A Logística do Transporte no Brasil Exercícios

1) A Logística do Transporte no Brasil: (Sabin-SP) A expansão do cultivo da soja nas regiões centro oeste, norte e nordeste após 1970, exigiu uma logística para reduzir o custo dos transportes no escoamento da produção para os mercados interno e externo. As obras que podem ser associadas ao escoamento da soja são:

a) Hidrovia do rio São Francisco, EF Vitória Minas e EF Carajás.

b) Rodovia Belém Brasília, EF Norte e Sul e MRS Logística.

c) Hidrovia do Madeira Amazonas, Ferrovia Norte Sul e Ferronorte (ALL).

d) Hidrovia do Tietê Paraná, EF Santos Jundiaí, hidrovia Paraguai Paraná.

e) EF Central do Brasil, ferrovia Norte Sul e ferrovia de Integração oeste leste.

 

 

2) A Logística do Transporte no Brasil: A Geografia dos Transportes estuda os sistemas de movimento do território, isto é, o conjunto de sistemas de engenharia e de fluxos materiais ou imateriais que respondem pela ligação entre os lugares. Sobre os sistemas de movimento do território no Brasil, NÃO é correto afirmar:

a) O sistema aquaviário de longo curso é o vínculo, quase exclusivo, do comércio exterior.

b) O sistema ferroviário, instalado em áreas selecionadas do território, movimenta grandes fluxos unifuncionais.

c) A integração dos diferentes sistemas técnicos de transportes resulta em uma densidade homogênea de fluxos pelo território.

d) A evolução tecnológica do sistema de movimento aeroviário aumenta a velocidade dos fluxos e a capacidade de carga das aeronaves.

e) O sistema rodoviário realiza a maior parte dos fluxos de passageiros e de carga devido à sua flexibilidade em relação aos outros modais.

 

 

3) (Unicamp)

Sistema de Cabotagem no Brasil

(Fonte: http://www2.transportes.gov.br/bit/05-mar/cabotagem.html.)

Sobre o papel da cabotagem no processo de formação do território brasileiro, é correto afirmar:

a) A cabotagem viabilizou o comércio marítimo entre os principais portos do território no período colonial. Todavia, esse sistema de transporte veio a encerrar suas atividades no final do século XIX, quando o transporte ferroviário passou a responder por todas as trocas interprovinciais.

b) A cabotagem consistiu num primitivo sistema de transportes do início da colonização, articulando os portos das principais cidades. Trata-se de um elemento primordial para a formação do território brasileiro, pois permitiu sua precoce unificação e completa articulação inter-regional.

c) A cabotagem teve importante papel no longo processo de formação do território brasileiro, transportando pessoas, mercadorias e informações entre os principais portos desde o período colonial. No século XX, perdeu importância para o sistema de transporte rodoviário.

d) A cabotagem foi implantada no Brasil no fnal do século XIX, fazendo uso de modernos navios a vapor para articular o comércio interprovincial. Atualmente, concorre com os sistemas ferroviário e rodoviário para transportar cargas, particularmente aquelas conteinerizadas.

 

 

4) A Logística do Transporte no Brasil: (FGV-SP) A foto a seguir apresenta uma cena do cotidiano paulistano.

Em 2009, o recorde de índice de congestionamento em São Paulo — 294 km de lentidão — foi quebrado duas vezes no mesmo dia. Ao longo da última década, 118 km de vias congestionadas têm sido a média diária da cidade nos horários de pico. Os paulistanos perdem, nos deslocamentos pendulares, o equivalente a 27 dias por ano.

R. Rolnik e D. Klintowitz. Dossiê São Paulo, Hoje. In Estudos Avançados, São Paulo. Jan./Abr. 2011.

Para diminuir o tempo dos deslocamentos, a administração pública adotou as seguintes medidas, exceto:

a) a expansão do transporte sobre trilhos, com o objetivo de diminuir o número de viagens pendulares motorizadas.

b) o estímulo ao transporte não motorizado, graças à instalação de uma rede de ciclovias e de ruas exclusivas para pedestres.

c) a prioridade do transporte público coletivo no uso do espaço viário urbano, graças à instalação de vias seletivas.

d) a adoção do pedágio urbano, com o objetivo de restringir o acesso dos veículos individuais à área central da cidade.

e) a utilização de sistemas semafóricos com controle em tempo real, para diminuir a perda de tempo em espera e lentidões.

 

 

5) A Logística do Transporte no Brasil: (Enem)

O gráfco divulgado pela Associação por Vias Seguras traça objetivamente, a partir de dados do Ministério da Saúde, um histórico do número de vítimas fatais em decorrência de acidentes de trânsito no Brasil ao longo de catorze anos. As informações nele dispostas demonstram que o número de vítimas fatais.

a) aumentou de forma progressiva ao longo do período.

b) teve sua maior redução no fnal da década de noventa.

c) estabilizou-se nos cinco primeiros anos do século XXI.

d) sofreu mais redução que aumento ao longo do período.

e) estabilizou-se na passagem do século XX ao século XXI.

 

A Industrialização Brasileira Simulado com Gabarito.

 

6) A Logística do Transporte no Brasil: (UEA-AM) Transporte hidroviário é o tipo de transporte aquaviário realizado nas hidrovias (são percursos pré-determinados para o tráfego sobre águas) para transporte de pessoas e mercadorias. As hidrovias de interior podem ser rios, lagos e lagoas navegáveis que receberam algum tipo de melhoria/sinalização/balizamento para que um determinado tipo de embarcação possa trafegar com segurança por esta via.

(www.transportes.gov.br)

Dentre as características do transporte hidroviário brasileiro de mercadorias estão:

a) alto custo de construção e manutenção, agilidade com melhor custo benefício para pequenas distâncias e possibilidades de trajeto diversificadas.

b) rapidez para percorrer grandes distâncias, capacidade de transporte limitada e, para cargas leves, elevado custo de operação e com baixos índices de acidente.

c) grande capacidade de carga, facilidade para percorrer longas distâncias, dificuldade para superar superfícies acidentadas e alto custo para construção e manutenção.

d) restrição ao transporte de produtos em estado líquido ou gasoso, baixo custo para transporte em médias e longas distâncias, necessidade de estações de bombeamento e baixo risco de poluição.

e) grande capacidade de carga, baixo custo de transporte e de manutenção, baixa flexibilidade, transporte lento e influenciado pelas condições climáticas.

 

 

7) (ESPM-SP) Sobre o processo industrial brasileiro, está correto afirmar:

a) A primeira grande indústria de base nacional, instalada no município de Volta Redonda, coincide com a primeira fase da substituição de importação iniciada na Primeira Guerra Mundial.

b) O rodoviarismo que se instaurou no Brasil está ligado à ação das montadoras automobilísticas que se expandiram no Brasil, sobretudo a partir do Plano de Metas.

c) A era Vargas incentivou a presença do capital estrangeiro junto ao parque industrial nacional contra a perspectiva estatista vigente até os anos 1930.

d) A fixação do capital industrial no estado de São Paulo está ligada à chegada ao poder dos paulistas nos anos 1930 que concentraram os investimentos no estado.

e) Os anos 1990 caracterizam-se pela polarização das indústrias no sudeste, ratificando um processo iniciado desde anos remotos da indústria brasileira.

 

 

8) A Logística do Transporte no Brasil: (Fuvest) Embora, em extensão, as redes hidroviária e ferroviária do Brasil se assemelhem (cerca de 30 mil quilômetros cada uma), seus desempenhos na repartição das cargas transportadas pelo país, ao contrário, têm apresentado maior discrepância, com as ferrovias obtendo 25% do total de toneladas transportadas, e as hidrovias, 17% (dados do Ministério dos Transportes para 2005). A melhor explicação para isso é que a:

a) eficiência do transporte ferroviário é maior, pela escala, o que garante ao produtos um preço menor por toneladas transportada.

b) rede hidroviária é exclusiva da região Amazônica, afastada dos grandes centros, ao passado que a rede ferroviária é mais densa no Sudeste, onde o volume de cargas transportadas é bem superior.

c) Hidrovia ainda não se expandiu no Brasil, por não haver conexão, por canais ou eclusas, entre as bacias Amazônica e Platina, a despeito de implicar a melhor relação custo/ benefício.

d) maior parte do transporte ferroviário se deve, basicamente, a um único produto; o minério de ferro extraído da Serra dos Carajás, no Pará, e do Quadrilátero Ferrífero do centro de Minas Gerais.

e) privatização do setor ferroviário produziu resultados mais eficientes, em termos de gestão, do que o setor hidroviário, o qual permaneceu estatal e, emperrado por entraves burocráticos, tem atraído poucos clientes.

 

 

9) (FMJ-SP) Com relação ao sistema de transporte adotado no Brasil, é correto afirmar que:

a) o sistema rodoviário desenvolveu-se paralelamente ao ferroviário e marítimo-fluvial, formando uma conectada rede de integração nacional.

b) no Estado de São Paulo, o transporte fluvial é inexistente em virtude das limitações geográficas que impedem a circulação de embarcações.

c) o sistema rodoviário tem como principal vantagem, em relação a outros sistemas, o baixo custo, o que explica o fato de ser responsável por mais da metade da carga que circula no território.

d) o sistema ferroviário é moderno e possui uma extensa rede que interliga o país de norte a sul.

e) o transporte rodoviário se desenvolveu a partir de interesses vinculados aos projetos de integração nacional, à criação da Petrobrás e à expansão da indústria automobilística.

 

 

10) A Logística do Transporte no Brasil: O trânsito das grandes cidades tem se constituído como um dos principais desafos ao planejamento urbano contemporâneo. Para tentar enfrentar esse desafio, o governo brasileiro publicou a Lei n° 12587 de 3 de janeiro de 2012 que institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana. No artigo 2 da referida Lei, é apresentado o seu objetivo principal:

“A Política Nacional de Mobilidade Urbana tem por objetivo contribuir para o acesso universal à cidade, o fomento e a concretização das condições que contribuem para a efetivação dos princípios, objetivos e diretrizes da política de desenvolvimento urbano, por meio do planejamento e da gestão democrática do Sistema Nacional de Mobilidade Urbana”.

O prefeito de uma cidade do interior do Paraná, com cerca de 50 mil habitantes, apresentou algumas medidas com o intuito de diminuir o problema do trânsito:

I. Ampliar a construção de ciclovias.

II. Facilitar o acesso ao transporte individual, principalmente de carros e motos.

III. Criar instrumentos legais que permitam a população habitar áreas mais próximas do centro da cidade, diminuindo o seu deslocamento entre o local de trabalho e de moradia.

IV. Investir em transportes urbanos de massa, principalmente metrô.

 

Assinale a alternativa correta, que contém as medidas que podem ajudar a diminuir o problema do trânsito na cidade referida.

a) apenas as afirmações I e II estão corretas.

b) apenas as afirmações I e III estão corretas.

c) apenas as afirmações II e III estão corretas.

d) apenas as afirmações III e IV estão corretas.

e) apenas as afirmações I, III e IV estão corretas.

 

🔵 >>> Confira todos os nossos simulados com exercícios sobre a Geografia do Brasil.

 

Gabarito com as respostas das atividades de Geografia sobre A Logística do Transporte no Brasil:

1) c; 2) c; 3) c; 4) d; 5) b; 6) e; 7) b; 8) d; 9) e; 10) b

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.