Contração Muscular Exercícios Prontos com Gabarito

01. PUC-MG. Contração Muscular:

Observando a figura a seguir, assinale a afirmativa incorreta.

Resumo sobre o Processo de Contração Muscular para enem e vestibular exercícios

a) Tipicamente, os músculos e elementos do esqueleto formam alavancas mecânicas.

b) O tecido ósseo e o tecido muscular constituem dois tecidos bastante vascularizados e inervados.

c) As articulações do esqueleto apresentam tecido cartilaginoso avascular.

d) Quanto maior a carga exercida, menor será a força de contração exercida pelos músculos.

 

🔴 Está com dúvida? Veja nosso resumo sobre o Processo de Contração Muscular.

 

02. UFBA (modificado)

Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados e marque o resultado. A ilustração apresenta parte do sistema muscular humano, detalha níveis de organização e destaca um sarcômero.

Considerando-se aspectos associados à fisiologia celular, é correto afirmar:

01. A célula muscular apresenta alto nível de diferenciação, traduzido em especificidade de função em organismos multicelulares.

02. A contração de fibras musculares estriadas é uma atividade caracterizada pela ausência de interação com os demais sistemas que compõem o organismo.

04. A riqueza em actina e miosina reflete a acentuada expressão seletiva de genes que integram um pequeno percentual do genoma humano.

Some os números dos itens corretos.

 

 

03. UFES

A força humana está relacionada diretamente com os músculos, e, para que estes realizem trabalho, é necessário que ocorra a contração muscular. Sobre os mecanismos envolvidos na contração muscular, pode-se afirmar que:

a) a miosina é responsável pela conversão da energia da hidrólise do ATP em movimento, devido à presença dos íons de ferro.

b) a quimiossíntese ocorre nas células musculares, onde o ácido pirúvico é transformado em ácido lático, o que garante ATP em situações de emergência.

c) o deslizamento durante a contração muscular ocorre quando as cabeças da miosina se prendem firmemente à actina, dobrando-se sobre o resto da molécula da miosina e permanecendo assim indefinidamente.

d) o glicogênio armazenado nas células musculares pode ser convertido em ATP por meio de processos de fermentação alcoólica, o que causa dor e intoxicação das fibras musculares.

e) a energia obtida do ATP confere à miosina uma configuração instável de alta energia potencial e faz com que ela puxe as fibras de actina, realizando o trabalho.

 

 

04. UFU-MG

Quanto às diferenças entre as carnes vermelhas e brancas, marque a alternativa correta.

a) A carne vermelha consome menos ATP e, conseqüentemente, menos oxigênio.

b) A carne branca é adaptada a contrações por longos períodos.

c) As fibras musculares da carne vermelha apresentam um número maior de mitocôndrias.

d) A quantidade de mioglobina é relativamente igual nas carnes branca e vermelha.

 

 

05.

Observe os gráficos abaixo.

Os que melhor representam a contração da fibra muscular isolada e do músculo inteiro são, respectivamente:

a) I e II. d) III e IV.

b) II e I. e) IV e I.

c) II e III.

 

Lista de exercícios sobre Histologia com gabarito.

 

06.

A presença de ácido láctico nas células musculares é sinal de fadiga muscular. O ácido láctico é resíduo da fermentação láctica, que as células musculares realizam quando:

a) utilizam gorduras como fonte de energia.

b) recebem quantidade insuficiente de oxigênio.

c) recebem quantidade excessiva de gás carbônico.

d) recebem quantidade excessiva de oxigênio.

e) utilizam lactose como fonte de energia.

 

 

07. Cesgranrio-RJ

A energia imediata que supre o processo de contração muscular é derivada de ligações ricas em energia provenientes de:

a) trifosfato de adenosina.

b) creatina-fosfato.

c) ácido fosfoenol pirúvico.

d) difosfato de adenosina.

e) glicogênio.

 

 

08. UFES

Muitas academias de ginástica estimulam seus alunos a passar horas “malhando pesado”, o que pode acarretar fadiga muscular e dores. Esses sintomas devem-se:

a) à diminuição da concentração do ATP e conseqüente acúmulo de ácido láctico nas fibras musculares, devido à glicólise anaeróbia.

b) ao rompimento das fibras musculares, o que impede o deslizamento das miofibrilas.

c) à estimulações repetidas e involuntárias que produzem uma contração muscular uniforme mantida.

d) à queda na concentração plasmática de íons cálcio, impedindo a interação entre a miosina e a actina.

e) à exaustão da substância neurotransmissora acetilcolina na placa motora.

 

 

09. Unifor-CE

As fibras musculares estriadas armazenam um carboidrato a partir do qual se obtém energia para a contração. Essa substância de reserva se encontra na forma de:

a) amido.

b) glicose.

c) maltose.

d) sacarose.

e) glicogênio.

 

 

10. UFRJ

A mioglobina é uma proteína do músculo que recebe e transfere o oxigênio da hemoglobina do sangue para a respiração celular que ocorre nas mitocôndrias. Para gerar ATP, a célula pode recorrer à glicólise anaeróbia (dez reações) ou ao metabolismo aeróbio (cerca de catorze reações, que incluem o ciclo de Krebs e o transporte de elétrons pelos citocromos), além de depender do aporte de oxigênio molecular. As galinhas têm dois tipos de músculo: (I) o claro, com poucas mitocôndrias e pouca mioglobina; e (II) o músculo escuro, que contém muitas mitocôndrias e muita mioglobina. Como nós sabemos, as galinhas vivem ciscando e raramente voam; isso significa que elas usam muito as pernas e pouco as asas. Se um gato invade o galinheiro e ataca, a galinha reage alvoroçadamente e tenta fugir, mas só é capaz de dar um vôo rasante. Explique por que os músculos do peito são do tipo I e os da perna são do tipo II.

 

 

11. Fuvest-SP

Assinalar a afirmação errada. Durante o período de relativa inatividade muscular:

a) o desdobramento do glicogênio fornece um excesso de energia.

b) o excesso de energia é transferido do ATP para a creatina.

c) acumula-se ácido lático.

d) há conversão de ácido lático em glicogênio.

e) a energia para a contração é acumulada com o ATP e fosfato da creatina.

 

 

12. Fuvest-SP

Em condições normais, nem todo o gás oxigênio transportado pelo sangue é liberado nos tecidos corporais; um pouco dele continua retido nas moléculas de hemoglobina. No entanto, um aumento da temperatura ou uma queda do pH faz com que a hemoglobina libere uma quantidade adicional de gás oxigênio.

a) Explique a relação entre atividade muscular e aumento de temperatura.

b) Explique a relação entre atividade muscular e queda de pH.

c) Explique de que maneira o comportamento da hemoglobina, descrito no texto, pode ser benéfico para músculos em atividade intensa.

 

 

13. Unicamp-SP

Ciência ajuda natação a evoluir. Com esse título, uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo sobre os jogos olímpicos (18/09/00) informa que: Os técnicos brasileiros cobiçam a estrutura dos australianos: a comissão médica tem 6 fisioterapeutas, nenhum atleta deixa a piscina sem levar um furo na orelha para o teste do lactato e a Olimpíada virou um laboratório para estudos biomecânicos  tudo o que é filmado embaixo da água vira análise de movimento.

a) O teste utilizado avalia a quantidade de ácido láctico nos atletas após um período de exercícios. Por que se forma o ácido láctico após exercício intenso?

b) O movimento é a principal função do músculo estriado esquelético. Explique o mecanismo de contração da fibra muscular estriada.

 

 

Confira a lista completa de exercícios sobre Fisiologia.

 

Gabarito com as respostas das questões sobre Contração Muscular:

01. D

02. 05 (01 + 04)          03. E

04. C     05. B    06. B

07. A    08. A    09. E

 

10. Os músculos usados para o vôo rasante são do tipo I porque podem gerar ATP rapidamente para viabilizar a situação de fuga, mesmo na ausência de oxigênio, sem necessidade, portanto, de mioglobina ou de mitocôndrias. Esses músculos não poderiam sustentar um vôo prolongado. Os músculos do tipo II exercitam-se por muito mais tempo e necessitam de um aporte maior de ATP, que é suprido pela respiração aeróbia mitocondrial.

 

11. C

 

12. a) Quanto mais intensa for a atividade muscular, maior será a liberação de calor.

b) Quanto mais intensa for a atividade muscular, maior será a respiração celular aeróbia, resultando no aumento da produção de CO2, que se combina com a água produzindo ácido carbônico. Este fato reduz o pH do meio.

c) O comportamento da hemoglobina resulta em maior disponibilidade de oxigênio, utilizado em grande quantidade por músculos em atividade intensa.

 

13. a) Porque há menor disponibilidade de oxigênio nos músculos durante exercícios intensos. A energia, nessas condições, é obtida pelo processo anaeróbio da fermentação láctica. O ácido láctico, portanto, é um subproduto desse processo bioenergético.

b Durante a contração muscular, ocorre o deslizamento das moléculas de actina entre as moléculas de miosina, segundo a teoria dos filamentos deslizantes. Esse processo é dependente de íons cálcio e de energia fornecida pelo ATP.

Spread the love

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.