Ativo Imobilizado Exercícios sobre Depreciação, Amortização e Exaustão

01. Ativo Imobilizado: (AFRFB – 2009) Na Contabilidade da empresa Atualizadíssima S.A. os bens depreciáveis eram apresentados com saldo de R$ 800.000,00 em 31/03/2008, com uma Depreciação Acumulada, já contabilizada, com saldo de R$ 200.000,00, nessa data. Entretanto, em 31/12/2008, o saldo da conta de bens depreciáveis havia saltado para R$ 1.100.000,00, em decorrência da aquisição, em primeiro de

abril, de outros bens com vida útil de 5 anos, no valor de R$ 300.000,00. Considerando que todo o saldo anterior é referente a bens depreciáveis à taxa anual de 10%, podemos dizer que no balanço patrimonial a ser encerrado em 31 de dezembro de 2008 o saldo da conta Depreciação Acumulada deverá ser de

a) R$ 340.000,00.

b) R$ 305.000,00.

c) R$ 325.000,00.

d) R$ 320.000,00.

e) R$ 290.000,00.

 

 

02. (CVM – 2010) A empresa ARPEC S/A, em 31 de dezembro de 2010, apresenta um saldo de R$ 84.210,00 na conta Veículos. A conta Depreciação Acumulada, nessa data, já tinha saldo de R$ 20.500,00, antes de se contabilizar os encargos do exercício. A vida útil econômica dos veículos foi estimada em cinco anos e o seu valor residual foi estimado em 5%, dispensando-se os centavos, após o arredondamento matemático. O método de cálculo da depreciação utilizado é o linear. Os veículos foram adquiridos e incorporados ao patrimônio, para uso, na forma como segue:

Em outubro de 2008 R$ 33.000,00;

Em junho de 2009 R$ 25.000,00;

Em abril de 2010 R$ 22.000,00.

Ao registrar na contabilidade os encargos de depreciação do exercício de 2010, a empresa vai encontrar o valor de

a) R$ 26.650,00

b) R$ 16.000,00

c) R$ 14.900,00

d) R$ 11.900,00

e) R$ 10.800,00

 

 

03. Ativo Imobilizado: (ISS-RJ – 2010) A Cia. das Máquinas S/A faz seus balanços considerando um exercício coincidente com o ano calendário. Nesse exercício, a conta Máquinas e Equipamentos apresenta um saldo

devedor de R$ 900.000,00. A empresa utiliza contabilização mensal dos encargos de depreciação e uma taxa anual de 12%, para os cálculos. Entre os equipamentos, R$ 400.000,00 foram comprados em abril de 2008; R$ 300.000,00 foram comprados em abril de 2009 e o restante, em agosto de 2009. Ao encerrar o ano de 2009, na Demonstração do Resultado do Exercício, os encargos de depreciação com esses equipamentos terão o valor de

a) R$144.000,00.

b) R$121.000,00.

c) R$108.000,00.

d) R$ 85.000,00.

e) R$ 60.000,00.

 

 

04. (ATRFB – 2009) A empresa Hélices Elíseas S.A. já tinha máquinas e equipamentos adquiridos em outubro de 2007, por R$ 8.000,00, quando comprou outra, em primeiro de abril de 2008, por R$

6.000,00 e mais outra, por R$ 10.000,00, em primeiro de outubro de 2008. Sabendo-se que a vida útil desses equipamentos é de apenas dez anos, podemos dizer que, no balanço de 31 de dezembro de 2008, o seu valor contábil será de:

a) R$ 22.500,00.

b) R$ 22.300,00.

c) R$ 21.600,00.

d) R$ 21.400,00.

e) R$ 20.800,00.

 

 

05. Ativo Imobilizado: (Auditor da Previdência Social – 2002) Em 31 de agosto de 2002, no Ativo Imobilizado da firma Nor-Noroeste constavam as contas Máquinas e Equipamentos e Depreciação Acumulada de Máquinas e Equipamentos, com saldos, respectivamente, devedor de R$ 9.000,00 e credor de R$ 3.000,00.

As referidas contas representavam apenas uma máquina, comprada por R$ 5.400,00, e um equipamento, comprado por R$ 3.600,00, simultaneamente, tempos atrás. A máquina e o equipamento foram depreciados contabilmente na mesma proporção e não sofreram correção monetária nem baixas durante o período.

Ao fim do dia, o Gerente informa à Diretoria que já havia fixado o preço de venda do equipamento, na forma solicitada. Recebeu, então, a contra-ordem para oferecer um desconto comercial de 10% sobre o aludido preço, suficiente para não constar na demonstração do resultado nem ganhos nem perdas de capital com a alienação desse equipamento. A alienação não será tributada e os centavos serão abandonados. Com base nas informações acima, podemos dizer que o preço de venda fixado para o equipamento foi de:

a) R$ 2.310,00

b) R$ 2.333,00

c) R$ 2.640,00

d) R$ 2.667,00

e) R$ 2.772,00

 

Balanço Ativo e Passivo Exercícios.

 

06. Ativo Imobilizado: (SEFAZ-MG – 2005) A empresa Paulistinha S/A possuía uma máquina, adquirida por R$ 7.680,00, instalada para utilização em 12 anos. Após nove anos de uso desse equipamento, tendo a depreciação adequada sido oportunamente contabilizada, foi ele vendido, ocasionando perda de R$ 720,00. Para que as afirmações acima sejam corretas podemos dizer que o valor obtido na venda foi de

a) R$ 6.960,00

b) R$ 5.040,00

c) R$ 1.920,00

d) R$ 1.200,00

e) R$ 48,00

 

 

07. (AFRFB – 2002) A Cia. Poços & Minas possui uma máquina própria de sua atividade operacional, adquirida por R$ 30.000,00, com vida útil estimada em 5 anos e depreciação baseada na soma dos dígitos dos anos em quotas crescentes. A mesma empresa possui também uma mina custeada em R$

60.000,00, com capacidade estimada de 200 mil kg, exaurida com base no ritmo de exploração anual de 25 mil kg de minério. O usufruto dos dois itens citados teve início na mesma data. As contas jamais sofreram correção monetária. Analisando tais informações, podemos concluir que, ao fim do terceiro ano, essa empresa terá no Balanço Patrimonial, em relação aos bens referidos, o valor contábil de:

a) R$ 34.500,00

b) R$ 40.500,00

c) R$ 49.500,00

d) R$ 55.500,00

e) R$ 57.500,00

 

 

08. Ativo Imobilizado: (AFRFB – 2002) A empresa Mine Max S/A tinha apenas uma máquina comprada há 8 anos, mas muito eficiente. No balanço de 31.12.01, essa máquina constava com saldo devedor de R$ 15.000,00, sem considerar a conta de depreciação acumulada, contabilizada com resíduo de 20%. Pois bem, essa máquina tinha vida útil de 10 anos, iniciada em primeiro de janeiro e foi vendida em 30 de junho de 2002, causando uma perda de capital de 30% sobre o preço alcançado na venda. Faça os cálculos necessários para apurar o valor obtido na referida venda, assinalando-o entre as opções abaixo.

a) R$ 2.340,00

b) R$ 3.360,00

c) R$ 3.692,31

d) R$ 3.780,00

e) R$ 4.153,85

 

 

09. (AFRFB – 2002) A empresa Desmontando S/A vendeu o seu Ativo Imobilizado, à vista, por R$ 100.000,00. Dele constavam apenas uma mina de carvão e um trator usado. A mina teve custo original de R$ 110.000,00 e o trator fora comprado por R$ 35.000,00 há exatos quatro anos. Quando da aquisição da mina, a capacidade total foi estimada em 40 toneladas de minérios com extração prevista para dez anos. Agora, já passados quatro anos, verificamos que foram extraídas, efetivamente, 20 toneladas. O trator vendido tem sido depreciado pelo método linear com vida útil prevista em dez anos, com valor residual de 20%. Considerando que a contabilização estimada da amortização desses ativos tem sido feita normalmente, podemos afirmar que a alienação narrada acima deu origem, em termos líquidos, a ganhos de capital no valor de:

a) R$ 10.200,00

b) R$ 21.200,00

c) R$ 20.200,00

d) R$ 13.000,00

e) R$ 24.000,00

 

 

10. Ativo Imobilizado: (AFRFB – 2003) A máquina ALFA foi comprada por R$ 130.000,00 em 01/10/2001 e a máquina BETA foi comprada pelo mesmo preço, em 01/04/2002. Ambas as máquinas têm durabilidade igual: deverão ser usadas durante dez anos. O desgaste físico desses bens deverá ter contabilização anual. Assim sendo, na Demonstração de Resultado do Exercício de 2002, elaborada em 31.12.02, constarão Encargos de Depreciação no valor de:

a) R$ 3.250,00, referente à máquina BETA.

b) R$ 9.750,00, referente à máquina ALFA.

c) R$ 13.000,00, referente à máquina BETA.

d) R$ 16.250,00, referente à máquina ALFA.

e) R$ 22.750,00, referente a ambas as máquinas.

 

🔵 >>> Não deixe de ver nossa lista completa de atividades de Ciências Contábeis.

 

Gabarito com as respostas dos exercícios de Ciências Contábeis sobre Ativo Imobilizado Depreciação, amortização e exaustão:

01. B

02. C

03. D

04. B

05. D

06. D

07. D

08. C

09. A

10. E

Deixe um comentário