Simulado sobre Focos de Conflitos na Ásia

01. Focos de Conflitos na Ásia: (UNESP–2010)
A Coreia do Norte e a Coreia do Sul foram delimitadas após a 2ª Guerra Mundial, quando soviéticos e americanos dividiram a península da Coreia no paralelo 38°N. Durante o período da Guerra Fria, a reunificação se tornou inviável, surgindo, em 1948, as duas Coreias. Nos últimos 56 anos, as duas Coreias se mantiveram em estado de guerra. A tensão nesta área se torna crítica em 2009, devido ao fato de a Coreia do Norte ter realizado testes nucleares.
TREVISAN, Cláudia. O Estado de S. Paulo. Coreia do Norte deixa armistício e ameaça Seul com ataque militar. Maio / 2009. (Adaptação).

Ao fazer uma retrospectiva deste período histórico, é possível afirmar que:
A) As tensões permaneceram restritas a tiroteios na fronteira entre as duas Coreias até que a Revolução Chinesa, em 1929, encorajou a Coreia do Norte a tentar unificar a península sob a bandeira do comunismo.
B) Em junho de 1914, tropas norte-coreanas invadiram a Coreia do Sul, sendo que os EUA usaram a ONU para legitimar uma intervenção internacional e expulsaram os comunistas, ultrapassaram o paralelo 38ºN, chegando até a fronteira com a China.
C) Em nenhum momento histórico Mao Tse-Tung apoiou a Coreia do Norte, que, desta maneira, não conseguiu empurrar os americanos para o paralelo 38ºN e delimitar seu território.
D) Os dois lados negociaram só um cessar-fogo, em 1983, o que manteve as duas Coreias em estado de guerra.
E) A Coreia do Norte ameaçou, em 2009, atacar militarmente a Coreia do Sul e romper o acordo de armistício de 1953.

 

 

02. (UFPel-RS–2009)
A Coreia do Norte anunciou nesta segunda-feira 25/05/2009 (noite de domingo, no Brasil) ter realizado “com sucesso” um novo teste nuclear e ameaçou executar novas ações, em um desafio aberto à comunidade internacional. O regime ditatorial de Pyongyang desconsiderou, assim, as pressões internacionais que tentam obrigar o país a renunciar às ambições atômicas.
FOLHA ON LINE, 25 maio 2009.

Sobre a atual situação vivida pela Coreia do Norte, é CORRETO afirmar que:
A) a comunidade internacional, tendo como país influente os Estados Unidos da América, pressiona para que a ONU (Organização das Nações Unidas) não aplique sanções econômicas aos norte-coreanos.
B) a Coreia do Sul mais o Japão pressionam para participar das experiências atômicas desenvolvidas naquele país, reforçando as ações norte-coreanas.
C) a pressão exercida por esse país sobre a comunidade internacional decorre, principalmente, do momento de crise que sua economia atravessa, exigindo, dessa forma, mais atenção para seus problemas internos.
D) o uso de combustíveis atômicos por esse país deixam-no em uma posição privilegiada para negociar com a comunidade internacional que vê tais experiências como importante ação de autonomia e independência.
E) o Japão, principal parceiro econômico desse país, apoia experiências atômicas porque, por intermédio delas, a técnica japonesa evolui e comprova a autonomia norte-coreana.

 

 

03. A Índia constitui um país repleto de diversidades religiosas, étnicas, culturais, naturais, entre outras. Tamanha diferenciação dentro de um mesmo território, mesmo que vasto, acaba fomentando ou mesmo resultando em uma série de conflitos que acompanham a nação e geram instabilidade. A respeito do subcontinente indiano e dos conflitos que ocorrem na área, pode-se afirmar:
A) A Caxemira, região situada na Cordilheira do Himalaia, é uma região rica em grande diversidade de recursos energéticos, por isso é disputada historicamente por indianos, paquistaneses e chineses.
B) O sistema de castas, embora seja alvo de diversos protestos pela sua abolição, ainda persiste, segregando a sociedade em grupos rigidamente separados, o que é um dos fatores responsáveis pela grande desigualdade social.
C) Desde 1948, um ano após a independência, Índia e Paquistão entraram em litígio por questões fronteiriças. Ambos reivindicam a soberania sobre a totalidade do território da Caxemira, cuja população é predominantemente hindu, cerca de 78%.
D) A diversidade religiosa é fonte de numerosos conflitos étnico-religiosos e econômicos, principalmente entre hindus e cristãos no interior do país, mas também externamente, com o vizinho Paquistão, de maioria islâmica, na disputa pela região conhecida como Caxemira.
E) Os sikhs, grupo étnico e religioso, formam uma organização pela independência do Punjab, estado localizado ao sul do país, onde são maioria.

 

Simulado sobre os Focos de Tensões na África.

 

04. Focos de Conflitos na Ásia: (Enem–2010) O G-20 é o grupo que reúne os países do G-7, os mais industrializados do mundo (EUA, Japão, Alemanha, França, Reino Unido, Itália e Canadá), a União Europeia e os principais emergentes (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Coreia do Sul, Indonésia, México e Turquia). Esse grupo de países vem ganhando força nos fóruns internacionais de decisão e consulta.
ALLAN, R. Crise global. Disponível em: <http://conteudoclippingmp.planejamento.gov.br>. Acesso em: 31 jul. 2010.

Entre os países emergentes que formam o G-20, estão os chamados Bric (Brasil, Rússia, Índia e China), termo criado em 2001 para referir-se aos países que:
A) apresentam características econômicas promissoras para as próximas décadas.
B) possuem base tecnológica mais elevada.
C) apresentam índices de igualdade social e econômica mais acentuados.
D) apresentam diversidade ambiental suficiente para impulsionar a economia global.
E) possuem similaridades culturais capazes de alavancar a economia mundial.

 

05. Focos de Conflitos na Ásia: UFMG–2010) Analise este mapa de uma região considerada uma das mais populosas do mundo:

No momento atual, na região mostrada nesse mapa, vivenciam-se duas expectativas no cenário mundial:
– uma, gerada por economias que vêm enfrentando a crise financeira com menos retrocesso, por exemplo, em relação aos países da União Europeia, é a de que tais economias podem amenizar efeitos dessa crise em nível global; e
– a outra é a de que o crescente poderio bélico-nuclear de alguns países pode, enfim, ameaçar a segurança e a paz mundiais.
Nas duas situações – melhor desempenho econômico e corrida armamentista –, há países tanto capitalistas quanto socialistas e, nesses dois grupos, em maior ou menor medida, políticas de Estado são adotadas em detrimento de direitos sociais e políticos básicos das populações, o que chega, inclusive, a extremos de desrespeito a Direitos Humanos.
Considerando essas informações:
A) CITE um país dessa região que se enquadra, mais especificamente, em cada uma das duas situações caracterizadas; e, para cada país citado;
B) IDENTIFIQUE o sistema econômico nele adotado;
C) APRESENTE um procedimento do Estado, nele ocorrido, que evidencia desrespeito a Direitos Humanos.

 

 

06. (UESPI–2010) Sobre a região apontada pela seta, no mapa abaixo, é CORRETO afirmar que:

questões resolvidas de geografia sobre os Focos de Conflitos na Ásia para alunos que irão prestar o enem e vestibular

A) Índia e Paquistão são inimigos históricos desde a independência dos dois países do Reino Unido, em 1947. Ambos disputam a região da Caxemira.
B) a rivalidade permanente entre o Afeganistão e o Paquistão já gerou milhares de guerras na disputa pela Caxemira, a última delas em 2008; ambos os Estados dividem uma fronteira tensa e militarizada.
C) Indianos do Taleban e da Al-Qaeda são grupos terroristas que se organizam especificamente para lutar contra o que chamam de “ocupação paquistanesa” de parte da Caxemira.
D) atualmente, o grupo terrorista Lashkar opera abertamente no Afeganistão. O grupo, antes concentrado na Caxemira, já expandiu sua área de atuação para regiões tribais da Índia e está determinado a participar de uma jihad global.
E) Índia e Afeganistão instauraram um processo de paz que melhora as relações bilaterais, mas a disputa pela Caxemira continua sem solução, fato que aumentou as preocupações com a estabilidade do país, que possui armas nucleares.

 

 

07. Focos de Conflitos na Ásia: (UFBA–2010)

A análise dos dados da tabela e os conhecimentos sobre a política nuclear do mundo Pós-Segunda Guerra Mundial permitem afirmar:
01. O número de ogivas nucleares registrado na Rússia, apoiado numa forte economia estatizada, confere àquele país, nos dias atuais, hegemonia política e o papel de maior potência nuclear do planeta.
02. O número de ogivas e os gastos militares apresentados pela Coreia do Norte, comparados com os mesmos dados da China, indicam que os norte-coreanos são menos ameaçadores para a paz mundial que os chineses.
04. O Tratado de Não Proliferação Nuclear, assinado em 1968, constituiu um dos parâmetros políticos e militares que evitariam confrontos entre nações nucleares rivais, mesmo durante o período conhecido como Guerra Fria.
08. Os gastos militares, comparados com o número de ogivas disponíveis pelos Estados Unidos, sugerem que outros armamentos, que não os atômicos, ocupam as estratégias militares desse país na sua participação em conflitos políticos de diversas regiões do planeta.
16. Signatário do Tratado de Não Proliferação Nuclear e não dispondo ainda de nenhuma ogiva, o Irã, por questões políticas e ideológicas, torna-se uma ameaça para o equilíbrio nuclear mundial.
32. Índia e Paquistão, embora dispondo conjuntamente de um número menor de ogivas e de menor volume de gastos militares, por questões políticas e culturais, tornam-se mais vulneráveis a um conflito armado atômico que países europeus, outros países asiáticos e os Estados Unidos, como está demonstrado na tabela.
Soma ( )

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

Gabarito com as respostas das atividades de Geografia sobre os Focos de Conflitos na Ásia: :

01. E;
02. C;
03. D;
04. A;

05. 1. A) China.
B) Socialismo de mercado.
C) Excesso de penas de morte, censura aos meios de comunicação.

A) Coreia do Norte.
B) Socialismo.
C) Isolamento internacional, resultando em fome, trabalho forçado, prisões arbitrárias, censura aos meios de comunicação, impedimento à livre circulação de pessoas.

06. A;
07. Soma = 60

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário