Redemocratização nos Países da América Latina Atividades

01. Redemocratização nos Países da América Latina: (UERJ/2014) A história latino-americana na década de 1970 foi marcada pela vigência de governos ditatoriais. As fotografias abaixo remetem ao golpe militar ocorrido no Chile em setembro de 1973.

Ex-membros da guarda presidencial de Salvador Allende com fotos de colegas mortos durante o golpe, em frente ao Palácio de Governo La Moneda (setembro de 2011). g1.globo.com

Cite duas características comuns aos governos ditatoriais latino-americanos. Em seguida, identifique uma das principais reivindicações da sociedade chilena com relação às heranças do golpe de 1973.


02. Redemocratização nos Países da América Latina: (UEMG/2013) A notícia a seguir trata da postura política da Venezuela em relação à Corte Interamericana de Direitos Humanos:

“O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse na terça-feira, 24, que seu país vai abandonar a Corte Interamericana de Direitos Humanos, órgão que governos esquerdistas latino-americanos frequentemente acusam de estar a serviço dos interesses dos EUA.

Chávez disse que tomou essa decisão ‘por dignidade’.

‘E os acusamos perante o mundo de serem indignos de se chamarem de um grupo de direitos humanos’, acrescentou o presidente durante uma cerimônia militar. Recentemente, a corte determinou que a Venezuela violou os direitos de um homem colocado em condições carcerárias precárias, após ser condenado por atentados contra instalações diplomáticas da Espanha e da Colômbia em Caracas. (…)”.
Reportagem de Brian Ellsworth (www.estadao.com.br/noticias/internacional. Acesso: 26/7/2012.)

Historicamente, a América Latina é marcada por governos populistas e com decisões arbitrárias dignas de julgamento por cortes internacionais. Qual elemento presente na história latino-americana é revelado por essa atitude de Chávez?
a) O Caudilhismo.
b) O imperialismo americano.
c) A intolerância às normatizações externas.
d) O protecionismo político.


03. (UFPR/2013) Em 2012 completaram-se 30 anos da Guerra das Malvinas (Malvinas para os argentinos; Falklands para os ingleses), sendo que as animosidades entre Argentina e Inglaterra na disputa pelas ilhas inglesas situadas ao extremo sul da América do Sul foram recentemente relembradas pela presidenta argentina Cristina Kirchner. Sobre esse conflito, é correto afirmar:

a) O conflito foi iniciado pelos ingleses, por conta da existência de petróleo na região, que começava a ser explorado por companhias argentinas de forma clandestina. A superioridade militar e econômica da Inglaterra contou para a derrota dos argentinos, que foram pegos desprevenidos em um ataque-surpresa. Como resultado, a Argentina amargou uma grave crise econômica.

b) O conflito foi iniciado pela Argentina no contexto da intensa ditadura peronista iniciada em 1976. A herdeira política de Perón, Isabelita, recorreu à elite militar para retomar as Ilhas Malvinas, cujos recursos se esgotavam com a exploração inglesa. Apesar da derrota argentina, o tratado de paz garantiu que a população argentina habitante das ilhas pudesse controlar a ocupação inglesa.

c) O conflito foi iniciado pelos ingleses, que não toleravam a ocupação desordenada dos argentinos sobre as suas ilhas. Os argentinos, por sua vez, nunca aceitaram o domínio inglês sobre as ilhas, e desde o início dos anos 1980 prepararam-se para retomar o território. A prosperidade econômica pela qual a Argentina passava foi decisiva para que o país vencesse a guerra.

d) O conflito foi desencadeado pela Argentina no contexto da ditadura militar iniciada em 1976. A fim de angariar apoio popular no início dos anos 1980, o governo almejou reconquistar as Ilhas Malvinas, retomando um discurso nacionalista. Contudo, com a rápida derrota dos argentinos, o regime militar logo foi derrubado, sucedido por um governo democrático e civil em meio a uma grave crise econômica.

e) O conflito foi iniciado pelos argentinos, que desejavam retomar o território por conta de seus recursos minerais, a fim de aplacar a grave crise econômica que assolava a Argentina. A Inglaterra não queria deixar as Ilhas, por se beneficiar das riquezas naturais em um período de instabilidade financeira após o desmantelamento do Estado de Bem-Estar Social. Aproveitando-se da fragilidade inglesa, a Argentina venceu a guerra.


04. (UFRGS/2013) Na Argentina, os dois mandatos presidenciais de Carlos Menem (1989 a 1999) são considerados como o auge da adoção de medidas de orientação neoliberal. É correto afirmar que, no seu conjunto, essas medidas resultaram em

a) desindustrialização do país devido à perda de competitividade, o que gerou desemprego.
b) retração da atividade agropecuária diante da desvalorização do peso.
c) ampliação de recursos destinados aos programas sociais de combate à fome.
d) nacionalização de empresas e monopólio, por parte do Estado, dos hidrocarburetos.
e) ampliação da capacidade da indústria voltada ao mercado interno.


05. Redemocratização nos Países da América Latina: (UFSM/2013) Analise o fragmento a seguir.

Irarrazabal chama-se a rua por onde caminhávamos em setembro. Foi ali, pela primeira vez, que vimos passar um caminhão cheio de cadáveres. Era uma tarde de setembro de 1973, em Santiago do Chile, a apenas alguns minutos antes do toque de recolher. Caminhávamos rumo à Embaixada da Argentina e nossas chances eram estas: ou saltávamos para dentro dos jardins da Embaixada e ganhávamos asilo político, ou ficávamos na rua, em pleno toque de recolher. Se ficássemos na rua, certamente seríamos presos e teríamos, pelo menos, algumas noites de tortura.
Fonte: GABEIRA, Fernando. O que é isso, companheiro? SP: Cia. das Letras, 2009. p. 10-11. (adaptado)

O texto acima refere-se:
I. à situação dos militantes de esquerda nos países do Cone Sul, nos anos 1960 e 70: a prisão, a tortura e a morte realizadas pelos órgãos de segurança dos regimes militares.

II. ao modo como os golpes militares se processavam, com eliminação física da oposição política e militar, muitas vezes com uso sistemático da tortura.

III. ao contexto político que acompanhou a derrota dos governos nacional-desenvolvimentistas ou socialistas e à implantação de um modelo que privilegiava a internacionalização econômica.

IV. à dura reação do bloco conservador latino-americano frente ao avanços das organizações de esquerda que pleiteavam a reforma socioeconômica ou, algumas vezes, o socialismo.

Está(ão) correta(s)
a) apenas I.
b) apenas II.
c) apenas I, II e III.
d) apenas III e IV.
e) I, II, III e IV.


06. Redemocratização nos Países da América Latina: (UNESP-SP/2010) Observe o mapa.

Territórios extra europeus pertencentes aos Estados da União Europeia (Atlas Nacional Geografic: Europa I, 2008. Adaptado.)

A ocupação desse território pelos argentinos foi durante o período de 1820 a 1833. Essa disputa de posse vem desde 1833, quando os britânicos tomaram posse e demarcaram como sendo terras britânicas. Hoje, esse território extra europeu pertencente ao Reino Unido é reivindicado pela presidente da Argentina, Cristina Kirchner, como parte do território argentino.

O texto refere-se às ilhas:
a) Falklands.
b) Geórgia do Sul e Sandwich do Sul.
c) Santa Helena.
d) Pitcairn.
e) Falklands e Sandwich do Sul.


07. (FGV/2010) O Chile voltou a polarizar-se nas eleições de 1970, mas desta vez entre a direita e a esquerda, diante do fracasso do governo de Eduardo Frei. A Esquerda se apresentava mais uma vez com Salvador Allende, através de uma frente chamada Unidade Popular. (…)

Allende triunfou, embora obtendo apenas 34% dos votos, mas favorecendo-se da divisão das outras candidaturas.
[Emir Sader, Chile (1818-1990) – Da independência à redemocratização]

Assinale a alternativa que apresenta corretamente o governo de Salvador Allende.
a) Caracterizou-se pela construção do socialismo pela via pacífica, e contou com um programa de reformas econômicas, como a nacionalização de mineradoras e estatização de bancos.

b) Representou um grave retrocesso na organização popular na América Latina, pois o governo chileno estabeleceu alianças conservadoras, inclusive com setores da extrema-direita.

c) Constituiu-se na primeira experiência nacionalista radical da América Latina, com a estatização do petróleo, mas, paradoxalmente, com a privatização da telefonia e das ferrovias.

d) Estruturou-se a partir da chamada terceira via, ou seja, um sistema conciliador entre o socialismo e o capitalismo, daí ter sofrido importante oposição do Brasil e, principalmente, de Cuba.

e) Organizou a Operação Condor, que perseguia militantes políticos que lutavam contra regimes autoritários, em parceria com as forças repressivas da Argentina, do Paraguai e do Uruguai.


08. (UFSC/2012) Nos intervalos entre sessões de tortura, deixavam-me pendurado pelos braços em ganchos fixos à parede do calabouço onde me atiravam. Algumas vezes me jogavam sobre a mesa de tortura e me esticavam, amarrando pés e mãos a algum instrumento que não posso descrever porque não vi, mas que me produzia a sensação de que iam arrancar-me partes do corpo.
(Nunca Mais: Informe sobre o desaparecimento de pessoas na Argentina. Porto Alegre: L&PM, 1984. p.17-18)

Sobre as ditaduras militares latino-americanas, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).
(01) Nos anos 1970, os governos do Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai e Bolívia chegaram a fazer um acordo de cooperação mútua, a chamada operação condor, com o objetivo de reprimir em conjunto os regimes ditatoriais implantados por meio de golpes militares na América Latina.

(02) Durante os anos 1970, a ditadura do general cubano Fidel Castro defendia a política do big stick, caracterizada por dar apoio bélico e influenciar ideologicamente os diversos governos militares latino-americanos.

(04) No Chile, em 11 de setembro de 1973, um golpe militar chefiado pelo general Augusto Pinochet derrubou o governo do presidente socialista Salvador Allende, que morreu no Palácio La Moneda.

(08) Na Argentina, a derrota para os britânicos na Guerra das Malvinas (1982), somada à crescente crise inflacionária e aos movimentos populares contra a repressão militar, causou a queda de uma das mais violentas ditaduras latino-americanas.

(16) No contexto da Guerra Fria, as ditaduras militares latino-americanas estavam claramente alinhadas ao bloco capitalista liderado pela União Soviética.

(32) São características que as ditaduras latino-americanas tiveram em comum: o autoritarismo, a censura, o nacionalismo e a violenta repressão que deixou milhares de mortos e desaparecidos.


09. Redemocratização nos Países da América Latina: (ESPM/2012) Era o dia 11 de setembro. Desviados de sua missão habitual por pilotos decididos a tudo, os aviões se lançam para o coração da grande cidade, resolvidos a abater os símbolos de um sistema político detestado. Imediatamente explosões, fachadas que voam em pedaços, desabamentos num barulho infernal, sobreviventes aterrorizados, fugindo cobertos de escombros.

E a mídia difunde a tragédia ao vivo. (…) Nova York, 2001? Não, Santiago do Chile, 11 de setembro de 1973. Com a cumplicidade dos Estados Unidos, golpe de Estado do general Pinochet contra Salvador Allende e o palácio presidencial metralhado pela força aérea. Dezenas de mortos e o início de um regime de terror que durou quinze anos…
(Ignácio Ramonet. Guerras do Século XXI: novos temores e novas ameaças)

Sobre o ocorrido em 11/09/1973 é correto afirmar que:
a) o governo de Salvador Allende, da Unidade Popular, composta por socialistas e comunistas, desencadeou intensa mobilização social, cujo resultado foi uma articulação entre setores da sociedade chilena hostis ao socialismo e os EUA, então sob a presidência de Richard Nixon, visando praticar o golpe que derrubou o governo constitucional de Allende;

b) eleito pelo Partido Democrata Cristão, de posições liberais, Salvador Allende traiu os setores da sociedade chilena que contribuíram para a sua vitória. Com o apoio do exército chileno e da embaixada dos EUA o governo Allende foi derrubado;

c) Salvador Allende chegou ao poder em 1970 por meio de uma revolução que recebeu o apoio de Cuba. Em resposta ao apoio cubano ao governo Allende, os EUA, contribuíram com setores anticomunistas da sociedade chilena para desencadear o golpe que levou o general Pinochet ao poder;

d) extremado anticomunista, o general Pinochet vivia, desde os primeiros dias do governo Allende, nos EUA, onde planejou o golpe de 11/09/1973 em colaboração com as autoridades norte-americanas;

e) o golpe de 11/09/1973, liderado pelo general Pinochet, com o bombardeamento da sede do governo chileno, o palácio presidencial de La Moneda, numa ação que levou Allende a resistir até a morte, provocou enérgicos protestos dos governos dos demais países sul-americanos que se recusaram a reconhecer a ditadura comandada por Pinochet.


10.) Redemocratização nos Países da América Latina: (FGV/2010) Após o anúncio pelo presidente equatoriano, Rafael Correa, de que seu país não renovaria a concessão da base de Manta, os Estados Unidos anunciaram a assinatura de um novo contrato, dessa vez com a Colômbia, para o estabelecimento de bases militares no país. Considerando o atual contexto político da América Latina e a relação entre os governos da Colômbia e dos Estados Unidos, considere as afirmativas abaixo:

I. O governo do Brasil manifestou-se contrário à intenção dos EUA de ampliarem sua presença militar na Colômbia, pois isso significaria trazer para a América do Sul a lógica da militarização, que pode gerar uma corrida armamentista e obrigar outros países a investir na modernização de suas Forças Armadas.

II. Alheios à polêmica, Evo Morales e Cristina Kirchner apoiam o acordo porque rejeitam a tese de que essas bases significam o reposicionamento dos EUA no continente, após a fracassada proposta de criação de uma Área de Livre Comércio das Américas (ALCA) e a devolução do canal do Panamá em 1999.

III. A Colômbia e os EUA sustentam que a ampliação do acordo militar visa ao combate ao narcotráfico e à guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC); no entanto, os países da região temem que seja uma manobra estratégica com o objetivo de neutralizar a Venezuela e seus aliados.

IV. Segundo Hugo Chávez, o maior opositor dos EUA na América do Sul, a Venezuela reconhece a soberania colombiana e, por essa razão, solicitou ao presidente Álvaro Uribe garantias de que as tropas norte-americanas terão uma atuação limitada ao território da Colômbia.

V. O estabelecimento de bases militares norte-americanas na Colômbia consolida a presença dos EUA na América do Sul e reacende o fantasma das intervenções armadas na região, como aconteceu na invasão da Baía dos Porcos, em Cuba, em 1961 e a participação de militares americanos na queda de Salvador Allende no Chile, em 1973.

Estão corretas as afirmativas:
a) II, III e V.
b) I, III e V.
c) I e III.
d) I, II e V.
e) Todas as afirmativas estão corretas.


🔵 >>> Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.


Gabarito com as respostas das questões de História sobre a Redemocratização nos Países da América Latina:

01. Características comuns:
1. Vínculos com o imperialismo norte-americano;
2. tortura e repressão contra os “inimigos”;
3. estado utilizado pelas grandes burguesias nacionais…
Reivindicação do povo chileno: punição aos líderes do movimento do golpe.

02. a;
03. d;
04. a;
05. e;
06. a;
07. a;

08. 04 + 08 + 32 = 44.
(01) Incorreto: A Operação Condor – nome que fazia alusão à ave de rapina – foi um acordo entre os regimes ditatoriais daqueles países com a intenção de reprimir manifestantes de esquerda e/ou contrários ao governo militar.
(02) Incorreto: Fidel Castro não apoiou o big stick por dois motivos: primeiro, porque o big stick foi uma política do início do século XX, no contexto do Imperialismo; segundo, porque foi implantado pelos Estados Unidos, inimigo ideológico de Cuba.
(04) Correto: Augusto Pinochet, ao derrubar Salvador Allende, implantou a ditadura militar no Chile.
(08) Correto: O fracasso na Guerra das Malvinas e a morte de 600 jovens soldados argentinos, associado aos problemas econômicos e movimentos populares, derrubou a ditadura militar naquele país no dia 10 de dezembro de 1983.
(16) Incorreto: Dois erros aqui: a União Soviética liderava o bloco socialista, não capitalista; e as ditaduras militares tinham um alinhamento ideológico de direita e anticomunista.
(32) Correto: Estas foram características comuns a todas as ditaduras militares latino-americanas.

09. a;
10. b

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário