Exercícios sobre o Pré-Modernismo e Modernismo

atividades respodidas de literatura sobre o Pré-Modernismo e Modernismo

01. Pré-Modernismo e Modernismo: UFMS – Considerando as proposições abaixo, assinale a(s) correta(s). (01) Em Fogo Morto, vários temas são abordados, dentre os quais: a falência da sociedade patriarcal nordestina, o surgimento do cangaço e a denúncia da miséria e da exploração de grande parcela da população do Nordeste. (02) Em Fogo Morto, configuram-se aspectos … Ler mais

Exercícios sobre Realismo e Naturalismo

atividades respondidas de literatura sobre Realismo e Naturalismo

01. Realismo e Naturalismo: UnB-DF “O Dr. Matos era um velho advogado que, em compensação da ciência do direito, que não sabia, possuía noções muito aproveitáveis de meteorologia e botânica, da arte de comer, do voltarete, do gamão e da política. Era impossível a ninguém queixar-se do calor e do frio, sem ouvir dele a … Ler mais

Exercícios sobre Parnasianismos e Simbolismo

atividades resolvidas de literatura sobre Parnasianismos e Simbolismo

01. Parnasianismos e Simbolismo: UFMS – Assinale a(s) alternativa(s) correta(s). (01) Em Broquéis, predominam imagens que, a cada leitura, compõem um novo “desenho”, sugerindo uma constante busca pela renovação da expressão poética. (02) Um dos temas prediletos dos simbolistas era a sugestão por meio das palavras, criando um universo onde os elementos não eram nomeados … Ler mais

Exercícios sobre a Literatura no Período Colonial

atividades respondidas sobre a literatura no Período Colonial

01. Literatura no Período Colonial: UFBA – A idéia do trecho transcrito de A Carta de Pero Vaz de Caminha está devidamente indicada em: 01. “E uma daquelas moças era toda tingida (…) tão graciosa, que a muitas mulheres de nossa terra, vendo-lhes tais feições, provocaria vergonha” – Idealização da mulher indígena. 02. “No domingo … Ler mais

Exercícios sobre Quinhentismo, Humanismo, Arcadismo e Barroco

simulado e atividades sobre Quinhentismo, Humanismo, Arcadismo e Barroco

01. Quinhentismo, Humanismo, Arcadismo e Barroco: UnB-DF – Ainda com relação ao texto, julgue os seguintes itens. ( ) Substituindo-se “Posto que” por Haja vista, mantêm-se as mesmas relações de idéias. ( ) O nono parágrafo do texto ressalta uma prática dos silvícolas brasileiros: o extrativismo vegetal, que era a única forma de obtenção dos … Ler mais

Exercícios sobre Concretismo, Tropicália e a Poesia Marginal

simulado com atividades sobre Concretismo, Tropicália e a Poesia Marginal

01. Concretismo, Tropicália e a Poesia Marginal: (Enem–2009) Teatro do Oprimido é um método teatral que sistematiza exercícios, jogos e técnicas teatrais elaboradas pelo teatrólogo brasileiro Augusto Boal, recentemente falecido, que visa à desmecanização física e intelectual de seus praticantes. Partindo do princípio de que a linguagem teatral não deve ser diferenciada da que é … Ler mais

Parnasianismo e Simbolismo Exercícios Resolvidos

simulado respondido sobre Parnasianismo e Simbolismo

01. Parnasianismo e Simbolismo: (Enem–2009) Cárcere das almas Ah! Toda a alma num cárcere anda presa, Soluçando nas trevas, entre as grades Do calabouço olhando imensidades, Mares, estrelas, tardes, natureza. Tudo se veste de uma igual grandeza Quando a alma entre grilhões as liberdades Sonha e, sonhando, as imortalidades Rasga no etéreo o Espaço da … Ler mais

Realismo e Naturalismo Exercícios Respondidos

Realismo e Naturalismo simulado com questões resolvidas

01. Realismo e Naturalismo: (Enem–2001) O texto a seguir foi extraído de uma crônica de Machado de Assis e refere-se ao trabalho de um escravo. Um dia começou a Guerra do Paraguai e durou cinco anos,  João repicava e dobrava, dobrava e repicava pelos mortos e pelas vitórias. Quando se decretou o ventre livre dos … Ler mais

As Gerações de Românticos Exercícios

lista de exercícios sobre as Características do Romantismo para alunos e professores

01. Gerações de Românticos: (UFRGS) Leia as estrofes seguintes, extraídas do poema “Canção do exílio”, de Gonçalves Dias. Minha terra tem palmeiras, Onde canta o Sabiá; As aves, que aqui gorjeiam, Não gorjeiam como lá. Nosso céu tem mais estrelas, Nossas várzeas têm mais flores, Nossos bosques têm mais vida, Nossas vida mais amores. […] … Ler mais