Regiões Industriais do Brasil e do Mundo Exercícios

Regiões Industriais do Brasil e do Mundo: (UFTM-MG–2009) Considere o texto a seguir para responder às questões de números 01 e 02.
Essas empresas produzem um total aproximado de 330 mil a 350 mil pares / dia. A quase totalidade da produção é de tênis, o que caracteriza o sistema local como altamente especializado nesse tipo de calçado.
Essa especialização, na produção de tênis e outros calçados de material sintético, explica a ausência, em Nova Serrana (MG), de alguns segmentos da cadeia produtiva e a pequena presença de outras classes de atividades que compõem o sistema local de produção, tais como máquinas e equipamentos. A principal matéria-prima – resinas termoplásticas para produção de solados – é adquirida dos polos petroquímicos de São Paulo, da Bahia e do Rio Grande do Sul. Alguns componentes mais simples são produzidos localmente, mas com matéria-prima de fora da região. Este é o caso, entre outros, de cadarços, etiquetas, palmilhas, caixas de papelão, componentes de borracha e de espuma.
Mas, a maior parte dos componentes, das matéria sprimas, das máquinas e dos equipamentos é fornecida por empresas que não são da região, incluindo todas as máquinas do processo de injeção, fabricação e montagem; matérias-primas, cola, nylon, curvim, linhas, tecidos; componentes de metais e caixas de papelão (cuja origem é principalmente Jaú, no estado de São Paulo).
FURTADO, João; GARCIA, Renato; SAMPAIO, Sérgio E. K.; SUZIGAN, Wilson. A indústria de calçados de Nova Serrana (MG), 2005.

01. Regiões Industriais do Brasil e do Mundo: Sobre o processo de desconcentração industrial tratado no texto, é CORRETO afirmar que:
A) é uma desconcentração industrial limitada, pois a indústria local apresenta grande dependência de insumos produzidos nos centros metropolitanos e cidades médias.
B) apresenta um alto grau de concentração empresarial na forma de trustes, que incorporam todas as fases da produção, integrando várias unidades produtivas.
C) reflete os efeitos da globalização da economia no Brasil, com o predomínio de arranjos produtivos locais com autonomia de produção e comercialização.
D) mostra a importante presença do Estado na economia, como no caso das matérias-primas, setor considerado estratégico e onde predominam empresas estatais.
E) é impulsionado pela busca de matérias-primas baratas, disponíveis nas regiões mais distantes dos grandes centros, em áreas de economia baseada no setor primário.

 

 

02. Regiões Industriais do Brasil e do Mundo: A dispersão industrial no Brasil, que se acentuou na década de 1990, está formando uma nova região denominada:
A) borda periférica, pois trata-se de áreas de fraca atividade econômica que se tornaram atrativas pela proximidade de São Paulo.
B) megalópole, caracterizada pela urbanização intensiva e conurbação de áreas industriais entre estados da região Sudeste.
C) enclave econômico, pois essas novas áreas industriais estão vinculadas diretamente aos centros metropolitanos.
D) frente pioneira, pois são áreas de expansão de empresas cujas sedes permanecem nas regiões metropolitanas do Sudeste.
E) região concentrada, formada pelas regiões Sul e Sudeste e polarizada pelo capital financeiro estabelecido em São Paulo.

 

 

03. Regiões Industriais do Brasil e do Mundo: (UEM-PR–2008) Assinale a(s) alternativa(s) CORRETA(S) sobre a industrialização brasileira e sua distribuição geográfica ao longo do século XX.
01. Até meados do século XX, a região Sul era grande fornecedora de matérias-primas para a região Nordeste industrializada.
02. Durante os anos do “milagre econômico”, no período da Ditadura Militar (1964-1985), ocorreu um grande crescimento da economia brasileira.
04. Pelo menos até os anos 1960, o Sudeste, comandado por São Paulo, constituía-se no núcleo da industrialização, o Sul e o Nordeste como regiões periféricas e o Centro-Oeste e o Norte como fronteiras demográficas do país.
08. Ao longo da década de trinta, ocorreu, no Brasil, uma industrialização vinculada a uma política de estímulos adotada pelo presidente Getúlio Vargas.
16. A atividade mineradora e o capital trazido pelos imigrantes estrangeiros no início do século XX garantiram as bases da industrialização do Paraná, particularmente da região metropolitana de Curitiba, nesse período.
Soma ( )

 

 

04. Regiões Industriais do Brasil e do Mundo: (Mackenzie-SP) A arrancada industrial dos Tigres Asiáticos, Pós-Segunda Guerra Mundial, coincide com a implantação da Guerra Fria no mundo bipolarizado da época. Esse fato só foi possível em virtude:
A) da ajuda financeira recebida, na época, do tesouro japonês, que sempre defendeu seus interesses econômicos na região.
B) da poupança interna desses países que, mesmo antes da Segunda Guerra Mundial, já controlavam suas importações, estimulando as exportações de bens de consumo duráveis.
C) da ajuda financeira norte-americana, por meio do Plano Colombo, uma forma de instalar o cordão sanitário na região.
D) da ajuda financeira soviética, que visava a ampliar sua área de influência por toda a região.
E) da ajuda financeira mútua entre os países do bloco, que trocavam entre si matérias-primas, tecnologias e uma intensa abertura do mercado consumidor de toda a região.

 

 

05. Regiões Industriais do Brasil e do Mundo: (UNIFESP) A costa oeste dos Estados Unidos da América apresenta:
A) polos tecnológicos na região conhecida como Vale do Silício, que combina universidades e empresas.
B) grande presença de mão de obra migrante, devido à proximidade com a fronteira mexicana.
C) maior possibilidade de furacões que a costa leste, devido à presença de falhas geológicas.
D) menor densidade populacional na porção sul que na norte, em função das temperaturas mais baixas.
E) produção de laranja orgânica em larga escala, competindo com a produção brasileira.

 

A Evolução e os Modelos de Industrialização Exercícios.

 

06. Regiões Industriais do Brasil e do Mundo: (UFSM-RS–2011) Observe a figura:

LUCCI, E. A.; BRANCO, A. L.; MENDONÇA, C. Geografia geral e do Brasil. 3 ed. São Paulo: Saraiva, 2005.

A manchete da capa da revista Atenção destaca uma transformação importante no setor industrial brasileiro, durante a década de 1990, referindo-se:
I. ao neoliberalismo e ao processo de globalização econômica, responsáveis por essa mudança.
II. à abertura de uma economia que não dispunha de condições para competir com as multinacionais, levando à falência várias indústrias nacionais.
III. aos vários episódios de fusão entre empresas nacionais e estrangeiras, num processo de nacionalização da indústria brasileira.
Está(ão)
CORRETA(S):
A) apenas I.
B) apenas II.
C) apenas III.
D) apenas I e II.
E) apenas II e III.

 

 

07. Regiões Industriais do Brasil e do Mundo: (URCA-CE–2009) São características marcantes do modelo econômico adotado no Brasil, na Argentina e no México, aproximadamente entre 1940 e 1980, industrialização com substituição de importações, protecionismo, presenças de multinacionais e, atualmente, a abertura de mercado e menor participação do Estado na economia. Analise as proposições a seguir sobre as consequências econômicas e sociais desse modelo para esses países.
I. Causou dependência tecnológica em relação às indústrias multinacionais e a outros investimentos estrangeiros, gerou a formação de oligopólios ou monopólios, aumentou a participação dessas empresas na produção industrial, além de contribuir para o crescimento da dívida externa.
II. Esse modelo econômico diminuiu as desigualdades sociais, pois houve políticas por parte do Estado para distribuir melhor a renda. As indústrias multinacionais e os grandes grupos nacionais pouco se beneficiaram da mão de obra barata.
III. A abertura comercial diversifica o mercado e acaba provocando a falência de empresas nacionais; as privatizações permitem a entrada de capitais estrangeiros no setor produtivo. Boa parte da economia nacional passa a ser controlada por grupos estrangeiros, que tem, com isso, poder maior para influenciar aspectos da vida da sociedade, como a qualidade de muitos serviços essenciais (telefonia, energia elétrica) oferecidos, além da própria maneira de o governo conduzir a economia.
Marque a opção
CORRETA:
A) I, II e III estão corretas e se completam.
B) I e II estão incorretas e III está correta.
C) I e II estão corretas e III está incorreta.
D) I e III estão corretas e II está incorreta.
E) I e III estão incorretas e II está correta.

 


08. Regiões Industriais do Brasil e do Mundo: (UFPR–2011)
O processo de industrialização ocorrido no Brasil, a partir de 1930, trouxe grandes transformações na organização do território nacional, pois constituiu uma economia cujo crescimento depende principalmente do dinamismo do mercado interno. Com base no enunciado e nos conhecimentos de Geografia do Brasil, assinale a afirmativa
CORRETA.
A) A alta concentração industrial nas regiões metropolitanas e cidades médias próximas dessas áreas cria uma estrutura produtiva pouco integrada.
B) Como o mercado consumidor de bens industriais se concentra nas cidades localizadas até 150 km do litoral, a interiorização do desenvolvimento econômico continua a depender da agropecuária.
C) A industrialização forjou uma rede urbana constituída por duas metrópoles globais, algumas metrópoles nacionais e centros urbanos com áreas de influência regional ou local.
D) A agricultura de exportação vigente até 1930 criou uma economia estruturada em centro e periferia, sendo o primeiro a então capital federal, Rio de Janeiro, e a segunda, as áreas de produção agropecuária.
E) A concentração industrial cada vez mais alta no Sul e Sudeste reduz os níveis de integração econômica do território brasileiro, que vai ficando cada vez mais desigual.

 

 

09. Regiões Industriais do Brasil e do Mundo: (UNESP–2010) É possível afirmar através de uma visão de síntese do processo histórico da industrialização no Brasil entre 1880 a 1980, que esta foi retardatária cerca de 100 anos em relação aos centros mundiais do capitalismo. Podemos identificar cinco fases que definem o panorama brasileiro de seu desenvolvimento industrial: 1880 a 1930, 1930 a 1955, 1956 a 1961, 1962 a 1964 e 1964 a 1980.
Leia com atenção as afirmações a seguir, identificando-as com a sua fase de desenvolvimento industrial.
I. Modelo de desenvolvimento associado ao capital estrangeiro, sem descentralizar a indústria do Sudeste de forma signifcativa em direção a outras regiões brasileiras; corresponde ao período de Juscelino Kubitschek, com incremento da indústria de bens de consumo duráveis e de setores básicos.
II. Modelo de política nacionalista da Era Vargas, com o desenvolvimento autônomo da base industrial demonstrado através da construção da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Ressalta-se que, neste período, a Segunda Guerra Mundial impulsionou a industrialização.
III. Período de desaceleração da economia e do processo industrial motivados pela instabilidade e tensão política no Brasil.
IV. Implantação dos principais setores da indústria de bens de consumo não duráveis ou indústria leve,  mantendo-se a dependência brasileira em relação aos países mais industrializados. O Brasil não possuía indústrias de bens de capital ou de produção.
V. Período em que o Brasil esteve submetido a constrangimentos econômicos, fnanceiros e sociais devido a seu endividamento no exterior com o objetivo de atingir o crescimento econômico de 10% ao ano. Mesmo assim, não houve muitos avanços na área social. Modernização conservadora com o Governo Militar.
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO. Geografia, Ensino Médio. São Paulo, 2008. (Adaptação).

A sequência das fases do desenvolvimento industrial brasileiro descritas nas afirmações é:
A) IV, II, I, III, V.
B) I, II, V, IV, III.
C) III, IV, V, I, II.
D) I, III, II, V, IV.
E) III, IV, II, V, I.

 

 

10. Regiões Industriais do Brasil e do Mundo: (UFU-MG) Assinale a alternativa CORRETA sobre a indústria europeia.
A) Uma das principais indústrias de base, a do aço, é uma das atividades menos representativas da Europa na economia mundial.
B) A agroindústria não é desenvolvida na Europa, principalmente por ser uma grande importadora de gêneros alimentícios.

C) Dos três principais setores da economia, a atividade industrial é a menos importante do continente europeu.
D) Berço da Revolução Industrial, a Europa ainda conta com importantes áreas industriais próximas às minas de carvão mineral.
E) As principais áreas industriais europeias estão localizadas em três países mediterrâneos: Espanha, Itália e Grécia.

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas das atividades de Geografia sobre Regiões Industriais do Brasil e do Mundo:

01. A; 02. E;

03. Soma = 14;

04. C; 05. A; 06. D; 07. D; 08. C; 09. A; 10. D

Spread the love