Estruturas Produtivas no Campo Brasileiro Atividades

1. Estruturas Produtivas no Campo Brasileiro: (ENEM) O sistema de jardinagem, também chamado de agricultura de quinta, caracteriza o Sudeste Asiático e é considerado intensivo, mesmo sem o uso de todas e mais modernas tecnologias. Cada agricultor conta com uma pequena área para o plantio, principalmente de arroz, dedicando-se a ele integralmente. Dois fatores associados caracterizam esse sistema:
a) mão-de-obra escassa; relevo de montanha.
b) excesso de mão-de-obra; escassez de espaço para plantio.
c) plantio em curvas de nível; mão-de-obra especializada.
d) cooperativismo agrícola; lucratividade.
e) abundância de espaço para cultivo; fazendas comunitárias.

 


2. Estruturas Produtivas no Campo Brasileiro: (ENEM) A população rural do Brasil tem decrescido nas últimas décadas. De acordo com dados do IBGE, na década de 1980, a população rural era de aproximadamente 37 milhões; no ano 2000 havia cerca de 31 milhões de brasileiros morando no campo. O gráfico apresenta o comportamento da agricultura no Brasil nas duas últimas décadas em relação à produção e à área cultivada.

Adaptado de “Boletim Técnico O agrônomo”, Instituto Agronômico de Campinas, volume 51. 213, 1999.

Levando em consideração as mudanças ocorridas no campo nas últimas duas décadas e analisando o comportamento do gráfico, é correto afirmar que:
a) as áreas destinadas à lavoura têm aumentado consideravelmente, graças ao crescimento do mercado consumidor.
b) a produção agrícola aumentou juntamente com a área cultivada, devido à abertura do mercado para exportação.

c) a densidade demográfica nas áreas cultivadas tem crescido junto com a produção agrícola.
d) a área destinada à agricultura não aumentou, mas a produtividade tem crescido, graças à aplicação de novas tecnologias.
e) a produção agrícola do País cresceu no período considerado, enquanto a produtividade do homem do campo diminuiu.

 


3. Estruturas Produtivas no Campo Brasileiro: (ENEM) A coleta de favas-d’anta é feita por famílias inteiras de trabalhadores rurais (não proprietários). Enquanto o jovem apanhador de favas pode ganhar até R$7,50 por dia, os demais trabalhadores adultos ganham, em média, R$5,12 por dia, podendo dedicar-se a outras atividades extrativistas: a coleta de pequis e panãs, frutos vendidos à beira da estrada, e de lenha, vendida a pequenos compradores. A tabela apresenta a renda média anual dos jovens e adolescentes de uma cidade de Minas Gerais, com essas atividades extrativistas.

Foram feitas as seguintes afirmações sobre a importância socioeconômica do extrativismo da fava-d’anta:
I. A desinformação impede qualquer controle da situação por parte dos coletores, aos quais cabe apenas o papel de trabalhadores braçais.
II. O retorno financeiro para a população é compatível com a importância dos produtos derivados da fava.
III. A atividade é menos rentável porque, entre os compradores de favas, existem atravessadores, ao contrário do que acontece na venda do pequi.
IV. A atividade eleva o salário diário do trabalhador, representando a fonte mais importante de sua renda anual.
Está correto apenas o que se afirma em:
a) I, III e IV.
b) II, III e IV.
c) I e III.
d) II e IV.
e) I e IV.

 


4. (ENEM) A produção agrícola brasileira evoluiu, na última década, de forma diferenciada. No caso da cultura de grãos, por exemplo, verifica-se nos últimos anos um crescimento significativo da produção da soja e do milho, como mostra o gráfico.

Pelos dados do gráfico é possível verificar que, no período considerado:
a) a produção de alimentos básicos dos brasileiros cresceu muito pouco.
b) a produção de feijão foi a maior entre as diversas culturas de grãos.
c) a cultura do milho teve taxa de crescimento superior à da soja.
d) as culturas voltadas para o mercado mundial decresceram.
e) as culturas voltadas para a produção de ração animal não se alteraram.

 


5. Estruturas Produtivas no Campo Brasileiro: (ENEM) Considerando os conhecimentos sobre o espaço agrário brasileiro e os dados apresentados no gráfico, é correto afirmar que, no período indicado:

*Soja, Trigo, Milho, Arroz e Algodão **Previsão Obs.: Há ainda 13 milhões de hectares utilizados por plantações das chamadas culturas permanentes, como hortifrutigranjeiros. Fontes: Censo Agropecuário,

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Ministério da Agricultura
a) ocorreu um aumento da produtividade agrícola devido à significativa mecanização de algumas lavouras, como a da soja.

b) verificou-se um incremento na produção de grãos proporcionalmente à incorporação de novas terras produtivas.
c) registrou-se elevada produção de grãos em virtude do uso intensivo de mão de obra pelas empresas rurais.
d) houve um salto na produção de grãos, a partir de 91, em decorrência do total de exportações feitas por pequenos agricultores.
e) constataram-se ganhos tanto na produção quanto na produtividade agrícolas resultantes da efetiva reforma agrária executada.

 

Estruturas Produtivas nas Cidades do Brasil Exercícios.


6. Estruturas Produtivas no Campo Brasileiro: (ENEM) Antes, eram apenas as grandes cidades que se apresentavam como o império da técnica, objeto de modificações, suspensões, acréscimos, cada vez mais sofisticadas e carregadas de artifício. Esse mundo artificial inclui, hoje, o mundo rural.
SANTOS, M. A Natureza do Espaço. São Paulo: Hucitec, 1996.

Considerando a transformação mencionada no texto, uma consequência socioespacial que caracteriza o atual mundo rural brasileiro é:
a) a redução do processo de concentração de terras.
b) o aumento do aproveitamento de solos menos férteis.
c) a ampliação do isolamento do espaço rural.
d) a estagnação da fronteira agrícola do país.
e) a diminuição do nível de emprego formal.

 


7. Estruturas Produtivas no Campo Brasileiro: (ENEM) No gráfico a seguir, estão especificados a produção brasileira de café, em toneladas; a área plantada, em hectares (ha); e o rendimento médio do plantio, em kg/ha, no período de 2001 a 2008.

A análise de dados mostrados no gráfico revela que:
a) a produção em 2003 foi superior a 2.100.000 toneladas de grãos.
b) a produção brasileira foi crescente ao longo de todo o período observado.
c) a área plantada decresceu a cada ano no período de 2001 a 2008.
d) os aumentos na produção correspondem a aumentos no rendimento médio do plantio.
e) a área plantada em 2007 foi maior que a de 2001.

 


8. Estruturas Produtivas no Campo Brasileiro: (ENEM) Apesar do aumento da produção no campo e da integração entre a indústria e a agricultura, parte da população da América do Sul ainda sofre com a subalimentação, o que gera conflitos pela posse de terra que podem ser verificados em várias áreas e que frequentemente chegam a provocar mortes.
Um dos fatores que explica a subalimentação na América do Sul é:
a) a baixa inserção de sua agricultura no comércio mundial.
b) a quantidade insuficiente de mão de obra para o trabalho agrícola.
c) a presença de estruturas agrárias arcaicas formadas por latifúndios improdutivos.
d) a situação conflituosa vivida no campo, que impede o crescimento da produção agrícola.
e) os sistemas de cultivo mecanizado voltados para o abastecimento do mercado interno.

 


9. Estruturas Produtivas no Campo Brasileiro: (ENEM) O gráfico mostra o percentual de áreas ocupadas, segundo o tipo de propriedade rural no Brasil, no ano de 2006.

De acordo com o gráfico e com referência à distribuição das áreas rurais no Brasil, conclui-se que:
a) imóveis improdutivos são predominantes em relação às demais formas de ocupação da terra no âmbito nacional e na maioria das regiões.
b) o índice de 63,8% de imóveis improdutivos demonstra que grande parte do solo brasileiro é de baixa fertilidade, impróprio para a atividade agrícola.
c) o percentual de imóveis improdutivos iguala-se ao de imóveis produtivos somados aos minifúndios, o que justifica a existência de conflitos por terra.
d) a região Norte apresenta o segundo menor percentual de imóveis produtivos, possivelmente em razão da presença de densa cobertura florestal, protegida por legislação ambiental.
e) a região Centro-Oeste apresenta o menor percentual de área ocupada por minifúndios, o que inviabiliza políticas de reforma agrária nesta região.

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas das atividades sobre as Estruturas Produtivas no Campo Brasileiro:

1. B;
2. D;
3. C;
4. A;
5. A;
6. B;
7. D;
8. C;
9. A

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário