A Geografia da Região Sudeste do Brasil Questões

01. (UFMT). A Geografia da Região Sudeste: Na(s) questão(ões) a seguir julgue os itens e escreva nos parênteses V se for verdadeiro ou F se for falso. Embora pouco extenso, o Sudeste é a mais importante região brasileira em termos econômicos e políticos. Sobre as características dessa região, julgue os itens que se seguem.

( ) A região Sudeste distingue-se do restante do Brasil por ser a área com maior proporção de terras
baixas. O relevo dessa região apresenta um claro predomínio de planícies sedimentares, desgastadas pela erosão.
( ) O regime de chuvas dessa região é típico do clima temperado: as chuvas concentram-se no inverno, o verão é a época da estiagem.
( ) A devastação da mata atlântica foi provocada pela expansão da agricultura e da indústria, que deixaram apenas manchas da floresta.
( ) São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte são as três metrópoles da Região Sudeste. Essas cidades concentram uma grande parte da produção industrial, do comércio e dos serviços do país.
( ) O processo de industrialização não atingiu toda a região Sudeste, o que produziu espaços geográficos diferenciados e grandes desigualdades dentro da própria região.


02. (Mackenzie) Na classificação do relevo brasileiro, feita pelo Prof. Jurandyr Sanches Ross (1995), são identificados os planaltos em cinturões orogênicos, resultado de ações tectônicas ocorridas no passado geológico, causadoras de numerosas falhas na estrutura rochosa, e, em período geológico mais recente, atacados por processos de erosão diferencial sob clima quente e úmido. Apresentam trechos de escarpas e outros de topografia arredondada. Esse tipo de planalto está presente em trechos:

a) da região Centro-Oeste e são caracterizados pelos chapadões.
b) da região Sudeste, e apresentam “serras” cristalinas e mares de morros.
c) da Amazônia, onde formam tabuleiros e baixos planaltos.
d) do Sertão Nordestino, caracterizando-se pela presença de chapadas e brejos.
e) da região Sul, onde é marcado pelas “cuestas” basálticas.


03. (FGV). A Geografia da Região Sudeste: Considere as informações apresentadas na tabela abaixo:
Região Sudeste do Brasil: Previsão do tempo

tabela temperatura e climas da região sudeste do Brasil Exercícios

A partir de seus conhecimentos sobre dinâmica climática, é correto afirmar que as mudanças do tempo descritas na tabela estão relacionadas:

a) ao aquecimento e à ascensão vertical do ar que, ao entrar em contato com as camadas de ar frio da atmosfera, sofre condensação, ocasionando a inversão térmica e a consequente diminuição das temperaturas.
b) à formação de chuvas ortográficas, resultantes do encontro dos ventos úmidos vindos do oceano, com barreiras do ar quente e seco do Planalto Atlântico, diminuindo os índices de pluviosidade no interior da região.
c) ao encontro da massa de ar tropical atlântica (mTa), quente e úmida, com a massa equatorial continental (mEc) fria e seca, provocando diminuição das temperaturas e oscilações na pluviosidade.
d) à ocorrência de uma frente fria, caracterizada pelo encontro de uma massa de ar polar com outra tropical,
resultando em instabilidade atmosférica inicial, com posterior estabilização e queda da temperatura.
e) ao efeito dos ventos alísios que sopram dos trópicos para o equador e depois retornam aos trópicos (contra-alísios), provocando, neste movimento, rápidas oscilações das características atmosféricas.


04. (UFLA). A Geografia da Região Sudeste: Em função de inúmeros fatores, como a altitude, a maritimidade e as massas de ar, a região Sudeste apresenta uma grande diversidade de tipos climáticos. Os principais são, exceto:

a) Equatorial: chuvas intensas e temperaturas elevadas o ano todo.
b) Tropical: verão chuvoso e inverno seco com temperaturas elevadas.
c) Tropical de altitude: verão chuvoso e inverno seco, com temperaturas brandas em função da altitude.
d) Semiárido: chuvas escassas e irregulares, temperaturas elevadas o ano todo.
e) Subtropical: chuvas pouco intensas o ano todo com baixas temperaturas no inverno.


05. (UFF). A Geografia da Região Sudeste: O cerrado representa uma cobertura vegetal característica de áreas de clima semiúmido, com duas
estações bem defnidas (uma chuvosa a outra seca), ocupando predominantemente os terrenos sedimentares
do planalto Brasileiro.

Na região Sudeste, este tipo de cobertura vegetal é característica da:
a) franja meridional de São Paulo.
b) vertente oeste do Vale do Paraíba do Sul.
c) área nordeste do Espírito Santo.
d) porção centro-ocidental de Minas Gerais.
e) parte centro-sul do Rio de Janeiro.


06. (PUC-SP). A Geografia da Região Sudeste: Um olhar ligeiro a um dos muitos guias de lazer da cidade de São Paulo (cf. Guia da Folha de 21 a 27 de setembro) nos dá ideia do que é essa localidade:
são mais de 50 filmes no “circuito ofcial” (mais de 250 salas localizadas em 34 shoppings e pelo menos 50 salas em outros endereços) e de um outro tanto semelhante de “filmes alternativos” em cinemas de arte; em torno de 80 encenações de teatro adulto e 20 de teatro infantil estão em cartaz; são mais de 40 shows de música popular (nacionais e estrangeiros); 15 espetáculos (concertos e dança nacionais e estrangeiros); 20 exposições de artes plásticas (nacionais e estrangeiras) nas galerias e nos museus das cidades; restaurantes, bares e casas noturnas revezam-se em, ao menos, 350 indicações a cada semana. Tudo isso sem contar os vários festivais de cinema e de música que se alternam ao longo do ano.

Assinale a afirmação errada.
a) As opções de São Paulo não são bem aproveitadas pelo público do interior e de outros estados, em razão
da precariedade do acesso físico à cidade de São Paulo, o que reduz sua condição de metrópole no país.
b) O fato de a cidade possuir uma população muito grande explica em boa medida a diversidade de  atrações, mas a esse aspecto deve-se acrescentar a renda existente e o fato de atrair público externo.
c) O quadro do lazer em São Paulo é uma demonstração de sua condição de metrópole, não só pelo tamanho,
mas porque indica que a cidade é integrada, como polo importante, num circuito de artes e espetáculos.
d) Uma vida cultural rica é um “capital” da cidade que, em tese, benefcia a população. No entanto, boa
parte da população de São Paulo está alijada dessa condição em função da má distribuição da renda.
e) A diversidade de opções de lazer, numa cidade como São Paulo, reflete a heterogeneidade de expectativas e comportamentos sociais, marca comum das cidades que têm condição de metrópole.


07. (UFES) Observe a figura a seguir, sobre a evolução da população rural/urbana, no Brasil e no Estado do Espírito Santo, no período de 1940 a 1990. Sobre a situação rural/urbana é incorreto afirmar que:

população urbana e rural em %


a) a economia baseada principalmente nas atividades do setor primário, voltada para exportação, é uma
das causas do predomínio da população rural até os anos 1950.
b) a urbanização no país é uma realidade recente, acelerada pelo processo de modernização intensifcado no pós-Segunda Guerra Mundial.
c) o intenso ritmo de urbanização do Espírito Santo foi acompanhado de uma grande geração de novos empregos, eliminando problemas de favelização.
d) o modelo econômico adotado pelo país após 1964 privilegiou a modernização agrícola e a expansão industrial, contribuindo para o êxodo rural.
e) os grandes projetos implantados no Espírito Santo, a partir dos anos 1970, impulsionaram o crescimento do setor industrial e de áreas urbanas.


08. (Fuvest). A Geografia da Região Sudeste: A expansão cafeeira no estado de São Paulo atingiu, por volta de 1900, pontos distantes a mais de 400km do porto de Santos. Esta interiorização tornou-se possível porque:

a) o clima tropical de altitude favoreceu o plantio do café.
b) o crescimento da demanda internacional permitiu o aumento da produção.
c) o porto de Santos foi aparelhado para exportar grandes volumes de carga.
d) a produção pôde ser transportada por ferrovias.
e) o sistema de colonato incentivou a abertura de fazendas para o Norte e Oeste.


09. (PUC Minas) As maiores alterações do espaço agrário brasileiro são irradiadas da Região Sudeste, sendo essa a região que mais contribui para o produto interno do setor agropecuário brasileiro. Nesse sentido, são corretas as seguintes afirmativas, exceto:

a) a concentração de capital permite maiores investimentos para a melhoria das técnicas agrícolas que,
por sua vez, são tomadas como exemplos pelos produtores rurais de outras áreas do país.
b) as empresas se expandem para continuar a crescer, fazem investimentos fora de sua sede territorial, mas mantêm com ela fortes laços de dependência.
c) a concentração industrial exige grande quantidade de produtos agrícolas como matéria-prima.
d) cada vez mais a economia agroindustrial no Brasil está apoiada na produção de matéria-prima bruta para as indústrias sediadas no complexo urbanoindustrial de São Paulo.


10. (UFSM). A Geografia da Região Sudeste: “(…) é responsável pela maior produção brasileira de minérios de ferro e manganês (…). Ao seu redor ou diretamente vinculadas à disponibilidade de seus minérios, encontram-se diversas indústrias siderúrgicas, responsáveis pela produção de aço. Há dois canais para o escoamento do minério (…) por meio de Estrada de Ferro Vitória-Minas (…) e por meio da Estrada de Ferro Central do Brasil (…).”
(MOREIRA, J. C.; SENE, E. Geografa Geral e do Brasil: Espaço Geográfco e Globalização. São Paulo: Scipione, 1998. p. 214.)

A área de extração mineral a que o texto se refere é o(a):
a) Quadrilátero Ferrífero.
b) Serra de Carajás.
c) Projeto Trombetas.
d) Maciço de Urucum.
e) Serra do Navio.

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

Gabarito com as respostas das questões sobre A Geografia da Região Sudeste do Brasil:

Gabarito da questão 01. F, F, V, V, V;

Gabarito da questão 02. B;

Gabarito da questão 03. D;

Gabarito da questão 04. A;

Gabarito da questão 05. D;

Gabarito da questão 06. A;

Gabarito da questão 07. C;

Gabarito da questão 08. D;

Gabarito da questão 09. D;

Gabarito da questão 10. A

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário