Atividades de História sobre o Congresso de Viena

1. Congresso de Viena: FMU-SP

Metternich foi uma das principais figuras do Congresso de Viena, de 1815, e, sob sua inspiração, tentou-se um reordenamento da organização político-européia, abalada pela expansão napoleônica. Qual das afirmações a seguir reflete os objetivos desse ordenamento?

a) A Quíntupla Aliança e a restauração do Antigo Regime.

b) A Tríplice Aliança e a Tríplice Entente.

c) A Conferência de Potsdam e a Conferência de Bandung.

d) A divisão da França e a criação do protetorado de Vichy.

e) A internacionalização de Strasburgo e do vale do Rhur.

 

 

2. Mackenzie-SP

Durante o Congresso de Viena, estabeleceram-se as bases políticas e jurídicas para uma nova ordenação da Europa, destinada a durar cerca de um século redondo. O resultado dos pactos inaugurou uma época na qual os conflitos externos foram poucos; por outro lado, aumentaram as guerras civis e a “revolução” se fez incessante.

R. Koselleck

Entre os objetivos e as decisões do Congresso de Viena, podemos assinalar:

a) a discussão das indenizações de guerra e a aprovação do Decreto de Berlim.

b) o restabelecimento do antigo equilíbrio europeu e o Princípio da Legitimidade.

c) o reconhecimento da independência das colônias e a extinção da Santa Aliança.

d) o impedimento ao trono das antigas dinastias e o apoio às novas Repúblicas Americanas.

e) o apoio incondicional da Inglaterra aos objetivos da Santa Aliança.

 

 

3. Congresso de Viena: PUC-MG

Identifique os principais objetivos do Congresso de Viena (1814/15).

 

 

4. UFJF-MG

Em 1814 e 1815, reúne-se, na Europa, o Congresso de Viena. Sobre ele, podemos afirmar que:

a) consolidou as fronteiras francesas definidas pela expansão napoleônica.

b) favoreceu a expansão das idéias liberais, impulsionando diversos movimentos revolucionários.

c) firmou a aliança entre França e Áustria, para contenção do expansionismo militar russo.

d) definiu o princípio da autodeterminação dos povos, favorecendo os movimentos de independência das colônias americanas.

 

 

5. Congresso de Viena: PUC-MG

Em perfeita sintonia com o espírito restaurador do Congresso de Viena, a criação da Santa Aliança tinha por objetivo:

a) reprimir os movimentos revolucionários e liberais que eclodissem em qualquer parte do continente europeu.

b) difundir os princípios democráticos e parlamentaristas, promovendo a modernização das monarquias européias.

c) garantir a liberdade comercial, tida como elemento indispensável à industrialização e à acumulação de capitais.

d) combater os focos da resistência aristocrática, geradores de tensão social e alimentadores da oposição burguesa.

e) inibir a formação de alianças entre as principais potências, o que ameaçava o equilíbrio de forças na Europa.

 

Exercícios sobre o que foi a Revolução Francesa.

 

6. Congresso de Viena: Mackenzie-SP

Os soberanos do Antigo Regime venceram Napoleão, que eles viam como o herdeiro da Revolução. A escolha de Viena para a realização do Congresso, para a sede de todos os Estados Europeus, foi simbólica, pois Viena era uma das únicas cidades que não havia sido sacudida pela Revolução e a dinastia dos Habsburgos era símbolo da ordem tradicional, da Contra Reforma e do Antigo Regime.

René Rémond

Dentre as decisões acordadas no Congresso de Viena em 1814-1815, podemos assinalar a:

a) criação de um organismo multinacional, denominado Santa Aliança.

b) convocação da reunião dos Estados Gerais.

c) criação do Comitê de Segurança Geral.

d) formação da II Coligação antifrancesa.

e) restauração dos princípios revolucionários.

 

 

7. Congresso de Viena: (FGV/2008) Os soberanos do Antigo Regime venceram Napoleão, em que eles viam o herdeiro da Revolução, e a escolha de Viena para a realização do Congresso, para a sede dos representantes de todos os Estados  europeus, é simbólica, pois Viena era uma das únicas cidades que não haviam sido sacudidas pela Revolução e a dinastia dos Habsburgos era o símbolo da ordem tradicional, da Contrarreforma, do Antigo Regime.

(René Remond, O século XIX: introdução à história do nosso tempo)

Acerca do Congresso de Viena (1815), é correto afirmar que:

a) tornou-se a mais importante referência da vitória do liberalismo na Europa, na medida em que defendia a legitimidade de todas as dinastias que aceitavam a limitação dos seus poderes por meio de cartas constitucionais.

b) países como a Inglaterra, Portugal e a Espanha, os mais prejudicados com o expansionismo napoleônico, defendiam que a França deveria tornar-se republicana, com o intuito de evitar novos surtos revolucionários.

c) foi orientado, entre outros, pelo princípio da legitimidade que determinava a volta ao poder das antigas dinastias reinantes no período pré-revolucionário, além do recebimento de volta dos territórios que possuíam em 1789.

d) presidido pelo chanceler austríaco Metternich, mas controlado pelo chanceler francês Talleyrand, decidiu-se por uma solução conciliatória após o caos napoleônico: haveria a restauração das dinastias, mas não a volta das antigas fronteiras.

e) criou, a partir da sugestão do representante da Prússia, um organismo multinacional, a Santa Aliança, que detinha a tarefa de incentivar regimes absolutistas a se modernizarem com o objetivo de sufocar as lutas populares.

 

 

8.  (UERJ/2009)

O mapa político apresentado demonstra a fragmentação ocorrida na América colonial espanhola, a partir dos movimentos de independência. Esse processo resultou não só de fatores internos, mas também de fatores externos às colônias, como a tentativa de restauração levada a cabo pela Santa Aliança, utilizando como regra básica o princípio de legitimidade enunciado no Congresso de Viena (1814-1815). Cite duas consequências políticas ou territoriais para a Europa pós-napoleônica da utilização do princípio de legitimidade. Em seguida, explique a influência desse princípio nas lutas pela independência das colônias espanholas na América

 

 

9. Congresso de Viena: (FEI-SP/2008) Legitimidade, Restauração e Equilíbrio entre os Estados são as metas a serem alcançadas pelo:

a) Tratado de Westfália.

b) Tratado de Santo Ildefonso.

c) Conferência de Bandung.

d) Congresso de Viena.

e) Tratado de Versalhes.

 

 

10. Congresso de Viena: (UFU-MG/2007) A chamada “Era Napoleônica” (1799-1814) foi uma época marcada por grandes conflitos bélicos na Europa. Sobre esse momento e suas repercussões na história do continente americano, assinale a alternativa INCORRETA.

a) A necessidade financeira decorrente dos custos militares levou Napoleão Bonaparte a vender territórios coloniais franceses na América do Norte. Nesse contexto, o vasto território da Louisiana foi incorporado aos EUA.

b) O envolvimento da França em conflitos bélicos contra quase toda Europa favoreceu a perda de colônias francesas na América. A independência do Haiti e a ocupação da Guiana Francesa pelos portugueses são exemplos disso.

c) Durante o apogeu do Império Napoleônico, a Espanha tornou-se politicamente dependente da França. Essa situação favoreceu anseios autonomistas na América espanhola e levou a Inglaterra a apoiar movimentos de independência.

d) Com o “bloqueio continental”, a Inglaterra teve seus interesses comerciais na América seriamente prejudicados. Nesse contexto, os britânicos invadiram a Argentina em 1806 e a controlaram até 1815, quando o Congresso de Viena decretou sua independência.

 

🔵 >>> Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.

 

Gabarito com as respostas das atividades de história sobre o Congresso de Viena:

1. A; 2. B;

3. A restauração do Antigo Regime, aplicando os princípios da legitimidade e equilíbrio geopolítico da Europa.

 

4. E; 5. A; 6. A; 7. c;

 

8. Duas das consequências:

• dissolução da Confederação do Reno

• ausência de partilha territorial da França

• recolocação no poder das dinastias europeias, destronadas durante a expansão napoleônica

• reorganização do mapa europeu, levando-se em consideração os direitos tradicionais das dinastias consideradas legítimas e restaurando-se as fronteiras anteriores a 1791.

Explicação: Esse princípio, por tentar frear os processos de autonomia que haviam se instalado na região, ampliou ainda mais as insatisfações dos diferentes setores das aristocracias coloniais que, organizadas em cabildos livres, comandaram as lutas pela independência dos vice-reinos coloniais.

9. d; 10. d

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.