As Migrações Internacionais Lista de Questões

Questão 01. Migrações Internacionais: (Unesp/2014) O número total de refugiados por causa da guerra civil na Síria chegou a 2 milhões, informa nesta terça-feira [03.09.2013] o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur. De acordo  com um informe da agência, não há previsão de melhora na situação, que já dura dois anos e meio. Ainda de acordo com o Acnur, o número de refugiados representa um salto de quase 1,8 milhão em 12 meses. Há exato um ano, o número de sírios registrados como refugiados ou aguardando registro era de 230 mil.
(http://g1.globo.com. Adaptado.)

Considerando as diversas causas que determinam a natureza dos fluxos demográficos, o termo que melhor qualifca o tipo de migração retratado no texto é migração
a) sazonal.
b) espontânea.
c) forçada.
d) pendular.
e) de retorno.


Questão 02. (UPF/2013) Com base em seus conhecimentos e utilizando o mapa que mostra os fluxos migratórios do mundo no período de 1990 a 2000, avalie as afirmativas abaixo e marque V para verdadeiras e f para falsas.

mapa fluxos migratórios do mundo no período de 1990 a 2000

( ) As duas maiores zonas de atração de fluxos migratórios do mundo são a Ásia e a África.

( ) Para a União Europeia convergem imigrantes da Europa Oriental, da África e da Ásia.

( ) As três regiões de forte atração migratória observadas no mapa atraem muitos migrantes de diversas partes do mundo.

( ) Os países desenvolvidos e os em desenvolvimento abrigam o maior número de imigrantes do planeta.

( ) Atualmente, os dois principais movimentos migratórios ocorrem de países em desenvolvimento para outros países em desenvolvimento e de países desenvolvidos para outros países desenvolvidos.

A sequência correta é:
a) V – F – V – F – V.
b) F – V – V – V – V.
c) F – V – F – V – F.
d) F – F – V – F – F.
e) V – F – F – F – F.


Questão 03. Migrações Internacionais: (Fuvest/2012) Logo após a entrada de milhares de imigrantes norte-africanos na Itália, em abril deste ano, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, fizeram as seguintes declarações a respeito de um consenso entre países da União Europeia (UE) e associados.

Queremos mantê-lo vivo, mas para isso é preciso reformá-lo.
Nicolas Sarkozy.

Não queremos colocá-lo em causa, mas em situações excepcionais acreditamos que é preciso fazer alterações, sobre as quais decidimos trabalhar em conjunto.
Silvio Berlusconi.
http://pt.euronews.net. Acesso em julho/2011. Adaptado.

Sarkozy e Berlusconi encaminharam pedido à UE, solicitando a revisão do:
a) Tratado de Maastricht, o qual concede anistia aos imigrantes ilegais radicados em países europeus há mais de 5 anos.

b) Acordo de Schengen, segundo o qual Itália e França devem formular políticas sociais de natureza bilateral.

c) Tratado de Maastricht, que implementou a União Econômica Monetária e a moeda única em todos os países da UE.

d) Tratado de Roma, que criou a Comunidade Econômica Europeia (CEE) e suprimiu os controles alfandegários nas fronteiras internas.

e) Acordo de Schengen, pelo qual se assegura a livre circulação de pessoas pelos países signatários desse acordo.

( ) As duas maiores zonas de atração de fluxos migratórios do mundo são a Ásia e a África.

( ) Para a União Europeia convergem imigrantes da Europa Oriental, da África e da Ásia.

( ) As três regiões de forte atração migratória observadas no mapa atraem muitos migrantes de diversas partes do mundo.

( ) Os países desenvolvidos e os em desenvolvimento abrigam o maior número de imigrantes do planeta.

( ) Atualmente, os dois principais movimentos migratórios ocorrem de países em desenvolvimento para outros países em desenvolvimento e de países desenvolvidos para outros países desenvolvidos.

A sequência correta é:
a) V – F – V – F – V.
b) F – V – V – V – V.
c) F – V – F – V – F.
d) F – F – V – F – F.
e) V – F – F – F – F.


Questão 04. Migrações Internacionais: (Ufsm/2012 – modificado) Os conhecimentos sobre as migrações no mundo revelam que os imigrantes

I. em situação irregular ficam sujeitos a incertezas e discriminações e acabam por integrar marginalmente a força de trabalho, o que se transforma, em alguns casos, em escravidão.

II. tem plena cidadania, gozam dos direitos civis, como serviço de saúde, de educação e de transporte.

III. assumem trabalho pesado com baixa remuneração e vivem em bairros afastados ou nos subúrbios das cidades.

IV. são vítimas de atitudes racistas e/ou de intolerância conhecidas como xenofobia.

Está(ão) correta(s)
a) apenas I e II.
b) apenas III.
c) apenas II e IV.
d) apenas I, III e IV.
e) I, II, III e IV.


Questão 05. Migrações Internacionais: (Unicamp/2016 – modificado) Indique a afirmação correta a respeito dos grandes fluxos migratórios atuais no contexto da globalização.

a) Envolvem imigrantes da América Latina, do norte da África e do Oriente Médio, atraídos pela industrialização fordista da Europa e dos Estados Unidos, que gera trabalho nas fábricas e na construção civil.

b) Direcionam-se para os países ricos ou em crescimento econômico e envolvem aquelas áreas de expulsão, cujas populações de origem sempre tiveram culturalmente vocação para a realização de grandes  deslocamentos.

c) Resultam das diferenças entre a situação econômica dos países pobres e ricos e se direcionam para os lugares em que as populações falam a mesma língua ou possuem proximidades culturais.

d) Assumem distintas direções, sendo que uma das rotas dos imigrantes para a Europa inicia-se em países do Oriente Médio e da costa oriental do norte da África, indo até a Grécia, com travessia pelo mar Mediterrâneo.


Questão 06. Migrações Internacionais: (Uemg/2016) O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados-ACNUR emitiu comunicado mundial que identifica algumas razões que motivam o êxodo de asiáticos e africanos para a Europa. Com base num trabalho contínuo de acompanhamento e avaliação, e também a partir dos resultados de discussões em grupo e do contato diário com refugiados na jordânia, Líbano, Egito, Iraque e Síria, o ACNUR identificou os principais fatores que motivam os emigrantes a buscar refúgio fora da região, principalmente na Europa. Considerando o fluxo populacional apresentado no trecho acima, e as informações vinculadas pela mídia, é CORRETO afirmar que

a) a maioria dos deslocados sírios que viajaram para o Iraque possui um sentimento de segurança e confiança em relação ao seu país.

b) as pessoas dos grupos minoritários veem a migração como solução para a sua segurança física e socioeconômica.

c) o agravamento que os refugiados enfrentam no exílio permite que as crianças continuem seus estudos regulares nos países europeus.

d) o perigo do terrorismo islâmico e o assentamento demográfico no campo, salvo raras exceções, promoveram um período de grande agitação nas cidades.


Questão 07. (FGV/2014) Uma tragédia se repetiu nesta sexta-feira (11/10), no sul da Itália. Mais um barco cheio de imigrantes afundou no Mar Mediterrâneo. Foi o segundo acidente com refugiados em uma semana. E há dados conflitantes sobre o número de mortos: entre 27 e 50 pessoas. Os sobreviventes em estado grave foram levados para Lampedusa, a mesma ilha que testemunhou o acidente com imigrantes da Somália e Eritreia, na quinta-feira passada [03/10], matando 339 pessoas.

No naufrágio desta sexta, ainda não se sabe as nacionalidades das vítimas, nem de onde o barco partiu.
(g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2013/10/mais-um-barco-cheio-de-imigrantes-afunda-no-mar-mediterraneo.html. Adaptado)

Com base nos conhecimentos sobre os movimentos migratórios ao longo do século XX e início do século XXI, a análise do conteúdo da notícia permite concluir que
a) tragédias como essa, comuns no Mediterrâneo, são fruto das políticas de atração de mão de obra dos países europeus, como forma de contribuir para a redução dos problemas sociais das antigas colônias africanas.

b) a explosão demográfica, que ainda é observada no Magreb e no Norte da África, é o principal motivo para o crescimento do número de imigrantes que lotam os barcos que cruzam o Mediterrâneo.

c) os movimentos da “primavera árabe” contribuíram para a abertura da economia dos países africanos, estimulando a formação de correntes migratórias em direção à Europa, através do Mediterrâneo.

d) a perseguição às minorias cristãs, como ocorre na África Subsaariana, faz com que muitos se arrisquem na travessia do Mediterrâneo, empreendendo uma verdadeira diáspora.

e) o Mediterrâneo constitui, atualmente, uma das mais expressivas linhas de fratura do mundo, tanto sob o aspecto demográfico como econômico, político e social.


Questão 08. Migrações Internacionais: (Uern/2013) Analise o mapa a seguir.

mapa de migrações internacionais

As migrações internacionais hoje em dia ocorrem, principalmente, dos países subdesenvolvidos do sul para os desenvolvidos do norte. O racismo atual, chamado de “novo racismo”, já não se preocupa tanto com a cor  da pele, com a pretensa raça dos grupos, e, sim, com a sua origem. Portanto, ele indiretamente decorre das migrações. Com base na relação entre a afirmativa anterior e o mapa apresentado é correto afirmar que

a) multiplicam na Europa os “grupilhos”, grupos que acolhem os imigrantes defendendo sua liberdade e direitos sociais.

b) o volume de imigrantes nos EUA e na Europa aumentou muito a partir da década de 1990, contribuindo para uma expansão econômica nestes países.

c) os países que absorvem os imigrantes oferecem condições sociais igualitárias aos recém-chegados, incluindo assistência médica, educacional e trabalhista.

d) existe o medo da perda da identidade nacional ou estrangeirização nos países que recebem os imigrantes devido ao maior crescimento demográfico do grupo que chega.


Questão 09. (UERj/2016) Os casos de mortes de imigrantes ilegais que tentam chegar à Europa por via marítima têm ocupado os noticiários. Na figura abaixo, os pontos indicam os locais onde ocorreram essas mortes, de janeiro de 2000 a julho de 2015.

mapa mortes de imigrantes ilegais que tentam chegar à Europa por via marítima

Identifique os dois continentes de procedência da maior parte desses imigrantes. Em seguida, apresente duas justificativas socioeconômicas que têm levado essas pessoas a deixar os continentes de origem em direção à Europa.


Questão 10. Migrações Internacionais: (Fuvest/2016) Se não conseguirmos uma distribuição justa dos refugiados, muitos vão questionar Schengen e isso é algo que não queremos. [Declaração da chanceler alemã, Angela Merkel.]
O Estado de S. Paulo, 01/09/2015.

A Europa vive uma das mais graves crises migratórias de sua história recente. Segundo a Agência das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), são esperados ao menos 1,4 milhão de refugiados entre 2015 e 2016.
O Estado de S. Paulo, 19/10/2015.

Considerando o contexto da União Europeia (UE), as informações acima e as respectivas datas de publicação, responda:

a) O que é o Espaço Schengen?

b) O que é a Zona do Euro? Cite um país da UE que não faz parte dessa Zona.

c) Explique qual foi o posicionamento da UE e o papel da Alemanha frente à intensificação desse fluxo migratório.


🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.


Gabarito com as respostas das questões de geografia sobre as Migrações Internacionais:

01. c;

02. b;

03. e;

04. d;

05. d;

06. b;

07. e;

08. d;

09. Os continentes de maior procedência dos imigrantes são África e Ásia. Dentre as justificativas que têm intensificado a imigração em direção à Europa, pode-se citar: instabilidade política da região causada pela ação de grupos extremistas; conflitos e guerras; regimes ditatoriais e repressivos; crises humanitárias causadas pela fome e miséria.

10. a) O Espaço Schengen é produto do Acordo e Convenção de Schengen assinado por 30 países europeus representando um território onde a livre circulação das pessoas é garantida.

b) A Zona do Euro é a união monetária representada pela adoção do euro como moeda oficial, adotada por grande parte dos países que compõe a União Europeia. Dentre os países que não fazem parte da Zona do Euro pode-se citar: Dinamarca, Suécia, Inglaterra.

c) Os países da União Europeia encontram-se divididos entre os mais tolerantes como Alemanha e Suécia e os que defendem uma posição mais dura como Sérvia Croácia e Hungria perante a intensificação do fluxo migratório. Dentre os mais tolerantes, a Alemanha tem exercido com mais ênfase a defesa da realocação dos refugiados.

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário