Exercícios sobre Física Ondulatória

01. Física Ondulatória: (UFMG) Uma onda de rádio é emitida por uma estação transmissora e recebida por um aparelho receptor, situado a alguns quilômetros de distância. Para que ocorra a propagação da onda de rádio, entre a estação transmissora e o aparelho receptor:
A) deve existir um meio material qualquer.
B) deve existir um meio material que contenha elétrons livres.
C) deve existir um meio material que contenha fótons.
D) não é necessária a presença de um meio material.

 

 

02. (UFMG) A figura I mostra, em um determinado instante, uma mola na qual se propaga uma onda longitudinal. Uma régua de 1,5 m está colocada a seu lado. A figura II mostra como o deslocamento de um ponto P da mola, em relação à sua posição de equilíbrio, varia com o tempo.

As MELHORES estimativas para o comprimento de onda λ e para o período T dessa onda são:
A)
λ = 0,2 m e T = 0,5 s.
B)
λ = 0,2 m e T = 0,2 s.
C)
λ = 0,5 m e T = 0,5 s.
D)
λ = 0,5 m e T = 0,2 s.

 

 

03. Física Ondulatória: (UFMG) O som é um exemplo de uma onda longitudinal. Uma onda produzida numa corda esticada é um exemplo de uma onda transversal. O que difere ondas mecânicas longitudinais de ondas mecânicas transversais é:
A) a direção de vibração do meio de propagação.
B) a direção de propagação.
C) o comprimento de onda.
D) a frequência.

 


04. (UFTM-MG) Denomina-se onda o movimento causado por uma perturbação que se propaga por um meio. As ondas podem ser classificadas quanto à natureza, quanto à direção de propagação e quanto à direção de vibração. Em relação à direção de propagação, as ondas podem ser unidimensionais, bidimensionais ou tridimensionais, e ficam, perfeita e respectivamente, representadas por ondas:
A) em cordas, em superfícies de lagos e sonoras.
B) em metais, sonoras e eletromagnéticas.
C) luminosas, em metais e em cordas.
D) sonoras, eletromagnéticas e em cordas.
E) luminosas, em metais e em superfícies de lagos.

 


05. Física Ondulatória: (UFSM-RS) NÃO é exemplo de onda eletromagnética:
A) micro-ondas
B) radiação infravermelha
C) radiação ultravioleta

D) raios X

E) ultrassom

 

 

06. (PUC-SP) O fone de ouvido tem se tornado, cada vez mais, um acessório indispensável para os adolescentes que curtem suas músicas em todos os ambientes e horários. Antes do advento do iPod e outros congêneres, para ouvir as músicas da parada de sucessos, os jovens tinham que carregar seu radinho portátil, sintonizado em FM (frequência modulada).

Observando o painel de um desses rádios, calcule a razão aproximada entre o maior e o menor comprimento de onda para a faixa de valores correspondentes a FM.
A) 0,81
B) 0,29

C) 1,65 

D) 0,36

E) 1,23

 

Movimento Harmônico Simples Exercícios.

 

07. (UNIFESP) Cientistas descobriram que a exposição das células humanas endoteliais à radiação dos telefones celulares pode afetar a rede de proteção do cérebro. As micro-ondas emitidas pelos celulares deflagaram mudanças na estrutura da proteína dessas células, permitindo a entrada de toxinas no cérebro.
(Folha de S. Paulo, 25. jul. 2002).


As micro-ondas geradas pelos telefones celulares são ondas de mesma natureza que:
A) o som, mas de menor frequência.
B) a luz, mas de menor frequência.
C) o som, e de mesma frequência.
D) a luz, mas de maior frequência.
E) o som, mas de maior frequência.

 


08. Física Ondulatória: (PUC Minas) Um professor de Física, que ministrava a primeira aula de ondas, dava exemplos de ondas eletromagnéticas. Ele dizia: “São exemplos de ondas eletromagnéticas as ondas de rádio, a luz, as ondas de radar, os raios X, os raios γ.” Logo após ter citado os raios γ, um aluno entusiasmado completou a lista de exemplos, dizendo: “Raios α, raios β e raios catódicos”. Pode-se afirmar que:
A) pelo menos um exemplo citado pelo professor está errado.
B) todos os exemplos citados pelo professor e pelo aluno estão corretos.
C) apenas um exemplo citado pelo aluno está errado.
D) os três exemplos citados pelo aluno estão errados.
E) há erros tanto nos exemplos citados pelo professor quanto naqueles citados pelo aluno.

 

 

09. (PUC-SP) As estações de rádio têm, cada uma delas, uma frequência fixa e própria na qual a transmissão é feita. A radiação eletromagnética transmitida por suas antenas é uma onda de rádio. Quando escutamos uma música, nossos ouvidos são sensibilizados por ondas sonoras. Sobre ondas sonoras e ondas de rádio, são feitas as seguintes afirmações:
I. Qualquer onda de rádio tem velocidade de propagação maior do que qualquer onda sonora.
II. Ondas de rádio e ondas sonoras propagam-se em qualquer meio, tanto material quanto no vácuo.
III. Independentemente de a estação de rádio transmissora ser AM ou FM, a velocidade de propagação das ondas de rádio no ar é a mesma e vale, aproximadamente, 3,0 x 10
8 m/s.
Está
CORRETO o que se afirma apenas em:
A) I.
B) III.

C) I e II.

D) I e III.

E) II e III.

 

 

10. Física Ondulatória: (ENEM) Um tsunami no oceano profundo apresenta um comprimento de onda de cerca de 200 km, propaga-se com velocidade de mais de 800 km/h, possui um período de oscilação de 30 minutos e apresenta uma amplitude de apenas 1 m. Isso torna difícil detectar tsunamis em águas profundas. À medida que o tsunami se aproxima da costa e as águas se tornam mais rasas, o empolamento da água comprime a onda e sua velocidade e o seu comprimento de onda diminuem para menos de 80 km/h e 20 km, respectivamente. A amplitude cresce enormemente, produzindo uma onda claramente visível. Exceto para os tsunamis extremamente  grandes, a onda ao se aproximar da praia não quebra, ela aparece como um movimento rápido de água que invade a praia e arrasa tudo o que encontra pela frente.
Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Tsunami>. Acesso em: 21 dez. 2010 (Adaptação).


Considere que a energia transportada pelo tsunami seja proporcional ao produto λ.A2, em que A e λ são, respectivamente, a amplitude e o comprimento de onda da onda. Este, por sua vez, é proporcional à raiz quadrada da profundidade do mar (λ ∝ h).
Considere que um
tsunami gerado em águas com profundidade de 1 600 m possui um comprimento de onda de 80 km e uma amplitude de 1,0 m. Considere ainda que, em sua propagação desde o local em que foi gerado até se aproximar da praia numa profundidade de 1,0 m, o tsunami tenha mantido a sua energia inicial. Nessa profundidade, a sua altura (amplitude) será de:
A) 3,1 m.
B) 6,3 m.
C) 12,5 m.
D) 26 m.
E) 40 m.

 

🔵 >>> Veja também a segunda parte desta lista de questões.

 

Verifique todos os nossos exercícios e atividades de Física.

 

Gabarito com as respostas das atividades sobre Física Ondulatória:

01. D;

02. D;

03. A;

04. A;

05. E;

06. E;

07. B;

08. D;

09. D;

10. B

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário