Exercícios sobre a Revolução Russa de 1917

01. Revolução Russa de 1917: (UFVJM-MG–2009) Leia os textos I e II.
Texto I
O povo russo nutria um tal ódio contra seus dirigentes que derrubar o czarismo era para ele um dever tão sagrado como a defesa da pátria.
FERRO, Marc. A Revolução Russa. São Paulo.

Texto II
[…] na URSS e em outras formações sociais semelhantes, o Estado, obviamente, não começou a definhar e, ao inverso, continuou a se expandir como uma poderosa força independente, acima da sociedade […]
MANDEL, Ernest. Marx e Engels:A produção de mercadorias e a burocracia.
Com base nos textos I e II, é CORRETO afirmar que:
A) a URSS se transformou no mais significativo modelo de revolução social do século XX.
B) as revoluções de 1917, na Rússia, eliminaram o czarismo e construíram um Estado socialmente mais justo.
C) a revolução de outubro não conseguiu atender aos desejos da população e criar uma sociedade sem classes.
D) a construção de um Estado gigante eliminou os antagonismos de classes e construiu uma sociedade igualitária.

 

 

02. (UFMG) Durante a Revolução de 1917, quase todas as nacionalidades da Rússia enxergaram na queda do czarismo e, depois, na do governo provisório a oportunidade para recuperarem sua liberdade. FERRO, Marc. História das colonizações: das conquistas às independências – séculos XVIII a XX. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

Todas as alternativas apresentam afirmações corretas sobre a questão das nacionalidades na URSS, EXCETO:
A) A tese da revolução mundial promoveu uma revisão pelos Bolcheviques do princípio da autodeterminação dos povos.
B) Lênin, enquanto líder expressivo da Revolução Russa, sempre se manifestou contra o princípio da autodeterminação dos povos.
C) O direito à autodeterminação dos povos, embora proclamado pelos revolucionários de 1917, nunca foi efetivamente praticado.
D) O fracasso na resolução do problema das nacionalidades pelo governo comunista ficou evidente no momento da fragmentação da antiga URSS.

 

 

03. (PUCPR) Em 1917, o governo czarista russo sofria a oposição de várias forças políticas, especialmente dos Mencheviques e dos Bolcheviques. Às dificuldades econômicas e resistências ao absolutismo dos Romanov somaram-se os efeitos da Primeira Guerra Mundial e as derrotas russas. Em fevereiro de 1917, o czar Nicolau II foi deposto com a revolução liberal liderada por Kerensky. Sobre o desenrolar da Revolução Russa e o surgimento da URSS, é INCORRETO afirmar que:
A) o governo de Kerensky, ao manter a Rússia na Primeira Guerra, enfraqueceu-se, favorecendo seus opositores, liderados por Lênin, que defendia as “Teses de Abril”, sintetizadas noslogan“paz, terra e pão”.
B) em outubro (novembro no calendário gregoriano) de 1917, teve início a Revolução Socialista, liderada por Lênin, que fez o Tratado de Brest-Litovsky, que tirou a Rússia da Primeira Guerra.
C) a resistência nacional e internacional ao governo revolucionário socialista mergulhou a Rússia numa sangrenta guerra civil, contrapondo os “Vermelhos” (revolucionários) aos os “Brancos” (monarquistas, reacionários e imperialistas). Com a vitória dos seguidores de Lênin, o governo socialista implementou a NEP (Nova Política Econômica), ao mesmo tempo que era constituída a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).
D) a morte de Lênin, em 1924, abriu a disputa pelo poder soviético entre Stálin, favorável ao socialismo num só país, e Trotsky, favorável à internacionalização da revolução.
E) Trotsky saiu vitorioso e implantou Planos Quinquenais de desenvolvimento, nos quais se procurou a socialização total da economia, ampla burocratização da administração e a eliminação física dos opositores ao regime, entre eles, Stálin, assassinado em 1940, no México.

 

 

04. (CEFET-MG) Na Rússia, a Nova Política Econômica (NEP), de 1922,
A) implantou o Comunismo de Guerra para promover a eliminação dos menchevistas.
B) restabeleceu o princípio da liberdade de comércio interno para recuperação da economia.
C) fortaleceu o caráter internacional da Revolução Socialista para coletivizar o capital financeiro.
D) consolidou o poder do soviete supremo sustentado pelo Conselho dos Comissários do Povo.

 

 

05. Revolução Russa de 1917: (FGV-SP) Come ananás, mastiga perdiz. Teu dia está prestes, burguês.
MAIAKÓVSKI, Vladimir. Tradução de Augusto de Campos. SCHNAIDERMAN, B. et al. Maiakóvski – Poemas. São Paulo: Perspectiva, 1992. p. 82.
“Come ananás…” é um exemplo de poesia de luta.
Jornais dos dias da Revolução de Outubro noticiaram que os marinheiros revoltados investiam contra o palácio de inverno cantando esses versos. É fácil compreender sua popularidade: o dístico incisivo, de ritmo tão martelado, à feição de provérbios russos, fixava-se naturalmente na memória e convidava ao grito, ao canto.
SCHNAIDERMAN, B. et al. Maiakóvski – Poemas. São Paulo: Perspectiva, 1992. p. 19.

A poesia citada foi elaborada no contexto:
A) da resistência russa ao avanço das tropas de Napoleão no início do século XIX.
B) dos ataques russos à cidade de Stalingrado, tomada pelos nazistas em 1942.
C) dos grupos contrários a Mikhail Gorbatchov, em 1991.
D) da Revolução Socialista na Rússia, em 1917.
E) da invasão russa ao Afeganistão, em 1979.

 

Primeira Guerra Mundial Simulado com Gabarito.

 

06. Revolução Russa de 1917: (PUC RS) Responda à questão com base nas afirmativas a seguir, sobre a Revolução Russa de 1917.
I. A Revolução teve origem no fracasso das negociações diplomáticas entre Rússia e Alemanha em torno da cidade de Dantzig e do desejado Corredor Polonês.
II. A revolução caracterizou-se como um movimento liberal, organizado pelos intelectuais orgânicos dos sovietes, dos camponeses, burgueses e operários.
III. As questões sociais relacionadas à terra, à carência de abastecimento (e fome crônica) e à permanência da Rússia na Primeira Guerra foram fundamentais para a eclosão dessa revolução.
IV. Stálin e Trotsky divergiram quanto aos rumos da revolução, já que o primeiro defendeu o “socialismo em um só país”, ao passo que o segundo propôs a “revolução permanente”.
V. A revolução resultou na saída da Rússia da Primeira Guerra Mundial em 1917, por Lênin considerar esta uma guerra imperialista.
A análise das afirmativas permite concluir que é CORRETA a alternativa:
A) I, II e III
B) I, III e IV
C) I, III e V
D) II, III e V
E) III, IV e V

 

 

07. Stálin foi visto por grande parte da humanidade como um ditador que matou milhares de compatriotas, mas também era visto pela população como o construtor da Grande Rússia. Parte dessa visão se deve à melhoria das condições de vida da população, parte à propaganda estatal que criava o culto à personagem de Stálin. Certo é que essa figura controversa e polêmica foi uma das personalidades mais importantes do século, ao ajudar a vencer a Segunda Guerra e ao propagar o socialismo pelo mundo durante a Guerra Fria.
A partir da análise do texto anterior, podemos afirmar que Stálin foi importante:
A) pois impediu que novos conflitos mundiais surgissem, já que ele defendia o socialismo em um só país, restringindo essa ideologia à ex-URSS.
B) para a implantação de um regime que contrariava as teses marxistas da ditadura do proletariado, ao adotar a liberdade de imprensa no país.
C) para o crescimento econômico da ex-URSS, com sua projeção no cenário internacional e com a melhoria dos indicadores socioeconômicos do país.
D) porque, apesar de ter lutado ao lado da Alemanha nazista, foi um ferrenho defensor da paz mundial, configurando-se um dos maiores pacifistas da História.
E) porque eclipsou sua imagem em favor do povo russo, considerado por ele como o responsável verdadeiro pela Revolução Socialista do país.

 

 

08. Consequências da Revolução Russa: A Revolução Russa pode ser considerada um marco divisor na história da humanidade. Rompendo com o liberalismo vigente até então, esse episódio inovou ao implantar uma sociedade baseada em valores como:
A) o coletivismo econômico e político no plano ideológico, uma vez que não houve sua efetivação de fato no campo político.
B) a garantia da propriedade individual e o amplo acesso da população ao sistema educacional russo.
C) a garantia das liberdades individuais, que, na verdade, se mostrou como uma crítica ao modelo político vigente no Antigo Regime.
D) a expansão dos ideais imperialistas, configurados na criação da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.
E) a consolidação da social-democracia, uma vez que esse regime político baseava-se na ampla participação popular nas decisões políticas.

 

 

09. (UFJF-MG) Sobre o contexto social da Rússia, anterior à Revolução Bolchevique de 1917, é INCORRETO dizer que:
A) a grande massa da população era camponesa, reflexo das condições econômicas e sociais anteriores, havendo grande concentração fundiária nas mãos de poucos.
B) a industrialização estava restrita a poucas cidades, como Moscou e São Petersburgo, e fora financiada, em grande parte, pelo capital europeu ocidental.
C) apresentava uma burguesia forte e organizada, com um projeto revolucionário amadurecido, que defendia, entre outros aspectos, a criação de uma República no lugar do governo czarista.
D) o proletariado enfrentava péssimas condições de vida nas cidades, fruto dos baixos salários, mas dispunha de um certo grau de organização política, que possibilitava sua mobilização.
E) após o fim da servidão, houve uma intensa migração do campo em direção à cidade, contribuindo para o aumento da mão de obra disponível, que seria direcionada, em grande parte, para a indústria.

 

 

10. Revolução Russa de 1917: (UFRGS) Assinale com V (VERDADEIRO) ou F (FALSO) as seguintes afirmações, referentes à Revolução Russa.
( ) Ela resultou na formação do primeiro Estado socialista do mundo, provocando uma ruptura no sistema capitalista mundial e influenciando os movimentos revolucionários no Pós-Guerra.
( ) Ela foi fundamentada nas Teses de Abril, de Lênin, em que este defendia a aliança do proletariado com a burguesia e a formação de um governo de conciliação de classes como forma de derrotar os setores aristocráticos.
( ) Ela teve, no Ensaio Geral, apesar da derrota, um importante acúmulo de experiência revolucionária, particularmente com o surgimento dos primeiros sovietes.
( ) A intensa luta pelo poder entre Lênin e Trotsky impediu a tomada do poder pelos Bolcheviques, em fevereiro de 1917, postergando o avanço revolucionário até outubro do mesmo ano.
( ) Os sovietes foram o núcleo propulsor da articulação das forças revolucionárias lideradas pelos Bolcheviques.

A sequência CORRETA de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:
A) V F V F V.
B) F F F V F.
C) V F F V V.
D) F V V F V.
E) V V F V F.

 

 

11. (PUC Minas) Em outubro de 1917, os Bolcheviques assumiram o poder na Rússia. A Revolução Russa de 1917 anunciou o fim do capitalismo e o início do comunismo em escala planetária. Sobre a Revolução Russa e a consolidação do socialismo soviético, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO:
A) Revelou-se um movimento de caráter radical, visto que morreram milhares de homens defendendo suas posições e impondo um sacrifício à população russa em nome de uma revolução social.
B) Foi um movimento de ruptura no processo do antigo Império Russo. A demolição quase instantânea do regime czarista significou uma mudança no destino da Rússia e da Europa.
C) Revelou-se como um movimento perverso. A ascensão do comunismo demonstrou um socialismo com regime autoritário comparável aos governos totalitários da Europa.
D) Foi um movimento isolado no processo de modernização da Rússia empreendido pelo czar, refletiu os anseios do grupo dos camponeses pela coletivização da terra.

 

 

12. (CEFET-CE) Um dos acontecimentos mais significativos do século XX foi a Revolução Socialista na Rússia, em 1917, por colocar em xeque a ordem socioeconômica capitalista. Com respeito ao desencadeamento do processo revolucionário, é CORRETO afirmar que:
A) a participação da Rússia na Primeira Guerra Mundial desencadeou uma série de greves e de revoltas populares em razão da crise de abastecimento de alimentos, provocando o início do movimento.
B) os Mencheviques tiveram um papel fundamental no processo revolucionário, por defenderem a implantação das Teses de Abril, que consistiam, entre outras exigências, na reforma agrária, na retirada do país da guerra e na entrega do poder aos sovietes.
C) os Bolcheviques representavam a ala mais conservadora dos socialistas, chegando a ocupar o poder com a Revolução de Fevereiro de 1917, através de Alexander Kerensky.
D) Stálin, a partir de outubro de 1917, estabeleceu a tese de que era necessária a revolução em um só país, em oposição a Trotsky, líder do Exército Vermelho.
E) o governo revolucionário de Stálin conseguiu superar os conflitos que existiam no seu interior, quando estabeleceu a Nova Política Econômica que representava os interesses dos setores mais conservadores.

 

 

13. (UFRRJ) Leia o texto a seguir:
Em 1921, o problema nacional central era o da recuperação econômica – o índice de desespero do país é eloqüente: naquele ano, 36 milhões de pessoas não tinham o que comer. Nas novas e ruinosas condições da paz, o “Comunismo de Guerra” revelava-se insuficiente: era preciso estimular mais efetivamente os mecanismos econômicos da sociedade. Assim, ainda em 1921, no X Congresso do Partido, Lênin propõe um plano econômico de emergência: a Nova Política Econômica.
NETO, J. P. O que é stalinismo. São Paulo: Brasiliense, 1981

Sobre a chamada Nova Política Econômica, é CORRETO afirmar que:
A) ela reintroduziu práticas de exploração econômica anteriores à Revolução Russa de 1917 que se traduziram num abandono temporário de todas as transformações socialistas já feitas e num retorno ao capitalismo.
B) ela consistiu na manutenção de elementos econômicos socialistas, na organização da economia (como o planejamento) e na permissão para o estabelecimento de elementos capitalistas por meio da livre iniciativa em certos setores.
C) ela significou fundamentalmente uma reforma agrária radical que promoveu a coletivização forçada das propriedades agrárias e a construção de fazendas coletivas, os Kolkhozes.
D) seu resultado foi catastrófico, mesmo permitindo a volta controlada de relações capitalistas na economia, já que ela ampliou ainda mais o nível de desemprego e produziu fome em grande escala.
E) ela significou, com a abertura para o capitalismo, um aumento substancial da produção industrial, mas, ao mesmo tempo, por ter retirado todos os incentivos anteriormente concedidos à produção agrícola, foi a razão da ruína do campo.

 

🔵 >>> Veja também a primeira parte desta lista de questões.

 

Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.

 

Gabarito com as respostas das atividades de História sobre a Revolução Russa:

01. C;
02. B;
03. E;
04. B;
05. D;
06. E;
07. C;
08. A;
09. C;
10. A;
11. D;
12. A;
13. B;

Deixe um comentário