Holandeses no Nordeste Brasileiro Exercícios

01. Unicamp-SP. Holandeses no Nordeste Brasileiro:
Entre 1580 e 1640, Portugal enfrentou uma delicada situação política: de um lado, passou a pertencer à União Ibérica e, de outro, viu os holandeses dominarem Pernambuco, através da Companhia das Índias Ocidentais, a partir de 1630.

a) O que foi a União Ibérica?
b) Dê três motivos para a invasão holandesa no Brasil.


02. Fuvest-SP. A dominação espanhola (1 580-1640) provocou mudanças no império colonial português; por isso mesmo, D. João IV, que subiu ao trono com a Restauração ocorrida em 1640, teria dito que “o Brasil é a vaca leiteira de Portugal”.

a) Quais mudanças do Império derivaram da domi­nação espanhola?
b) Que relação há entre as mudanças e a idéia de que o Brasil se tornou a “vaca leiteira” de Portugal?


03. Holandeses no Nordeste Brasileiro:
A decisão das Cortes de Tomar, aceitando a união das monarquias ibéricas (1 580-1 640), teve como uma de suas consequências:

a) a consolidação do domínio brasileiro no trecho do litoral entre Cananéia e Itamaracá, anteriormente ameaçado pelos espanhóis.
b) a aquisição pelo Brasil do domínio manso e pacífico da região do Tape, no centro do Rio Grande do Sul.
c) o término dos ataques ao Brasil pelos inimigos da Espanha, tendo em vista antigas alianças e boas relações comerciais.
d) a perda do monopólio do comércio brasileiro por Portugal, pois o Brasil deixou de ser considerado uma colônia.
e) a suspensão temporária dos efeitos do Tratado de Tordesilhas, o que possibilitou ao Brasil promover sua expansão territorial.


04. Fuvest-SP. Entre as mudanças ocorridas no Brasil Colônia durante a União Ibérica (1 580-1 640), destacam-se:

a) a introdução do tráfico negreiro, a invasão dos holandeses no Nordeste e o início da produção de tabaco no Recôncavo Baiano.
b) a expansão da economia açucareira no Nordeste, o estreitamento das relações com a Inglaterra e a expulsão dos jesuítas.
c) a incorporação do Extremo-Sul, o início da explo­ração do ouro em Minas Gerais e a reordenação administrativa do território.
d) a expulsão dos holandeses do Nordeste, a intensificação da escravização indígena e a introdução das companhias de comércio mo­nopolistas.
e) a expansão da ocupação interna pela pecuária, a expulsão dos franceses e o incremento do bandei­rismo.


05. UFMG. O interesse dos holandeses em ocupar áreas no Brasil está relacionado com:

a) a conquista territorial de pontos estratégicos visan­do a quebrar o monopólio da rota da prata.
b) as barreiras impostas pela Espanha à participação flamenga no comércio açucareiro.
c) os contratos preferenciais firmados entre Portugal e Inglaterra.
d) as solicitações de senhores de engenho, insatis­feitos com o supermonopólio metropolitano.
e) a instalação de técnicas mais avançadas, visando à elevação da produtividade.


06. UEL-PR. (…) As conseqüências da ruptura do sistema co­operativo anterior serão, entretanto, muito mais duradouras que a ocupação militar. Durante sua permanência no Brasil, (…) eles adquiriram o conhecimento de todos os aspectos técnicos e or­ganizacionais da indústria açucareira. Esses conhe­cimentos vão constituir a base para a implantação e o desenvolvimento de uma indústria concorrente, de grande escala, na região do Caribe. A partir desse momento, estaria perdido o monopólio, que nos três quartos de século anteriores assentara-se na identidade de interesse entre os produtores portu­gueses e os grupos financeiros (…) que controlavam o comércio europeu (…).

O texto descreve um fenômeno ligado, no Brasil:
a) aos reflexos da Abertura dos Portos e às revoltas nativistas.
b) aos resultados da invasão francesa e à expulsão dos jesuítas.
c) ao domínio espanhol e à expulsão dos holandeses do Nordeste.
d) aos tratados de comércio e aos privilégios da burguesia inglesa.
e) ao Bloqueio Continental e à transferência da Corte portuguesa.


07. Unifor-CE. No século XVII, os holandeses ocuparam boa parte do Nordeste brasileiro. A primeira invasão ocorreu na Bahia (1624-1 625), mas foi a partir do domínio de Pernambuco que os holandeses conseguiram uma ocupação mais prolongada (1630-1 654). Essas inva­sões estão ligadas:

a) à posição assumida pelo grupo mercantil portu­guês que, receando perder mercado na Europa com a União Ibérica, manteve sua aliança com as Províncias Unidas.
b) ao interesse holandês em manter o controle sobre a distribuição do açúcar na Europa, rompido desde a União Ibérica.
c) ao interesse da Holanda que desejava controlar o aparelho fiscal do governo português no Brasil.
d) à Companhia das Índias Ocidentais, criada no século XV, que tinha por objetivo interferir dire­tamente na produção e na aquisição das terras produtoras de cana-de-açúcar.
e) à necessidade de Antuérpia e Amsterdã mante­rem-se como centros urbanos desinteressados em comercializar açúcar na Europa.


08. PUC-RS. As invasões holandesas no Brasil, no século XVII, esta­vam relacionadas à necessidade de os Países Baixos manterem e ampliarem sua hegemonia no comércio do açúcar na Europa, que havia sido interrompido:

a) pela política de monopólio comercial da Coroa portuguesa, reafirmada em represália à mobilização anticolonial dos grandes proprietários de terra.
b) pelos interesses ingleses que dominavam o comércio entre Brasil e Portugal.
c) pela política pombalina, que objetivava desenvol­ver o beneficiamento do açúcar na própria colônia, com apoio dos ingleses.
d) pelos interesses comerciais dos franceses, que estavam presentes no Maranhão, em relação ao açúcar.
e) pela Guerra de Independência dos Países Baixos contra a Espanha e seus conseqüentes reflexos na colônia portuguesa, devido à União Ibérica.


09. Cesgranrio-RJ. Holandeses no Nordeste Brasileiro:
No Brasil, o quilombo foi uma das formas de resistência da população escrava. Sobre os quilombos, é correto afirmar que o(a):

a) maior número de quilombos se concentrou na região Nordeste do Brasil, em função da decadência da la­voura cafeeira, já que os fazendeiros, impossibilitados de sustentar os escravos, incentivavam-lhes a fuga.
b) maior dos quilombos brasileiros, Palmares, foi extinto a partir de um acordo entre Zumbi e o governador de Pernambuco, que se comprometeu a não punir os escravos que desejassem retornar às fazendas.
c) existência de poucos quilombos na região Norte pode ser explicada pela administração diferencia-da, já que, no estado do Grão-Pará e Maranhão, a Coroa portuguesa havia proibido a escravidão negra.
d) quase inexistência de quilombos no Sul do Brasil se relaciona à pequena porcentagem de negros na região, o que também permitiu que lá não ocorres-sem questões ligadas à segregação racial.
e) população dos quilombos também era formada por indígenas ameaçados pelos europeus por brancos pobres e por outros aventureiros e desertores, embo­ra predominassem africanos e seus descendentes.


10. FGV-SP. Com relação ao domínio holandês no Brasil, no período colonial, pode-se afirmar que:

a) os limites das suas conquistas ficaram restritos a Pernambuco, então a capitania que mais produzia açúcar na colônia.
b) o governo de Nassau, de acordo com a Companhia das Índias Ocidentais, procurou, juntamente com os produtores locais, incrementar ainda mais a produção do açúcar.
c) a partir de suas bases no Nordeste, os holandeses ampliaram o raio de sua dominação, chegando, em 1645, a conquistar a Amazônia peruana.
d) oriundo de uma Holanda dividida pelas guerras de religião, o protestante Nassau fez do seu governo, em Pernambuco, um regime teocrático de protes­tantismo radical.
e) nas regiões que dominaram, os holandeses trans­formaram a economia numa atividade igualmente lucrativa para Portugal e Espanha.


11. Mackenzie-SP. Acerca da presença dos holandeses no Brasil, durante o período colonial, assinale a alternativa correta:

a) Garantiram a manutenção do direito e da liberdade de culto.
b) Perseguiram judeus e católicos por meio do Tribu­nal do Santo Ofício.
c) Aceleraram o processo de unificação política entre Espanha e Portugal.
d) Criaram, no Brasil, instituições de crédito, finan­ciando a industrialização contra os interesses ingleses.
e) Visavam à ocupação pacífica do Nordeste.


12. Holandeses no Nordeste Brasileiro: O governo de Nassau, durante a ocupação holan­desa no Nordeste brasileiro, foi caracterizado pelo crescimento da produção açucareira e pela produção artística e cultural. Como podemos explicar isso?


13. A expulsão dos holandeses do Nordeste brasileiro começou quando Nassau foi substituído por um triunvirato, nomeado pela WIC, que passou a forçar os senhores de engenho a quitarem suas dívidas. O movimento armado, feito pelos pernambucanos, ficou conhecido como:

a) Revolução Pernambucana.
b) Confederação do Equador.
c) Insurreição Pernambucana.
d) Guerra dos Mascates.
e) Revolta dos nativistas pernambucanos.


 🔵 >>> Confira a nossa lista completa de exercícios sobre a História do Brasil.


Gabarito com as respostas dos exercícios sobre os Holandeses no Nordeste Brasileiro:

01. a) Foi a fusão dos reinos de Portugal e Espanha, com o término da dinastia de Avis após as mortes de D. Sebastião e cardeal D. Henrique, possibilitando a ascensão de Filipe II ao trono português, graças aos laços de parentesco.
b) Divergências políticas entre Espanha e Holanda, embargo espanhol à continuidade do comércio açucareiro feito pelos holandeses e interesse holandês em dominar a produção para poder continuar com o comércio.

 

02. a) A União Ibérica (1580-1640) foi prejudicial ao reino português devido às guerras na Europa envolvendo os Habsburgos, que contribuíram para o declínio político e a dependência econômica de Portugal em relação à Inglaterra, enfraquecendo o seu poderio no continente e sobre suas colônias.
b) Após a União Ibérica, foi criado, pela Coroa portuguesa, o Conselho Ultramarino, com a finalidade de impor às colônias um rigoroso fiscalismo e o arrocho econômico, sobretudo no Brasil, intensificando-se a busca do ouro e reduzindo-se o poder das Câmaras Municipais.

03. E;

04. E;

05. B;

06. C;

07. B;

08. E;

09. E;

10. B;

11. A;

12. Nassau era um homem do Renascimento e, como tal, tinha interesse em explorar, também, as paisagens, a flora e a fauna brasileiras com objetivo científico. Por outro lado, isso foi possível graças ao acordo de interesses com os senhores de engenho e a liberdade religiosa.

13. C

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

1 comentário em “Holandeses no Nordeste Brasileiro Exercícios”

Deixe um comentário