Estados Unidos no Século XX: Economia, Política e Relações Internacionais Exercícios

01. Estados Unidos no Século XX: Economia, Política e Relações Internacionais: (UEL 2013) Leia os documentos a seguir.

1. Mafalda é uma personagem criada em 1962 pelo cartunista argentino Quino. Através destas tirinhas, Quino critica a sociedade em que vive.

2. A pretexto de contrabalançar a influência do “comunismo”, dos movimentos “subversivos”, os técnicos e ideólogos do imperialismo põem em prática programas culturais: reformas de sistemas de ensino; programas de intercâmbio cultural envolvendo professores, pesquisadores, lideranças políticas, estudantis e sindicais; edições de livros; revistas e jornais; indução de temas e recursos de pesquisas em diversos campos do conhecimento; desenvolvimento da indústria cultural como espaço de luta ideológica; e setor de investimentos lucrativos.
(Adaptado de: IANNI, O. Revolução e cultura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1983. p.52-55.)

3. Honestamente, a melhor maneira de nos desembaraçarmos dessa pequena área de dificuldades [o sentimento antiamericano na América Latina] não é cessar os investimentos americanos, mas fomentá-los. Portanto, a empresa americana, sendo hóspede desses países, deve agir como um correto cidadão industrial.
(UNITED STATES POLICIES IN BRASIL. Washington, 1971. Coletânea de Documentos de História da América para o 2º Grau. São Paulo: SE/CENP, 1983. p.228.)

a) Com base nos documentos citados e nos conhecimentos sobre o tema, contextualize o poder dos Estados Unidos da América em relação à América Latina nos anos de 1960-1970.

b) Os documentos citados interpretam o mesmo contexto de diferentes formas. Identifique as diferenças entre eles.


02. Estados Unidos no Século XX: Economia, Política e Relações Internacionais: (Unicamp/2014) Em 1942, os estúdios Disney produziram o desenho “Alô Amigos”, que apresenta a personagem Zé Carioca. Dois anos depois surgiu uma nova animação: The Three Caballeros, conhecida no Brasil como “Você já foi à Bahia?”. Nos desenhos citados, o Brasil e a América Latina são mostrados de forma simpática, através de estereótipos. Para entender esses desenhos e o esforço de Walt Disney, devemos considerar o seguinte contexto:

a) a Segunda Guerra Mundial e a política de boa vizinhança.
b) o avanço da Guerra Fria e o episódio da Crise dos Mísseis de Cuba.
c) a política do “Big Stick” e os resultados da diplomacia do dólar.
d) o avanço do populismo e a tentativa de Truman de barrar esta influência.


03. Estados Unidos no Século XX: Economia, Política e Relações Internacionais: (UERJ/2010) A caricatura a seguir, de 1904, e o cartaz publicitário da Coca-Cola, de 1944, apontam para contextos diferenciados das relações do governo dos EUA com países da América Latina.

Cite uma ação da política externa norte-americana para a América Latina decorrente da política do Big Stick – “Grande Porrete”. Em seguida, nomeie e explique a nova orientação diplomática dos EUA para essa região durante a Segunda Guerra Mundial.


04. Estados Unidos no Século XX: Economia, Política e Relações Internacionais: (UFMG/2010) Em meados dos anos 1950, iniciou-se, nos Estados Unidos, um vigoroso movimento pelos direitos civis dos negros, liderado, entre outros, pelo pastor Martin Luther King. Considerando-se esse movimento, é INCORRETO afirmar que

a) a fundação da Conferência da Liderança Cristã no Sul, uma organização de igrejas e sacerdotes negros de que participou Luther King, objetivava acabar, mediante manifestações pacíficas, com as leis de segregação.

b) a passeata de Washington, quando King proferiu seu famoso discurso “I have a dream”, contribuiu para que a luta dos negros norte-americanos passasse a ter projeção internacional e ganhasse força no País.

c) o método defendido por Luther King para combater o racismo e a violência contra os negros se baseava na desobediência civil, isto é, defendia a desobediência às proibições e limitações legais a que eram submetidos.

d) o primeiro ganho político dos negros, imediatamente após a passeata de Washington, foi o direito ao voto sem restrições à escolaridade, o que tornou cidadãos todos os negros norte-americanos.


05. Estados Unidos no Século XX: Economia, Política e Relações Internacionais: (FGV/2010) “Duas pessoas inventaram o New Deal: o presidente do Brasil e o presidente dos Estados Unidos”. O autor da frase foi o próprio criador do histórico plano de recuperação da economia norte-americana, Franklin Delano Roosevelt (1882-1945). O elogio foi feito em visita ao Rio de Janeiro, em novembro de 1936, e referia-se ao governo de Getúlio Vargas. (Flávio Limoncic, Os inventores do ‘New Deal’ in Revista da História da Biblioteca Nacional, agosto de 2009)
Sobre o New Deal, é correto afirmar que:

a) recuperou as doutrinas liberais de Adam Smith no sentido de restabelecer o dinamismo da economia por meio das regras de mercado, além de controlar as atividades sindicais para evitar aumentos salariais que comprometessem o crescimento nacional.

b) foi decisivo na recuperação da economia capitalista por desenvolver práticas que reduziram a produção aos mesmos níveis da demanda, com a constituição de rígidos orçamentos públicos sem déficits.

c) efetivou, a partir das ideias do economista John Keynes, a intervenção do Estado na ordem econômica, principalmente por meio dos investimentos públicos em grandes obras, o que resolveria parte do problema do desemprego.

d) limitou-se em reorganizar as instituições bancárias, que passaram a sofrer com a intensa vigilância do governo norte-americano e foram obrigadas a conceder linhas de crédito populares para os agricultores.

e) optou pela utilização de algumas ortodoxias econômicas, a partir do modelo teórico de J. K. Galbraith, como a concentração de capitais em atividades essenciais, principalmente as indústrias do aço e do petróleo.


06. Estados Unidos no Século XX: Economia, Política e Relações Internacionais: (Fuvest/2011) Em 2008, o candidato do Partido Democrata, Barack Obama, foi eleito presidente dos Estados Unidos da América (EUA). Os gráficos a seguir se referem a uma pesquisa eleitoral realizada no dia das  eleições nos estados da Califórnia e do Mississipi.

gráficos pesquisa eleitoral realizada no dia das  eleições nos estados da Califórnia e do Mississipi.

Fonte: ABC News, 2008. Adaptado.

Com base nesses gráficos e tendo em vista o contexto das eleições de 2008 e as particularidades históricas dos Estados Unidos, considere as seguintes afirmações:

I. Os gráficos relativos ao estado da Califórnia sinalizaram a vitória de Obama com mais de 70% dos votos, obtidos de modo majoritário em todos os segmentos raciais.

II. A eleição de Obama ocorreu em meio a uma profunda crise econômica que exigiu a intervenção do Estado no sistema financeiro do país, alterando as práticas e os discursos liberais cujas premissas vinham se  fortalecendo mundialmente desde a década de 1990.

III. Mesmo com a abolição da escravidão, no século XIX, a questão racial continuou a marcar a política dos estados sulistas, que procuraram garantir os privilégios dos brancos por meio de leis de segregação, anuladas somente entre 1964 e 1967, durante o governo de Lyndon Johnson.

Está correto o que se afirma em
a) II, apenas.
b) I e II, apenas.
c) II e III, apenas.
d) I e III, apenas.
e) I, II e III.


07. Estados Unidos no Século XX: Economia, Política e Relações Internacionais: (Udesc/2012 – modificada) Sobre à política do big stick (“grande porrete” numa tradução literal) do presidente norte-americano Theodore Roosevelt (governou os EUA entre 1901 e 1909).

Assinale a alternativa corretamente:
a) Refere-se à política de tutela norte-americana na América do Sul, nas décadas de 1950 a 1970. Tal política implicava intervenção direta dos EUA nas questões políticas dos países sul-americanos, inclusive no que se relaciona à destituição de governos democráticos e à instituição de ditaduras civis e militares.

b) Refere-se à política de tutela norte-americana na América Central, no início do século XX. Tal política implicava a intervenção direta dos EUA nas questões políticas e econômicas internas dos países centro-americanos, protegendo governos aliados e derrubando os adversários.

c) Refere-se à política norte-americana de expansão territorial, no início do século XX. Tal política traduz-se pela incorporação de porções territoriais do México (caso do Texas), bem como Havaí e Alasca, que foram  anexados aos EUA nesse período.

d) Deve ser entendida no contexto da Guerra da Secessão, no final do século XIX. Tal política refere-se a incentivos concedidos à indústria nortista, que passou a apresentar altos índices de crescimento.

e) Deve ser entendida no contexto da expansão dos EUA, já a partir do final do século XIX. Tal política implicou a consolidação das instituições republicanas e expansão e conquista do Oeste. Com isso os norte-americanos expandiram seu território, avançaram sobre as fronteiras do México (por isso big stick) e industrializaram-se.


08.Economia, Política e Relações Internacionais: (Unimontes/2012) Nas afirmativas abaixo, assinale com a letra C as corretas e com a letra I as incorretas.  São entendidas como consequências econômicas e/ou políticas do ataque terrorista às Torres Gêmeas, ocorrido em 11 de setembro de 2001, nos EUA:

( ) A Guerra ao Terror, declarada por George W. Bush.
( ) A guerra contra o Iraque, com a justificativa de procura de armas de destruição em massa.
( ) A ofensiva dos EUA e países aliados ao Afeganistão e ao regime Talibã.
( ) O abalo e a perda de credibilidade da economia norte-americana que gerou crises como a de 2008.

A sequência CORRETA de respostas encontra-se na alternativa:
a) I, C, I e C.
b) C, I, C e I.
c) I, I, C, e I.
d) C, C, C e C.


09. Estados Unidos no Século XX: Economia, Política e Relações Internacionais: (UERJ 2013)

O ônibus da história
Em 1º de dezembro de 1955, a costureira Rosa Parks recusou-se a ceder seu assento a um homem branco em um ônibus municipal de Montgomery, no Alabama, conforme determinavam as leis do estado. Informada pelo motorista que acabaria presa, a mulher preferiu ser levada para a cadeia – e, posteriormente, a julgamento. Sua condenação pelo júri levou à formação da Montgomery Improvement Association. A presidência da entidade foi entregue ao pastor Martin Luther King.

No dia da condenação de Rosa Parks, King discursou para uma multidão reunida diante da Igreja Batista da Rua Holt: “Quero assegurar a todos que trabalharemos para fazer prevalecer a justiça nos ônibus da cidade. Se estivermos errados, a Suprema Corte desta nação está errada. Se estivermos errados, a Constituição dos Estados Unidos está errada. Se estivermos errados, Deus Todo-Poderoso está errado”.
Adaptado de veja. abril.com.br.

Assassinado em 1968, Martin Luther King iniciou suas atividades políticas em 1956, a partir do episódio relatado na reportagem.

O principal resultado das propostas de Martin Luther King para a sociedade norte-americana está diretamente relacionado com:
a) unificação das leis estaduais
b) expansão da igualdade social
c) regulação de causas trabalhistas
d) universalização dos direitos civis


🔵 >>> Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.


Gabarito com as respostas das atividades de História Mundial sobre Estados Unidos no Século XX: Economia, Política e Relações Internacionais:

01.  a) O candidato deve saber sobre os fatores de dominação imperialista, isto é, econômica e cultural dos Estados Unidos em relação à América Latina nos anos de 1960-1970: a importância do desenvolvimento industrial dos EUA pós-Segunda Guerra; a projeção de poder global e a transformação dos EUA em líder do mundo ocidental; a Guerra Fria e a oposição ao comunismo; desenvolvimento de estratégias de submissão aos EUA por meio de empréstimos e investimentos, intervenção política e apoio a golpes militares e programas culturais que enfatizem os valores ocidentais e anticomunistas.

b) O candidato deve perceber que os documentos falam desse Imperialismo de formas diferentes:

1. a tirinha de Quino, com a personagem Mafalda, aborda a questão com humor crítico de um latino-americano;
2. o documento – texto de um sociólogo que enfatiza a elaboração de dispositivos culturais utilizados no período contra o comunismo e
3. o documento três – um documento oficial do governo estadunidense, que traz as orientações para as multinacionais que precisam lidar com o antiamericanismo para ter lucros na América Latina.

02. a;

03. Uma das ações:
• interferência norte-americana na independência de Cuba e sua posterior intervenção política e econômica nesse país, por meio da Emenda Platt

• apoio norte-americano à independência do Panamá, viabilizando a conclusão da construção do canal e sua cessão aos EUA, bem como sua interferência comercial e financeira na região Política da Boa Vizinhança. Essa política baseou-se nos princípios da amizade, da cooperação e da reciprocidade como garantia da abertura de mercados e da diminuição da influência dos países do Eixo no continente americano. A expressão Big Stick (Grande Porrete) resultou de uma frase de efeito dita pelo presidente estadunidense Theodore Roosevelt para descrever o estilo de diplomacia norte-americana para a América Latina e é considerada como corolário da Doutrina Monroe. Ambas caracterizam a postura imperialista dos Estados Unindo no continente.

A imposição da Emenda Platt, um dispositivo legal inserido na Constituição de Cuba, que autorizava os Estados Unidos da América a intervir naquele país a qualquer momento em que interesses recíprocos de ambos os países fossem ameaçados, bem como as intervenções norte-americanas na Nicarágua visando a construção de um canal interoceânico, são exemplos da execução do Big Stick .

A partir do governo Franklin Roosevelt, teve início a Política da Boa Vizinhança (ou Good Neighbor Policy) que consistia em investimentos e venda de tecnologia norte-americana para os países latino-americanos, mas em troca, estes deviam dar apoio a política norte-americana. Essa política promoveu o estreitamento das relações culturais entre os Estados Unidos e América Latina.

04. d;

05. c;

06. c;

07. b;

08. d;

09. d;

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário