Revoltas Brasileiras Questões Respondidas

01. UFPE. Revoltas Brasileiras: O termo “nativismo” é utilizado pelos historiadores para designar “revoltas ou movimentos de resistência contra a dominação portuguesa”. Foram movimentos nativistas ocorridos no Brasil:

a) Mascates, Emboabas, Revolta de Beckman.
b) Guerra dos Bárbaros, Mascates.
c) Revolução de 1817, Confederação do Equador.
d) Revolução Praieira, Canudos, Quilombo dos Pal­mares.
e) Confederação dos Tamoios, Guerra dos Bárbaros.


02. Unama-PA. A Guerra dos Mascates (Pernambuco, 1710-12) exprime:

a) um movimento coordenado em busca da indepen­dência.
b) um sentimento de animosidade contra os holan­deses invasores.
c) a insatisfação com a política do marquês de Pombal.
d) o interesse da burguesia agrária em alcançar os cargos dos Conselhos Municipais.
e) o declínio das lavouras canavieiras.


03. FCC-SP. Revoltas Brasileiras: O antecedente imediato mais importante da Revolta de Vila Rica, movimento ocorrido em 1720, foi:

a) a modificação do sistema tributário sobre o ouro.
b) a abolição do monopólio do gado.
c) a implantação de medidas de tributação sobre o fumo.
d) o aumento do contingente militar, reforçado por dragões da cavalaria portuguesa.
e) a nomeação do conde de Assumar para governar a região das Minas.


04. UFPA. A chamada Revolta de Beckman, no Maranhão (1684), ilustra uma realidade produzida pelas peculiaridades do sistema colonial no Brasil. Sustenta-se, nesse sentido, que:

a) o movimento revelou os sérios problemas de mão-de-obra enfrentados pelo Maranhão, à época, limitando as próprias possibilidades econômicas da capitania.
b) tratou-se de um movimento nascido no interior da crise da política pombalina para o Brasil, traduzi-da, no caso, pelo fechamento da Companhia de Comércio do Grão-Pará e Maranhão.
c) a revolta revelou o descontentamento das elites locais diante da proibição, estabelecida pelo governo de D. João IV, para o funcionamento das manufaturas no Maranhão.
d) o movimento buscou, contrariando os interesses de Portugal, o concurso de capitais holandeses para a agricultura maranhense, recursos esses não proporcionados por Lisboa.
e) o contexto da revolta foi o da marginalização eco­nômica do Maranhão, produzida pela decadência da sua mineração, o que afastou Portugal da capitania.


05. UFRN. Revoltas Brasileiras: A Guerra dos Emboabas, a dos Mascates e a Revolta de Vila Rica, verificadas nas primeiras décadas do século XVIII, podem ser caracterizadas como:

a) movimentos isolados em defesa de idéias liberais, nas diversas capitanias, com a intenção de se criarem governos republicanos.
b) movimentos de defesa das terras brasileiras, que resultaram num sentimento nacionalista, visando à independência política.
c) manifestações de rebeldia localizadas, que contestavam aspectos da política econômica de dominação do governo português.
d) manifestações de rebeldia das camadas populares das regiões envolvidas, contra as elites locais, negando a autoridade do governo.


06. FAAP-SP. A Revolta dos Irmãos Beckman, a Guerra dos Mascates, a Guerra dos Emboabas e a Revolta de Filipe dos Santos são movimentos denominados nativistas. Cite duas características básicas desses movimentos.


07. Fuvest-SP. Revoltas Brasileiras: A chamada Guerra dos Mascates, ocorrida em Per­nambuco em 1710, deveu-se:

a) ao surgimento de um sentimento nativista brasi­leiro, em oposição aos colonizadores portugue­ses.
b) ao orgulho ferido dos habitantes da vila de Olinda, menosprezados pelos portugueses.
c) ao choque entre comerciantes portugueses do Recife e a aristocracia rural de Olinda pelo controle da mão-de-obra escrava.
d) ao choque entre comerciantes portugueses do Re­cife e a aristocracia rural de Olinda, cujas relações comerciais eram, respectivamente, de credores e devedores.
e) a uma disputa interna entre grupos de comercian­tes, que eram chamados depreciativamente de mascates.


08. Revoltas Brasileiras: A Revolta de Vila Rica, ou Revolta de Filipe dos Santos, envolveu mineradores e a Intendência das Minas, ór­gão que representava os interesses de Portugal. Qual foi a causa principal que levou a essa revolta?


09. Vunesp. Revoltas Brasileiras: A Guerra dos Mascates, no princípio do século XVIII, analisada segundo uma perspectiva econômica, pode ser interpretada como um:

a) episódio na luta para a consolidação dos holande­ses no domínio da exploração dos engenhos.
b) conflito entre colonos produtores de açúcar e comerciantes reinóis favorecidos pelo monopólio comercial.
c) esforço realizado pelos brasileiros com vistas à penetração das terras situadas no Norte.
d) momento de disputa entre portugueses e brasileiros para o domínio do comércio das drogas do sertão.
e) choque ocorrido entre duas frentes expansionistas em conflito no interior do Nordeste: a dos bandei­rantes e a dos baianos.


10. Explique o que foi a Guerra dos Emboabas.


🔵 >>> Confira a nossa lista completa de exercícios sobre a História do Brasil.


Gabarito com as respostas das questões sobre as revoltas Brasileiras:

01. A;

02. E;

03. A;

04. A;

05. C;

06. Tiveram caráter regional e interesses econômicos.

07. D;

08. A implantação das casas de fundição.

09. B;

10. Conflito entre paulistas e os chamados “emboabas”, ou seja, todos aqueles que não eram da capitania de São Vicente e que vieram para a região das Minas Gerais a fim de extrair ouro. Os paulistas alegavam o direito de exclusividade sobre a extração aurífera, uma vez que tinham sido eles os descobridores desse metal precioso no interior da colônia. Contudo, prevaleceram os interesses
da Coroa portuguesa, para quem a extração deveria ser feita pelo maior número de pessoas possível, para maior arrecadação de impostos

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário