Lista de Exercícios sobre Texto e Hipertexto para o Ensino Médio com Gabarito

Lista com 07 Atividades de Língua Portuguesa sobre Texto e Hipertexto para o Ensino Médio com Gabarito!

Questão 01. ENEM. Diferentemente do texto escrito, que em geral compele os leitores a lerem numa onda linear – da esquerda para a direita e de cima para baixo, na página impressa – hipertextos encorajam os leitores a moverem-se de um bloco de texto a outro, rapidamente e não sequencialmente.
Considerando que o hipertexto oferece uma multiplicidade de caminhos a seguir, podendo ainda o leitor incorporar seus caminhos e suas decisões como novos caminhos, inserindo informações novas, o leitor-navegador passa a ter um papel mais ativo e uma oportunidade diferente da de um leitor de texto impresso. Dificilmente dois leitores de hipertextos farão os mesmos caminhos e tomarão as mesmas decisões.
MARCUSCHI, L. A. Cognição, linguagem e práticas Interacionais. Rio: Lucerna, 2007.

No que diz respeito à relação entre o hipertexto e o conhecimento por ele produzido, o texto apresentado deixa claro que o hipertexto muda a noção tradicional de autoria, porque:
a. é o leitor que constrói a versão final do texto.
b. o autor detém o controle absoluto do que escreve.
c. aclara os limites entre o leitor e o autor.
d. propicia um evento textual-interativo em que apenas o autor é ativo.
e. só o autor conhece o que eletronicamente se dispõe para o leitor.


Leia o texto e responda o Exercícios sobre Texto e Hipertexto para o Ensino Médio:

TOCANDO EM FRENTE
(Almir Sater / Renato Teixeira)
Ando devagar porque já tive pressa
E levo esse sorriso porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte, mais feliz,
Quem sabe eu só levo a certeza
De que muito pouco eu sei
Ou nada sei
Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs
É preciso amor para poder pulsar
É preciso paz para poder sorrir
É preciso chuva para florir
Penso que cumprir a vida seja simplesmente
Compreender a marcha e ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro levando a boiada
Eu vou tocando os dias pela longa estrada, eu sou
Estrada eu vou
Todo mundo ama um dia
Todo mundo chora um dia
A gente chega e no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
E cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz.

Questão 02. Assinale mais de uma alternativa que esteja de acordo com o texto:

a. ( ) Para o poeta, a vida deve ser levada, tocada como uma boiada, pois não conseguimos entender a imprevisibilidade de ambas. X

b. ( ) Só é possível ser feliz nesta jornada, depois de um toque de Deus, o velho boiadeiro, que nos impulsiona pela longa estrada da vida.

c. ( ) Só através do choro individual e de outros é que descobrimos o valor de um sorriso.

d. ( ) Manhãs, maçãs e chuva fazem parte da nossa história, já que não somos donos do nosso destino.

e. ( ) Segundo o poeta, para se viver, é necessário entender o andamento da jornada e continuar vivendo.


Questão 03. A conversa entre Mafalda e seus amigos

tirinha Mafalda hipertexto exercícios

A) revela a real dificuldade de entendimento entre posições que pareciam convergir. X

B) desvaloriza a diversidade social e cultural e a capacidade de entendimento e respeito entre as pessoas.

C) expressa o predomínio de uma forma de pensar e a possibilidade de entendimento entre posições divergentes.

D) ilustra a possibilidade de entendimento e de respeito entre as pessoas a partir do debate político de ideias.

E) mostra a preponderância do ponto de vista masculino nas discussões políticas para superar divergências.


Questão 04. ENEM. O hipertexto refere-se à escritura eletrônica não sequencial e não linear, que se bifurca e permite ao leitor o acesso a um número praticamente ilimitado de outros extos a partir de escolhas locais e sucessivas, em tempo real. Assim, o leitor tem condições de definir interativamente o fluxo de sua leitura a partir de assuntos tratados no texto sem se prender a uma sequência fixa ou a tópicos estabelecidos por um autor. Trata-se de uma forma de estruturação textual que faz do leitor simultaneamente coautor do texto final. O hipertexto se caracteriza, pois, como um processo de escritura/leitura eletrônica multilinearizado, multisequencial e indeterminado, realizado em um novo espaço de escrita. Assim, ao permitir vários níveis de tratamento de um tema, o hipertexto oferece a possibilidade de múltiplos graus de profundidade simultaneamente, já que não tem sequência definida, mas liga textos não necessariamente correlacionados.
MARCUSCHI, L. A. Disponível em: <http://www.pucsp.br>. Acesso em: 29 jun. 2011.

O computador mudou nossa maneira de ler e escrever, e o hipertexto pode ser considerado como um novo espaço de escrita e leitura. Definido como um conjunto de blocos autônomos de texto, apresentado em meio eletrônico computadorizado e no qual há remissões associando entre si diversos elementos, o hipertexto:

a. é uma estratégia que, ao possibilitar caminhos totalmente abertos, desfavorece o leitor, ao confundir os conceitos cristalizados tradicionalmente.

b. é uma forma artificial de produção da escrita, que, ao desviar o foco da leitura, pode ter como consequência o menosprezo pela escrita tradicional.

c. exige do leitor um maior grau de conhecimentos prévios, por isso deve ser evitado pelos estudantes nas suas pesquisas escolares.

d. facilita a pesquisa, pois proporciona uma informação específica, segura e verdadeira, em qualquer site de busca ou blog oferecidos na Internet.

e. possibilita ao leitor escolher seu próprio percurso de leitura, sem seguir sequência predeterminada, constituindo-se em atividade mais coletiva e colaborativa.


O hipertexto permite — ou, de certo modo, em alguns casos, até mesmo exige — a participação de diversos autores na sua construção, a redefinição dos papéis de autor e leitor e a revisão dos modelos tradicionais de leitura e de escrita. Por seu enorme potencial para se estabelecerem conexões, ele facilita o desenvolvimento de trabalhos coletivamente,o estabelecimento da comunicação e a aquisição de informação de maneira cooperativa.
Embora haja quem identifique o hipertexto exclusivamente com os textos eletrônicos, produzidos em determinado tipo de meio ou de tecnologia, ele não deve ser limitado a isso, já que consiste numa forma organizacional que tanto pode ser concebida para o papel como para os ambientes digitais. É claro que o texto virtual permite concretizar certos aspectos que, no papel, são praticamente inviáveis: a conexão imediata, a comparação de trechos de textos na mesma tela, o “mergulho” nos diversos aprofundamentos de um tema, como se o texto tivesse camadas, dimensões ou planos.
RAMAL, A. C. Educação na cibercultura: hipertextualidade, leitura, escrita e aprendizagem.
Porto Alegre: Artmed, 2002

Questão 05. Considerando-se a linguagem específica de cada sistema de comunicação, como rádio, jornal, TV, internet, segundo o texto, a hipertextualidade configura-se como um (a)

a) elemento originário dos textos eletrônicos.
b) conexão imediata e reduzida ao texto digital.
c) novo modo de leitura e de organização da escrita.
d) estratégia de manutenção do papel do leitor com perfil definido.
e) modelo de leitura baseado nas informações da superfície do texto.


Questão 06. Sobre o hipertexto, é INCORRETO afirmar:

a) Tipo de texto maior que somente pode ser encontrado na internet. Desde sua criação, na década de 60, já estava previsto que o hipertexto se desenvolveria em um tipo de texto eletrônico criado através de uma tecnologia radicalmente nova. X

b) O termo hipertexto foi criado na década de 60 pelo filósofo, sociólogo e pioneiro da Tecnologia da Informação, Ted Nelson. Nos primórdios da informática, Nelson já vislumbrava os textos eletrônicos disponíveis em suportes inteligentes e interativos.

c) O hipertexto é uma forma organizacional encontrada também no papel, embora seja cada vez mais comum relacioná-lo com os textos virtuais. É, sobretudo, um tipo de intertextualidade que está relacionado com a evolução dos modos de leitura e organização da escrita.

d) O hipertexto é uma espécie de texto maior formado por vários outros elementos textuais acessíveis através de links e hiperlinks, que permitem ao usuário criar um processo de leitura não linear e não hierarquizada.


Questão 07. ENEM

Fora da ordem
Em 1588, o engenheiro militar italiano Agostinho Romelli publicou Le Diverse et Artificiose Machine, no qual descrevia uma máquina de ler livros. Montada para girar verticalmente, como uma roda de hamster, a invenção permitia que o leitor fosse de um texto ao outro sem se levantar de sua cadeira.
Hoje podemos alternar entre documentos com muito mais facilidade – um clique no mouse é suficiente para acessarmos imagens, textos, vídeos e sons instantaneamente. Para isso, usamos o computador, e principalmente a Internet – tecnologias que não estavam disponíveis no Renascimento, época em que Romelli viveu.
BERCITTO, D. Revista Língua Portuguesa. Ano 11.

O inventor italiano antecipou, no século XVI, um dos princípios definidores do hipertexto: a quebra de linearidade na leitura e a possibilidade de acesso ao texto conforme o interesse do leitor. Além de ser característica essencial da Internet, do ponto de vista da produção do texto, a hipertextualidade se manifesta também em textos impressos, como:
a. dicionários, pois a forma do texto dá liberdade de acesso à informação.
b. documentários, pois o autor faz uma seleção dos fatos e das imagens.
c. relatos pessoais, pois o narrador apresenta sua percepção dos fatos.
d. editoriais, pois o editorialista faz uma abordagem detalhada dos fatos.
e. romances românticos, pois os eventos ocorrem em diversos cenários.

Gabarito com as respostas dos melhores Exercícios sobre Texto e Hipertexto para o Ensino Médio:

01. D;
02. A, C, E;
03. A;
04. E;
05. C;
06. A;
07. A

Encontrou um erro nas questões ou no Gabarito? Avise-nos através do email: [email protected]

Deixe um comentário