Atividades de Geografia sobre Agropecuária e Silvicultura

1) Agropecuária e Silvicultura: (Enem)

POR QUE O SR. DESCONFIA QUE SUA MULHER TÁ TENTANDO MATÁ-LO? ELA ME SERVIU PIMENTÃO ALFACE E TOMATE NO JANTAR. E DE SOBREMESA MORANGO E UVA!

AMARILDO. Disponível em: www.amarildo.com.br. Acesso em; 3 mar. 2013.

Na charge há uma crítica ao processo produtivo agrícola brasileiro ao

a) elevado preço das mercadorias no comércio.

b) aumento da demanda por produtos naturais.

c) crescimento da produção de alimentos.

d) hábito de adquirir derivados industriais.

e) uso de agrotóxicos nas plantações.

 

 

2) (Enem) Tanto potencial poderia ter ficado pelo caminho, se não fosse o reforço em tecnologia que um gaúcho buscou. Há pouco mais de oito anos, ele usava o bico da botina para cavoucar a terra e descobrir o nível de umidade do solo, na tentativa de saber o momento ideal para acionar os pivôs de irrigação. Até que conheceu uma estação meteorológica que, instalada na propriedade, ajuda a determinar a quantidade de água de que a planta necessita. Assim, quando inicia um plantio, o agricultor já entra no site do sistema e cadastra a área, o pivô, a cultura, o sistema de plantio, o espaçamento entre linhas e o número de plantas, para então receber recomendações diretamente dos técnicos da universidade.

CAETANO, M. O valor de cada gota. Globo Rural. P. 312. Out. 2011.

A implementação das tecnologias mencionadas no texto garante o avanço do processo de

a) monitoramento da produção.

b) valorização do preço da terra.

c) correção dos fatores climáticos.

d) divisão de tarefas na propriedade.

e) estabilização da fertilidade do solo.

 

 

3) Agropecuária e Silvicultura: (Unesp)

(www.fct.unesp.br. Adaptado.) 1PEA: Produção Economicamente Ativa.

Considerando a questão agrária no Brasil, é correto afirmar que a lacuna presente na legenda corresponde a áreas de a) resgate a valorização de antigas práticas de cultivo.

b) concentração da violência contra trabalhadores rurais e camponeses.

c) cultivo experimental orgânico e sustentável.

d) reflorestamento e recuperação da biodiversidade.

e) implantação de núcleos urbanos planejados.

 

 

4) Agropecuária e Silvicultura: (Ac. Militar Barro Branco) A questão está relacionada ao mapa apresentado a seguir.

MAPA DA PRODUÇÃO AGRÍCOLA (2013)

O produto destacado no mapa é:

a) o milho que ocupa grandes extensões do interior brasileiro, e é o principal produto de exportação da agricultura familiar.

b) a cana-de-açúcar que tem se interiorizado como parte da política de instalação de novas usinas destinadas à produção de etanol.

c) o algodão que se tornou um produto agrícola muito atrativo para o agronegócio devido à sua forte valorização no mercado mundial.

d) o café que, após esgotar as terras roxas do Sudeste e Sul do país, passou a ser cultivado nas terras de cerrado e livres de geadas.

e) a soja que, além de ocupar grandes áreas do Brasil central, tem se expandido por áreas antes cobertas pelo cerrado, no Nordeste.

 

 

5) Agropecuária e Silvicultura: (Unicamp) A imagem abaixo mostra a prática de plantio direto na palhada.

(http://aprendizruralbatatais2013manha.blogspot.com.br/2013/06/plantio-direto.html.)

Sobre esta prática, é correto afirmar:

a) É uma prática conservacionista, em que há a incorporação dos restos vegetais de uma cultura no próximo plantio, procurando melhor as características químicas e físicas do solo.

b) É uma prática conservacionista, em que há a incorporação dos restos vegetais de uma cultura no próximo plantio, procurando melhorar unicamente as características químicas do solo.

c) É uma prática conservacionista, em que há a incorporação dos restos vegetais de uma cultura no próximo plantio, procurando melhorar unicamente as características físicas do solo.

d) Apesar de diminuir os processos erosivos provocados pelo escoamento superficial da água, a prática não evita o uso de queimadas esporádicas e não aumenta a fertilidade química do solo.

 

Problemas Ambientais Urbanos Exercícios.

 

6) Agropecuária e Silvicultura: (Ufscar-SP) Plano Safra da Agricultura Familiar terá 20% mais recursos que em 2014. O anúncio foi feito em 19 de junho durante a visita da presidente à Bahia.

(Disponível em http://revistagloborural.globo.com. Adaptado)

No Brasil, a agricultura familiar:

a) tem sido considerada um fator importante para a redistribuição de terras no país.

b) é responsável pela produção de mais da metade dos itens da cesta básica dos brasileiros.

c) consegue superar a produção de soja e milho das grandes propriedades do agronegócio.

d) apresenta forte nível de mecanização que dispensa o emprego de mão de obra assalariada.

e) apresenta grande importância econômica e, portanto, dispensa a necessidade de reforma agrária.

 

 

7) (Fuvest) É preocupante a detecção de resíduos de agrotóxicos no planalto mato-grossense [Planaltos e Chapada dos Parecis], onde nascem o rio Paraguai e parte de seus afluentes, cujos cursos dirigem-se para a Planície do Pantanal. Em termos ecológicos, o efeito crônico da contaminação, mesmo sob baixas concentrações, implica efeitos na saúde e no ambiente a médio e longo prazos, como a diminuição do potencial biológico de espécies animais e vegetais.

Dossiê Abrasco – Associação Brasileira de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro/São Paulo: EPSJV/Expressão Popular, 2012. Adaptado.

Com base no texto e em seus conhecimentos, é correto afirmar:

a) No Mato Grosso do Sul, prevalece a criação de caprinos nas chapadas, ocasionando a contaminação dos lençóis freáticos por resíduos de agrotóxicos.

b) No Mato Grosso, ocorre grande utilização de agrotóxicos, em virtude, principalmente, da quantidade de soja, milho e algodão nele cultivada.

c) Em Goiás, com o avanço do cultivo da laranja transgênica voltada para exportação, aumentou a contaminação a montante do rio Cuiabá.

d) No Mato Grosso, estado em que há a maior área de silvicultura do país, há predominância da pulverização aérea de agrotóxicos sobre as florestas cultivadas.

e) No Mato Grosso do Sul, um dos maiores produtores de feijão, trigo e maçã do país, verifica-se significativa contaminação do solo por resíduos de agrotóxicos.

 

 

8) Agropecuária e Silvicultura: (Enem) No século XIX, para alimentar um habitante urbano, eram necessárias cerca de 60 pessoas trabalhando no campo. Essa proporção foi se modificando ao longo destes dois séculos. Em certos países, hoje, há um habitante rural para cada dez urbanos.

SANTOS M, M. Metamorfose do espaço habitado. São Paulo, EDUSP, 2008.

O autor expõe uma tendência de aumento de produtividade agrícola por trabalhador rural, na qual menos pessoas produzem mais alimentos, que pode ser explicada

a) pela exigência de abastecimento das populações urbanas, que trabalham majoritariamente no setor primário da economia.

b) pela imposição de governos que criam políticas econômicas para o favorecimento do crédito agrícola.

c) pela incorporação homogênea dos agricultores às técnicas de modernização, sobretudo na relação latifúndio-minifúndio.

d) pela dinamização econômica desse setor e utilização de novas técnicas e equipamentos de produção pelos agricultores.

e) pelo acesso às novas tecnologias, o que fez com que áreas em altas latitudes, acima de 66°, passassem a ser grandes produtoras agrícolas.

 

 

9) Agropecuária e Silvicultura: (FGV-SP) Analise o mapa

O produto destacado no mapa é:

a) a cana-de-açúcar.

b) o algodão.

c) o café.

d) o feijão.

e) a soja.

 

 

10) Agropecuária e Silvicultura: (UCCB-SP) O texto faz referência a duas áreas isoladas uma da outra, mas de grande importância e de grande impacto sobre o processo de povoamento: uma no Vale do Parnaíba e outra no Vale do São Francisco e seus afluentes.

Levando em conta os processos de transformação do espaço agrário, assinale a alternativa correta:

a) O oeste da BA, em área drenada por afluentes do São Francisco, e o sul do MA, e do PI, no alto curso do Parnaíba, sofrem o impacto de transformação do cerrado pela expansão do agronegócio associado à soja, com incremento de capital proveniente, sobretudo, do Sul e Sudeste.

b) O vale do Parnaíba, região de transição entre o domínio da caatinga, sertão do MA e o cerrado do PA, de antiga área pecuarista e extrativa do babaçu, transforma-se em polo de desenvolvimento de fruticultura irrigada que atrai investimentos transnacionais para a região.

c) a região de Barreiras, em área de transição entre a caatinga do sertão da BA e o cerrado de GO, banhada por afluentes do São Francisco, caracteriza-se como área tradicional pecuarista que se transforma em polo de desenvolvimento de culturas irrigadas, principalmente de frutas tropicais e café.

d) Juazeiro, na BA, e Petrolina, em PE, em área de domínio da caatinga em clima semi-árido, sofrem modificação na ocupação do solo de antiga agricultura de subsistência para o avanço dos investimentos do agronegócio associado à pecuária semi-intensiva de corte e cafeicultura irrigada.

e) O Vale do Parnaíba é área de domínio da caatinga em depressões interplanálticas do sertão semi-árido, localizado entre o MA e o PI, caracteriza-se como tradicional área pecuarista, destacando-se, atualmente, como um polo, o da vitivinicultura, manga e melão irrigados.

 

🔵 >>> Confira todos os nossos simulados com exercícios sobre a Geografia do Brasil.

 

Gabarito com as respostas dos exercícios de Geografia sobre Agropecuária e Silvicultura:

1) e; 2) a; 3) b; 4) e; 5) a; 6) b; 7) b; 8) d; 9) e; 10) a;

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.