Início / História / Simulado sobre Expansão Marítima Portuguesa e Espanhola

Simulado sobre Expansão Marítima Portuguesa e Espanhola

01. Expansão Marítima Portuguesa e Espanhola: (UFMG) Leia o texto.
E aproximava-se o tempo da chegada das notícias de Portugal sobre a vinda das suas caravelas, e esperava-se essa notícia com muito medo e apreensão; e por causa disso não havia transações, nem de um ducado […] a feira alemã de Veneza não há muitos negócios. E isto porque os Alemães não querem comprar pelos altos preços correntes, e os mercadores venezianos não querem baixar os preços […] E na verdade são as trocas tão poucas como se não poderia prever.
DIÁRIO dum mercador veneziano, 1508.

O quadro descrito nesse texto pode ser relacionado à:
A) comercialização das drogas do sertão e produtos tropicais da colônia do Brasil.
B) distribuição, na Europa, da produção açucareira do Nordeste brasileiro.
C) importação, pelos portugueses, das especiarias das Índias Orientais.
D) participação dos portugueses no tráfico de escravos da Guiné e de Moçambique.

 


02. (UNESP-SP–2010) A propósito da Expansão Marítimo-comercial europeia dos séculos XV e XVI, pode-se afirmar que:
A) a Igreja Católica foi contrária à Expansão e não participou da colonização das novas terras.
B) os altos custos das navegações empobreceram a burguesia mercantil dos países ibéricos.
C) a centralização política fortaleceu-se com o descobrimento das novas terras.
D) os europeus pretendiam absorver os princípios religiosos dos povos americanos.
E) os descobrimentos intensificaram o comércio de especiarias no Mar Mediterrâneo.

 


03. Expansão Marítima Portuguesa e Espanhola: (PUC Minas–2008) A História e a Literatura têm trazido contribuições importantes para compreensão do desenvolvimento das civilizações. Leia o poema “Mar Português”, de Fernando Pessoa, e assinale a afirmativa CORRETA de acordo com o texto.
Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!
Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

A) Refere-se à Expansão Marítima portuguesa durante os séculos XV e XVI, ampliando a esfera política e geográfica do mundo conhecido.
B) Explica o mito fundador da colonização do Novo Mundo a partir da imposição da Coroa portuguesa e de seus aliados espanhóis.
C) Trata-se de uma interpretação idealista da Expansão Marítima portuguesa, criada a partir das ideias mercantilistas inglesas e francesas do século XIX.
D) Critica o modelo histórico que explica o processo de colonização portuguesa em função da mudança do eixo Atlântico para o Mediterrâneo.

 


04. (UFMG) Sabe-se que Cristóvão Colombo não descobre a América, pois imagina estar chegando à Ásia, à ilha de Cipango [o Japão], perto da costa da China e da corte do Grão-Cã. O que procurava? As “Ilhas Douradas”, Tarsis e Ofir, de onde saíam as fabulosas riquezas que o rei Salomão explorara […] Aliás, o almirante era um homem obstinado. Convencido de ter chegado ao continente asiático quando desembarcou em Cuba, ele obrigou seus partidários a partilharem de sua ideia fxa.
GRUZINSKI, Serge. A passagem do século. 1480-1520: as origens da globalização. São Paulo: Companhia das Letras, 1999. p. 21.

Considerando-se as informações desse texto, é correto afirmar que:
A) a obstinação de Colombo o levou a atingir as remotas regiões do Japão e da China, onde estariam as riquezas que – dizia-se – haviam sido exploradas pelo rei Salomão e pelo Grande Cã.
B) a busca das maravilhas relatadas em livros de viagens, desde os tempos medievais, se constituiu em um dos fatores que incentivaram as Grandes Navegações no início dos tempos modernos.
C) o desembarque de Colombo em Cuba, na sua segunda viagem, acabou por convencê-lo e a sua frota de que eles haviam chegado a uma terra ainda por descobrir – possivelmente as famosas “Ilhas Douradas”.
D) a descoberta da América foi feita por Américo Vespúcio, uma vez que Colombo, de acordo com novos estudos, atingiu, na sua primeira viagem, o continente asiático, onde foram fundadas feitorias.

 


05. Expansão Marítima Portuguesa e Espanhola: (UFRGS-RS–2007) Durante a Baixa Idade Média, ocorreu em Portugal a denominada Revolução de Avis (1383-1385), que resultou em uma mudança dinástica, cuja principal consequência foi:
A) o enfraquecimento do poder monárquico diante das pressões localistas que ainda sobreviviam nas pequenas circunscrições territoriais do reino.
B) o surgimento de uma burguesia industrial cosmopolita e afinada com a mentalidade capitalista que se instaura na Europa.

C) o início das Grandes Navegações marítimas, que resultaram no descobrimento da América e no reconhecimento da Oceania pelos lusitanos.
D) o início do processo de expansão ultramarina, que levaria às conquistas no Oriente, além da ocupação e do desenvolvimento econômico da América Portuguesa.
E) o surgimento de uma aristocracia completamente independente do Estado, que tinha como projeto político mais relevante a expansão do ideal cruzadista.

 

Organização dos Estados Modernos Atividades.

 

06. Expansão Marítima Portuguesa e Espanhola: (PUC Minas) Em meio a grave conflito diplomático, em 1494, foi assinado o famoso Tratado de Tordesilhas para “dividir o mundo descoberto ou por descobrir” entre Portugal e Espanha. A partilha do mundo ultramarino, assegurada com esse acordo, garantia à Coroa portuguesa:
A) a conquista de Ceuta no norte da África, ponto comercial importante, visando ao abastecimento de produtos para o mercado português.
B) a posse do Atlântico afro-brasileiro, dando continuidade à expansão lusa incentivada pelo rei D. João II, concretizada no reinado de D. Manuel.
C) o controle sobre todo o continente sul-americano, onde os portugueses esperavam encontrar os metais preciosos, antes dos espanhóis.
D) o desbravamento da região amazônica através de expedições, já que os portugueses acreditavam encontrar ali o tão sonhado Eldorado.

 


07. Expansão Marítima Portuguesa e Espanhola: (UFRGS / Adaptado) Nos primórdios da modernidade, os conquistadores, missionários e comerciantes europeus ocidentais trouxeram ao conhecimento do Velho Mundo a existência de vastos territórios inexplorados, inaugurando uma nova era de abertura e unificação de mercados. Entre outras razões dessa expansão geográfica, é correto citar:

A) o aumento excessivo da população, que começou a se constituir ininterruptamente a partir do século XIV e provocou a busca de novas terras de colonização e exploração.
B) o crescimento da economia nos séculos XIV e XV, que levou os europeus a procurarem novos mercados.
C) a expansão dos turcos otomanos, com a tomada de Constantinopla, o que dificultou, de forma considerável, a passagem terrestre da Europa para o Oriente.
D) o teocentrismo e a escolástica, que estimulavam os homens em sua curiosidade por novas culturas e novas religiões.
E) a pretensão dos europeus de exercer o controle comercial e militar no Mediterrâneo.

 


08. Expansão Marítima Portuguesa e Espanhola: (PUC Rio–2007) Na época moderna, as narrativas de cronistas, viajantes, missionários e naturalistas, representaram o Novo Mundo ora como paraíso ora como inferno. Qual das afirmativas a seguir NÃO se encontra corretamente identificada com essa ideia?
A) No imaginário europeu sobre o Novo Mundo, havia constantes referências à beleza e grandiosidade da natureza, o que possibilitava lhe conferir quase sempre positividade e singularidade.
B) O Novo Mundo era visto como o lugar para a concretização dos antigos mitos do paraíso terrestre e do Eldorado, através dos quais a natureza exuberante garantia a promessa de riqueza.
C) Os homens que habitavam o Novo Mundo eram quase sempre vistos como bárbaros, selvagens, inferiores e portadores de uma humanidade inviável.
D) A visão do Novo Mundo foi filtrada pelos relatos de viagens fantásticas, de terras longínquas e de homens monstruosos que habitavam os confins do mundo conhecido até então no ocidente medieval.
E) Na percepção e representação do Novo Mundo, os relatos orais dos primeiros descobridores ocuparam um lugar central por associá-lo exclusivamente ao inferno.

 

 

09. Expansão Marítima Portuguesa e Espanhola: (PUC Minas) Sobre o expansionismo ultramarino europeu,  entre os séculos XV-XVII, é correto afirmar, EXCETO:
A) A tomada de Constantinopla pelos turcos e a segunda conquista de Ceuta pelos portugueses são os marcos iniciais da expansão.
B) Os descobrimentos e a colonização das terras do Novo Mundo constituíram-se um desdobramento da expansão comercial.
C) O afluxo de metais preciosos das áreas coloniais, principalmente ouro e prata, contribuiu para a superação da crise econômica europeia.
D) O deslocamento do eixo econômico do Mediterrâneo para o Atlântico contribuiu para a ampliação das fronteiras geográficas.
E) A consolidação dos Estados Nacionais e a absolutização dos regimes europeus têm relação também com os efeitos das viagens ultramarinas.

 

 

10. Expansão Marítima Portuguesa e Espanhola: (UFG–2008) Leia o texto.
Colombo fala dos homens que vê unicamente porque estes, afinal, também fazem parte da paisagem. Suas menções aos habitantes das ilhas aparecem sempre no meio de anotações sobre a natureza, em algum lugar entre os pássaros e as árvores.
TODOROV, Tzvetan. A conquista da América: a questão do outro. São Paulo: Martins Fontes, 1993. p. 33.

A passagem anterior ressalta que a atitude de Colombo decorre de seu olhar em relação ao outro. Essa posição, expressa nas crônicas da Conquista, pode ser traduzida pela:
A) interpretação positiva do outro, associando-a à preservação da natureza.
B) identificação com o outro, possibilitando uma atitude de reconhecimento e inclusão.
C) universalização dos valores ocidentais, hierarquizando as formas de relação com o outro.
D) compreensão do universo de significações do outro, permitindo suas manifestações religiosas.
E) desnaturalização da cultura do outro, valorizando seu código linguístico.

 

🔵 >>> Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.

 

Gabarito com as respostas das questões de História Mundial sobre Expansão Marítima Portuguesa e Espanhola:

01. C; 02. C; 03. A; 04. B; 05. D; 06. B; 07. C; 08. E; 09. A; 10. C

Veja também:

simulado com gabarito sobre Implementação do Sistema Colonial no Brasil

Atividades sobre a Implementação do Sistema Colonial no Brasil

01. Implementação do Sistema Colonial no Brasil: (UFMG–2010) Leia este trecho do documento: Eu el-rei …

exercícios sobre América Inglesa com gabarito

América Inglesa Atividades com Gabarito

01. América Inglesa: (UFMG–2007) Observe o mapa, em que estão representados os intercâmbios comerciais das …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.