Nervos e Neurônios Exercícios com Gabarito – 02

11. UECE. Nervos e Neurônios:

São células mais diferenciadas e com menor capa-cidade de reprodução:

a) neurônios.

b) epiteliais de revestimento.

c) hepatócitos.

d) fibroblastos.

 

🔴 Está com dúvidas? Veja nosso resumo sobre Neurônios e Nervos.

 

12. Ufla-MG. Nervos e Neurônios:

A condução de um estímulo nervoso é mais rápida nas fibras nervosas que apresentam as seguintes características:

a) Amielínicas com axônio de maior diâmetro e nódulos de Ranvier mais espaçados.

b) Mielínicas com axônio de menor diâmetro e nódulos de Ranvier mais próximos.

c) Amielínicas com axônio de menor diâmetro e nódulos de Ranvier mais próximos.

d) Mielínicas com axônio de maior diâmetro e nódulos de Ranvier mais espaçados.

e) Mielínicas com axônio de menor diâmetro e nódulos de Ranvier mais espaçados.

 

 

13. UFC-CE Considere o texto a seguir.

Um implante de células nervosas, já testado com sucesso em ratos para recuperar lesões cerebrais, foi feito pela primeira vez em seres humanos nos EUA, por pesquisadores da Universidade de Pittsburgh, segundo informou ontem o jornal The Washington Post. […] O material implantado, extraído de um tumor de testículo, foi cultivado em laboratório por 20 anos. Nesse período, os cientistas foram capazes de “forçar” quimicamente a transformação das células cancerosas em neurônios.

As células de tumor foram escolhidas porque têm grande poder de multiplicação. […] Cerca de 2 milhões de novas células nervosas foram aplicadas na região lesada de uma mulher de 62 anos, parcialmente paralisada por um derrame cerebral ocorrido há 19 anos. […] Segundo os pesquisadores, a eficácia da operação só poderá ser comprovada em alguns meses.

Folha de S. Paulo, 3 de julho de 1998.

 

Ao transformar células cancerosas em células nervosas, os cientistas conseguiram que estas últimas passassem a ter a seguinte constituição básica:

a) corpo celular, parede celular e flagelos.

b) parede celular, axônio e dendritos.

c) corpo celular, axônio e dendritos.

d) axônio, dendritos e flagelos.

e) corpo celular, parede celular e dendritos.

 

 

14. UFES. Nervos e Neurônios:

A esclerose múltipla é uma doença causada pela perda da bainha de mielina (desmielinização) dos neurônios. Essa alteração dos neurônios tem como conseqüência:

a) o aumento das expansões da membrana plasmática do axônio, na tentativa de repor a bainha de mielina.

b) a diminuição do espaço entre os nódulos de Ranvier, dificultando a transmissão dos impulsos nervosos nesses neurônios.

c) a diminuição da velocidade de propagação dos impulsos nervosos nos neurônios afetadas pela doença.

d) o aumento da produção de neurotransmissores para facilitar a condução do impulso nervoso nos nódulos de Ranvier.

e) a propagação do impulso nervoso nos dois senti-dos da fibra nervosa, causando, assim, um colapso do sistema nervoso.

 

Trocas Gasosas nas Plantas Exercícios com Gabarito – 03.

 

15. Nervos e Neurônios:

Esquematize um neurônio apontando com setas e legendas as seguintes estruturas:

1. corpo celular 4. axônio

2. terminações axônicas 5. nódulo de Ranvier

3. bainha de mielina 6. dendrito

 

 

16. UFES

O sistema nervoso constitui o meio rápido de comunicação, pois se vale de mensagens elétricas, que caminham por nervos mais rapidamente que os hormônios pelo sangue.

Analisando as figuras, descreva a evolução do sistema nervoso dos grupos representados, considerando a simetria do corpo dos animais e as principais vantagens adaptativas das alterações ocorridas ao longo do processo.

Nervos e Neuronios

 

 

17. Cesgranrio-RJ

Observando o esquema anterior, que representa um neurônio em repouso, podemos afirmar que, nestas condições:

2trocas gasosas nas plantas

a) se a membrana do neurônio for atingida por um estímulo, as quantidades de íons Na+ e K+ dentro e fora da membrana se igualam.

b) devido à diferença de cargas entre as faces externa e interna, o neurônio está polarizado.

c) a ocorrência do impulso nervoso depende de estímulos de natureza apenas elétrica.

d) a quantidade de íons K+ é menor na parte interna do neurônio devido à sua saída por osmose.

e) as concentrações dos íons Na+ e K+ se fazem sem gasto de energia, sendo exemplo de transporte ativo.

 

 

18. Fuvest-SP. Nervos e Neurônios:

Examine a seguinte lista de eventos que ocorrem durante a propagação de um impulso nervoso:

I. Neurotransmissores atingem os dendritos.

II. Neurotransmissores são liberados pelas extremidades do axônio.

III. O impulso se propaga pelo axônio.

IV. O impulso se propaga pelos dendritos.

V. O impulso chega ao corpo celular.

 

Que alternativa apresenta a seqüência temporal cor-reta desses eventos?

a) V – III – I – IV – II. d) II – I – IV – III – V.

b) I – IV – V – III – II. e) II – III – I – IV – V.

c) I – IV – III – II – V.

 

 

19. UFRGS-RS

A natureza do impulso nervoso é eletroquímica e não somente elétrica. O impulso se propaga:

a) com uma intensidade proporcional à do estímulo.

b) com velocidade ora maior ora menor, na fibra nervosa, que a da corrente elétrica num fio condutor.

c) com a mesma intensidade, qualquer que seja a intensidade do estímulo acima de um limiar mínimo.

d) com maior velocidade que a da corrente elétrica.

e) mais rapidamente na sinapse que na fibra.

 

 

20. UFPE. Nervos e Neurônios:

O impulso nervoso é um fenômeno de natureza eletroquímica, autopropagado, que caminha pela membrana do neurônio. Com relação a este assunto, podemos afirmar que:

0. ao ser estimulada, a membrana de um neurônio em repouso se despolariza. Na área estimulada, ocorre uma alteração momentânea na permeabilidade da membrana plasmática e a entrada de íons sódio.

1. ao período de despolarização, segue-se um período de repolarização, em que o potássio se difunde para o meio extracelular. Posteriormente, a bomba de sódio e potássio restabelece os gradientes normais destes íons na célula.

2. se o estímulo for de baixa intensidade, inferior ao limiar de excitação, as alterações sofridas pelo neurônio serão suficientes apenas para gerar um impulso nervoso de baixa propagação.

3. a membrana do neurônio em repouso é polarizada como uma pilha elétrica. Sua face interna representa o pólo negativo, e a face externa funciona como pólo positivo.

4. axônios amielínicos transmitem o impulso nervoso mais rapidamente que os mielinizados.

 

🔵 >>> Confira a Primeira parte desta lista de exercícios.



Confira a lista completa de exercícios sobre Fisiologia.

 

Gabarito com as respostas das questões sobre Nervos e Neurônios:

11. A 12. D

13. C 14. C

 

15.

Nervos e Neuronios questões

 

16. Cnidários são animais radial-mente simétricos. Possuem um sistema nervoso formado por uma rede difusa de neurônios sem qualquer centralização. Desse modo, respondem de forma reflexa aos estímulos do meio em que vivem. Platelmintos são bilateralmente simétricos e apresentam cefalização. Possuem um sistema nervoso ganglionar centralizado na cabeça, de onde partem ramos longitu-dinais interligados por comissuras transversais. Graças à cefalização, estes animais podem interagir de modo mais complexo com o ambiente. Artrópodes são animais segmentados com simetria bilateral. Possuem sistema nervoso ganglionar em posição ventral. Os gânglios cerebróides estão localizados na cabeça onde se concentram os órgãos sensoriais muito desenvolvi-dos, como olhos e antenas. A cadeia ganglionar segmentada permite o controle autônomo das funções motoras e sensoriais de cada segmento corpóreo.

Vertebrados apresentam simetria bilateral com segmentação pouco nítida. Possuem sistema nervoso centralizado na cabeça, de onde parte a medula espinhal dorsal. Trata-se do tipo mais desenvolvido de sistema nervoso, permitindo grande capacidade de percepção sensorial, integração, interpretação e elaboração de respostas adequadas às solicitações do ambiente em que vivem.

 

17. B 18. B 19. C

20. V, V, F, V, F

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.