Exercícios sobre Organização Geral das Plantas

01. Organização Geral das Plantas: UEMS – Qual das seguintes funções não pode ser atribuída aos parênquimas?

a) Fotossíntese. d) Sustentação.

b) Reserva de amido. e) Preenchimento.

c) Reserva de água.

 

 

02. UEGO – A figura a seguir, representa um corte transversal de uma raiz, em estrutura primária. Os números representam tecidos e estruturas anatômicas. A linha contínua e a tracejada representam as vias pelas quais a água, juntamente com os sais minerais seguem no interior da raiz, após a absorção:

( ) Os números 1 e 2 correspondem na figura, respectivamente a exoderme e endoderme.

( ) Em 2, o fluxo de água pode ser facilitado pela existência das chamadas estrias de Caspary.

( ) Em B, o caminho percorrido pela água é mais demorado, pois depende do transporte ativo.

( ) Fatores ambientais, tais como a concentração de oxigênio, do gás carbônico e a temperatura, bem como a concentração de solutos na solução do solo, irão influenciar na absorção da água pelas raízes.

( ) A absorção de água pela raiz está diretamente relacionada com a perda de água através das folhas, durante a transpiração.

 

 

03. Organização Geral das Plantas: Uniderp-MS – A figura esquematiza a estrutura da extremidade de uma raiz jovem.

A região apontada pelas setas se caracteriza por:

a) apresentar células em intenso processo de divisão.

b) possuir estruturas especializadas para a absorção de seiva bruta.

c) realizar trocas gasosas ao nível de estômatos.

d) proteger a extremidade da raiz, diminuindo o atrito contra o solo.

e) dispensar estruturas que realizam a oxidação de moléculas orgânicas.

 

 

04. UFMT – As plantas, durante o processo evolutivo, desenvolveram várias adaptações que lhes permitem sobreviver a temperaturas extremas e a falta d’água. Dentre estas adaptações, pode-se citar como certo ou errado:

( ) Redução das dimensões e da superfície foliar para tolerar temperaturas extremas.

( ) Perda das folhas também em resposta às temperaturas extremas.

( ) Desenvolvimento de raízes aéreas para a sobrevivência em ambientes áridos.

( ) Aumento da taxa de transpiração para resistir a escassez de água em ambientes desérticos.

 

 

05. Organização Geral das Plantas: UFMS – No transporte das soluções no interior da planta, desde a absorção pelas raízes até a perda pelas superfícies foliares, é correto afirmar que:

(01) de modo geral, o floema, que é um tecido vivo, é responsável pelo transporte descendente, ou seja, pela distribuição dos nutrientes orgânicos produzidos nas folhas pela

fotossíntese, para todo o vegetal.

(02) o xilema, que é um tecido morto, é responsável pelo transporte ascendente e que está ligado ao processo de respiração, ou seja, à perda de água na forma de vapor.

(04) o xilema e o floema constituem o sistema vascular que percorre o corpo vegetal desde as raízes até as folhas.

(08) entre as hipóteses para explicar os mecanismos de transporte que ocorrem no floema, está a Hipótese de Münch ou do Transporte em Massa.

(16) ao se retirar um anel do caule de uma árvore qualquer, após um determinado tempo ela pode morrer porque nesse anel foi retirado o floema ou líber.

(32) entre as hipóteses para explicar os mecanismos de transporte que ocorre no xilema, pode-se citar a Teoria da Tensão-Coesão.

(64) segundo a Teoria de Dixon, o transporte no xilema ocorre porque a transpiração diminui a pressão osmótica das células foliares e a água que está submetida a uma ausência de pressão circula numa coluna não-contínua.

Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.

 

Exercícios sobre os Principais Grupos Vegetais.

 

06. Organização Geral das Plantas: UFGO

Mágicas flores de laboratório

A técnica de irradiação nuclear, utilizada há algum tempo para melhorar a qualidade e prolongar a vida de alimentos como carne, tem também crescente aplicação na agricultura. No Brasil, (…) realiza experiências visando o aperfeiçoamento genético das flores (…) são produzidas numerosas e extraordinárias mutações, entre elas, colorações muito variadas, com matizes incomuns, que vão do roxo esverdeado ao preto.

Globo Ciência. Setembro 1998. Ano 8. nº 86.

Muitas plantas, ao atingirem sua maturidade sexual, produzem flores, que são os órgãos responsáveis pela reprodução das Fanerógamas, as quais englobam dois grandes grupos de vegetais. Sobre as flores, marque certo (C) ou errado (E):

( ) As flores das Pteridófitas originam sementes protegidas por frutos, e as das Angiospermas possuem sementes nuas.

( ) As flores completas das Gimnospermas são constituídas por pedúnculo e verticilos florais, como o cálice e a corola.

( ) As flores noturnas são pouco coloridas ou vistosas e atraem, pelo odor, os insetos polinizadores.

( ) As adaptações evolutivas das flores acentuaram a necessidade de o gameta masculino do gineceu nadar, para encontrar o gameta feminino e formar o tubo polínico.

 

 

07. U.Católica-GO – Julgue as alternativas como verdadeiras ou falsas:

“Os vegetais são os maiores produtores de energia para a face terrena. Podem ser distribuídos em grupos evolutivamente bastante distintos e com organizações diversificadas.”

( ) Na figura anterior temos: 1 – cortiça; 2 – parênquima clorofiliano; 3 – parênquima de armazenamento; 4 – fibra de sustentação; 5 – mitose; 6 – vaso condutor de seiva bruta e 7 – vaso condutor de seiva orgânica.

( ) De forma análoga, as células epiteliais, dos pêlos das raízes e as microvilosidades intestinais são utilizados pelas plantas e pelos humanos para absorção de nutrientes.

( ) As trocas gasosas nas plantas ocorrem principalmente pelos estômatos. Os vegetais necessitam de oxigênio e de gás carbônico para sobreviver. O gás carbônico é utilizado pelos vegetais para a síntese de compostos carbonados.

( ) O transporte de nutrientes dentro de uma planta acontece pela diferença de tensão osmótica. Já o transporte de nutriente nos animais é caracterizado por um sistema de circulação que pode ser dupla ou simples, como nos mamíferos e nos peixes, respectivamente.

( ) A biotecnologia pode produzir hoje plantas transgênicas, resultantes da inserção de um gene diferente da planta original. Não podemos nos utilizar destes alimentos devido ao grande risco da passagem destes genes estranhos para o núcleo das nossas células, causando mutações.

( ) Os vegetais são utilizados na dieta humana principalmente pelo fornecimento de sais minerais e vitaminas. Alguns vegetais encontrados na grande Goiânia são cultivados em regiões vizinhas, regados com água dos córregos que circundam a cidade. Devido ao arranjo das células vegetais, os germes não conseguem penetrar no vegetal. Assim, regá-los com água poluída não representa um problema de interesse em Saúde Pública.

 

 

08. Organização Geral das Plantas: UnB-DF

Considerando a figura abaixo, ilustrativa do corte transversal do tronco de uma árvore, julgue os itens a seguir como certos ou errados.

( ) Na casca, estão localizadas as células mortas do súber, cuja função é proteger a planta contra a perda de água.

( ) O câmbio representado na figura, também chamado meristema vascular, é uma estrutura primária formada por células que sofreram diferenciação.

( ) Substâncias como tilas, resinas, tanino e gomas são liberadas para a região do cerne e podem ser utilizadas para caracterizar o valor comercial das madeiras.

( ) Traquéias e traqueídes produzidas pelo alburno são elementos mortos relacionados ao transporte de seiva elaborada.

 

 

09. (ENEM)

Linho, piaçaba, ráfa, juta, sisal: fbras de esclerênquima

Fibras de esclerênquima são utilizadas na confecção de tapetes, cordas e roupas. Feixes de fbras do caule do linho se destinam à indústria de roupas. Das folhas do agave retira-se o sisal. A juta se obtém das fbras extraídas do fruto seco de certas plantas. A piaçaba (utilizada na confecção de vassouras e escovas) e a ráfa são fbras extraídas das folhas de certas palmeiras.

Fonte: UZUNIAN, A.; BIRNER, E. Histologia vegetal. São Paulo: Harbra, 2000, p. 31.

O esclerênquima é um tecido vegetal formado por células mortas devido à impregnação de lignina, encontrado em diferentes locais do corpo de uma planta. Sua função na planta é:

A) conduzir a seiva elaborada, produzida nas folhas, para o caule e raízes.

B) transportar a seiva bruta, absorvida do solo pelas raízes, para o caule e folhas.

C) revestir, proteger e promover o isolamento térmico dos órgãos vegetais.

D) promover a sustentação mecânica dos órgãos vegetais.

E) sintetizar glicose e promover a sua distribuição pelo interior dos órgãos vegetais.

 

 

10. Organização Geral das Plantas: (UFV-MG) – São chamados de tecidos de revestimento nos vegetais:

A) esclerênquima e tecido suberoso.

B) colênquima e epiderme.

C) tecido suberoso e colênquima.

D) colênquima e esclerênquima.

E) epiderme e tecido suberoso.

 

🔵 >>> Confira nossa lista completa com todos os exercícios sobre Botânica.

 

Gabarito com as respostas das questões de Histologia Vegetal sobre Organização Geral das Plantas:

01. d;

02. F-F-V-V-V;

03. a;

04. C-C-E-E;

05. 01 + 04 + 08 + 16 + 32 = 61;

06. E-E-C-E;

07. V-V-V-V-F-F;

08. C-E-E-E;

09. D; 10. E;