Controle Administrativo Questões com Gabarito

01. (ESAF / MTUR 2014). Controle Administrativo:

A respeito da avaliação e mensuração do desempenho governamental, analise as afirmativas abaixo, classificando-as em verdadeiras (V) ou falsas (F). Ao final, assinale a opção que contenha a sequência correta.

( ) Análise e avaliação sistemáticas de políticas públicas são essenciais para o enfrentamento de problemas persistentes de déficit de governança.

( ) A avaliação dos programas deve gerar um fluxo contínuo de informações, em vez de evidências baseadas em estudos isolados.

( ) Os agentes públicos devem perceber a avaliação como aliada e não como ameaça, assim como as punições pelo mau desempenho e premiações pelos bons resultados devem ser percebidas igualmente.

a) V, V, V.

b) V, F, V.

c) F, V, V.

d) V, V, F.

e) F, F, F.

 

 

02. (ESAF / MIN. TURISMO 2014) O Controle é classificado na literatura às vezes como função e às vezes como sistema. No caso da Administração, é classificado como Função Administrativa, juntamente com as demais: Planejamento, Organização e Direção. Analise as afirmativas abaixo e selecione a opção correta.

a) Quando a organização estabelece políticas e diretrizes, está adotando um controle organizacional que limita a quantidade de autoridade exercida.

b) O controle está presente em quase todas as ações organizacionais, mas não em todos os níveis institucionais, pois sua amplitude é sempre micro orientada, voltada para cada operação em separado.

c) No processo de controle, na avaliação de desempenho, as métricas e padrões somente são necessários quando não há conhecimento a respeito do passado.

d) O controle que tem por objetivo padronizar a qualidade de produtos e serviços difere de todos os demais controles por não envolver treinamento de pessoal.

e) Quando um controle busca medir eficiência, busca medidas que devem refletir se os resultados desejados estão sendo atingidos.

 

 

03. (ESAF / MIN. TURISMO 2014). Controle Administrativo:

São propriedades essenciais dos indicadores utilizados para a mensuração do desempenho governamental, exceto:

a) utilidade.

b) validade.

c) simplicidade.

d) confiabilidade.

e) disponibilidade.

 

 

04. (ESAF / MPOG 2013) Avaliar significa determinar a valia de algo, atribuir um valor (Ferreira, 1999) e outras línguas, incluindo o espanhol e o inglês, coincidem na associação de avaliação como atribuição de valor (Mokate, 2002; Garcia, 2001). No entanto, Ala-Harja e Helgason (2000) advertem, de início, que não existe consenso quanto ao que seja avaliação de políticas públicas, pois o conceito admite múltiplas definições, algumas delas contraditórias. As afirmativas abaixo acerca de avaliação estão corretas, exceto:

a) pode-se definir avaliação em termos simples, afirmando que o termo compreende a avaliação dos resultados de um programa em relação aos objetivos propostos.

b) avaliação é uma operação na qual é julgado o valor de uma iniciativa organizacional, a partir de um quadro referencial ou padrão comparativo previamente definido.

c) a avaliação pode ser considerada como a operação de constatar a presença ou a quantidade de um valor desejado nos resultados de uma ação empreendida para obtê-lo, tendo como base um quadro referencial ou critérios de aceitabilidade pretendidos.

d) o propósito da avaliação é determinar a pertinência e alcance dos objetivos, a eficiência, efetividade e impacto.

e) a avaliação pode ser vista como parte do processo de tomada de decisão, em que o decisor busca informações sobre os produtos das políticas públicas passadas para que ele possa fundamentar suas decisões de manter ou alterar essas políticas baseando-se em sua intuição e seus valores.

 

 

05. (ESAF / CGU-AFC 2012). Controle Administrativo:

De acordo com o Guia Referencial para Medição do Desempenho da Gestão, de lavra da Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento, indicadores de desempenho devem ser especificados por meio de métricas estatísticas, comumente formadas por porcentagem, média, número bruto, proporção e índice. Isso posto, a grandeza qualitativa ou quantitativa que permite classificar as características, resultados e consequências dos produtos, processos ou sistemas refere-se ao seguinte componente básico de um indicador:

a) Medida.

b) Fórmula.

c) Índice.

d) Padrão de comparação.

e) Meta.

 

Liderança Administrativa Exercícios Respondidos.

 

06. (ESAF / CGU-AFC 2012) O foco das atividades de monitoramento e avaliação na Administração Pública é.

a) garantir a legalidade dos atos da administração pública

b) garantir o cumprimento das normas e dos procedimentos legais

c) garantir a qualidade na gestão, gerando informações que de maneira sistematizada permitam a tomada de decisões para melhorar o desempenho dos programas, políticas, ações e/ou serviços

d) verificar o cumprimento de cronogramas e custos

e) coletar informações sobre a eficácia das ações e divulgar seus resultados

 

 

07. (ESAF / RFB 2012). Controle Administrativo:

“Só se gerencia aquilo que se mede.” Tomando-se a afirmativa como verdadeira, é correto afirmar que:

a) indicadores são valores, não devendo ser interpretados como regras que associam práticas sociotécnicas a escalas.

b) indicadores somente são aplicáveis a medições de objetivos vinculados ao planejamento estratégico.

c) se for possível de medir, deve-se construir indicadores independentemente do que vai ser medido ou da complexidade da medição.

d) indicador é um dado que juntamente com outros pode auxiliar o administrador na tomada de decisão.

e) os indicadores somente podem ser quantitativos, pois valores qualitativos são impossíveis de medir

 

.

08. (ESAF / RFB 2012) Na questão abaixo, selecione a opção que melhor representa o conjunto das afirmações, considerando C para afirmativa correta e E para afirmativa errada.

I. Validade, confiabilidade e complexidade são consideradas propriedades essenciais de um indicador de desempenho.

II. A sensibilidade é a capacidade que um indicador possui de nunca refletir as mudanças decorrentes das intervenções.

III. Os indicadores são usados distintamente nos níveis estratégicos organizacionais e os indicadores de processos, em geral, ocupam os níveis operacionais.

a) E – E – C

b) C – E – E

c) C – C – E

d) C – E – C

e) E – C – E

 

 

09. (ESAF / RFB 2012). Controle Administrativo:

Na questão abaixo, selecione a opção que melhor representa o conjunto das afirmações, considerando C para afirmativa correta e E para afirmativa errada.

I. A implantação de um sistema automatizado de folha de pagamento capaz de reduzir redundâncias e erros é um exemplo de busca pela eficiência.

II. A redução do número de funcionários e a terceirização de diversas funções é uma ação que promove o aumento da efetividade em um departamento.

III. Eficiência e eficácia são excelentes parâmetros para a medida do desempenho organizacional por indicarem, respectivamente, ênfase no alcance e ênfase nos meios utilizados para alcançar um objetivo.

a) E – E – C

b) C – E – E

c) C – C – E

d) C – E – C

e) E – C – E

 

 

10. (ESAF / MPOG 2009) Ao avaliar um programa de governo, é necessário lançar mão de critérios cuja observação confirmará, ou não, a obtenção de resultados. Assim, quando se deseja verificar se um programa qualquer produziu efeitos (positivos ou negativos) no ambiente externo em que interveio, em termos econômicos, técnicos, socioculturais, institucionais ou ambientais, deve-se usar o seguinte

critério:

a) eficiência.

b) eficácia.

c) sustentabilidade.

d) efetividade.

e) satisfação do beneficiário.

 

Gestão por Competências Questões de Administração.

 

11. (ESAF / ATRFB 2009). Controle Administrativo:

Para uma adequada prática da função controle, é necessário saber que:

a) todos os possíveis objetos devem ser controlados de forma censitária.

b) o controle prescinde do estabelecimento de padrões.

c) controlar é, eminentemente, comparar.

d) o controle prévio não gera feedback.

e) a avaliação quantitativa é preferível à avaliação qualitativa.

 

 

12. (ESAF / MPOG 2009) Como ação administrativa, um mecanismo de controle será considerado eficientemente correto se:

a) possuir caráter eminentemente repressor.

b) permitir a identificação de desvios positivos.

c) for levado a efeito ainda que seu custo supere o do objeto controlado.

d) for censitário, quando poderia ser por amostragem.

e) evitar o uso de padrões físicos, prestigiando, apenas, os monetários.

 

 

13. (ESAF / RFB – 2009). Controle Administrativo:

Assinale a afirmativa correta

a) Tudo que é efetivo também é eficiente.

b) Tudo que é eficaz também é eficiente.

c) Algo não pode ser efetivo se não for eficiente.

d) Algo pode ser eficaz e não ser eficiente.

e) Algo não pode ser eficaz se não for eficiente.

 

 

14. (ESAF / MPOG 2009) Ao avaliar um programa de governo, é necessário lançar mão de critérios cuja observação confirmará, ou não, a obtenção de resultados. Assim, quando se deseja verificar se um programa qualquer produziu efeitos (positivos ou negativos) no ambiente externo em que interveio, em termos econômicos, técnicos, socioculturais, institucionais ou ambientais, deve-se usar o seguinte critério:

a) eficiência.

b) eficácia.

c) sustentabilidade.

d) efetividade.

e) satisfação do beneficiário.

 

 

15. (ESAF / MPOG 2008) A avaliação de desempenho governamental em suas várias dimensões e modalidades representa um poderoso instrumento gerencial, capaz de subsidiar o processo decisório e de lançar luz sobre a lógica das intervenções públicas em geral: políticas, programas e projetos. Abaixo encontram-se alguns enunciados sobre os conceitos de eficácia e efetividade, centrais à avaliação do desempenho governamental. Identifique os que são Falsos e Verdadeiros e depois assinale a resposta correta.

( ) Objetivo é a situação que se deseja obter ao final da implementação de uma política, programa ou projeto, mediante a aplicação dos recursos e da realização das ações previstas.

( ) O conceito de eficácia se refere ao grau em que se alcançam os objetivos e metas do projeto na população beneficiária, em um determinado período de tempo, em relação aos custos implicados.

( ) Efeito é todo comportamento ou acontecimento que se pode razoavelmente dizer que sofreu influência de algum aspecto da política, programa ou projeto.

( ) Os efeitos procurados correspondem aos objetivos que a intervenção pretendia atingir, sendo, por definição, previstos e positivos.

( ) Os efeitos não procurados são diretos, podendo ser positivos ou negativos, e resultam de falhas na elaboração do programa ou projeto e/ou a limitações do conhecimento disponível sobre uma determinada área ou assunto.

( ) Efetividade constitui a relação entre os resultados obtidos e o objetivo.

a) V, F, V, V, V, V

b) V, F, V, V, F, V

c) V, F, V, V, V, F

d) V, F, F, V, V, V

e) V, V, F, F, F, V

 

Administração Gestão por Processos Exercícios.

 

16. (ESAF / CGU-AFC 2006). Controle Administrativo:

Escolha a opção que completa corretamente a frase a seguir:

Falar em eficiência no âmbito do modelo gerencial da administração pública significa …………

a) centrar esforços na avaliação de resultados das políticas públicas.

b) centrar esforços na participação do cidadão que define metas de ação.

c) centrar esforços na diminuição de custos, de modo a produzir mais com menos.

d) centrar esforços na motivação dos funcionários e agentes públicos.

e) centrar esforços na transparência da administração perante os cidadãos.

 

 

>>> Confira a nossa lista completa de exercícios sobre Administração.

 

 

Gabarito com as respostas das questões sobre Controle Administrativo:

01. A;
02. A;
03. C;
04. E;
05. A;
06. C;
07. D;
08. A;
09. B;
10. D;
11. C;
12. B;
13. D;
14. D;
15. B;
16. C

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário