Exercícios de Geografia sobre a Guerra Fria

01. Geografia sobre a Guerra Fria: (UFPR) A Geografia é, antes de mais nada, um saber estratégico intimamente ligado a um conjunto de práticas políticas e militares e são essas práticas que  exigem a acumulação articulada de informações extremamente variadas.
Fonte: LACOSTE, Y. A Geografia: isso serve, em primeiro lugar, para fazer a guerra. São Paulo: Papirus, 1989. p. 21-30.

Aplicando essas considerações de Lacoste aos recentes conflitos que têm ocorrido em diversos continentes, é CORRETO afirmar:
01. As estratégias de guerra implicam uma análise precisa de combinações geográficas entre elementos heterogêneos para planejar a ocupação de determinada área, para torná-la inabitável ou mesmo para levar a cabo um genocídio.
02. As zonas de tensão do mundo atual são espaços geográficos onde ocorrem, de forma aguda, conflitos étnicos, nacionalistas e separatistas. Esses conflitos são conduzidos por grupos organizados nacional ou internacionalmente.
04. Durante a Guerra Fria, os Estados Unidos e seus aliados da OTAN intervinham militarmente em países estrangeiros para manter ou expandir sua hegemonia política. Com a derrocada do comunismo, essas intervenções passaram a ser feitas para evitar que tensões localizadas tenham repercussões econômicas e geopolíticas mais amplas, que podem afetar os interesses desses países e a dinâmica econômica mundial, como no exemplo da Guerra do Golfo.
08. O emprego das novas tecnologias bélicas utilizadas no Vietnã, na Sérvia, no Iraque e no Afeganistão independe do conhecimento das condições ambientais, pois os fatores geopolíticos é que são decisivos.
Soma ( )

 

 

02. (UFSM-RS–2010)

A 4ª Frota volta aos mares do Atlântico Sul (Zero Hora, Porto Alegre, 20 jul. 2008, p. 21).

A recriação da 4ª Frota norte-americana em julho do ano passado, com 120 militares e base naval na Flórida, colocou os mares do Caribe e do Atlântico Sul na  agenda militar dos Estados Unidos. O episódio provocou reações negativas de governos latino-americanos. A respeito desses protestos, avalie as afirmativas a seguir.
I. O ressurgimento de uma frota militar norte-americana vigiando o Caribe acende a possibilidade de ingerência na área, como ocorreu nos anos de 1890 a 1930 e também nas décadas de 1960, 70 e 80.
II. As declarações dos governos do Brasil, Colômbia e Venezuela a respeito da 4ª Frota revelam semelhanças de ponto de vista, pois afirmam ser fundamental a presença militar dos EUA para barrar as ações de guerrilheiros e de traficantes de drogas.
III. A manutenção de frotas navais e o surgimento de outras evidenciam que o mundo pós-Guerra Fria colocou os EUA distante de qualquer pretensão de disputa quanto ao controle do planeta.
IV. O ressurgimento da 4ª Frota e a manutenção de bases militares na América do Sul explicam-se, oficialmente, pela lógica da segurança: “combater o terrorismo e o tráfico de drogas”.

Estão CORRETAS
A) I e II apenas. B) II e III apenas. C) I e IV apenas. D) III e IV apenas. E) I, II, III e IV.

 


03. Geografia sobre a Guerra Fria: (UERJ–2011)
Os presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, e da Rússia, Dmitri Medvedev, assinaram, dia 8 de abril de 2010, em Praga, um histórico acordo de redução de armas nucleares que cortará em cerca de 30% o número de bombas atômicas instaladas em ambos os países. A assinatura do acordo representa o início da  concretização de uma das metas do Governo Obama, que diz querer ver um mundo livre de armas nucleares.
Disponível em: <http://noticias.r7.com>. (Adaptação).

Nos próximos anos, o presidente Barack Obama vai decidir se colocará ou não em operação uma nova classe de armas capaz de atingir qualquer lugar do planeta, lançada do solo dos EUA, com precisão e força suficientes para reduzir a dependência americana em relação ao arsenal.
FOLHA DE SÃO PAULO, 24 abr. 2010. (Adaptação).

As alterações na política armamentista do governo norte-americano, de acordo com as reportagens, apontam para novas tensões nas relações internacionais.
Essas tensões estão associadas ao seguinte contexto:
A) Cooperação entre China e Índia. C) Supremacia da Comunidade Europeia.
B) Crise em países do Oriente Médio. D) Polarização entre as ex-repúblicas soviéticas.

 


04. Geografia sobre a Guerra Fria: (UERJ–2011) A Organização das Nações Unidas (ONU) foi criada com o propósito de promover o multilateralismo nas relações internacionais, pautando-se no princípio da igualdade soberana de todos os seus integrantes
Recursos destinados às Nações Unidas

De acordo com o mapa, o equilíbrio de poder entre as nações que integram a ONU na atualidade é difcultado pelo seguinte aspecto:
A) Poderio militar concentrado nos países asiáticos.
B) Sistema de voto proporcional na Assembleia Geral.
C) Desigualdade das contribuições nacionais ao orçamento.
D) Rotatividade dos países-membros do Conselho de Segurança.

 


05. Geografia sobre a Guerra Fria: (UFSM-RS) A nova ordem geopolítica mundial, que tem prevalecido ao longo da década de 1990, caracteriza-se pela:
I. ascensão de uma ordem bipolar, marcada pela rivalidade entre dois tipos de economia – a planificada e a de mercado – e pela oposição leste × oeste.
II. disputa militar, política, econômica e ideológica entre as duas superpotências mundiais, a fim de aumentar as suas zonas de influência.
III. rivalidade / parceria entre os três polos ou centros econômicos e tecnológicos e pelo agravamento das disparidades entre os países do norte, ricos, e os países do sul, pobres.
Está(ão)
CORRETA(S)
A) apenas I. C) apenas III. E) I, II e III.
B) apenas I e II. D) apenas II e III.

 

Atividades sobre a Organização do Espaço Urbano.

 

06. Geografia sobre a Guerra Fria: (UNIFESP-SP–2010) Nunca na história da humanidade houve tão grande concentração de poder nuns poucos lugares nem tamanha separação e diferença no interior da comunidade humana.
Formou-se um mundo quase totalmente integrado – um sistema mundo – evidentemente controlado a partir de alguns centros de poderes econômicos e políticos.
DOLLFUS, Olivier, 1994. (Adaptação).

Nesse sistema do mundo contemporâneo, pode-se identificar que:
A) as maiores potências nucleares do século XXI são: Estados Unidos, França, Canadá, Japão, Alemanha, Índia e Paquistão.
B) o Ocidente não tem medo da proliferação de armas nucleares principalmente em regimes hostis aos Estados Unidos.
C) o Irã, a Síria e o Mianmar formam um grupo de países que abriram mão de seus projetos voltados à proliferação da tecnologia de armas nucleares.
D) a Coreia do Norte tem grande dependência da China, por ser esta a maior exportadora de alimentos e energia aos norte-coreanos.
E) a paz entre os palestinos e Israel depende apenas de acordos com os EUA.

 


07. Geografia sobre a Guerra Fria: (Puc-MG–2008) O quadrinho a seguir foi publicado na Revista “Newsweek”, em 1991. A atitude de desespero demonstrada pelo cartógrafo refletia o contexto mundial dos anos 80 e 90, que levou a uma série de alterações na configuração das fronteiras políticas.

Assinale a afirmativa que caracteriza de forma especial essa realidade:
A) Redução do poder hegemônico dos Estados Unidos da América e a ascensão econômica de novas potências como o Japão, a Alemanha e a China.
B) Grandes transformações geopolíticas decorrentes da dissolução do bloco socialista e da reconfiguração das fronteiras nacionais, sobretudo na Europa.
C) Criação dos blocos econômicos supranacionais como a União Europeia, o NAFTA e o Mercosul.
D) Conflitos raciais ocorridos em alguns países do mundo desenvolvido, nos quais se observa um elevado fluxo migratório de populações originárias do Terceiro Mundo.

 

 

08. (UESC-BA–2010) O colapso do socialismo real soviético, em 1991, resultou em uma mudança de estratégia nos países hegemônicos. Na verdade, foi implementada uma nova forma de exercer a liderança mundial.
TAMDJIAN; MENDES, 2004. p. 230.


O texto e os conhecimentos sobre a nova ordem mundial e suas implicações possibilitam afirmar:
A) O fim da Guerra Fria consolidou a importância do Pacto de Varsóvia, formado pelos países do Leste Europeu.
B) A Organização Mundial do Comércio (OMC) foi criada para assumir a coordenação e a regulamentação das políticas de comércio e serviços, em substituição ao GATT.
C) A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), cujo objetivo era impedir o avanço do socialismo soviético, extinguiu-se logo após o colapso da URSS.
D) O mundo multipolar possibilitou a formação de blocos econômicos nos países periféricos, capazes de competir com os dos países centrais no comércio internacional, impondo suas regras e seus produtos.
E) A acirrada concorrência no mundo globalizado favoreceu os países periféricos, porque só eles produzem produtos primários e matéria-prima abundante.

 


09. Geografia sobre a Guerra Fria: (UNICAMP-SP–2011) A figura a seguir é uma representação esquemática da geopolítica atual (1991-2009), segundo o autor Philip S. Golub.

Fonte: L’ Atlas 2010. Le Monde Diplomatique. (Adaptação).
Considerando seus conhecimentos sobre a atual geopolítica mundial, identifique a alternativa que contém um título adequado para a figura bem como informações que completam, CORRETAMENTE, os itens 1, 2 e 3 da legenda.

Titulo                                             Legenda

A)Hegemonia contestada
da tríade: emergência
d e u m M u n d o
Policêntrico.
1. Resistência à influência
europeia.
2. Países membros da OTAN.
3. Potências militares
regionais sob a liderança
de Brasil e Índia.
B)M u n d o U n i p o l a r,
planeta sob o controle
econômico dos EUA.
1. Resistência ao uso de
armas nucleares.
2. Países signatários de
tratados de livre-comércio.
3. Países do Hemisfério Sul
sob tutela dos EUA.
C)Membros permanentes
do conselho de Segurança da ONU e Mundo Tripolar.
1. Resistência à influência
europeia.
2. Países membros da OTAN.
3. Potências militares
regionais sob a liderança
de Brasil e Índia.
D)Hegemonia contestada
da tríade: emergência de
um Mundo Policêntrico.
1. Resistência à hegemonia
norte-americana.
2. Países da tríade.
3. Ascensão de poderes
regionais e diminuição do
poder norte-americano.
E)Membros permanentes
do conselho de Segurança da ONU e Mundo Tripolar.
1. Resistência ao uso de
armas nucleares.
2. Países signatários de
tratados de livre-comércio.
3. Países do Hemisfério Sul
sob tutela dos EUA.

 

 

10. Geografia sobre a Guerra Fria: (UFV-MG) Observe as figuras adiante, que representam o uso do espaço de uma cidade em dois momentos distintos:

SOUZA, Marcelo José Lopes. O território: sobre espaço e poder, autonomia e desenvolvimento. In: CASTRO, I. E. de; CORRÊA, R. L.; GOMES, P. C. da C. (Org.). Geografia: conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

O uso e a apropriação de determinados espaços pelos agentes sociais definem fronteiras que são determinadas por relações de poder. Tal processo estabelece uma ordem espacial, em que um grupo exerce poder sobre o espaço. Assinale o conceito geográfico que está relacionado às práticas espaciais expressas nas figuras: anteriores.
A) Região C) Lugar E) Ambiente
B) Paisagem D) Território

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas do simulado de geografia sobre Geografia sobre a Guerra Fria:

01. Soma = 07;
02. C; 03. B; 04. C; 05. C
; 06. D; 07. B; 08. B; 09. D; 10. D

Spread the love

Deixe um comentário