Os Problemas Sociais e Ambientais Urbanos Questões

01. Problemas Sociais e Ambientais Urbanos: (UFMG) Com relação ao lixo produzido pelas aglomerações urbano-industriais do mundo, é INCORRETO afirmar que:
A) a parcela da população urbana pertencente à classe economicamente favorecida, que tem melhores condições de acesso a bens e serviços, produz maior quantidade de lixo
per capita.
B) a reciclagem já é uma realidade em muitos países industrializados, na busca de solução para o destino final do lixo urbano, e constitui um processo que, comumente, reaproveita papel, plástico, metal e vidro.
C) o lixo, de procedência doméstica, hospitalar e industrial, é acumulado a céu aberto em depósitos, chamados lixões, e em aterros sanitários ou, ainda, é incinerado ou reciclado.
D) os hábitos modernos de consumo e o aumento do nível de escolaridade têm provocado a redução do volume de lixo produzido nas sociedades urbano-industriais.

 


02. (UFMG–2007) Analise estes fluxogramas, em que está representado o ciclo hidrológico de uma mesma bacia hidrográfica, antes (I) e depois (II) de sua urbanização:

DREW, D. Processos interativos Homem: Meio ambiente. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998. p. 91–95. (Adaptação).

A partir dessa análise e considerando-se outros conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO afirmar que, depois da urbanização dessa bacia hidrográfica, ocorreu:

A) alteração do volume de água armazenada em subsuperfície, o que pode dificultar sua obtenção a partir de poços.
B) aumento considerável da vazão de córregos e rios durante o período das chuvas, o que pode contribuir para maior frequência e volume de inundações.
C) diminuição no nível das águas dos córregos e dos rios durante os períodos de menor pluviosidade, o que pode comprometer tradicionais formas de uso da água.
D) redução generalizada na velocidade de circulação da água em superfície, o que pode aumentar, em termos relativos, o volume de água disponível ao homem.

 


03. Problemas Sociais e Ambientais Urbanos: (UNESP–2009 – MODIFICADA) A barragem de Pirapora do Bom Jesus localiza-se no Rio Tietê, a 50 km da capital paulista e a menos de 300 metros da cidade do mesmo nome.

Assinale a alternativa que explica o maior volume de espuma provocado pela queda-d’água da barragem no período de junho a agosto, e a origem da grande quantidade de lixo que o rio transporta:
A) Verão; época mais chuvosa; resíduos da agricultura do município.
B) Inverno; estação mais seca; lixo da capital paulista.
C) Outono; estação um pouco mais fria; lixo das áreas urbanas e rurais periféricas.
D) Primavera; predomínio de altas temperaturas; apenas lixo industrial da própria cidade.
E) Ano todo; chuvas anuais bem distribuídas; lixo do aterro sanitário das cidades da região.

 

 

04. Problemas Sociais e Ambientais Urbanos: (UFPR–2011) A urbanização é um processo que apresentou considerável intensificação com o advento da revolução industrial. Desde então, as cidades passaram
a concentrar cada vez mais pessoas, atividades e mercadorias, produzindo importantes alterações na natureza local. O clima urbano atesta um aspecto dessas alterações, fato evidenciado de maneira clara na poluição do ar das grandes cidades. Quanto à poluição do ar nas grandes cidades, é
INCORRETO afirmar:
A) A poluição atmosférica urbana pode ser tanto de origem natural quanto decorrente das atividades humanas.
B) A ocorrência de chuvas ácidas nas cidades está relacionada, principalmente, à concentração de poluentes na atmosfera local.
C) A poluição atmosférica é composta por gases e material particulado e, quando intensa e associada a nevoeiro, dá origem ao
smog.
D) Na estação de inverno, quando o ar torna-se mais pesado devido às baixas temperaturas, a atmosfera tende a concentrar poluentes.
E) A concentração e dispersão de poluentes na atmosfera, ao longo do ano, se mantém constante, pois os gases e os materiais particulados são imunes às condições térmicas do ar.

 


05. Problemas Sociais e Ambientais Urbanos: (UEPB–2010) O que fazer com as toneladas de lixo que a população das cidades coloca diariamente na porta de suas casas? Encontrar a resposta a essa pergunta seria solução para um dos maiores problemas urbanos da atualidade, tendo em vista que:

I. o lixo urbano é responsável por vários impactos ambientais. Seus resíduos poluem o ar, o solo, as águas e transmitem doenças;
II. o CO2 resultante do lixo incinerado não contribui para aumentar o aquecimento global;
III. o problema do lixo aumenta à medida que muda seu perfil. As fraldas de tecido foram substituídas por fraldas descartáveis, a sopinha feita em casa e o leite armazenado em garrafas reutilizáveis foram substituídos por sopa em potinhos de vidro e leite em caixas tetra pak. Todos esses descartáveis são jogados em lixões a céu aberto;
IV. o lixo é um indicador curioso do desenvolvimento de uma região. Quanto mais pujante for a economia, mais lixo é produzido e mais pessoas estão no circuito do consumo.
Estão CORRETAS
A) apenas as proposições I e II.
B) apenas as proposições I, III e IV.
C) apenas as proposições II e III.
D) apenas as proposições I e IV.
E) todas as proposições.

 

Fenômenos e Mudanças Climáticas Exercícios.

 

06. Problemas Sociais e Ambientais Urbanos: (UEG–2010) Estudo da ONU revela que, desde a década de 1970, os homicídios em São Paulo quadruplicaram […].
A violência e a criminalidade urbanas aumentam em todo o planeta, incitando ao medo generalizado e afastando os investimentos em muitas cidades”, disse o secretário geral da ONU, Ban Ki-Moon, na introdução do estudo. Cerca de 60% dos moradores das cidades nos países em desenvolvimento foram afetados pela criminalidade, e mais da metade deles, em países ricos e pobres, se preocupa com a criminalidade o tempo todo ou com muita frequência.
Disponível em: <http://www.abin.gov.br/modules/articles/ article.php?id=1119>. Acesso em: 7 mar. 2009. (Adaptação).
Os moradores dos bairros pobres, considerados como “produtores” da violência humana, segundo a crença que a miséria tornaria o homem violento, são, em realidade, suas maiores vítimas.
PEDRAZZINI, Yves. A violência das cidades. Petrópolis: Vozes, 2006. p. 19.

A violência urbana não é um fenômeno isolado: a urbanização caótica, a densificação ou a privatização dos espaços públicos, a segregação social e racial levam a considerar as atividades informais e ilegais, violentas ou não, como indicadores de uma transformação mundial da civilização urbana. A informalização da urbanização é uma resposta das populações carentes à globalização e às políticas de segurança, na medida de seus meios.
PEDRAZZINI, Yves. A violência das cidades. Petrópolis: Vozes, 2006. p. 23.

Com base na leitura dos dados apresentados anteriormente e dos trechos citados da obra do sociólogo Yves Pedrazzini, e considerando a contribuição da Geografia e da Sociologia para o estudo da violência, é CORRETO afirmar que o aumento da violência urbana está relacionado com
A) a globalização e todas as suas consequências sociais, tais como informalização da urbanização, privatização dos espaços públicos, segregação racial e social, aumento da pobreza.
B) a natureza humana, já que o “homem é o lobo do homem”, ou seja, é egoísta por natureza e por isso a violência não tem relação com a pobreza ou com as mudanças sociais e espaciais.
C) apobreza,jáqueosmoradoresdosbairrospobressão,naturalmente,produtoresdeviolência,tendoemvistaqueamiséria cria o “homem violento”, o que significa que o aumento da pobreza produz automaticamente o aumento da violência e da criminalidade.
D) o Estado, que realiza um processo de informalização da urbanização, agindo de forma caótica, informal e ilegal.

 

 

07. Problemas Sociais e Ambientais Urbanos: (UNESP–2008) Observe a figura, que representa algumas das prioridades da gestão integrada dos resíduos sólidos.
Etapas do gerenciamento de resíduos sólidos urbanos

Leia atentamente os itens.
I. Estimular a reutilização dos bens produzidos através da reciclagem e da compostagem.
II. Reciclar e incinerar os resíduos devem ser responsabilidade do consumidor que o gerou.
III. Incinerar os resíduos que não foram aproveitados na reciclagem e na compostagem, com o aproveitamento de energia.
IV. Depositar em aterros e em lixões apenas os resíduos não aproveitados na reciclagem e na compostagem, além das cinzas da incineração.
V. Reaproveitar todos os resíduos gerados, não depositando nenhum rejeito em lugar algum.
Com base na figura, os itens que descrevem as prioridades da gestão dos resíduos sólidos são, somente:
A) I e II. D) I, III e IV.
B) I e III. E) II, III e V.
C) I, II e IV.

 

08. Problemas Sociais e Ambientais Urbanos: (UEL-PR–2008) Leia o texto seguinte:
A poluição atmosférica caracteriza-se basicamente pela presença de gases tóxicos e partículas sólidas no ar. […] As principais causas desse fenômeno são a eliminação de resíduos por certos tipos de indústrias (siderúrgicas, petroquímicas, de cimento, etc.) e a queima de carvão e petróleo em usinas, automóveis e sistemas de aquecimento. […] O ar poluído penetra nos pulmões, ocasionando o aparecimento de várias doenças, em especial do sistema respiratório, como a  bronquite crônica, a asma e até o câncer pulmonar.
VESENTINI, J. W. Sociedade & espaço: Geografia Geral e do Brasil. 31 ed., 2. Reimpressão. São Paulo: Ática, 2001. p. 303 e 308.


O agravo dessas doenças ocorre quando:
A) na primavera e no verão, a temperatura próxima ao solo aumenta e o ar se aquece. Na camada ionosférica, o ar fica mais quente, favorecendo a formação de correntes convectivas de ar. Esse fenômeno é conhecido como inversão térmica.
B) os encontros entre as massas marítimas e as massas continentais dão origem às frentes de baixa pressão. Esse fenômeno é conhecido como ilhas de calor.
C) a concentração de poluentes secundários na estratosfera, como os ácidos sulfúrico e nítrico, solúveis em água, a torna mais ácida, provocando impactos ambientais. Esse fenômeno é conhecido como inversão térmica.
D) a concentração de poluentes atmosféricos – como dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e clorofluorcarbonetos – contribui para uma mudança de baixa densidade para alta densidade do ar na estratosfera. Esse fenômeno é conhecido como ilhas de calor.
E) as estações de outono e de inverno favorecem a ocorrência de inversão térmica, que se caracteriza pela diminuição da temperatura do ar próxima ao solo e pelo seu aquecimento nas camadas superiores, impedindo a formação de correntes convectivas de ar.

 


09. Problemas Sociais e Ambientais Urbanos: (Enem–2006) Chuva ácida é o termo utilizado para designar precipitações com valores de pH inferiores a 5,6. As principais substâncias que contribuem para esse processo são os óxidos de nitrogênio e de enxofre provenientes da queima de combustíveis fósseis e, também, de fontes naturais. Os problemas causados pela chuva ácida ultrapassam fronteiras políticas regionais e nacionais. A amplitude geográfica dos efeitos da chuva ácida está relacionada principalmente com
A) a circulação atmosférica e a quantidade de fontes emissoras de óxidos de nitrogênio e de enxofre.
B) a quantidade de fontes emissoras de óxidos de nitrogênio e de enxofre e a rede hidrográfica.
C) atopografiadolocaldasfontesemissorasdeóxidosde nitrogênio e de enxofre e o nível dos lençóis freáticos.
D) a quantidade de fontes emissoras de óxidos de nitrogênio e de enxofre e o nível dos lençóis freáticos.
E) a rede hidrográfica e a circulação atmosférica.

 


10. Problemas Sociais e Ambientais Urbanos: (UFPel-RS–2006) A relação homem / sociedade / natureza precisa ser entendida em um mesmo contexto. Não é possível pensar isoladamente a problemática social sem levar em conta o comprometimento ambiental. A relação que se estabelece entre o equilíbrio econômico-social da população e o do ecossistema é recíproca. Desse modo, a produção da moradia, nas cidades, evidencia um delicado relacionamento na construção do ambiente urbano no qual a transformação das características naturais do  lugar precisa ser resolvida de forma coerente, para nãorepresentar uma degradação ambiental. Com base no texto e em seus conhecimentos, é CORRETO afirmar que:
A) a rápida industrialização pós-Segunda Guerra Mundial, o crescimento populacional acelerado e o êxodo rural são fatores que contribuíram para piorar a crítica situação ambiental das cidades brasileiras.
B) as favelas não constituem um problema ambiental importante e representam uma solução para a camada social carente que, desse modo, não paga aluguel e pode morar próximo ao local de trabalho.
C) o tratamento de esgoto no Brasil é muito deficitário, ainda que a rede coletora tenha crescido ultimamente, possibilitando que grande parte do esgoto produzido seja despejado nos solos e nos rios em sua forma natural, minimizando o problema ambiental.
D) o destino da maior parte do lixo produzido nas cidades são os chamados “lixões”, depósitos a céu aberto que, apesar de constituírem problemas ambientais,  evitam a contaminação das águas subterrâneas.
E) a contaminação das águas nas cidades é particularmente mais grave que no campo, e consiste, basicamente, nos efeitos da emissão de gases (dióxido de carbono, dióxido de enxofre, metano, etc.) e material particulado (poeira, fuligem, etc.).

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas das atividades de Geografia sobre Problemas Sociais e Ambientais Urbanos:

01. D;

02. D;

03. B;

04. E;

05. B;

06. A;

07. D;

08. E; 

09. A;

10. A;

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário