Renascimento e Reforma Atividades Respondidas

1. Renascimento e Reforma: (Enem/1999) “(…) Depois de longas investigações, convenci-me por fim de que o Sol é uma estrela fixa rodeada de planetas que giram em volta dela e de que ela é o centro e a chama. Que, além dos planetas principais, há outros de segunda ordem que circulam primeiro como satélites em redor dos planetas principais e com estes em redor do Sol. (…) Não duvido de que os matemáticos sejam da minha opinião, se quiserem dar-se ao trabalho de tomar conhecimento, não superficialmente mas duma maneira aprofundada, das demonstrações que darei nesta obra. Se alguns homens ligeiros e ignorantes quiserem cometer contra mim o abuso de invocar alguns passos da Escritura (sagrada), a que torçam o sentido, desprezarei os seus ataques: as verdades matemáticas não devem ser julgadas senão por matemáticos.”
(COPÉRNICO, N. De Revolutionibus orbium caelestium.)


“Aqueles que se entregam à prática sem ciência são como o navegador que embarca em um navio sem leme nem bússola. Sempre a prática deve fundamentar-se em boa teoria. Antes de fazer de um caso uma regra geral, experimente-o duas ou três vezes e verifique se as experiências produzem os mesmos efeitos. Nenhuma investigação humana pode-se considerar verdadeira ciência se não passa por demonstrações matemáticas.”
(VINCI, Leonardo da. Carnets.)


O aspecto a ser ressaltado em ambos os textos para exemplificar o racionalismo moderno é
a) a fé como guia das descobertas
b) o senso crítico para se chegar a Deus
c) a limitação da ciência pelos princípios bíblicos
d) a importância da experiência e da observação
e) o princípio da autoridade e da tradição

 


2. (FUVEST) Com relação às artes e às letras de seu tempo, os humanistas dos séculos XV e XVI afirmavam:
a) que a literatura e as artes plásticas passavam por um período de florescimento, dando continuidade ao período medieval.
b) que a literatura e as artes plásticas, em profunda decadência no período anterior, renasciam com o esplendor da Antiguidade.
c) que as letras continuavam as tradições medievais, enquanto a arquitetura, a pintura e a escultura rompiam com os velhos estilos.
d) que as artes plásticas continuavam as tradições medievais, enquanto a literatura criava novos estilos.
e) que o alto nível das artes e das letras do período nada tinha a ver com a Antiguidade nem com o período medieval.

 

 

3. Renascimento e Reforma: As principais características do Renascimento foram:
a) teocentrismo, realismo e intensa espiritualidade;
b) romantismo, espírito crítico em relação à política, temas de inspiração exclusivamente naturalistas;
c) ausência de perspectiva e adoção de temas do cotidiano religioso, tendo como foco apenas os valores espirituais;
d) uso de temas ecológicos evidenciando a preocupação com o meio ambiente, execução de variados retratos de personalidades da época.
e) antropocentrismo, humanismo e inspiração greco-romana.

 


4. (Ufpe) Sobre o Renascimento, pode-se afirmar:
a) Pode ser visto como uma revolução religiosa, resultado das profundas transformações que ocorreram na transição entre o feudalismo e o capitalismo;
b) Florença e Roma, Pequim e Bagdá foram centros de irradiação do movimento renascentista;
c) O Renascimento valorizava o anonimato e fortalecia o sentimento nacionalista;
d) O Renascimento foi um movimento artístico, literário e científico defensor do humanismo,
baseado no antropocentrismo e no espírito crítico em oposição ao teocentrismo;
e) O Renascimento fez renovar toda tradição islâmica da península Ibérica reprimida pelas Cruzadas.

 


5. Renascimento e Reforma: (UNESP) Remonta ao Século XVI a mensagem religiosa associado à ideia de que “no mundo comercial e da concorrência, o êxito ou a bancarrota não dependem da atividade ou da aptidão do indivíduo, mas de circunstâncias independentes dele”
(Friedrich Engels – DO SOCIALISMO UTÓPICO AO SOCIALISMO CIENTÍFICO).


Assinale o nome do movimento protestante que pregava a salvação da alma e apresentava princípios básicos apoiados na prática econômica da burguesia nascente.
a) Luteranismo.
b) Medievalismo.
c) Jansenismo.
d) Calvinismo.
e) Judaísmo.

 

Expansão Marítima e a América Colonial Questões Respondidas.


6. Renascimento e Reforma: (Fgv) Acerca do Renascimento:
I. As características do homem no Renascimento são: racionalismo, individualismo, naturalismo e antropocentrismo, em oposição aos valores medievais baseados no teocentrismo.
II. O Renascimento não foi um processo homogêneo. Seu desenvolvimento foi muito desigual e as manifestações mais expressivas se deram nos campos das artes e das ciências, sendo que no campo artístico, a literatura e as artes plásticas ocupavam lugar de destaque.

III. A arte renascentista tornou-se predominantemente religiosa, retratando a vida de santos, de clérigos e o cotidiano cristão da época.
IV. A Itália foi o centro do Renascimento porque era o centro do pré-capitalismo e do desenvolvimento comercial e urbano, que gerava os excedentes de capital mercantil para o investimento em obras de arte.
V. A ascensão do clero foi fundamental para que se desenvolvesse nos Estados italianos um poderoso mecenato, plenamente identificado com as concepções terrenas dominantes entre os eclesiásticos.
É correto apenas o afirmado em:
a) I, II, III.
b) I, II, IV.
c) I, II, V.
d) I, III, V.
e) II, IV, V.

 


7. (PUCpr-2003) Nos começos do século XVI teve início a Reforma Religiosa, com a atuação de Martim Lutero, padre agostiniano, então em Wittenberg. Sobre as causas desse movimento, é correto afirmar:
I. Os reformados tiveram apoio da burguesia, desejosa de firmar sua atividade capitalista de obter lucros, limitados pela Igreja e indicativos de pecado.
II. Um sentimento nacionalista surgira na Alemanha e Norte da Europa, passando o Papa a ser visto como um estrangeiro a interferir em assuntos internos.
III. Em matéria de religião ocorreu o abuso de setores do Clero, com a exploração das “relíquias sagradas” e venda de Indulgências.
IV. O documento inicial que desencadeou a Reforma Luterana foi a Declaração de Augsburgo, redigida por Felipe de Melanchton.
V. Ao tempo do início da Reforma Luterana era Papa Júlio II, mecenas do Renascimento e que interpretou o ato de rebeldia de Lutero como uma simples querela de agostinianos contra dominicanos.
Estão corretas:
a) III, IV e V
b) I, II e V
c) I, II e III
d) Apenas III e IV
e) Apenas IV e V

 


8. Renascimento e Reforma: (FGV) “Votos da Companhia de Jesus.

Que os membros consagrarão suas vidas ao constante serviço de Cristo e do Papa, lutarão sob a bandeira da cruz e servirão ao Senhor e ao Pontífice romano como vigário de Deus na Terra, de tal forma que executarão imediatamente e sem vacilação ou escusa tudo que o Pontífice reinante ou seus sucessores puderem ordenar-lhes para proveito das almas ou para a propagação da fé, e assim agirão em toda a província aonde forem enviados, entre os turcos ou quaisquer outros infiéis, na Índia distante, assim como na região dos hereges cismáticos ou indivíduo de qualquer tipo.”
O texto acima está diretamente vinculado à(s):
a) Querela das Investiduras, disputa entre a Igreja e os Imperadores Alemães (XI);
b) radicalização da Igreja frente à ameaça do Cisma do Oriente e à criação da Ordem Jesuítica.
c) decisões do Papa Inocêncio III (XIII) em constituir os Tribunais de Inquisição;
d) Cruzadas e a imposição da fé cristã aos infiéis (XI – XIII);
e) decisões do Concílio de Trento após as Reformas Protestantes (XVI).

 

🔵 >>> Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.

 

Gabarito com as respostas das atividades de História Mundial sobre Renascimento e Reforma:

1. D
2. B
3. E
4. D
5. D
6. B
7. C
8. E

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.