Atividades sobre Sinais de Pontuação 9 ano com Gabarito

01. Sinais de Pontuação: Unifor-CE

“Não conservo notas: algumas que tomei foram inutilizadas…”

“Repugnava-me deformá-las, dar-lhes pseudônimo, fazer do livro uma espécie de romance…”

“… por falta de liberdade — talvez ingênuo recurso de justificar inépcia ou preguiça.”

 

Observe as afirmativas que se seguem, em relação aos sinais de pontuação das frases acima.

I. Os dois pontos podem ser corretamente substituídos por ponto-e-vírgula.

II. As vírgulas separam orações de mesmo valor sintático.

III. O travessão pode ser corretamente substituído por uma vírgula, sem alteração do sentido.

 

Dentre essas afirmativas,

a) somente I está correta.

b) somente III está correta.

c) somente I e II estão corretas.

d) somente II e III estão corretas.

e) I, II e III estão corretas.

 

 

02. Algumas vezes, os conectivos podem ser substituídos por pausas, indicadas pelos sinais de pontuação.

No trecho “Jornal é como remédio e mercadoria de supermercado: tem prazo de validade.” (1o parágrafo), a pausa indicada pelos dois-pontos substitui o conectivo, estabelecendo relação de:

a. condição.

b. adição.

c. concessão.

d. explicação.

e. oposição

 

 

03. UFES – Na poesia concreta, ocorrem a distribuição dos itens lexicais na ordem sintática, a ausência de integração entre as frases, o corte no interior das palavras, a intensificação do uso de repetições sonoras, a abolição do verso, a não linearidade, o uso construtivo dos espaços em branco, entre outros recursos e procedimentos, constituindo uma constelação de significados.

Décio Piguatari

No poema acima, dada a ausência de conectores e de sinais de pontuação, comente como se estabelecem os nexos de coerência, relacione-os ao efeito visual e, a partir disso, desenvolva uma interpretação.

 

 

04. UFU-MG – “Antes de comprar a mercadoria… o comprador conferiu os três novos itens… revistas… joias e calçados…”

Entre as alternativas a seguir, qual enumera corretamente a sequência dossinais de pontuação que deveriam estar no lugar das reticências?

a. ponto — vírgula — dois-pontos — vírgula

b. exclamação — ponto-e-vírgula — ponto — dois-pontos

c. vírgula — dois-pontos — ponto-e-vírgula — ponto

d. dois-pontos — vírgula — ponto — ponto-e-vírgula

e. vírgula — dois-pontos — vírgula — ponto

 

 

05. Sinais de Pontuação: Fuvest-SP – Os sinais de pontuação foram bem utilizados em:

a. Nesse instante, muito pálido, macérrimo, Prudente de Morais entrou no Catete, sentou-se e, seco, declarou ao silêncio atônito dos que o contemplavam: “Voltei.”

b. “Mãe onde estão os nossos: os parentes, os amigos e os vizinhos?” Mãe, não respondia.

c. Os estados, que ainda devem ao governo, não poderão obter financiamentos, mas os estados que já resgataram suas dívidas ainda terão créditos.

d. Ao permitir a apreensão, de jornais e revistas, O projeto, retira do leitor o direito a ser informado pelo veículo que ele escolheu.

e. Assim, passa-se a permitir, condenações absurdas, desproporcionais aos danos causados.

 

Lista de Exercícios sobre os Sistemas Métricos.

 

06. Questões sobre Sinais de Pontuação: PUC-RJ – Do texto abaixo, foram retirados todos os sinais de pontuação. Reescreva-o acrescentando os devidos sinais (faça as modificações relativas a letras maiúsculas).

Antônio Gonçalves Dias nasceu em Caxias província do Maranhão filho de português com mestiça fez no Maranhão seus primeiros estudos e seguiu na sua juventude para Coimbra onde completou sua formação regressando ao Maranhão sentiu-se incompatibilizado em seu meio e seguiu para a Corte no Rio de Janeiro.

 

 

07. (Fuvest) Os sinais de pontuação foram bem utilizados em:

a) Nesse instante, muito pálido, macérrimo, Prudente de Morais entrou no Catete, sentou-se e, seco, declarou ao silêncio atônito dos que o contemplavam: “Voltei.”

b) “Mãe onde estão os nossos: os parentes, os amigos e os vizinhos?” Mãe, não respondia.

c) Os estados, que ainda devem ao governo, não poderão obter financiamentos, mas os estados que já resgataram suas dívidas ainda terão créditos.

d) Ao permitir a apreensão, de jornais e revistas, o projeto, retira do leitor o direito a ser informado pelo veículo que ele escolheu.

e) Assim, passa-se a permitir, condenações absurdas, desproporcionais aos danos causados.

 

 

08. Gosto e preciso de ti

Mas quero logo explicar

Não gosto porque preciso

Preciso sim, por gostar.

(Mário Lago, <www.encantosepaixoes.com.br>)

Sem alterar o sentido do texto de Mário Lago, trans creva-o em prosa, em um único período, utilizando os sinais de pontuação adequa dos.

 

 

09. (UEM) No trecho: Do fundo bem do fundo de questões como esta vem o apelo Leia um pouco rapaz Abra de vez em quando um livro de contos do velho Machado garota.

Podem-se usar os seguintes sinais de pontuação e na ordem seguinte:

a) vírgula, ponto, vírgula, ponto, vírgula, ponto.

b) vírgula, dois-pontos, vírgula, ponto-e-vírgula, ponto.

c) vírgula, dois-pontos, ponto de interrogação, pontoe-vírgula, ponto.

d) ponto-e-vírgula, ponto, ponto de exclamação, vírgula, ponto de interrogação.

e) ponto-e-vírgula, ponto de exclamação, vírgula, vírgula, ponto.

 

 

10. (Cesgranrio) Assinale a opção em que está corretamente indicada a ordem dos sinais de pontuação que devem preencher as lacunas da frase abaixo.

Quando se trata de trabalho científico ___ duas coisas devem ser consideradas ____ uma é a contribuição teórica que o trabalho oferece ___ a outra é o valor prático que possa ter.

a) dois pontos, ponto-e-vírgula, ponto-e-vírgula.

b) dois pontos, vírgula, ponto-e-vírgula.

c) vírgula, dois pontos, ponto-e-vírgula.

d) ponto-e-vírgula, dois pontos, ponto-e-vírula.

e) ponto-e-vírgula, vírgula, vírgula.

 

🔵 >>> Confira nossa lista completa de exercícios sobre Matemática.

 

Gabarito com as respostas dos exercícios sobre Sinais de Pontuação:

01. E;

02. A;

 

03. No poema “Terra”, de Pignatari, os vocábulos associados à palavra “terra” estabelecem relações de coerência, revelando o contexto social que envolve a questão da divisão e do uso da terra. As palavras ter (posse), ara (trabalho com a terra), rara (terra para poucos), ainda que empregadas de forma não linear, são nexos que promovem sentido, mesmo sem a presença de conectores e pontuação, demonstrando / evidenciando, juntamente com o aspecto visual, o problema da má distribuição de terra vivido pelos brasileiros ainda nos dias de hoje.

Os espaços em branco atuam como indícios claros de que o poema —tal como a terra — pode ser “arado”, dividido, recortado. Tal utilização do espaço da página, os vocábulos constituídos de forma não convencional (como em “raraterra”, “araterra”) e a possibilidade de explorar sentidos tanto na leitura horizontal (tradicional) quanto na vertical caracterizam traços marcantes da poesia concreta no Brasil.

 

04. E;

05. A;

 

06. Antônio Gonçalves Dias nasceu em Caxias, província do Maranhão, filho de português com mestiça. Fez no Maranhão seus primeiros estudos e seguiu na sua juventude para Coimbra, onde completou sua formação. Regressando ao Maranhão, sentiu-se incompatibilizado em seu meio e seguiu para a Corte, no Rio de Janeiro.

 

07. A;

08. “Gosto e preciso de ti, mas quero logo explicar: não gosto porque preciso; preciso, sim, por gostar.”

09. A;

10. C;

Deixe um comentário