Exercícios sobre a América Hispânica e EUA no Século XIX

01. América Hispânica e EUA no Século XIX: UFSC – Certamente as mudanças sociais, políticas e econômicas ocorridas durante o século XIX, proporcionaram uma conjuntura favorável à Independência da América Espanhola. A Revolução Francesa, a Independência dos Estados Unidos, as idéias liberais e a crise do sistema colonial criaram um contexto propício para a emancipação política das colônias ibéricas.

Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) nas suas referências à Independência da América Espanhola do século XIX:

(01) A instabilidade política da Europa, gerada pelas lutas contra o Antigo Regime, provocou crises econômicas e políticas que favoreceram os movimentos emancipacionistas da América.

(02) As idéias iluministas divulgadas na América influenciaram os colonos americanos nas suas lutas contra a metrópole.

(04) A unidade do espaço territorial da Espanha na América foi mantida, apesar dos movimentos emancipatórios do século XIX.

(08) Com a conquista da sua emancipação política, os Estados Unidos (EUA) passaram a remeter recursos financeiros e contingentes militares aos colonos espanhóis na América do Sul, decisivos para o sucesso dos movimentos de independência.

(16) Entre os fatores que contribuíram para a Independência da América Espanhola destacaram-se: os efeitos do monopólio comercial metropolitano e a desigualdade de direitos entre os colonos nascidos na América (criollos) e os colonos nascidos na Espanha (chapetones).

(32) A Inglaterra favoreceu o processo de Independência da América Espanhola, pois percebia no continente americano um novo mercado para os seus produtos industrializados, bem como, fonte de matérias-primas.

Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.

 

 

02. Uniderp-MS

“Todos os homens foram criados iguais e são dotados de certos direitos inalienáveis, entre os quais estão a Vida, a Liberdade e a Busca da Felicidade.”

Jefferson. In: Aquino et al, p. 126.

A partir da leitura do fragmento, pode-se deduzir que os princípios filosóficos que nortearam a luta dos colonos norte-americanos por sua independência estavam fundamentados no:

a) Absolutismo Monárquico, de Thomas Hobbes.

b) Socialismo Científico, de Karl Marx.

c) Liberalismo, de John Locke.

d) Fascismo, de Benito Mussolini.

e) Anarquismo, de Mikhail Bakunin.

 

 

03. América Hispânica e EUA no Século XIX: UFMG – Considerando-se as relações entre a América Latina e os Estados Unidos a partir de meados do século XXI, é correto afirmar que

a) a abertura do canal no estreito do Panamá possibilitou o desenvolvimento de relações comerciais equilibradas entre as Américas.

b) a consolidação dos Estados antilhanos e centro-americanos viabilizou o apoio constante do Governo norte-americano às democracias dessa região.

c) a derrota do México, na guerra com os Estados Unidos, significou a perda de quase metade do território mexicano para este país.

d) a política do big stick, implementada pelo Presidente Theodore Roosevelt, visava estreitar o diálogo diplomático entre os países americanos.

 

 

04. Cefet-PR – Entre o Norte e o Sul dos Estados Unidos agravavam-se as contradições herdadas da fase colonial, e que foram aprofundadas pela questão da abolição da escravidão, levando à eclosão da Guerra de Secessão. À primeira vista, parece que o problema da escravidão teria sido o mais importante para explicar o conflito, mas, na realidade, a questão econômica é muito mais significativa porque:

a) a economia no Norte era basicamente agrícola, enquanto no Sul era basicamente industrial.

b) a classe economicamente dominante no Norte era a dos latifundiários, enquanto no Sul era a burguesia.

c) o Norte era a favor de tarifas protecionistas, enquanto o Sul era contrário a estas tarifas.

d) o Norte tinha interesse maior no mercado externo, enquanto o Sul tinha interesse maior no mercado interno.

e) o Norte era contrário à construção de estradas ligando o leste ao oeste, enquanto Sul era favorável a estas construções.

 

 

05. América Hispânica e EUA no Século XIX: PUC-RJ – Leia as afirmações abaixo referentes à caracterização de diferentes industrializações latino americanas ocorridas em fins do século XIX.

I. A industrialização argentina foi marcada por uma expressiva imigração européia. Os setores têxtil e de alimentos foram os primeiros a serem transformados, contando com significativos investimentos estrangeiros – sobretudo ingleses. As atividades relacionadas ao transporte ferroviário e marítimo (portos e navios frigoríficos), bem como aos serviços de infra-estrutura urbana em geral foram privilegiadas por favorecerem a exportação de carnes e couros.

II. A industrialização mexicana foi intensificada durante o longo governo de Porfírio Díaz. Além dos setores têxtil e de alimentos, desenvolveram-se a metalurgia e a produção de petróleo, esta última tendo-se tornado motivo de acirrada disputa entre os capitais ingleses e norte-americanos no país. Na composição da mão-de-obra, os nacionais predominaram sobre a imigração européia, que foi de muito pouca expressão.

III. A industrialização cubana atingiu os setores da mineração, açúcar e tabaco. Companhias norte-americanas e espanholas disputaram a construção de ferrovias na ilha para o escoamento destas e de outras produções para a exportação. Em que pese o grande número de libertos existentes, os imigrantes – em especial os coolies chineses – tornaram-se a mão-de-obra mais utilizada nessas atividades.

IV. A industrialização chilena dos últimos decênios apresentou poucos imigrantes na composição de sua mão-de-obra. O crescimento econômico fez-se sentir de forma marcante no setor de mineração – com a exploração do nitrato e do cobre – onde a hegemonia britânica foi rapidamente contestada pelos mais fortes investidores norte-americanos e alemães que para lá se deslocaram à época.

Assinale a alternativa:

a) se somente as afirmações I e IV estiverem corretas.

b) se somente as afirmações II e III estiverem corretas.

c) se somente as afirmações I, III e IV estiverem corretas.

d) se somente as afirmações I, II e IV estiverem corretas.

e) se somente as afirmações I, II e III estiverem corretas.

 

Exercícios de História do Imperialismo até a Segunda Guerra Mundial.

 

06. América Hispânica e EUA no Século XIX: UFPR – Ao longo das três primeiras décadas do século XIX, quase todas as colônias da América Latina tornaram-se independentes das nações ibéricas. A respeito dessa conjuntura, coloque V para as questões verdadeiras e F para as falsas:

( ) A homogeneidade lingüística e a existência de vice-reinos com vastas áreas territoriais não impediram a fragmentação política da América Espanhola.

( ) Devido o vigor de seus mercados internos e ao acelerado processo de industrialização, então em curso, poucos dos países recém-independentes da América Latina preocuparam-se em desenvolver uma economia de exportação.

( ) A exemplo do ocorrido no Brasil, em todos os outros países da América Latina prevaleceram estruturas econômicas do período colonial, com base no regime escravista de trabalho, que praticava a monocultura e a escravidão negra.

( ) Os povos indígenas e seus descendentes compuseram maciçamente os exércitos locais de libertação na luta pela independência da América Latina e também os governos nacionais que se formavam em seguida.

( ) As disputas pelo poder entre as elites das colônias espanholas desencadearam várias guerras civis, nas quais assumiram grande importância os caudilhos, chefes locais capazes de mobilizar e manter sob seu comando autênticos exércitos.

( ) O processo de independência na América Latina teve de enfrentar a reação não só da Espanha mas também da Inglaterra, preocupada com a propagação dos ideais de independência em suas colônias na América do Norte.

 

 

07. UFMS – No início do século XIX, em quase toda a América Espanhola ocorreram movimentos de contestação à ordem colonial então estabelecida durante os três primeiros séculos de conquista e colonização. Sobre esse assunto, é correto afirmar que

(01) as convulsões revolucionárias marcaram o processo de emancipação política hispano-americana.

(02) os setores dominantes da América Espanhola na época colonial, aqueles que se rebelaram contra a metrópole, eram formados pela elite criolla.

(04) o processo de independência na América Espanhola foi, exceto nas manifestações mais radicalizadas da primeira fase, conduzido por membros das oligarquias.

(08) um dos obstáculos enfrentados pelos criollos à sua livre ascensão social, consistia nos privilégios outorgados aos nascidos na Espanha, os quais ocupavam os cargos mais importantes na administração colonial.

(16) a Igreja Católica tomou partido a favor da destruição da ordem colonial.

Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.

 

 

08. América Hispânica e EUA no Século XIX: UFGO – A Conquista do Oeste, que marcou a história dos Estados Unidos no século XIX, tema dileto do cinema hollywoodiano, tem para os norte-americanos o peso de uma epopéia e constitui elemento da imagem dos EUA no mundo. Julgue as questões, colocando certo ou errado.

A Marcha para o Oeste implicou um movimento de expansão que:

( ) protegeu as populações indígenas, pois estas eram consideradas pelos pioneiros e pela Federação as verdadeiras representantes da origem étnica norte-americana.

( ) patrocinou anexações territoriais resolvidas diplomaticamente como bem exemplificam as negociações entre os EUA e o México.

( ) foi alimentado pela imigração, pela escassez de terras no leste e pela demanda por produtos agrícolas e metais preciosos.

( ) formulou uma imagem negativa dos mexicanos, vistos como portadores de uma cultura avessa ao trabalho e à ordem, o que representava um contraponto ao modelo de identidade norte-americana.

 

 

09. UFRRJ

“Em todos os sistemas sociais, é preciso haver uma classe para desempenhar as tarefas indígenas, para fazer o que é monótono e desagradável … nós a chamamos escravos. (…) não chamarei a classe existente do norte usando esse termo; mas vocês também os possuem; (…) A diferença entre nós, é que os escravos são contratados pela vida toda, e são bem recompensados; não há fome, nem mendicância, nem desemprego entre nós, e nem excesso de empregos, também. Os de vocês são empregados por diárias, não são bem tratados, e têm escassa recompensa, o que pode ser provado, da maneira mais deplorável, a qualquer hora, em qualquer rua de suas cidades. Ora, pois a gente encontrava mais mendigos em um dia, em uma só rua de Nova Iorque, do que os que se encontram durante toda uma vida no sul inteiro. Nossos escravos são pretos, de uma raça inferior; … os de vocês são brancos, de sua própria raça; são irmãos de um só sangue”.

Senador Hammond. Carolina do Sul. Apud: HUBERMAN, Leo. História da Riqueza dos EUA. São Paulo, Brasiliense, 1978. p 158

No período anterior à Guerra de Secessão (1861-1865), o senador sulista norte-americano buscava mostrar, em defesa da manutenção da escravidão nos estados do Sul dos Estados Unidos da América, que:

a) enquanto os sulistas mantinham escravos negros descendentes de africanos, a nobreza feudal nortista mantinha servos brancos descendentes de europeus.

b) o estilo de vida sulista tendia a ser muito mais moderno e civilizado que o nortista.

c) as indústrias do Sul funcionavam de maneira bem mais eficaz que a agricultura nortista.

d) a miséria decorrente da escravidão poderia ser tão danosa à economia nortista quanto era no sul dos EUA.

e) os efeitos da implantação do capitalismo industrial no Norte eram piores para os trabalhadores do que a escravidão.

 

 

10. América Hispânica e EUA no Século XIX: UFMS – Sabe-se que a Guerra de Secessão constitui um dos mais importantes momentos na formação dos Estados Unidos da América. As proposições abaixo referem-se a esse tema.

I. As diferenças econômicas, sociais e políticas entre Norte e Sul agudizaram-se na primeira metade do século XIX e levaram à guerra.

II. Os empresários industriais do Norte exigiam uma política de tarifas altas para proteção de suas indústrias, mas não contavam com o apoio do Sul.

III. A cultura do algodão desenvolveu-se no Sul dos Estados Unidos baseada no trabalho escravo, que era contestado pelos empresários do Norte.

Assinale a alternativa correta:

a) as proposições I, II e III são verdadeiras.

b) Apenas a proposição I é verdadeira.

c) Apenas a proposição II é verdadeira.

d) Apenas a proposição III é verdadeira.

e) As proposições II e III são verdadeiras.

 

🔵 >>> Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.

 

Gabarito com as respostas das questões de História Mundial sobre América Hispânica e EUA no Século XIX:

01. 51; 02. c; 03. c; 04. c; 05. d;

06. V, F, V, F, V, F;

07. 15;

08. E-E-C-C;

09. e; 10. a