Simulado sobre Período Simples – Sujeito e Predicado

Período Simples – Sujeito e Predicado: (Milton Campos-MG–2010)
instrução: As questões de 01 a 09 referem-se ao texto seguinte.

Dificuldade de governar
Todos os dias os ministros dizem ao povo
como é difícil governar. Sem os ministros,
o trigo cresceria para baixo em vez de crescer para cima.
Nem um pedaço de carvão sairia das minas,
se o ministro não fosse tão inteligente.
Sem o Ministro da Saúde,
mais nenhuma mulher poderia ficar grávida.
Sem o Ministro da Guerra,
nunca mais haveria guerra. e atrever-se-ia a nascer o Sol
sem a autorização do Ditador?
Não é nada provável e, se o fosse,
ele nasceria por certo em outro lugar.
É também difícil, ao que nos é dito,
dirigir uma fábrica. Sem o patrão, as paredes cairiam
e as máquinas encher-se-iam de ferrugem.
Se algures fizessem um arado,
ele nunca chegaria ao campo
sem as palavras avisadas do industrial aos camponeses:
[quem
poderia falar-lhes da existência de arados?
e que seria da propriedade rural sem o proprietário
[rural?
Não há dúvida de que se semearia centeio onde já havia
[batatas.
Se governar fosse fácil,
não havia necessidade de ditadores esclarecidos.
Se o operário soubesse usar a sua máquina
e se o camponês soubesse distinguir
um campo de uma fôrma para tortas,
não haveria necessidade de patrões nem de proprietários.
É só porque todo mundo é tão estúpido
que há necessidade de alguns tão inteligentes.
Ou será que governar só é assim tão difícil porque a
[exploração e
a mentira
são coisas que custam a aprender?
BRECHT, Bertolt. Poemas. Adaptado.


01. A leitura do texto, em sua totalidade, leva à percepção de que o autor:

A) imprime à sua fala um tom de questionamento que instaura a polêmica sobre o assunto em questão.
B) permeia o seu raciocínio com apelos utópicos e idealistas, marcados pela hilaridade.
C) assume postura preconceituosa ao expor suas reflexões filosóficas.
D) apresenta fala incoerente ao referir-se às convenções da sociedade.


02. No texto, só NÃO se pode afirmar que o autor:

A) toma, como ponto de partida, o oposto do que quer provar.
B) faz uma análise manipuladora e tendenciosa das relações humanas.
C) relativiza e problematiza preceitos dogmáticos.
D) questiona verdades impostas e conclusões absurdas.


03. Período Simples – Sujeito e Predicado: Na construção do texto, constata-se:

A) o emprego abusivo de expressões conotativas.
B) uma desordem argumentativa no discurso do autor.
C) a utilização de um registro linguístico coloquial.
D) a recorrência a expressões de baixo calão.


04. Ao elaborar o seu texto, o autor:

A) utiliza a ironia como recurso recorrente.
B) evidencia apatia em relação ao esvaziamento do sentido da vida.
C) demonstra angústia frente às incertezas do futuro.
D) mostra-se impassível diante da ambição dos homens.


05. Período Simples – Sujeito e Predicado: em seu texto, Bertolt:

A) repudia o círculo vicioso, mas não vê possibilidade de rompê-lo.
B) mostra as contradições humanas e se vê impotente diante delas.
C) critica o estigma da esperteza de uns e enfatiza a incontida revolta de outros frente ao mesmo.
D) focaliza algumas teses que deseja mostrar como falsas.


06. Período Simples – Sujeito e Predicado: O final do texto – de caráter reflexivo – acena, metaforicamente, para a renovação da visão de mundo e das atitudes dos homens.

A afirmação anterior:
A) nega as ideias do texto.
B) extrapola as ideias do texto.
C) restringe as ideias do texto.
D) comprova as ideias do texto.


07. No fragmento “Se algures fizessem um arado […]”, o vocábulo destacado sugere a ideia de:

A) antigamente.
B) em alguma parte.
C) em curto espaço de tempo.
D) na era da mecanização.


08. O vocábulo que remete a um termo anteriormente citado em:

A) “[…] são coisas que custam a aprender?”
B) “E que seria da propriedade rural […]”
C) “Não há dúvida de que se semearia centeio […]”
D) “Ou será que governar só é assim tão difícil […]”


09. Período Simples – Sujeito e Predicado: Destacaram-se termos que funcionam como núcleo do predicado em todas as alternativas, EXCETO em:

A) “ […] mais nenhuma mulher poderia ficar grávida.”
B) “Se algures fizessem um arado […]”
C) “ […] como é difícil governar.”
D) “ […] se o ministro não fosse tão inteligente.”

🔵 >>> Confira nossa lista com todos os exercícios de Língua Portuguesa.

Gabarito com as respostas dos exercícios de Língua Portuguesa sobre o Período Simples – Sujeito e Predicado:

Gabarito do exercício 01. A;

Gabarito do exercício 02. B;

Gabarito do exercício 03. C;

Gabarito do exercício 04. A;

Gabarito do exercício 05. D;

Gabarito do exercício 06. D;

Gabarito do exercício 07. B;

Gabarito do exercício 08. A;

Gabarito do exercício 09. D

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário