Micróbios – Micro-organismos Exercícios – 02

10 (ENEM-MEC). Micróbios:

O milho-verde recém-colhido tem um sabor adocicado. Já o milho-verde comprado na feira, um ou dois dias depois de colhido, não é mais tão doce, pois cerca de 50% dos carboidratos responsáveis pelo sabor adocicado são convertidos em amido nas primeiras 24 horas.

Para preservar o sabor do milho-verde, pode-se usar o seguinte procedimento em três etapas:

1. descascar e mergulhar as espigas em água fervente por alguns minutos;

2. resfriá-las em água corrente;

3. conservá-las na geladeira.

 

A preservação do sabor original do milho-verde pelo procedimento descrito pode ser explicada pelo seguinte argumento:

(A) O choque térmico converte as proteínas do milho em amido até a saturação; este ocupa o lugar do amido que seria formado espontaneamente.

(B) A água fervente e o resfriamento impermeabilizam a casca dos grãos de milho, impedindo a difusão de oxigênio e a oxidação da glicose.

(C) As enzimas responsáveis pela conversão desses carboidratos em amido são desnaturadas pelo tratamento com água quente.

(D) Microrganismos que convertem esses carboidratos em amido, ao retirarem nutrientes dos grãos, são destruídos pelo aquecimento.

(E) O aquecimento desidrata os grãos de milho, alterando o meio de dissolução onde ocorreria espontaneamente a transformação desses carboidratos em amido.

 

 

11. (ENEM-MEC). Micróbios:

A água é um dos componentes mais importantes das células. A tabela abaixo mostra como a quantidade de água varia em seres humanos, dependendo do tipo de célula. Em média, a água corresponde a 70% da composição química de um indivíduo normal.

Durante uma biópsia, foi isolada uma amostra de tecido para análise em um laboratório. Enquanto intacta, essa amostra pesava 200 mg. Após secagem em estufa, quando se retirou toda a água do tecido, a amostra passou a pesar 80 mg. Baseado na tabela, pode-se afirmar que essa é uma amostra de

(A) tecido nervoso – substância cinzenta.

(B) tecido nervoso – substância branca.

(C) hemácias.

(D) tecido conjuntivo.

(E) tecido adiposo.

 

 

12. (ENEM-MEC)

Define-se genoma como o conjunto de todo o material genético de uma espécie, que, na maioria dos casos, são as moléculas de DNA. Durante muito tempo, especulou–se sobre a possível relação entre o tamanho do genoma — medido pelo número de pares de bases (pb) —, o número de proteínas produzidas e a complexidade do organismo. As primeiras respostas começam a aparecer e já deixam claro que essa relação não existe, como mostra a tabela abaixo.

De acordo com as informações acima,

(A) o conjunto de genes de um organismo define o seu DNA.

(B) a produção de proteínas não está vinculada à molécula de DNA.

(C) o tamanho do genoma não é diretamente proporcional ao número de proteínas produzidas pelo organismo.

(D) quanto mais complexo o organismo, maior o tamanho de seu genoma.

(E) genomas com mais de um bilhão de pares de bases são encontrados apenas nos seres vertebrados.

 

 

13. (ENEM-MEC)

A figura seguinte representa um modelo de transmissão da informação genética nos sistemas biológicos. No fim do processo, que inclui a replicação, a transcrição e a tradução, há três formas proteicas

diferentes denominadas a, be c.

Depreende-se do modelo que

(A) a única molécula que participa da produção de proteínas é o DNA.

(B) o fluxo de informação genética, nos sistemas biológicos, é unidirecional.

(C) as fontes de informação ativas durante o processo de transcrição são as proteínas.

(D) é possível obter diferentes variantes proteicas a partir de um mesmo produto de transcrição.

(E) a molécula de DNA possui forma circular e as demais moléculas possuem forma de fita simples linearizadas.

 

Herança Genética e Sexo Exercícios Completos com Gabarito.

 

14. (ENEM-MEC). Micróbios:

Nos dias de hoje, podemos dizer que praticamente todos os seres humanos já ouviram em algum momento falar sobre o DNA e seu papel na hereditariedade da maioria dos organismos. Porém, foi apenas em 1952, um ano antes da descrição do modelo do DNA em dupla–hélice por Watson e Crick, que foi confirmado sem sombra de dúvidas que o DNA é material genético. No artigo em que Watson e Crick descreveram a molécula de DNA, eles sugeriram um modelo de como essa molécula deveria se replicar. Em 1958, Meselson e Stahl realizaram experimentos utilizando isótopos pesados de nitrogênio que foram incorporados às bases nitrogenadas para avaliar como se daria a replicação da molécula. A partir dos resultados, confirmaram o modelo sugerido por Watson e Crick, que tinha como premissa básica o rompimento das pontes de hidrogênio entre as bases nitrogenadas.

GRIFFITHS, A. J. F. et al. Introdução à Genética. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

 

Considerando a estrutura da molécula de DNA e a posição das pontes de hidrogênio na mesma, os experimentos realizados por Meselson e Stahl a respeito da replicação dessa molécula levaram à conclusão de que

(A) a replicação de DNA é conservativa, isto é, a fita dupla filha é recém-sintetizada e o filamento parental é conservado.

(B) a replicação de DNA é dispersiva, isto é, as fitas filhas contêm DNA recém-sintetizado e parental em cada uma das fitas.

(C) a replicação é semiconservativa, isto é, as fitas filhas consistem de uma fita parental e uma recém sintetizada.

(D) a replicação de DNA é conservativa, isto é, as fitas filhas consistem de moléculas de DNA parental.

(E) a replicação é semiconservativa, isto é, as fitas filhas consistem de uma fita-molde e uma fita codificadora.

 

 

15.(ENEM-MEC). Micróbios:

Em 1999, a geneticista Emma Whitelaw desenvolveu um experimento no qual ratas prenhes foram submetidas a uma dieta rica em vitamina B12, ácido fólico e soja. Os filhotes dessas ratas, apesar de possuírem o gene para obesidade, não expressaram essa doença na fase adulta. A autora concluiu que a alimentação da mãe, durante a gestação, silenciou o gene da obesidade. Dez anos depois, as geneticistas Eva Jablonka e Gal Raz listaram 100 casos comprovados de traços adquiridos e transmitidos entre gerações de organismos, sustentando, assim, a epigenética, que estuda as mudanças na atividade dos genes que não envolvem alterações na sequência do DNA.

A reabilitação do herege. Época, n.º 610, 2010 (adaptado).

 

Alguns cânceres esporádicos representam exemplos de alteração epigenética, pois são ocasionados por:

a) aneuploidia do cromossomo sexual X.

b) polipoidia dos cromossomos autossômicos.

c) mutação em genes autossômicos com expressão dominante.

d) substituição no gene da cadeia beta da hemoglobina.

e) inativação de genes por meio de modificações nas bases nitrogenadas.

 

 

16. (ENEM-MEC). Micróbios:

A identificação da estrutura do DNA foi fundamental para compreender seu papel na continuidade da vida. Na década de 1950, um estudo pioneiro determinou a proporção das bases nitrogenadas que compõem moléculas de DNA de várias espécies.

A comparação das proporções permitiu concluir que ocorre emparelhamento entre as bases nitrogenadas e que elas formam

(A) pares de mesmo tipo em todas as espécies, evidenciando a universalidade da estrutura do DNA.

(B) pares diferentes de acordo com a espécie considerada, o que garante a diversidade da vida.

(C) pares diferentes em diferentes células de uma espécie, como resultado da diferenciação celular.

(D) pares específicos apenas nos gametas, pois essas células são responsáveis pela perpetuação das espécies.

(E) pares específicos somente nas bactérias, pois esses organismos são formados por uma única célula.

 

 

17.(ENEM-MEC)

Um fabricante afirma que um produto disponível comercialmente possui DNA vegetal, elemento que proporcionaria melhor hidratação dos cabelos.

Sobre as características químicas dessa molécula essencial à vida, é correto afirmar que o DNA

(A) de qualquer espécie serviria, já que têm a mesma composição.

(B) de origem vegetal é diferente quimicamente dos demais, pois possui clorofila.

(C) das bactérias poderia causar mutações no couro cabeludo.

(D) dos animais encontra-se sempre enovelado e é de difícil absorção.

(E) de características básicas assegura sua eficiência hidratante.

 

 

Acompanhe também a primeira parte desta lista de exercícios.

 

Veja a nossa lista completa de exercícios simulados sobre Microbiologia.

 

Gabarito com as respostas dos exercícios sobre Micróbios:

12. C 15. E

10. C 13. D 16. A

11. D 14. C 17. A

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.