Exercícios sobre os Focos de Tensões na Ásia

01. Focos de Tensões na Ásia: (UFRRJ) No mapa a seguir, encontra-se identificada uma das principais áreas de tensão do planeta na atualidade.

Assinale a alternativa que apresenta uma das razões para o conflito entre Índia e Paquistão, pelo controle da região em destaque.
A) Disputa pelo controle das cidades consideradas sagradas por ambos os povos.
B) Existência de reservas de urânio, cobiçadas pelos dois países com capacidade nuclear.
C) Conflitos religiosos, onde budistas e muçulmanos já travaram três guerras e adotaram práticas de terrorismo.
D) Aspirações nacionalistas dos povos da Caxemira, que reivindicam a sua separação e independência do Paquistão.
E) Disputas territoriais decorrentes do processo de independência desses dois países, com o fim do domínio britânico.

 

 

02. Focos de Tensões na Ásia: (FEPECS-DF–2008) A República Popular da China busca, desde os tempos de Mao Tsé-Tung, ocupar a posição de grande potência asiática. A política de Beijin desenvolveu-se tendo, como um dos seus focos geopolíticos, a rivalidade com a Índia. O fim da Guerra Fria amenizou a rivalidade sino-indiana, sem provocar, contudo, uma verdadeira aproximação entre as duas potências. As alternativas a seguir apresentam razões para a rivalidade sino-indiana, EXCETO uma. Assinale-a.
A) A concorrência entre as duas potências emergentes pela maior influência geopolítica regional.
B) O engajamento da Índia na sustentação dos separatistas tibetanos.
C) O apoio chinês ao Paquistão na disputa pelo controle da Caxemira.
D) A política da Índia de cooperação econômica e tecnológica com os EUA.
E) O estabelecimento de laços de intercâmbio comercial entre a China e a Coreia do Sul.

 


03. (Mackenzie-SP) Os líderes das Coreias do Norte e do Sul se reunirão em junho na capital norte-coreana, Pyongyang, para um encontro histórico – o primeiro desde 1945 […]
ESTADO DE S. PAULO. 11 abr. 2000.


Sobre o assunto, é CORRETO afirmar que:
A) a Coreia do Norte foi reconstruída com a ajuda soviética e, após a assinatura de um tratado de paz, tem uma economia industrial complementar à economia da Coreia do Sul.
B) na década de 1980, a Coreia do Sul perdeu grande parte da ajuda econômica soviética e sua economia entrou em estagnação com consequente redução do padrão de vida da população.
C) os investimentos japoneses provocaram a rápida industrialização das duas Coreias, que têm suas economias centradas na exportação de bens manufaturados.
D) devido à diminuição da qualidade de vida, a população da Coreia do Sul tem emigrado, principalmente, para a Coreia do Norte e para o Brasil.
E) as Coreias foram divididas no quadro global da Guerra  Fria, o que resultou numa guerra que envolveu diretamente tropas americanas e chinesas.

 


04. Focos de Tensões na Ásia: (PUC Rio–2008 / Adaptado) Em relação ao jogo geopolítico internacional no atual século, os EUA vêm encontrando dificuldades em manter o equilíbrio entre os seus interesses com os das potências emergentes na Ásia, como acontecia no período da Guerra Fria. Na charge a seguir, vê-se o desequilíbrio atual devido ao(à):

A) crescimento geopolítico da China continental na Ásia, impondo uma recomposição territorial com Taiwan (China insular), país formado pela ruptura ideológica ocorrida no território chinês, após a revolução socialista de Mao Tsé-Tung, em 1949.
B) crescimento militar de Taiwan na Ásia, o que afasta o país chinês nacionalista da China socialista continental, país menos bélico e voltado para as questões de organização supranacional da nova ordem mundial.
C) redução da influência norte-americana na Ásia devido ao crescimento econômico, fnanceiro e militar chinês continental, o que culminará com a retomada de Hong Kong (“o pé esquerdo do ex-Presidente George W. Bush”, na charge), nas próximas décadas.
D) perda da hegemonia norte-americana na Ásia, no atual século, frente ao fortalecimento dos NICs (New Industrialized Countries), o que afasta Taiwan da China continental, país que é o maior aliado norte-americano no continente.
E) possível interferência militar norte-americana na China continental, que vem ameaçando invadir Taiwan caso esse país chinês insular continue a se afastar dos objetivos de integração propostos pela APEC (Asia-Pacifc Economic Cooperation), bloco econômico do qual participam os EUA.

 


05. Focos de Tensões na Ásia: (UFMS–2007) Por considerar uma ameaça à paz mundial, o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas adotou, recentemente, uma resolução impondo sanções a um país asiático que, segundo fontes internacionais, realizou testes de mísseis balísticos e teste subterrâneo de um artefato nuclear. Estamos nos referindo à:
A) Coreia do Sul, que apresenta as mais altas taxas de analfabetismo, desemprego e concentração de renda do mundo e, visando defender o regime comunista, prioriza o investimento em armamentos nucleares em detrimento de políticas sociais.
B) China, que, embora comunista, sucumbiu à modernização tecnológica e econômica dos países capitalistas e tem investido maciçamente em arsenal nuclear, imposto sobretudo pelo estreitamento de relações diplomáticas com os EUA e Japão.
C) Índia, cujos investimentos maciços em pesquisas nucleares estão associados às novas alianças estabelecidas a partir de seu ingresso nos Tigres Asiáticos, em 2002.
D) Rússia, que, ao ingressar na União Europeia, alcançou rápido crescimento econômico, passando a investir em meios altamente modernos de defesa e ofensiva capazes de derrotar qualquer inimigo.
E) Coreia do Norte, que ignorou a assinatura de acordo internacional que impunha a desativação de qualquer pesquisa ligada à produção de arsenal nuclear.

 

Exercícios sobre os Focos de Tensões no Continente Africano.

 

06. Focos de Tensões na Ásia: (UEPB–2011) O grande crescimento da Índia desde os anos de 1990 coloca este país como um dos quatro gigantes emergentes, ao lado da Rússia, China e Brasil. O prognóstico econômico é de que a Índia atinja em meados deste século a terceira posição na economia mundial. Este fato se deve:
A) ao extraordinário crescimento de sua indústria cinematográfica, que hoje já ultrapassa a produção de Hollywood, sua grande concorrente.
B) ao crescimento de sua população que é hoje a segunda do mundo, com alto poder de consumo.
C) à eliminação da sociedade de castas que marcou a milenar história do país e impedia as pessoas de castas inferiores de ascender econômica e socialmente.
D) aos avanços alcançados pela sua indústria nos setores farmacêutico, de fibras ópticas, de satélites e informática.
E) à resolução do conflito com o Paquistão pela Caxemira, o qual obrigava a Índia a desviar imensos recursos para a produção de armamentos, inclusive nucleares.

 


07. Focos de Tensões na Ásia: (UFF-RJ–2006) Leia a notícia e observe a foto:
Fim do Mundo Mais Próximo
O ponteiro do “Relógio do Fim do Mundo” foi adiantado ontem em cinco minutos. Essa mudança deveu-se às explosões subterrâneas, nos últimos meses, de cinco bombas atômicas pela Índia e seis pelo Paquistão, em testes que ratificaram a entrada dos dois países para o clube de potências nucleares – até então limitado aos EUA, Rússia, Inglaterra, França e China. […]
“As consequências de um possível confronto nuclear entre Índia e Paquistão são imprevisíveis”, alerta o Boletim dos Cientistas Atômicos.
JORNAL DO BRASIL, 12 jun. 1998 (Adaptação).

Militares do Paquistão e da Índia, frente a frente, na fronteira entre os dois países. Um fator responsável pelos enfrentamentos entre Índia e Paquistão é o seguinte:
A) A disputa pela região da Caxemira, área geográfica fronteiriça de maioria demográfica muçulmana, sob controle majoritariamente indiano.
B) O avanço do terrorismo na região da Caxemira, com domínio paquistanês sobre uma população majoritariamente de origem hindu.
C) A aliança política formada entre muçulmanos do Paquistão e do Afeganistão, sob liderança talibã, contrária ao hinduísmo nas fronteiras.
D) A pressão militar atômica chinesa sobre a Índia, com a decorrente desestabilização da identidade religiosa que une indianos e paquistaneses.
E) O entrechoque de civilizações milenares, tornadas rivais a partir da corrida nuclear estabelecida naquela parte da Ásia, nos últimos anos.

 


08. (UFMT–2009) Sobre a economia de países do Sudeste Asiático, analise as afirmativas.
I. A China abandonou o regime totalitário, com plena abertura política e econômica, ampliando os investimentos em indústria pesada com sistema de produção capitalista voltado para o mercado mundial.
II. Os países da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) foram beneficiados pelo crescimento dos investimentos, sobretudo do Japão e dos Tigres Asiáticos que ampliaram o comércio intrarregional.
III. Além das relações econômicas centralizadas no Japão, tem crescido o fluxo de comércio e investimentos entre Japão, China e demais países do Sudeste Asiático.
IV. A partir da segunda metade do século passado, a economia norte-coreana deu ênfase à indústria pesada e à de bens de capital, mas, após a crise do socialismo real, o país passou por dificuldades econômicas.
Estão
CORRETAS as afirmativas:
A) II e III, apenas. D) I e IV, apenas.
B) II, III e IV, apenas. E) I, II, III e IV.
C) I, II e III, apenas.

 


09. Focos de Tensões na Ásia: (UCS-RS–2006)
Ordem Mundial
O mundo da Guerra Fria foi marcado por muitos conflitos. Em todos eles, direta ou indiretamente, os Estados Unidos (país líder do bloco capitalista) e a União Soviética (líder do bloco socialista) estavam envolvidos. O desenrolar desses conflitos fez com que o espaço mundial fosse reconfgurado.


Sobre a configuração do mundo durante a Guerra Fria, é
CORRETO afirmar que:
A) a independência das colônias africanas deu origem a novos países como o Vietnã, que se tornou socialista após violento conflito, e o Laos, que se tornou capitalista.
B) a invasão soviética provocou a guerra das Filipinas, ao término da qual a metade sul do país tornou-se socialista, e a metade norte, capitalista.
C) a Coreia, com a derrota dos japoneses, foi dividida: o norte passou a pertencer ao bloco socialista, e o sul, ao capitalista.
D) a invasão das tropas americanas provocou a divisão da Tchecoslováquia em dois países, sendo que apenas a parte eslovaca tornou-se capitalista.
E) a ocupação soviética fez com que a Mongólia se separasse da China, sendo que a primeira tornou-se capitalista, e a última, comunista.

 

 

10. Focos de Tensões na Ásia: (UEPB–2007)
Índia. Avanço, mas não de tigre, de elefante.
O gigante asiático está crescendo em ritmo acelerado, mas precisa arrastar o peso da pobreza e da complexidade social.
VEJA, jun. 2006.


Apesar de todo o crescimento econômico, o país enfrenta sérios problemas a serem superados, tais como:
I. o atraso em tecnologia farmacêutica e da informação.
II. o sistema de castas que, embora abolido por lei desde 1950, ainda está presente na cultura indiana.
III. o enorme número de analfabetos que corresponde a quase metade da imensa população indiana.
IV. a ausência de uma classe média indiana, com poder de consumo, e de um empresariado de origem nacional, disposto a investir no país.
Estão
CORRETAS apenas as proposições:
A) I e II. C) II e IV. E) I, II e III.
B) II e III. D) II, III e IV.

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas das atividades de Geografia sobre Focos de Tensões na Ásia:

01. E; 02. E; 03. E; 04. A; 05. E; 06. D; 07. A; 08. B; 09. C; 10. B