Presidentes do Brasil: Prudente de Morais, Campos Sales, Rodrigues Alves e Afonso Pena Exercícios

01. Presidentes do Brasil: Os jacobinos formavam um contingente de membros da baixa classe média, alguns operários e militares atingidos pela carestia e as más condições de vida. Suas motivações não eram apenas materiais. Acredi­tavam em uma república forte, capaz de combater as ameaças monarquistas, que para eles estavam em toda parte. Adversários da República liberal, assumiam também a velha tradição patriótica e antilusitana.
Fausto, B. História concisa do Brasil.

O texto fala sobre um movimento político que marcou o início da República, tendo seu apogeu durante a presidência de Prudente de Morais. Qual foi ele?


02. Presidentes do Brasil: Domesticada politicamente, reduzido seu peso político pela consolida ção do sistema oligárquico, à cidade pôde ser dado o papel de cartão postal da República. Entrou-se cheio no espírito francês da belle époque, que teve seu auge na primeira década do século […].
Mais que nunca, o mundo literário voltou-se para Paris, os poetas sonhavam viver em Paris e, sobretudo, morrer em Paris. Com poucas exceções, como o mulato Lima Barreto e o caboclo Euclides da Cunha, os literatos se dedicaram a produzir para o sorriso da elite carioca, com as antenas estéticas voltadas para a Europa.
José Murilo de Carvalho. Os bestializados.

A partir da leitura do texto e dos conhecimentos sobre o período, reponda:
a) Qual foi o mecanismo político introduzido por Campos Sales, reponsável pela consolidação do sistema oligárquico?
b) Em qual governo foi realizada a modernização do Rio de Janeiro?


03. Uespi. O governo de Campos Sales procurou estabelecer pactos políticos para facilitar a administração e superar as possibilidades de aprofundamento das crises eco­nômica e social. A conhecida política dos governadores por ele desenvolvida:

a) ajudou substancialmente aos estados mais des­favorecidos politicamente, inclusive, o Piauí, que passou a ter mais representatividade.
b) desfez o poder que os coronéis tinham, ajudando na reformulação política dos estados do Nordeste.
c) fortaleceu a centralização política, consolidando mais ainda as forças políticas das elites governantes e do presidente da República.
d) trouxe expectativas positivas com relação à modernização das elites e às reformas sociais.
e) favoreceu os investimentos nos estados mais pobres, provocando reação de São Paulo e Minas Gerais, que se sentiram prejudicados.


04. Mackenzie-SP. Presidentes do Brasil: Com a implanta ção da República Oligárquica, isto é, com o poder nas mãos dos civis, instala-se a hegemonia dos grandes estados, propiciada pela representa ção proporcional no governo. Os estados enfraquecidos opunham-se ao governo federal. Para pôr fim a essa situa ção, o presidente Campos Sales criou, em 1900, um artifício político, através do qual os governadores estaduais apoiariam irrestritamente o governo federal em troca da eleição de deputados federais apoiados por ambos, ficando os partidos de oposição sem apoio político.
Luís César Amad Costa & Leonel Itaussu A. Mello

O “artifício político”, citado no fragmento de texto acima, ficou conhecido pelo nome de:
a) coronelismo.
b) política do café-com-leite.
c) voto de cabresto.
d) política dos governadores.
e) República Velha.


05. Fuvest-SP. Qual a situação econômica do Brasil quando Campos Sales assumiu a Presidência? Que medidas adotou diante dessa situação?


06. Entre 1902 e 1906 o Brasil foi governado por Rodri­gues Alves. Esse período foi marcado por realizações no campo da saúde comandadas por Oswaldo Cruz. Estudos de imunologia contribuíram para uma decisão governamental de repercussão negativa junto a popu­lares. Trata-se da:

a) decisão em destruir Canudos, foco de várias doen­ças.
b) decisão em reformar a cidade do Rio de Janeiro pelo prefeito do Rio de Janeiro, Pereira Passos.
c) promulgação de lei que desalojava populações rurais para a construção de uma estrada de ferro entre Santa Catarina e Paraná.
d) decisão em obrigar toda a população a tomar vacina.
e) promulgação de lei que obrigava a atuação de agentes da vigilância sanitária nos bairros operá­rios de São Paulo.


07. FCC-SP. Durante o governo de Afonso Pena (1906-09), o Brasil fez-se representar na Segunda Conferência Interna­cional de Paz, em Haia (1907), por Rui Barbosa, que defendeu:

a) a ampliação do mar territorial a fim de proteger as nações subdesenvolvidas.
b) a política pan-americana exposta na doutrina elaborada na presidência de Monroe.
c) o princípio da igualdade de direitos das pequenas nações em relação às grandes potências.
d) a criação de uma instituição nos moldes da Liga das Nações para garantia da paz mundial.
e) a formação de um mercado comum na América Latina para favorecer o seu desenvolvimento econômico.


08. Presidentes do Brasil: Explique o lema do governo de Afonso Pena: “Governar é povoar”.


09. (Modelo Enem) O 6º Presidente da República do Brasil, Afonso Pena, foi um mineiro fiel representante da política do “café-com-leite”. Seu mandato presidencial deve ser relacionado a qual dos slogans apresentados entre as alternativas abaixo?

a) “Governar é povoar”.
b) “Governar é abrir estradas”.
c) “Cinqüenta anos em cinco”.
d) “Quadriênio progressista”.


🔵 >>> Confira a nossa lista completa de exercícios sobre a História do Brasil.


Gabarito com as respostas dos exercícios sobre os Presidentes do Brasil (Prudente de Morais, Campos Sales, Rodrigues Alves e Afonso Pena):

01. Aristocracia rural nordestina: temia perder a mão-de-obra barata e passível de exploração; Igreja Católica: estava incomodada com o fato de Antonio Conselheiro ter o completo controle religioso sobre a
população do arraial, porém, ele não tinha vínculo formal com a Igreja; Governo Republicano: via no arraial um reduto de monarquistas e baderneiros, capazes de comprometer a ordem pública. Nenhum dos
grupos em questão levou em consideração a luta contra a miséria e pela posse da terra que era empreendida pelos seguidores de Conselheiro; apenas os enxergaram como fanáticos e desordeiros.

02. a) Política dos Estados ou política café-com-leite. Ou ainda, política dos governadores.
b) Rodrigues Alves.

03. C;

04. D;

05. Crise econômica e financeira decorrente do encilhamento, dos gastos com as Revoltas da Armada e Federalista e da superprodução de café. Para resolver a situação, Campos Sales renegociou a dívida externa e obteve novo empréstimo dos banqueiros ingleses, num acordo conhecido como funding-loan. O seu ministro da Fazenda, Joaquim Murtinho, tomou medidas austeras, como o congelamento do crédito, aumento de impostos e suspensão das obras públicas.

06. D;

07. C;

08. O presidente Afonso Pena tinha uma grande preocupação com a ocupação de territórios ainda inabitados no interior do Brasil, fato que o levou a promover uma grande imigração, não só para abastecer
as fazendas de café da região Sudeste, como era de costume até então, mas também para promover o povoamento, principalmente da região Sul.
Afonso Pena também realizou uma grande expansão de linhas telegráficas pelo interior do Brasil, através do marechal Cândido Rondon.

09. A;

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário