Início / Geografia / Atividades sobre a Geografia Europeia: População e Economia

Atividades sobre a Geografia Europeia: População e Economia

1) Geografia Europeia: (Mackenzie)

geografia da europa simulado

Tendo como base de análise a figura e os aspectos que definiram a Primeira Revolução Industrial, considere as afirmativas a seguir:

I. Inicia-se nas últimas décadas do século XVIII e estende-se até meados do século XIX. A invenção da máquina a vapor e o uso do carvão como fonte de energia primária marcam o início das mudanças nos processos produtivos.

II. O Reino Unido foi o primeiro país a reunir condições básicas para o início da industrialização devido à intensa acumulação de capitais no decorrer do Capitalismo Comercial.

III. Os mais destacados segmentos fabris desta fase foram o têxtil, o metalúrgico e o de mineração.

IV. As transformações produtivas desta fase atingiram rapidamente outros países como a Alemanha, França e Estados Unidos ainda no Século XVIII recrutando operários com salários atrativos promovendo, assim, um intenso êxodo rural.

Estão corretas,

a) apenas I, II e III. d) apenas I, III e IV.

b) apenas I, II e IV. e) I, II, III e IV.

c) apenas II, III e IV.

 

 

2) Geografia Europeia: (G1 – cftrj) A Grécia enfrenta ‘uma queda de braço’ com os credores de sua dívida. […] Atualmente, a dívida grega supera, em muito, o limite de do PIB estabelecido pelo pacto assinado pelo país para fazer parte do euro. A Grécia deve um total de € 271bilhões, segundo a BCE (Banco Central Europeu). A origem da atual crise se deu há dez anos, quando foi revelado por autoridades da Europa que o país havia maquiado suas contas ao longo de vários anos para conseguir entrar na zona do euro.

Disponível em: http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/06/o-queacontece-se-grecia-der-calote-no-fmi-entenda-crise-no-pais.html. (Adaptado). Acesso em 08/09/2015.

Uma característica da União Europeia expressa no texto é a:

a) Criação da união monetária.

b) Circulação livre de mão de obra.

c) Adoção da Tarifa Externa Comum.

d) Idealização do Parlamento Europeu.

 

 

3) Geografia Europeia: (Mackenzie) Leia o texto a seguir para responder a questão.

População idosa da Europa é um desafio para o sistema previdenciário

Jornal do Brasil

“O equilíbrio no sistema previdenciário europeu é um dos grandes desafios do continente para as próximas décadas, acreditam os especialistas. Os que vivem de aposentadorias deverão atingir a maioria da população europeia, com cerca de do total em 2050. Porém, a crise econômica que se alastra no Velho Mundo já desempregou cerca de do continente, causando um desequilíbrio que deverá afetar os Estados no futuro.”

Fonte: www.jb.com.br/economia/noticias/2012/02/03/

O trecho da reportagem acima retrata parte do problema do chamado “déficit previdenciário”. Este problema envolve aspectos demográficos, econômicos e políticos. A esse respeito, assinale a alternativa correta.

a) O déficit previdenciário é um problema grave da Europa, pois sua população ainda se encontra na primeira fase do processo de transição demográfica, apresentando redução constante dos índices de mortalidade e aumento da expectativa de vida. Os índices elevados de natalidade, pouco superiores às médias mundiais, não têm sido suficientes para a reposição da mão de obra e, consequentemente, das contribuições previdenciárias.

b) A população europeia encontra-se na segunda fase do processo de transição demográfica, caracterizando-se por uma queda recente dos índices de natalidade, o que garante a mão de obra compatível com as contribuições previdenciárias. Desse modo, o problema do déficit se justifica apenas pela crise econômica deflagrada em 2008.

c) A contínua elevação da expectativa de vida fez aumentar a proporção de idosos no continente europeu, ao mesmo tempo em que a reduzida taxa de natalidade fez com que a proporção da população economicamente ativa não acompanhasse esse crescimento. Esses dois fenômenos, combinados, provocam o defcit previdenciário, agravado pela crise econômica.

d) A população europeia é chamada de “madura” ou “envelhecida”, pois a proporção média de idosos (pessoas acima de 60 anos) nos países do continente ultrapassa os 60% da população total. Nesse contexto, os gastos com aposentadorias e pensões tornam-se muito superiores ao volume das contribuições previdenciárias.

e) A grande participação de imigrantes ilegais é a principal causa do defcit previdenciário nos países europeus, sobretudo na sua porção ocidental. Países como França e Alemanha apresentam grandes percentuais de estrangeiros irregulares, notadamente argelinos e turcos. Esses imigrantes, por serem ilegais, não trabalham, mas consomem os recursos previdenciários sob a forma de aposentadorias e pensões.

 

 

4) Geografia Europeia: (Uepa) A multiplicação dos acordos bilaterais, tratados de livre comércio e de blocos econômicos regionais constitui um dos fenômenos mais marcantes do cenário mundial pós Guerra Fria. Neste contexto, ocorre destaque para a União Europeia, considerado o bloco econômico com maior nível de integração e que enfrenta nos últimos anos uma grave crise econômica. Sobre a crise europeia e o bloco União Europeia é correto afirmar que:

a) o crescimento econômico deste bloco está em descompasso com o resto do mundo, uma vez que, enquanto seus países membros têm lento crescimento econômico, os países que compõem outros blocos apresentam rápido crescimento, principalmente os que compõem o NAFTA.

b) a crise na Europa foi causada pela dificuldade de alguns países europeus em pagar as suas dívidas. Alguns países da região, a exemplo da Grécia e Portugal, não vêm conseguindo gerar crescimento econômico suficiente para honrar os compromissos firmados junto aos seus credores ao longo dos últimos anos. Tal fato é grave e poderá ultrapassar as fronteiras da chamada “Zona do Euro”.

c) alguns países, a exemplo da Alemanha e França, que possuem maior desenvolvimento tecnológico, estão isentos desta recente crise econômica. O término da Guerra Fria e a reunificação alemã influenciaram na reformulação do equilíbrio geopolítico europeu.

d) a crise atinge todos os países integrantes do bloco com a mesma proporção, sendo o desemprego estrutural e conjuntural um dos mais sérios problemas dos países integrantes deste bloco econômico.

e) a economia mundial tem experimentado um crescimento lento desde a crise fnanceira dos Estados Unidos entre 2008 e 2009. A crise americana atravessou fronteiras e influenciou no resto do mundo, inclusive na Europa e no contexto da União Europeia, atingindo na mesma proporção todos os países integrantes deste bloco.

 

 

5) Geografia Europeia: (Ifsc)

Europa fustigada pela crise econômica e política prepara-se para marcar o centenário da I Guerra Mundial.

Depois de considerar a possibilidade de uma grande comemoração internacional em Sarajevo, na Bósnia-Herzegóvina, uma Europa fustigada pela crise econômica e política prepara-se para marcar o centenário da I Guerra Mundial com discrição e sem declarações conjuntas de chefes de Estado.

Uma das piores catástrofes da história, a I Guerra Mundial deixou 10 milhões de mortos e 20 milhões de feridos e é considerada pelos historiadores o verdadeiro marco inicial do século 20. Passados cem anos da eclosão do conflito, porém, as nações europeias estão longe de chegar a um consenso sobre seu significado. Pior: as celebrações do centenário podem reacender antigas disputas em um novo contexto.

[…] Passado um século, os europeus “continuam pensando nesse evento transnacional com base no recorte estreito de suas memórias nacionais”, afirma o historiador John Horne, professor da Universidade de Dublin, na Irlanda, e especialista no episódio.

Fonte: http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/noticia/2014/01/em-seucentenario-i-guerra-mundial-ainda-e-ferida-aberta-na-europa-4381263.html. Acesso: 7 de mar. 2014.

Assinale a soma da(s) proposição(ões) CORRETA(S).

(01) Uma das diferenças entre o contexto europeu da Primeira Guerra Mundial e o atual é a maior integração entre as economias nacionais. Entretanto, o Euro, um dos símbolos dessa integração, sofreu signifcativa desvalorização durante a última crise financeira, o que motivou dúvidas sobre sua continuidade.

(02) A Primeira Guerra Mundial trouxe uma expressiva mudança para o contexto geopolítico mundial. No início da guerra, Inglaterra, França, Espanha e Portugal ocupavam o posto de grandes potências mundiais. No decurso do conflito, entretanto, esses países tiveram suas economias arrasadas e assistiram à ascensão de duas superpotências: Estados Unidos e União Soviética.

(04) Portugal, Espanha, Grécia e Irlanda são os países europeus que sofreram as piores consequências da última crise econômica internacional. A população desses países experimentou altos índices de desemprego e a adoção de medidas de austeridade por parte dos governos locais. Com isso, o descontentamento popular se alastrou, trazendo preocupações com a estabilidade social dessas nações.

(08) Entre as tensões que atualmente preocupam a Europa encontra-se a ascendência da Rússia sobre os Estados do Leste Europeu. Um dos exemplos mais recentes é a crise política envolvendo a Ucrânia, onde houve violentos protestos contra o presidente Vikor Yakunovich por seu alinhamento ao governo de Moscou.

 

Exercícios sobre a Geografia do México com Gabarito.

 

6) Geografia Europeia: (Upe) A partir do século XIII, na Europa Ocidental, o mundo feudal foi sendo gradativamente substituído pelo modo de produção capitalista, cujo processo de desenvolvimento foi lento e ocorreu de maneira diferenciada, nas diversas regiões do planeta.

(TERRA, Lygia; COELHO, Marcos de Amorim. Geografa Geral – O Espaço Natural e Socioeconômico)

Com base nessa leitura e considerando-se outros conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO afirmar que:

a) um conjunto de fatores possibilitou o surgimento do Capitalismo, que é um sistema econômico regulado pelo mercado e fundamentado na propriedade privada.

b) o comércio criou para a nova classe social surgida nas cidades, a burguesia, que passou a controlar o crescimento econômico.

c) na fase do Capitalismo Financeiro, que ocorreu no século XVIII, especialmente na Inglaterra e na Alemanha, a principal prática econômica foi o mercantilismo.

d) no início do século XX, a livre concorrência ficou em segundo plano, e o Capitalismo se transformou num sistema mais monopolista e menos competitivo.

e) o Capitalismo produziu um novo espaço geoeconômico, ou seja, um espaço da produção industrial, agrícola, pecuária e extrativa.

 

 

7) Geografia Europeia: (Enem) O jovem espanhol Daniel se sente perdido. Seu diploma de desenhista industrial e seu alto conhecimento de inglês devem ajudá-lo a tomar um rumo. Mas a taxa de desemprego, que supera 52% entre os que  têm menos de 25 anos, o desnorteia. Ele está convencido de que seu futuro profissional não está na Espanha, como o de, pelo menos, 120 mil conterrâneos que emigraram nos últimos dois anos. O irmão dele, que é engenheiro-agrônomo, conseguiu emprego no Chile. Atualmente, Daniel participa de uma “oficina de procura de emprego” em países como Brasil, Alemanha e China. A oficina é oferecida por uma universidade espanhola.

GUILAYN, P. “Na Espanha, universidade ensina a emigrar”. O Globo, 17 fev. 2013 (adaptado).

A situação ilustra uma crise econômica que implica:

a) valorização do trabalho fabril.

b) expansão dos recursos tecnológicos.

c) exportação de mão de obra qualificada.

d) diversificação dos mercados produtivos.

e) intensificação dos intercâmbios estudantis.

 

 

8) Geografia Europeia: (Uepg) Com relação às principais áreas industriais do planeta, assinale o que for correto.

(01) A Inglaterra foi o berço da Revolução Industrial, e o Reino Unido exerceu uma hegemonia industrial e comercial até o fm das guerras mundiais, quando perdeu essa posição para os Estados Unidos.

(02) O Brasil é possuidor de uma indústria diversificada e conta com um desenvolvido setor de alta tecnologia.

(04) A mais importante área de industrialização da Alemanha está em sua porção oeste destacando-se a região entre a Renânia do Norte e a Vestfália, no curso inferior do rio Reno e no Vale do Ruhr.

(08) As áreas industriais da China estão concentradas na porção oeste do seu território, longe da sua região costeira, ma vez que a sua grande produção industrial é exportada por via terrestre e não marítima.

(16) As principais áreas industriais dos Estados Unidos estão na sua porção central, longe dos oceanos, dos rios e lagos, a fim de evitar a poluição de suas águas.

 

 

9) Geografia Europeia: (G1 – ifce) A Itália ocupa uma das penínsulas da Europa Meridional. Considerando-se os elementos de sua geografia, é correto afirmar-se que

a) o acelerado desenvolvimento industrial italiano ocorreu devido à existência de abundantes recursos naturais presentes em todo seu território.

b) os italianos estão seguindo o mesmo caminho dos britânicos que não assumiram o euro como moeda e se retiraram da União Europeia, como meio de manter sua soberania.

c) no norte da Itália, localizam-se os mais importantes polos urbano-industriais, como Milão, Turim e Gênova, que se destacam pela produção diversificada como os setores siderúrgico, químico, petroquímico e automobilístico.

d) na região norte da Itália, predomina um clima do tipo mediterrâneo, com invernos úmidos e temperaturas amenas.

e) a planície do rio Pó apresenta grande concentração industrial, baseada na abundância de matéria-prima, topografa acidentada e sistemas agrários modernos.

 

 

10) Geografia Europeia: (Ufpel) A Alemanha, país que tem demonstrado ao mundo uma grande capacidade de recuperação econômica, ocupa privilegiada posição geográfica na Europa e realizou recentemente a 18ª Copa do Mundo.

Com base nessas informações e em seus conhecimentos, analise as afirmativas sobre a Alemanha.

I. Foi um país derrotado em duas guerras mundiais, dividido por cerca de quarenta anos em Alemanha Ocidental e Oriental. Esses países funcionaram como pivôs do equilíbrio geopolítico europeu durante a Guerra Fria.

II. Completou sua integração após a queda do Muro de Berlim em 1989, quando eliminou todas as disparidades entre o oeste e o leste, bem como quaisquer problemas de ajustamento e adaptação entre os alemães orientais e ocidentais.

III. Possui uma das maiores concentrações industriais nas confluências dos rios Reno e Ruhr, que reúnem cidades como Colônia, Essen e Dortmund, com destaque para indústrias siderúrgicas, mecânicas e químicas.

IV. Atualmente tem como nova Chanceler Ângela Merkel, primeira mulher a assumir o cargo, eleita pelo Parlamento. Ela substituiu Gerhard Schroder como chefe de governo.

V. Conhecida como a locomotiva da Europa por sua força industrial e fnanceira, venceu, atualmente, todas as suas dificuldades econômicas através da revitalização da economia e das reformas trabalhistas.

Estão corretas apenas as afirmativas

a) III, II e V. c) II, III e IV. e) I, III e V.

b) I, III e IV. d) II, IV e V.

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas dos exercícios sobre a Geografia Europeia:

1) a; 2) a; ) c; 4) b; 5) 01 + 04 + 08 = 13.; 6) c; 7) c; 8) 01 + 02 + 04 = 07.; 9) c; 10) b

Veja também:

exercícios Recursos Minerais do Brasil e do Mundo com gabarito

Recursos Minerais do Brasil e do Mundo Questões

01. Recursos Minerais do Brasil e do Mundo: (UFOP-MG) Os minérios são muito importantes na …

simulado com questões sobre Migrações e Indicadores Sociais

Exercícios sobre Migrações e Indicadores Sociais

01. Migrações e Indicadores Sociais: (FGV-SP–2009) Nos cadernos internacionais dos principais jornais, já se tornou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.