Presidência de Fernando Henrique Cardoso Exercícios FHC

01. UFMG. Fernando Henrique Cardoso:

Assinale a alternativa em que o contexto destacado está corretamente relacionado a uma manifestação cultural de resistência, de setores da sociedade bra­sileira, aos problemas vivenciados na época.

a) Era Vargas/ Desfiles de escolas de samba com enredos que criticavam Getúlio e seus assessores.

b) Governo JK / Telenovelas cujas tramas buscavam explicitar os problemas econômicos e sociais gerados pela política desenvolvimentista.

c) Governo FHC / Grupos de ‘rap’ com denúncias do racismo, da falta de oportunidades econômicas e da miséria que assolam as grandes cidades.

d) Governos MILITARES / Pornochanchadas cine­matográficas com roteiros que desmoralizavam as Forças Armadas e o regime implantado em 1964.

 

 

02. UFRGS-RS

A crítica feita através da charge refere-se a um aspecto da política econômica adotada pela administração FHC.

Exercícios com gabarito sobre o período da Presidência de Fernando Henrique Cardoso, para estudantes de História do Brasil.

Leia as afirmações a seguir sobre a administração FHC.

I. A administração FHC tem privilegiado a abertura e a desnacionalização da economia do país, a privatização do setor público e uma política de compreensão dos salários do funcionalismo pú­blico federal.

II. O governo FHC nega ser um governo de perfil neoliberal e justifica a política de desmantelamento do setor estatal com o discurso da necessidade de modernizar a economia brasileira como condição para inserir-se competitivamente no processo de globalização.

III. O sucesso do Plano Real e o processo de privatiza­ção da economia provocaram sensíveis melhorias sociais junto às massas dos excluídos do campo, esvaziando quase por completo a luta política dos movimentos sociais organizados no meio rural.

Quais estão corretas?

a) Apenas I

b) Apenas II

c) Apenas I e II

d) Apenas II e III

e) I, II e III

 

 

03. PUCCamp-SP

embora a vontade política do presidente Itamar, dos ex-ministros Fernando Henrique Cardoso e Rubem Ricúpero tenha implantado a primeira fase do Plano Real com sucesso, sem a segunda fase (…) o Plano não será bem sucedido…

Pelo programa econômico divulgado pelo governo o sucesso da segunda fase a que o texto se refere implica em:

a) ampliar a representação dos Estados no Senado e reestruturar o poder Judiciário.

b) mudanças na legislação trabalhista nas esferas federal, estadual e municipal.

c) reformas estruturais nos sistemas tributário, pre­videnciário e na administração pública.

d) estimular a criação de mecanismos de proteção ao consumidor e privatizar as empresas públicas.

e) centralizar as decisões de política monetária nas instituições financeiras privadas.

 

 

04. PUC-RS

A vitória de Fernando Henrique Cardoso nas eleições presidenciais de 1994 teve como fator decisivo a:

a) adoção de uma política eficaz de controle da natalidade, visando a conscientizar a parcela da população menos favorecida.

b) redução da criminalidade no campo, devido ao pro­grama de reforma agrária que prevê tolerância em relação à invasão de terras improdutivas no país.

c) política externa de importação de produtos do Mercosul, com o objetivo de reduzir as taxas al­fandegárias, resultando em preços mais atrativos no mercado brasileiro.

d) implantação do Plano Real, que criou uma moeda estável no país, após décadas de inflação.

e) queda do desemprego devido à adoção do plano de estatização e a intervenção reguladora do Estado na economia.

 

 

05. UFSC

Em 1994, Fernando Henrique Cardoso, na qualidade de ministro da Fazenda, implantou o Plano Real. Assumindo como presidente da República em 1995, além de manter o referido plano, implementou uma política econômica denominada neoliberal pelos seus adversários políticos.

Assinale a(s) proposição(ões) que é(são) considerada(s) conseqüência(s) da referida política econômica.

1. Aumento significativo do número de empregos e da remuneração dos assalariados, de modo especial dos servidores públicos.

2. Privatização de empresas públicas como a Com­panhia Siderúrgica Nacional, Vale do Rio Doce e Telebrás.

04. Queda da inflação, alto índice de desemprego e juros elevados.

08. Investimentos maciços nos sistemas públicos de educação e saúde e facilidade de financiamentos ao consumidor.

16. Balança comercial invariavelmente favorável. Some os números dos itens corretos.

 

Presidente Jânio Quadros Exercícios com Gabarito.

 

06. UFF-RJ

Em julho de 1998, foi privatizado o conjunto de em­presas estatais brasileiras do sistema Telebrás, dando prosseguimento ao programa neoliberal do governo Fernando Henrique Cardoso.

Assinale a opção que melhor define privatização.

a) Aplicação de instrumento legal pelo Estado brasileiro no favorecimento de empresas estrangeiras em leilões das bolsas de valores.

b) Apropriação do Estado pelo capital privado, nacio­nal ou estrangeiro.

c) Processo de incorporação de novas empresas privadas ao Estado – o mesmo que Estado-mínimo.

d) Processo de organização de vendas das empresas estatais através de leilões nas bolsas de valores.

e) Transferência do patrimônio público para o controle privado de setores empresariais, nacionais ou estrangeiros.

 

 

07. UFRR

A política social do governo Fernando Henrique Car­doso (1998/2002) foi marcada pela:

a) ampliação dos direitos trabalhistas com a implan­tação do seguro-desemprego.

b) erradicação da mortalidade infantil nos estados do Norte e Nordeste.

c) reforma previdenciária, implantando novos critérios para a concessão de aposentadoria.

d) reforma trabalhista, garantindo o direito de sindi­calização ao trabalhador rural.

e) obrigatoriedade de construção de creches comu­nitárias pelo poder público estadual.

 

 

08. FGV-SP

Fernando Henrique Cardoso governou o Brasil entre 1994 e 2002. A respeito desse período, é correto afirmar:

a) Estabeleceu-se uma nova Constituição para o Brasil e uma nova política econômica denominada Plano Real.

b) Teve início com o impeachment de Fernando Collor de Mello, afastado da Presidência sob acusações de corrupção.

c) Estabeleceu-se um governo social-democrata com a aliança entre o PSDB e a maioria dos partidos de esquerda do Brasil.

d) Foi aprovada a Emenda Constitucional que permitiu a reeleição do presidente da República Federativa do Brasil

e) Caracterizou-se pela reversão do processo de privatizações de empresas estatais que marcara os governos anteriores.

 

 

09. UFRN

Voltei nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos na­cionais (…) Quis criar a liberdade nacional na poten­cializa ção de nossas riquezas através de Petrobras; mal ela começa a funcionar, a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o trabalhador seja livre. Não querem que o povo seja independente.

Carta-testamento do presidente Getúlio Vargas, em 06 de agosto de 1954.

Del Priore, Mary et al. Documentos de história do Brasil: de Cabral aos anos 90.

O Estado começou a ser transformado para tornar-­se mais eficiente, evitar o desperdício e prestar serviços de melhor qualidade à população. (…) Fui escolhido pelo povo (…). Para continuar a construir uma economia estável, moderna, aberta e compe­titiva. Para prosseguir com firmeza na privatização. Para apoiar os que produzem e geram empregos.

E assim recolocar o país na trajetória de um crescimento sustentado, sustentável e com me­lhor distribuição de riquezas entre os brasileiros.

Discurso de posse do presidente Fernando Henrique Cardoso, em 2 de janeiro de 1999.

Cardoso, F.H. Por um Brasil solidário. O Estado de S. Paulo, 2 jan. 1999.

Os pronunciamentos de Getúlio Vargas e Fernando Henrique Cardoso foram proferidos em momentos históricos diferentes. Contudo, os dois governantes têm em comum o fato de:

a) sentirem-se pressionados pelas forças democrá­ticas para adotarem um modelo político capaz de assegurar a estabilidade das instituições políticas.

b) obterem o apoio em massa dos trabalhadores para implementação de suas respectivas políticas estatais.

c) sofrerem campanhas contrárias às suas ações políticas, lideradas por movimentos nacionais com o apoio clandestino de grupos internacionais.

d) referirem-se ao apoio popular para legitimar suas ações, uma vez que chegaram ao poder através do voto direto.

 

 

10. PUCCamp-SP

Leia os textos.

A crise econômica recente no Brasil demonstra que qualquer país está ameaçado por turbulências in for­mativas e movimentos especulativos nos mercados financeiros globais.

Manuel Castells. Folha de S. Paulo, 23/05/99. Cad. Mais, p. 5

(…) uma crise aguda da economia brasileira seria transmitida a toda a América Latina e provocaria uma catástrofe nos Estados Unidos, que destinam 20% de suas exportações a essa região. A Europa, eviden­temente, também não seria poupada por uma crise geral da economia. Foi menos o futuro do Brasil do que o medo de uma tal crise mundial que mobilizou uma ajuda internacional considerável para livrar o país dos apuros.

Alain Touraine. Folha de S. Paulo. 31/01/99. Cad. Mais. p. 5

 

O Plano Real, adotado pelo governo de Itamar Fran-co, em 1994, contribuiu para a eleição do presidente Fernando Henrique Cardoso. No início de 1999, o Plano Real sofreu uma crise que fez cair os índices de popularidade do presidente. De acordo com os textos, essa crise estava relacionada, principalmente:

a) à fuga de capitais ocorrida no final de 1998, que provocou uma redução nas divisas e a desvalorização cambial.

b) aos conflitos entre Brasil e Argentina, na definição das taxas alfandegárias para importação/exporta­ção de alimentos.

c) aos baixos investimentos do governo nas áreas sociais, especialmente na saúde, educação e moradia.

d) à falta de decisão política do governo para enfren­tar os problemas decorrentes da baixa oferta de trabalho.

e) ao retorno do processo inflacionário com a con­seqüente adoção da política de indexação da economia.

 

🔵 >>> Confira a nossa lista completa de exercícios sobre a História do Brasil.

 

Gabarito com as respostas dos exercícios sobre o Período da Presidência de Fernando Henrique Cardoso – FHC:

01. C

02. C

03. C

04. Em um momento de enorme crise, decorrente da CPI que afastou o presidente Collor e o levou à renúncia. O país estava em colapso moral e Itamar apresentou-se como reserva moral para, como presidente, “tocar” o país.

 

05. 06 (02 + 04)

06. E

07. C

08. D

09. D

10. A

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.