Lista de Exercícios sobre o Iluminismo

01. Exercícios sobre o Iluminismo: 01. (FGV-SP) Sobre as descobertas científicas do século XVII, é CORRETO afirmar que:

A) romperam com o sistema hermético de Galileu Galilei, impondo um modelo experimental para verificação dos modelos naturais.

B) recuperaram o modelo aristotélico de universo, rompendo, portanto, com a concepção propagada pela Igreja Medieval de corpos celestes estáticos.

C) a partir do modelo experimental romperam com o sistema hermético de Aristóteles sustentado pela Igreja Medieval.

D) recuperaram o modelo aristotélico de cosmo, rompendo, portanto, com a concepção propagada pela Igreja Medieval do Universo em movimento.

 

 

02. (UFF-RJ) O Iluminismo do século XVIII abrigava, entre seus valores, o racionalismo. Tal perspectiva confrontava-se com as visões religiosas do século anterior. Esse confronto anunciava que o homem das luzes encarava o mundo e tudo nele contido: o homem e a natureza. O Iluminismo era claro, com relação ao homem: um indivíduo capaz de realizar intervenções e mudanças na natureza para que essa lhe proporcionasse conforto e prazer. Seguindo esse raciocínio, pode-se dizer que, para o homem das luzes, a natureza era:

A) misteriosa e incalculável, sendo a base da religiosidade do período, o lugar onde os homens reconheciam a presença física de Deus e sua obra de criação.

B) infinita e inesgotável, constituindo-se um campo privilegiado da ação do homem, dando em troca condição de sobrevivência, principalmente no que se refere ao seu sustento econômico.

C) apenas reflexo do desenvolvimento da capacidade artística do homem, pois ajudava-o a criar a ideia de um progresso ilimitado relacionado à indústria.

D) um laboratório para os experimentos humanos, pois era reconhecida pelo homem como a base do progresso e entendimento do mundo; daí a fisiocracia ser a principal representante da industrialização iluminista.

E) a base do progresso material e técnico, fundamento das fábricas, sem a qual as indústrias não teriam condições de desenvolver a ideia de mercado.

 

 

03. (FUVEST-SP) A autoridade do príncipe é limitada pelas leis da natureza e do Estado […] O príncipe não pode, portanto, dispor de seu poder e de seus súditos sem o consentimento da nação e independentemente da escolha estabelecida no contrato de submissão […]

DIDEROT, artigo Autoridade política, Enciclopédia, 1751.

Tendo por base esse texto da Enciclopédia, é CORRETO afirmar que o autor:

A) pressupunha, como os demais iluministas, que os direitos de cidadania política eram iguais para todos os grupos sociais e étnicos.

B) propunha o princípio político que estabelecia leis para legitimar o poder republicano e democrático.

C) apoiava uma política para o Estado, submetida aos princípios da escolha dos dirigentes da nação, por meio do voto universal.

D) acreditava, como os demais filósofos do Iluminismo, na revolução armada como único meio para a deposição de monarcas absolutistas.

E) defendia, como a maioria dos filósofos iluministas, os princípios do liberalismo político que se contrapunham aos regimes absolutistas.

 

 

04. (UFV-MG) O liberalismo econômico se constituiu numa doutrina política do capitalismo industrial e financeiro.

Qual das alternativas a seguir NÃO reflete um de seus princípios fundamentais?

A) Fortalecimento do mercantilismo

B) Livre-concorrência

C) Defesa da propriedade privada

D) Explicação científica dos fatos econômicos

E) Liberdade de contrato

 

 

05. Exercícios sobre o Iluminismo: (UFMG / Adaptado) Os princípios liberais, definidos a partir do século XVII, serviram aos interesses da emergente burguesia, na medida em que:

A) propunham a unificação territorial e a centralização política do Estado Nacional.

B) lutavam pela manutenção de um sistema de trabalho com base no produtor independente.

C) enfatizavam as relações contratuais entre os indivíduos e a livre iniciativa.

D) postulavam o critério do nascimento como princípio de ordenação social.

 

Lista de Exercícios sobre os Movimentos Reformistas – Reforma e Contra-reforma.

 

06. Exercícios sobre o Iluminismo: (Enem–2003) Observe as duas afirmações de Montesquieu (1689-1755), a respeito da escravidão:

A escravidão não é boa por natureza; não é útil nem ao senhor, nem ao escravo: a este porque nada pode fazer por virtude; àquele, porque contrai com seus escravos toda sorte de maus hábitos e se acostuma insensivelmente a faltar contra todas as virtudes morais: torna-se orgulhoso, brusco, duro, colérico, voluptuoso, cruel. Se eu tivesse que defender o direito que tivemos de tornar escravos os negros, eis o que eu diria: tendo os povos da Europa exterminado os da América, tiveram que escravizar os da África para utilizá-los para abrir tantas terras. O açúcar seria muito caro se não fizéssemos que escravos cultivassem a planta que o produz.

MONTESQUIEU. O espírito das leis.

Com base nos textos, podemos afirmar que, para Montesquieu:

A) o preconceito racial foi contido pela moral religiosa.

B) a política econômica e a moral justificaram a escravidão.

C) a escravidão era indefensável de um ponto de vista econômico.

D) o convívio com os europeus foi benéfico para os escravos africanos.

E) o fundamento moral do direito pode submeter-se às razões econômicas.

 

 

07. (Mackenzie-SP–2010) O sistema financeiro, coração da economia global, não será mais o mesmo depois do colapso iniciado pela falência do banco americano Lehman Brothers. […] Economistas do primeiro time recomendam ao presidente americano a estatização provisória do sistema financeiro. Eles não são comunistas, revolucionários ou radicais. São fervorosos adeptos da economia de mercado – uma economia que precisa agora negar seus princípios sagrados para sobreviver.

JORNAL MUNDO, Mar. 2009.

Entre os princípios sagrados do capitalismo, mencionados no texto, considere I, II, III, IV a seguir.

I. Lei da oferta e da procura e livre iniciativa.

II. Livre-concorrência e não intervenção estatal na economia.

III. Estatização da indústria de base e protecionismo.

IV. Planificação e coletivização.

São CORRETAS somente:

A) I e IV.

B) I e II.

C) I, II e III.

D) II e IV.

E) III e IV.

 

 

08. (UNIRIO-RJ) Os “déspotas esclarecidos” procuravam modificar os métodos e objetivos de ação do Estado.

Em geral, apresentavam-se, apenas como “os primeiros servidores do próprio Estado”. Entre as manifestações de “despotismo esclarecido”, pode-se incluir:

A) Adoção de uma fraseologia dos filósofos do Iluminismo para a modernização de seus respectivos Estados.

B) Seu sucesso em países onde a burguesia era muito forte e atuante.

C) Durabilidade e coerência de suas reformas implantadas nos países da Europa Ocidental.

D) Adaptação de princípios novos a Estados de condições socioeconômicas e políticas bastante avançadas.

E) Destruição da religião revelada e da autoridade da Igreja, através de precoces ideias do materialismo histórico.

 

 

09. Exercícios sobre o Iluminismo: (Enem)

Texto 1

O pensamento iluminista do século XVIII tem na Enciclopédia, dirigida por Diderot e D’Alembert, uma obra de 35 volumes, editada entre 1751 e 1780, que procurou reunir a totalidade dos conhecimentos da época. Por usarem os princípios da razão para questionar os fundamentos da sociedade em que viviam, os enciclopedistas foram considerados defensores de um pensamento revolucionário.

Texto 2

No reinado de D. José I, a Universidade de Coimbra sofreu uma profunda alteração. Em 1772, o rei ratifica os novos estatutos (Estatutos Pombalinos), que marcam o início da Reforma. Esta manifestava, sobretudo, um grande interesse pelas ciências da natureza e pelas ciências do rigor, que tão afastadas se encontravam do ensino universitário.

Os textos permitem concluir que:

A) Pombal era um forte opositor do Iluminismo e barrou seus ideais na reforma da Universidade de Coimbra.

B) as reformas na Universidade de Coimbra, introduzidas por Pombal, demonstram um espírito iluminista.

C) as reformas pombalinas na Universidade de Coimbra estavam de acordo com o ideário da Igreja Católica.

D) Pombal combateu o anticlericalismo e criou o padroado nas reformas que realizou na Universidade de Coimbra.

E) as reformas feitas na Universidade de Coimbra demonstraram que a administração de Pombal foi reacionária.

 

 

10. (UFRRJ) O texto a seguir se refere ao liberalismo econômico. A Escola de Manchester, conhecida também como Escola Clássica, desenvolveu o pensamento econômico dominante na época do capitalismo industrial e liberal. Coube a Adam Smith formular em A riqueza das nações, que foi publicado em 1776, as ideias iniciais do liberalismo econômico, igualmente defendido por Davi Ricardo em Princípios da economia política e do imposto, e por Thomas Robert Malthus em Ensaio sobre o princípio da população.

AQUINO, S. L. de A. et al. História das sociedades modernas às atuais. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1995. p. 1281.

A obra A riqueza das nações (1776), fundamental na evolução do pensamento econômico, defendia, entre outras, a ideia de que:

A) a grandeza de um Estado exige a planificação e o dirigismo econômico.

B) o trabalho é a fonte de riqueza, baseando-se no valor da lei da oferta e da procura.

C) a riqueza deve basear-se, fundamentalmente, na exploração dos recursos da natureza.

D) a “mais-valia”, resultado da exploração do trabalhador, deve ser suprimida.

E) a socialização dos meios de produção e distribuição aumentam a eficiência da economia.

 

 

11. Exercícios sobre o Iluminismo: (UFU-MG) A revolução intelectual que se efetivou na Europa no século XVIII, divulgada principalmente a partir da edição da Enciclopédia, dirigida por Diderot e D’Alembert, ficou conhecida como Iluminismo. A esse respeito, responda:

A) Qual o significado histórico do Iluminismo?

B) Qual a relação entre as ideias iluministas e a Revolução Americana de 1776 e Revolução Francesa de 1789?

 

🔵 >>> Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.

 

Gabarito com as respostas dos Exercícios sobre o Iluminismo:

01. C;

02. B;

03. E;

04. A;

05. C;

06. E;

07. B;

08. A;

09. B;

10. B;

11. A) O pensamento iluminista, além de formular críticas ao Antigo Regime, serviu de sustentação teórica aos movimentos que deram origem aos Estados Liberais nos séculos XVIII e XIX.

B) Os ideais de liberdade, que nortearam a Revolução Americana e a Revolução Francesa, foram fundamentados nas obras dos pensadores iluministas.

Deixe um comentário