A Era Vargas Questões com Gabarito para Enem

01. Fuvest-SP. A Era Vargas:
a) O que foi a Aliança Liberal, formada no decorrer do processo sucessório de Washington Luís?
b) Qual a relação de Getúlio Vargas com a Aliança Liberal?
c) Qual o desfecho desse processo sucessório?


02. Mackenzie-SP. Getúlio Vargas que estais no Rio Grande do Sul, glorificada seja a vossa luta. Venha a nós a vossa força, seja vitoriosa a vossa causa assim no sul como no norte. Perdoai as nossas covardias, assim como nós perdoamos aos legalistas. Não nos deixai cair em poder de Washington Luís e livrai-nos de Júlio Prestes. Amém.
O Padre Nosso dos Revolucionários

A causa revolucionária em 1930 estava vinculada:
a) ao fato dos aliancistas não aceitarem a derrota nas urnas e defenderem abertamente a revolução, liderados por Antônio Carlos.
b) à prisão de João Pessoa por agentes do governo federal.
c) à vitória aliancista nas eleições, gerando a retalia­ção da oligarquia cafeeira paulista.
d) ao rompimento do pacto entre oligarquia cafeeira e militares tenentistas.
e) à eleição do candidato oficial Júlio Prestes, acusa­do de fraude, e às perseguições políticas lideradas por Washington Luís contra os aliancistas.


03. PUC-PR. A Era Vargas:
Assim, enquanto Prestes aderia ao comunismo – mostrando, ao mesmo tempo, que a vitória de Getúlio Vargas significaria a mera substituição de uns grupos oligárquicos por outros no poder, (…) os “tenentes se deixavam envolver pela campanha da Aliança Liberal…”
Prestes, Anita Leocádia. Uma epopéia brasileira – A Coluna Prestes. Editora Moderna, 1995, p. 103.

Interpretando o texto e com ajuda de seus conhecimen­tos históricos, assinale a única alternativa correta:
a) Luiz Carlos Prestes, principal líder da “Coluna Prestes”, pretendia derrubar o governo opressivo de Epitácio Pessoa.
b) a Aliança Liberal defendia a candidatura de Júlio Prestes, que governava São Paulo.
c) os tenentes, expressão do movimento político do “tenentismo”, representavam a ideologia socialista e revolucionária.
d) os grupos oligárquicos substituídos representavam principalmente a cafeicultura.
e) A “Coluna Prestes” nunca foi completamente der­rotada pelos legalistas, porque fazia a “guerra de posições”, enquanto aqueles faziam a “guerra de movimento”.


04. Mackenzie-SP. É um homem calmo numa terra de esquentados. Um disciplinador numa terra de indisciplinados. Um pru­dente numa terra de imprudentes. Um sóbrio numa terra de esbanjadores. Um silencioso numa terras de papa gaios.
Érico Veríssimo

A descrição refere-se ao líder da Revolução de 1930, Getúlio Vargas, que chegou ao poder através:
a) da vitória nas urnas sobre o candidato oficial Júlio Prestes.
b) do movimento armado que se seguiu à derrota da Aliança Liberal nas eleições, agravada pelo assas­sinato de João Pessoa.
c) da coluna Prestes e do apoio incondicional à lide­rança tenentista.
d) da formação de um grupo homogêneo, composto de novas lideranças políticas e sem vínculos com as velhas oligarquias.
e) da definição de uma política voltada exclusivamente para o setor agrário, atingido pela crise do café.


05. A Era Vargas: Na década de 30, para combater o governo estabeleci­do por Getúlio Vargas, os paulistas pegaram em armas. Cartazes com propaganda pediam a colaboração da população no esforço de guerra. A Revolução de 1932 ocorre na seguinte con­juntura política nacional:

a) aprovação do novo Código Eleitoral sem o voto secreto.
b) perda da hegemonia política pela oligarquia pau­lista em nível federal.
c) intervenção do poder federal no governo de São Paulo por meio da política dos governadores.
d) aliança entre o Partido Popular Progressista e produtores rurais intermediada por militares tenentistas.


06. Mackenzie-SP. A Era Vargas: A Revolução de 1930 apoiada por grupos heterogêne­os, sem grandes rupturas, promoveu sob a liderança de Getúlio Vargas um novo encaminhamento para o Estado brasileiro.
Identifique estes traços nas alternativas a seguir.

a) O Estado getulista incentivou o capitalismo nacional, promovendo a aliança entre setores da classe trabalhadora urbana e a burguesia nacional.
b) Para Vargas, a questão social permanecia um caso de polícia e o modelo econômico passou a ser apoiado pelo capital estrangeiro.
c) As decisões econômico-financeiras foram descentralizadas, tendo o presidente reduzidos poderes.
d) O poder dos estados foi fortalecido em relação à união.
e) Preservaram-se as relações clientelistas, manten­do-se a oligarquia cafeeira no poder como antes de 1930.


07. UEPE. Sobre a Revolução de 1930 e o Governo Provisório (1930 a 1934), analise as proposições a seguir.

( ) O Governo Provisório teve em Brasília sua sede provisória, passando depois para São Paulo a capital do Brasil.
( ) Getúlio Vargas foi quem assumiu o poder do Governo Provisório em 1930.
( ) Duas forças políticas apoiaram a Revolução de 1930: os constitucionalistas e os tenentistas.
( ) Os constitucionalistas defendiam a democracia do país, através de eleições livres, governo constitucional e plena liberdade civil.
( ) Uma das primeiras medidas do governo Vargas de 1930 foi substituir a Constituição de 1891 pelo decreto nº 19.398, que dissolveu o legislativo nas instâncias federal, estadual e municipal.


08. UFRN. A Era Vargas: A atuação do Estado no Brasil difere nos governos de Getúlio Vargas e Fernando Henrique Cardoso (FHC), uma vez que:

a) para Vargas, ao Estado cabia explorar as riquezas nacionais, base para a construção de uma nação forte; para FHC, ao Estado cabe estimular os investimentos privados, que inserem o país na economia internacional.
b) para Vargas, o Estado tinha a função de organizar os trabalhadores em sindicatos internacionais; para FHC, o Estado situa-se acima das classes sociais, estando assim impossibilitado de intervir nas questões trabalhistas.

c) Vargas concebia um Estado capaz de promover a aliança entre a burguesia nacional e a burguesia in­ternacional; FHC concebe um Estado independente em relação aos diferentes grupos econômicos.
d) Vargas estimulou a criação de empresas privadas com capital nacional em substituição às empresas públicas; FHC defende a privatização das empre­sas estatais como meio de manter a estabilidade da economia.


09. UEL-PR. Em outubro de 1930, iniciou-se um largo período – podemos dizer um quarto de século – em que Getúlio Vargas foi a figura predominante no cenário político nacional; isso parece propiciar uma certa idéia de continuidade para uma história política vista a partir das grandes figuras, como a que predominou muito tempo na historiografia e permanece até hoje no senso comum.
BORGES, V. P. Anos trinta e política: história e historiografia. in: FREITAS, M. C. (org.) Historiografia brasileira em perspectiva. São Paulo: Contexto, 1998. p.159.

Sobre os anos 30 e a figura de Getúlio Vargas, consi­dere as seguintes afirmativas:
I . A década de 1930 iniciou-se com uma ruptura jurídico-política, consagrada como “Revolução de 30”, que remete ao importante tema dos dilemas da democracia no Brasil.
II. A partir dos acontecimentos de 30, passou a vigorar um acordo entre as elites políticas de Minas Gerais e São Paulo, que se revezaram na presidência da República.
III. Por muito tempo, memorialistas e historiadores conceberam Getúlio Vargas como o responsável pela concessão dos direitos trabalhistas no Brasil.
IV. Como alternativa à tradicional conciliação dos detentores do poder, surgiu a Liga de Ação Re­volucionária, que teve seu projeto nacionalista e democrático derrotado pelos eventos de outubro de 1930.

Assinale a alternativa correta.
a) Apenas as afirmativas I, III e IV são verdadeiras.
b) Apenas as afirmativas I, II e III são verdadeiras.
c) Apenas as afirmativas II, III e IV são verdadeiras.
d) Apenas as afirmativas I e III são verdadeiras.
e) Apenas as afirmativas II e IV são verdadeiras.


10. UFV-MG. A Era Vargas: A Revolução de 30 foi um marco na história brasileira. Com a ascensão de Getúlio Vargas ao poder inicia-­se um novo perfil de desenvolvimento para o país, chegando ao fim a república dos coronéis, que teve na agricultura e no poder econômico e político, vinculado à propriedade da terra, o seu centro de referência.

Faça um delineamento desse novo padrão de de­senvolvimento econômico iniciado no Brasil a partir de 1930.


🔵 >>> Confira a nossa lista completa de exercícios sobre a História do Brasil.


Gabarito com as respostas das questões sobre A Era Vargas:

01. a) Foi uma aliança política de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraíba e parte de São Paulo (integrantes do PD – Partido Democrático) em uma frente contra as oligarquias paulistas do PRP (Partido Republicano Paulista).

b) Getúlio Vargas foi o candidato à Presidência da República pela Aliança Liberal, tendo como vice João Pessoa, da Paraíba.
c) Vargas e João Pessoa foram derrotados e desencadeou-se a Revolução de 1930.

 

02. E;

03. D;

04. B;

05. B;

06. A;

07. F, V, V, V, V;

08. A;

09. A;

10. A Era Vargas foi marcada pelo estímulo à industrialização e modernização do país, procurando diminuir a dependência econômica em relação ao capital estrangeiro.
Estimulou-se a indústria de base sob o gerenciamento do Estado, uma vez que a burguesia incipiente era incapaz de promover grandes investimentos, principalmente no setor da indústria pesada.

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário