O Trabalho de Mineração no Brasil Atividades com Gabarito

01. Trabalho de Mineração no Brasil: (UEM-PR/2008) Ao longo do século XVIII, ocorre uma intensificação da colonização portuguesa do Brasil. Por toda parte, podem ser observados sinais de crescimento. A população aumenta, as vilas se adensam, o comércio se intensifica e a burocracia se faz mais presente. A esse respeito, assinale a alternativa correta:

a) A intensificação da colonização portuguesa na América, no século XVIII, relaciona-se, direta ou indiretamente, à descoberta e à mineração de ouro no Centro-Oeste do Brasil atual.
b) O maior número de portugueses que emigraram para o Brasil, ao longo do século XVIII, provocou uma diminuição do número de escravos africanos na colônia.
c) Os jesuítas portugueses, ao construírem, naquele período, as missões do “Guairá”, na atual região Norte do estado do Paraná, deram os primeiros passos para a urbanização e a europeização dessa região.
d) O crescimento da vida urbana, no início do século XVIII, fez surgir, no Brasil, as primeiras manifestações culturais caracteristicamente brasileiras como, por exemplo, o Modernismo.
e) A urbanização ocorrida no Brasil, no século XVIII, promoveu o primeiro surto industrial brasileiro, sobretudo depois da ascensão de D.ª Maria I ao trono de Portugal.


02. Trabalho de Mineração no Brasil: (Unesp) O açúcar e o ouro, cada qual em sua época de predomínio, garantiram para Portugal a posse e a ocupação de vasto território, alimentaram sonhos e cobiças, estimularam o povoamento e o fluxo expressivo de negros escravos, subsidiaram e induziram atividades intermediárias; foram fatores decisivos para o relativo progresso material e certa opulência barroca, além de contribuírem para o razoável florescimento das artes e das letras no período colonial. Apesar desta ação comum ou semelhante, a economia aurífera colonial avançou em direção própria e se diferenciou das demais atividades, principalmente porque:

a) não teve efeito multiplicador no desenvolvimento de atividades econômicas secundárias junto às minas e nas pradarias do Rio Grande.
b) interiorizou a formação de um mercado consumidor e propiciou surto urbano considerável.
c) o ouro brasileiro, sendo dependente do mercado externo, não resistiu à influência exercida pela prata das minas de Potosi.
d) representou forte obstáculo às relações favoráveis à Metrópole, e não educou o colonizado para a luta contra a opressão do colonizador.
e) as bandeiras não foram além dos limites territoriais estabelecidos em Tordesilhas, apesar dos conflitos com os jesuítas e da ação cruel contra os indígenas do sertão sul-americano.


03. Trabalho de Mineração no Brasil: (UFTM-MG/2009) A descoberta e a exploração de ouro no Brasil promoveram significativas mudanças no século XVIII, tais como:

a) o surgimento de vilas e cidades no interior da colônia e a democratização das estruturas de poder político.
b) a transferência da capital de Salvador para o Rio de Janeiro e a maior possibilidade de ascensão social.
c) o incentivo ao desenvolvimento artístico e a substituição do trabalho escravo pela mão de obra livre nas minas.
d) a formação de um mercado interno e o abrandamento do controle fiscal e administrativo por parte da metrópole.
e) o fim do patriarcalismo nas relações sociais e a distribuição de renda com o aparecimento da classe média.


04. Trabalho de Mineração no Brasil: (Fuvest) No século XVIII, a produção do ouro provocou muitas transformações na colônia. Entre elas podemos destacar:

a) a urbanização da Amazônia, o início da produção do tabaco, a introdução do trabalho livre com os imigrantes.
b) a introdução do tráfico africano, a integração do índio, a desarticulação das relações com a Inglaterra.
c) a industrialização de São Paulo, a produção de café no Vale do Paraíba, a expansão da criação de ovinos em Minas Gerais.
d) a preservação da população indígena, a decadência da produção algodoeira, a introdução de operários europeus.
e) o aumento da produção de alimentos, a integração de novas áreas por meio da pecuária e do comércio, a mudança do eixo econômico para o Sul.


05. Trabalho de Mineração no Brasil: (Fuvest) “A sede insaciável do ouro estimulou a tantos a deixarem suas terras e a meterem-se por caminhos tão ásperos como são os das minas, que dificultosamente se poderá dar conta do número das pessoas que atualmente lá estão. “
ANTONIL, André João.Cultura e opulência do Brasil por suas drogas e minas.

Que consequências teve a corrida do ouro do final do século XVII e início do XVIII descrita no texto?


06. Trabalho de Mineração no Brasil: (Unicamp) O francês Saint-Hilaire, ao visitar no século XIX a região do Distrito dos Diamantes (Minas Gerais), explicou da seguinte maneira como ela fora criada no século XVIII:

“Tendo o governo reconhecido que a extração de diamantes por arrendadores era frequentemente acompanhada por fraudes e abusos, resolveu explorar por sua própria conta as terras diamantinas (…). O Distrito dos Diamantes ficou como que isolado do resto do Universo; situado em um país governado por um poder absoluto, esse distrito foi submetido a um despotismo ainda mais absoluto.”
Auguste de Saint-Hilaire, Viagem pelo distrito dos diamantes e litoral do Brasil, Belo Horizonte, Ed. Itatiaia/São Paulo, Editora Universidade São Paulo, 1974, vol. 5, p. 14.

a) Quais as razões pelas quais era importante para a Coroa Portuguesa que o Distrito Diamantino ficasse “como que isolado do resto do Universo”?
b) Como se dava a exploração das minas por parte da Coroa Portuguesa?


07. Trabalho de Mineração no Brasil: (Unesp/2002) “Já se verificando nesta época a diminuição dos produtos das Minas, viu-se o capitão Bom Jardim obrigado a voltar suas vistas para a agricultura (…) Seus vizinhos teriam feito melhor se tivessem seguido exemplo tão louvável em vez de desertar o país, quando o ouro desapareceu.”
John Mawe. “Viagens ao Interior do Brasil, principalmente aos Distritos do Ouro e Diamantes”.

Segundo as observações do viajante inglês, os efeitos imediatos da decadência da extração aurífera em Minas Gerais foram:
a) a esterilização do solo mineiro e a queda da produção agropecuária.
b) a crise econômica e a consolidação do poder político das antigas elites mineiras.
c) a instalação de manufaturas e a suspensão dos impostos sobre as riquezas.
d) a conversão agrícola da economia e o esvaziamento demográfico da província.
e) a interrupção da exploração do ouro e a decadência das cidades.


08. Trabalho de Mineração no Brasil: (PUCCamp/2010) Dentre os fatores que contribuíram para que o ouro brasileiro passasse “às mãos dos mercantes da astuta Inglaterra”, pode-se citar:

a) o Tratado de Methuen, acordo comercial entre Portugal e Inglaterra, que implicava facilidades alfandegárias, e teve como consequência a intensifcação da dependência econômica portuguesa.
b) a hegemonia inglesa em matéria de prospecção, extração, fundição e lapidação de minérios, que tornou Portugal dependente dessa tecnologia, principalmente com a escassez do ouro de superfície.
c) o Tratado dos “panos e vinhos”, ao estipular que produtos de alto valor no mercado e bastante consumidos na Colônia, como os tecidos ingleses e os vinhos portugueses, deveriam ser pagos exclusivamente em barras de ouro.
d) o endividamento português em relação à Inglaterra, país que financiou capital necessário para a instauração das linhas férreas que transportavam o ouro fundido aos portos litorâneos.
e) o Tratado de Lisboa, que regulamentou as relações econômicas bilaterais entre Portugal e Inglaterra, conferindo exclusividade aos mercadores ingleses na exportação de produtos manufaturados às colônias portuguesas.


09. Trabalho de Mineração no Brasil: (UERJ/2012)

mapa vários caminhos construídos no Brasil-Colônia

A Estrada Real, nos dias de hoje, é a reunião dos vários caminhos construídos no Brasil-Colônia, principalmente nos séculos XVII e XVIII, para o transporte das riquezas do interior para o litoral do Rio de Janeiro, de onde seguiam para a metrópole portuguesa. São 1.512 km que permitem mergulhar na história brasileira. A circulação de pessoas, mercadorias e riquezas era obrigatoriamente feita por aqueles caminhos, constituindo crime de lesa-majestade a abertura de outros não autorizados pela administração metropolitana.
Adaptado de http://360graus.terra.com.br

A expansão da colonização na América portuguesa, nos séculos XVII e XVIII, ocasionou o surgimento de novas atividades econômicas, de núcleos de povoamento e de caminhos e estradas, como os que compuseram a Estrada Real. Cite a principal atividade econômica que condicionou o surgimento dos caminhos da Estrada Real e identifique dois interesses da Coroa portuguesa em controlar esses caminhos, no decorrer do século XVIII.


10. Trabalho de Mineração no Brasil: (UFRGS/2012) No bloco superior, abaixo, são citadas quatro razões que justificaram a articulação de movimentos sociais no período de 1708 a 1789, na região das Minas Gerais; no inferior, são listados três desses movimentos sociais. Associe adequadamente o bloco inferior ao superior.

1. A mobilização partiu dos setores subalternos da sociedade colonial, particularmente de escravos e libertos, que reivindicavam melhores condições de vida.
2. A supremacia paulista na região mineradora foi ameaçada pela chegada de forasteiros.
3. A criação das Casas de Fundição para a devida cobrança dos quintos e a proibição da circulação de ouro em pó levaram à insurreição da população local.
4. A decadência da produção aurífera e a ameaça da “derrama” sobre os habitantes da capitania acentuavam a crise do sistema colonial.

( ) Guerra dos Emboabas
( ) Revolta de Vila Rica
( ) Inconfidência Mineira

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é
a) 2 – 3 – 4.
b) 4 – 1 – 2.
c) 3 – 1 – 4.
d) 4 – 3 – 1.
e) 2 – 3 – 1.


🔵 >>> Confira a nossa lista completa de exercícios sobre a História do Brasil.


Gabarito com as respostas das questões sobre o Trabalho de Mineração no Brasil:

01. a;

02. b;

03. b;

04. e;

05. No final do século XVII (1693), foram descobertas pelos bandeirantes paulistas jazidas de ouro na região de Minas Gerais. Com a descoberta houve um grande deslocamento populacional em direção à região mineradora e a exploração do ouro veio, por sua vez, criar um mercado interno para gêneros alimentícios e escravos. As autoridades portuguesas mostravam preocupação com os prejuízos que as minas poderiam provocar na área açucareira. Porém, a economia dessa região já estava em crise quando da descoberta do ouro em Minas Gerais. O início do declínio da produção açucareira no Nordeste remonta à expulsão dos holandeses e ao início da concorrência antilhana. Portanto, a atividade mineradora, ao aumentar a procura por escravos para serem utilizados na exploração do ouro, elevou o preço da mão de obra, prejudicando ainda mais a área de produção açucareira localizada no litoral nordestino.

06. a) Garantir o total controle da extração de diamantes.

b) Através do monopólio real realizado por um contratador que, ao garanti-lo, ganhava uma parte dos diamantes extraídos.

07. d;

08. a;

09. A mineração, considerada a atividade mais importante no século XVIII, presente no interior da colônia, região conhecida como “as minas gerais”, de onde provinham os diamantes e o ouro. O controle dos caminhos por parte da metrópole pretendia evitar o contrabando das riquezas extraídas da região e, ao mesmo tempo, controlar a circulação de todas as mercadorias que chegavam à mesma.

Dada a dimensão da área mineradora, e sua distância dos principais portos que levariam a riqueza para Portugal, havia grande preocupação com o controle fiscal e a garantia do pagamento dos impostos.

10. a

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário