Questões sobre o Período Liberal-democrático

01. Questões sobre o Período Liberal-democrático: (UFPI–2007) Com relação ao segundo governo de Getúlio Vargas (1951-1954), é CORRETO afirmar que:
A) equipou regularmente as Forças Armadas e transformou o Exército brasileiro na maior potência bélica da América Latina.
B) reuniu entre os apoiadores de seu governo nacionalista a União Democrática Nacional (UDN) e o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).
C) ampliou a industrialização com investimentos na Companhia Siderúrgica Nacional e nacionalizou a exploração do petróleo com a criação da Petrobras.
D) expressou, através de sua política externa, apoio incondicional aos Estados Unidos, por ser um governo defensor do projeto liberal e contrário ao nacionalismo.
E) se caracterizou por adotar uma política econômica recessiva para os trabalhadores, pois congelou o salário mínimo e impediu os investimentos na previdência social.

 

 

02. (PUC RS) O contexto político que levaria à crise do segundo Governo Vargas e ao suicídio do presidente, em 24 de agosto de 1954, estava relacionado com:
A) a campanha do Partido Comunista Brasileiro contra um Estado excessivamente liberal.
B) a pressão dos sindicalistas pela aprovação da Consolidação das Leis do Trabalho.
C) a oposição popular à criação da Petrobras.
D) a mobilização geral contra o endividamento do governo junto aos Estados.
E) a oposição dos liberais da UDN e de Lacerda na imprensa.

 

 

03. (Enem–2005) Zuenir Ventura, em seu livro Minhas memórias dos outros (São Paulo: Planeta do Brasil, 2005), referindo-se ao fim da Era Vargas e ao suicídio do presidente em 1954, comenta:
Quase como castigo do destino, dois anos depois eu iria trabalhar no jornal de Carlos Lacerda, o inimigo mortal de Vargas (e nunca esse adjetivo foi tão próprio).
Diante daquele contexto histórico, muitos estudiosos acreditam que, com o suicídio, Getúlio Vargas atingiu não apenas a si mesmo, mas o coração de seus aliados e a mente de seus inimigos.
A afirmação que aparece entre parênteses no comentário e uma consequência política que atingiu os inimigos de Vargas aparecem, respectivamente, em:
A) A conspiração envolvendo o jornalista Carlos Lacerda é um dos elementos do desfecho trágico e o recuo da ação de políticos conservadores devido ao impacto da reação popular.
B) A tentativa de assassinato sofrida pelo jornalista Carlos Lacerda por apoiar os assessores do presidente que discordavam de suas ideias e o avanço dos conservadores foi intensificado pela ação dos militares.
C) O presidente sentiu-se impotente para atender a seus inimigos, como Carlos Lacerda, que o pressionavam contra a ditadura e os aliados do presidente teriam que aguardar mais uma década para concretizar a democracia progressista.
D) O jornalista Carlos Lacerda foi responsável direto pela morte do presidente e este fato veio impedir definitivamente a ação de grupos conservadores.
E) O presidente cometeu o suicído para garantir uma definitiva e dramática vitória contra seus acusadores e, oferecendo a própria vida, Vargas facilitou as estratégias de regimes autoritários no país.

 

 

04. Questões sobre o Período Liberal-democrático: (Enem–2003) A seguir são apresentadas declarações de duas personalidades da História do Brasil a respeito da localização da capital do país, respectivamente um século e uma década antes da proposta de construção de Brasília como novo Distrito Federal.

Declaração I: José Bonifácio
Com a mudança da capital para o interior, fica a Corte livre de qualquer assalto de surpresa externa, e se chama para as províncias centrais o excesso de população vadia das cidades marítimas. Desta Corte central dever-se-ão logo abrir estradas para as diversas províncias e portos de mar.
MATOS, Carlos de Meira. Geopolítica e modernidade: geopolítica brasileira.

Declaração II: Eurico Gaspar Dutra
Na América do Sul, o Brasil possui uma grande área que se pode chamar também de Terra Central. Do ponto de vista da geopolítica sul-americana, sob a qual devemos encarar a segurança do Estado brasileiro, o que precisamos fazer quanto antes é realizar a ocupação da nossa Terra Central, mediante a interiorização da capital.
VESENTINI, José W. A capital da geopolítica (Adaptação).

Considerando o contexto histórico que envolve as duas declarações e comparando as ideias nelas contidas, podemos dizer que:
A) ambas limitam as vantagens estratégicas da definição de uma nova capital a questões econômicas.
B) apenas a segunda considera a mudança da capital importante do ponto de vista da estratégia militar.
C) ambas consideram militar e economicamente importante a localização da capital no interior do país.
D) apenas a segunda considera a mudança da capital uma estratégia importante para a economia do país.
E) nenhuma delas acredita na possibilidade real de desenvolver a região central do país a partir da mudança da capital.

 

A Era Vargas Exercícios Resolvidos.

 

05. Questões sobre o Período Liberal-democrático: (FJP-MG) O segundo Governo Vargas (1950-1954) encerrou-se, tragicamente, com seu suicídio em 24 de agosto de 1954.
Foi fator decisivo para a consumação desse ato extremo:
A) a introdução do “confisco cambial”, pelo qual foi fixado um valor mais baixo para a conversão do dólar em cruzeiros, a serem recebidos pelos exportadores de café.
B) a mudança de orientação na política externa norteamericana, que comprometeu a execução do Plano Nacional de Reaparelhamento Econômico (1953).
C) o avanço do processo inflacionário, que ultrapassou um dígito entre 1948 e 1953, tendo chegado, nesse último ano, a 20,8%.
D) um manifesto à nação, assinado por vinte e sete generais do Exército, exigindo a renúncia do presidente.

 

 

06. (PUC RS) O Plano SALTE (Saúde, Alimentação, Transporte e Energia) foi uma tentativa de planificação estatal da economia no Governo Dutra. Pode-se afirmar que um dos fatores que condicionaram o relativo fracasso do plano foi a política econômica inicialmente adotada por aquele governo, a qual determinou:
A) a elevação drástica das taxas inflacionárias, devido aos aumentos reais concedidos ao salário mínimo.
B) uma forte recessão, devido aos termos ortodoxos do acordo então firmado com o FMI.
C) graves dificuldades no setor exportador, devido à elevação de taxas protecionistas condenadas formalmente pelo GATT.
D) falhas no abastecimento interno de insumos industriais, devido ao cancelamento unilateral de acordos comerciais com os Estados Unidos.
E) o esgotamento das divisas internacionais do país, devido à abertura então praticada no setor das importações.

 

 

07. (UFTM-MG–2010) Acerca da Petrobras, é CORRETO afirmar que:
A) essa empresa estatal, que passaria a ter o monopólio da prospecção e refino de petróleo, foi criada em 1953, no governo de Getúlio Vargas, e integrou o seu projeto nacionalista.
B) foi criada em 1939, a partir de um decreto do ditador Getúlio Vargas, em pleno Estado Novo, e detinha o monopólio da distribuição dos derivados do petróleo e devia estimular a produção petrolífera.
C) a sua criação, em 1954, foi dificultada pela forte oposição do PSD e dos militares ligados à Escola Superior de Guerra, que consideravam que essa prática nacionalista abria caminho para o comunismo.
D) o presidente Getúlio Vargas conseguiu capitais norte-americanos para a criação da estatal do petróleo, no contexto da Guerra Fria, em 1951, após a sua ameaça de recorrer ao auxílio da União Soviética.
E) a sistemática oposição do PSD à criação de uma estatal ligada à exploração do petróleo só foi desmontada pela aliança política entre a ala nacionalista da UDN e os grupos mais moderados do PTB.

 

 

08. Questões sobre o Período Liberal-democrático: (UFMG) Observe esta figura:

TEIXEIRA, Francisco M. P. Brasil: História e sociedade. São Paulo: Ática, 2000. p. 274.

Essa figura está relacionada:
A) à campanha eleitoral de 1950, quando Getúlio se apresentou como um candidato democrático apoiado pela massa de trabalhadores.
B) à propaganda da Aliança Liberal, que defendia a coligação dos tenentes com a oligarquia gaúcha, tendo Getúlio Vargas como seu líder.
C) ao culto do regionalismo político, que os órgãos de propaganda do Estado Novo alimentaram usando a origem gaúcha de Getúlio Vargas.
D) ao movimento conhecido como Queremismo, que, ao final do Estado Novo, uniu comunistas e trabalhistas na luta pela Constituinte com Getúlio.

 

🔵 >>> Veja também a primeira parte desta lista de atividades sobre o Período Liberal-Democrático.

 

Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.

 

Gabarito com as respostas das atividades de história do Brasil sobre o Período Liberal-democrático:

01. C;
02. E;
03. A;
04. C;
05. D;
06. E;
07. A;
08. A

Deixe um comentário