreas produtoras até os portos de exportação.

D) cidades portuárias que recebem produtos de diversas regiões do país, exportando-os por meio da navegação de cabotagem para diversos mercados consumidores do mundo.

 

 

03. (UNIFESP-SP–2009) Observe o mapa: Brasil: Corredores de exportação

corredores de exportação do brasil

THÉRY; MELLO, 2005. (Adaptação).

O mapa indica corredores de exportação do Brasil.

Assinale a alternativa que contém os dois corredores mais importantes no escoamento da produção mineral brasileira.

A) III e II

B) V e I

C) II e IV

D) IV e V

E) I e III

 

 

04. (Enem) Observe as informações abaixo:

Matrizes de transportes: comparativo Brasil x EUA

Matrizes de transportes: comparativo Brasil x EUA

Comparativo de fretes por modal custo (R$) em tonelada por 1 000 Km

Transporte no Brasil: hidrovria, ferrovia, rodovia

Obs: Os fretes acima dependem de cada origem / fluxo / modal concessionária.

Disponível em: <http://www.rededosaber.sp.gov.br/contents/>. Acesso em: 03 jul. 2009.

Examinando as informações apresentadas, pode-se inferir que:

A) a matriz de transporte no Brasil estabelece uma estrutura com competitividade inferior à existente nos EUA.

B) o Brasil, por possuir uma extensão territorial maior que a dos EUA, criou uma rede de transporte favorável comercialmente.

C) de acordo com os fretes por modal, o custo do transporte hidroviário representa 40% do que é ofertado pelo modal ferroviário.

D) os EUA possuem uma matriz de transporte com uma concentração nos modais rodoviário e ferroviário, diferentemente da realidade brasileira.

E) apesar do custo de frete mais elevado do modal rodoviário, este apresenta uma maior capacidade de carga que os demais modais, o que minimiza os valores reais do frete.

 

 

05. Transporte no Brasil: PUC-RJ – A figura abaixo apresenta uma tendência à expansão do sistema de transportes:

exportação de soja e importação de adubo

a) intermodal

b) rodoviário

c) ferroviário

d) hidroviário

e) infoviário

 

Lista de Exercícios sobre Matriz de Transportes.

 

06. Transporte no Brasil: U.F. Uberlândia-MG – Etapa avançada da integração entre os transportes e a economia no Brasil, os chamados “corredores de exportação” são:

a) Regiões agrícolas que se formam no entorno das grandes cidades, dotadas de terminais intermodais de transporte.

b) Áreas dotadas de terminais intermodais e estações aduaneiras que utilizam a infraestrutura ferroviária para escoar a produção agrícola com destino às principais cidades brasileiras.

c) Áreas dotadas de infra-estrutura que envolve o transporte, a armazenagem e a comercialização de produtos, desde as áreas produtoras até os portos de exportação.

d) Cidades portuárias que recebem produtos de diversas regiões do país, exportando-os por meio da navegação de cabotagem para diversos mercados consumidores do mundo.

 

 

07. (UFRB–2008) O aquecimento da economia já provoca gargalos no setor de transporte e logística do país.

Há aumentos superiores a 20% nos custos de fretes rodoviários, filas de meses nas montadoras para a compra de caminhões novos e perda de negócios por falhas na entrega de mercadorias no prazo.

CANZIAN, 2007, p. B3.

Avaliação das rodovias brasileiras Estado geral, em %

rodovias brasileiras grafico de qualidade

Considerando-se o texto, a análise do gráfico e os conhecimentos sobre a precária infraestrutura dos transportes, da logística e das redes informacionais no Brasil, pode-se concluir:

01. O crescimento da economia traz à tona problemas graves do país, como deficiência da rede de transportes e logística, demonstrando a sua precária infraestrutura, o que resulta em perda de competitividade.

02. A maioria das indústrias brasileiras, em particular as que produzem bens de consumo, utiliza as rodovias como meios de transporte principais.

04. A malha rodoviária brasileira se encontra em estado deficiente de conservação, devido ao baixo padrão tecnológico de sua construção associado ao desgaste ocasionado pelos caminhões com excesso de cargas.

08. O declínio das ferrovias, no Brasil, se deu a partir do fim do ciclo da cana-de-açúcar e, atualmente, as ferrovias mais importantes estão ligadas às zonas de destaque da agricultura.

16. As redes informacionais – satélites, sistemas de transmissão, antenas, entre outras – e as de meios de transporte de cargas e de pessoas – rodoviário, aeroviário, hidroviário, etc. – são sustentáculos nas relações sociais e econômicas do país.

32. A falta de investimentos, de manutenção e de expansão da infraestrutura brasileira revela um sistema sucateado em relação às rodovias, ferrovias e aerovias.

64. Os grandes espaços bem povoados do Norte e do Centro-Oeste foram integrados, nas últimas décadas, pelas hidrovias e ferrovias, mas esse modelo está se tornando insustentável pelo alto custo dos combustíveis.

Soma ( )

 

 

08. (FGV-SP–2010) As ferrovias já tiveram grande importância no Brasil, na primeira metade do século XX. Atualmente, as ferrovias:

A) foram eletrificadas, em virtude dos investimentos realizados após a privatização.

B) começam a concorrer com as rodovias, em termos de preço de frete.

C) foram descentralizadas, o que significou a perda da primazia paulista.

D) têm gradativamente aumentado sua participação na matriz de transportes.

E) são o principal tipo de transporte dos corredores de exportação.

 

 

09. (UERJ)

Ferrovias têm mais investimentos que rodovias

O setor ferroviário ultrapassou o rodoviário na corrida por investimentos. Um levantamento concluído nesta semana pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) mostra que as concessionárias privadas de estradas de ferro já garantiram R$ 2,5 bilhões de recursos para 2003 e 2004. Do outro lado, dados do Ministério dos Transportes mostram que as rodovias federais devem receber este ano R$ 1,2 bilhão. No ano que vem, não devem receber muito mais que isso.

O ESTADO DE SÃO PAULO. 12 out. 2003.

Apesar das perspectivas promissoras apontadas na reportagem, o setor ferroviário brasileiro, privatizado nos anos 1990, tem apresentado modestos indicadores de crescimento do transporte de cargas. Entre os fatores que têm contribuído para esse baixo desempenho pode-se citar:

A) Diferenças de bitolas entre as linhas férreas e traçados desiguais nas diferentes regiões do país.

B) Reduzida demanda para o transporte de cargas no setor e fracasso do modelo de gestão privada.

C) Inexistência de fábricas de material ferroviário e preferência das transportadoras pela navegação de cabotagem.

D) Custos mais baixos do transporte rodoviário para grandes distâncias e reduzida conexão ferroviária entre interior e litoral.

 

 

10. (UFMG) Os cabos de fibra óptica representam, na atualidade, o estágio mais avançado do desenvolvimento tecnológico no que diz respeito às telecomunicações, na medida em que tornam as transmissões mais rápidas, confiáveis e menos onerosas. Analise este mapa:

transporte de dados: cabos de fibra optica no brasil

Brasil: Redes de cabos de fibras ópticas – 1997.

A partir da análise e interpretação desse mapa, é INCORRETO afirmar que a rede de cabos de fibras ópticas

A) integra, ao restante do território, as regiões brasileiras menos favorecidas economicamente.

B) confirma uma realidade histórico-geográfica brasileira ao voltar-se para o mundo atlântico, em detrimento do mundo asiático.

C) possui como principais focos os centros urbanos que controlam, gerenciam e articulam o território brasileiro.

D) interliga o território nacional à rede mundial de cabos de fibras ópticas, facilitando a interação com os países do Mercosul.

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas da lista de atividades de Geografia sobre o Transporte no Brasil:

01. B;

02. C;

03. E;

04. A;

05. A;

06. C;

07. Soma = 55;

08. D;

09. A;

10. A

Deixe um comentário